Conheça os ídolos homenageados na “Calçada da Fama” do Morumbi

A Calçada da Fama é um projeto que eternizará os ídolos da história do São Paulo Futebol Clube. É um projeto que se inspira no Hollywood Walk of Fame em Los Angeles e estará na rampa de acesso do salão nobre, no estádio do Morumbi. Em breve será inaugurada e aberta para visitação.

 

O Blog São Paulo Sempre teve acesso em primeira mão a todos os nomes que iniciarão o projeto, que no futuro contará com outros futuros ídolos do clube. Todos os nomes foram aprovados e tiveram autorização de uso de nome dos ídolos ou de seus herdeiros e familiares. Veja a lista abaixo:

 

Adilson, Alfredo Ramos, Aloísio, Amoroso, André Luiz, Antônio Carlos, Araken Patusca, Bauer, Belleti, Bellini, Bernardo, Bezerra, Cafu, Canhoteiro, Careca, Chicão, Chulapa, Cicinho, Danilo, Dario Pereyra, De Sordi, Denílson, Dinho, Dino Sani, Doriva, EdCarlos, Edimilson, Elivélton, Fabão, Falcão, Forlan, França, Friaça, Friedenreich, Gerson, Gilmar, Gino Orlando, Hernanes, Jose Poy, Josué, Juninho, Junior, Jurandir, Kaká, King, Leonardo, Leônidas da Silva, Lugano, Luiz Fabiano, Luisinho, Mário Sérgio, Maurinho, Mauro, Mineiro, Miranda, Mirandinha, Muller, Muricy Ramalho, Nelsinho, Noronha, Oscar, Palhinha, Paraná,, Pardal, Pedro Rocha, Peixinho, Pintado, Piolin, Pita, Raí, Regnaneschi, Remo, Renato, Riberto, Ricardo Rocha, Roberto Dias, Rogério Ceni, Ronaldão, Ronaldo Luiz, Ruy, Sastre, Sidney, Silas, Teixeirinha, Terto, Toninho Guerreiro, Toninho Cerezo, Valber, Virgílio, Vitor, Vitor Ratautas, Vizolli, Waldir Peres, Zarzur, Zé Carlos Serrão, Zé Sérgio, Zetti, Zezé Procópio, Zizinho.

 

Senti falta dos técnicos ídolos, como Carlos Alberto Silva, Telê Santana, Cilinho e Minelli, entre outros, mas entendo que os ídolos na lista se referem a jogadores e não comissão técnica ou diretoria. Sendo assim, justo.

 

Muitos nomes são polêmicos, seja porque passaram bem rápido no clube, seja porque defenderam rivais ou até mesmo eram longe de serem craques, mas também entendo que a escolha foi para minimizar a possibilidade de discussão no Conselho. Se for para pecar, que se peque por excesso e não pela falta de algum ídolo. Também justo.

 

A proposta foi feita há 6 anos pelo conselheiro Itagiba Francez. O desenvolvimento e execução do projeto ficou a cargo do conselheiro Homero Bellintani Filho que, com auxílio precioso de Eduardo Monteiro, cuja colaboração com o departamento de infra-estrutura foi primordial, realizou o sonho de muitos são-paulinos se dedicando mais de 8 meses desde o início dos trabalhos junto aos conselhos e fornecedor.

 

É bem bacana a ideia da “Calçada da Fama” Tricolor. Parabéns a todos os idealizadores e aqueles que viabilizaram o projeto. Nada como homenagear todos aqueles que construíram a nossa história dentro de campo.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.