Search Results For : Mercado

Tabelinha entre TRI Mundiais!

King Naldo – O lateral esquerdo Reinaldo está de volta ao São Paulo. Depois de duas boas passagens por Ponte Preta e Chapecoense (destaque do time que irá para a Libertadores) o lateral retorna e muito provavelmente será o titular da equipe, com Edimar na sua suplência. Sem drama: bom jogador no padrão Brasil, que Corinthians e Fluminense tiveram bastante interesse. Vem para ajudar. Precisamos nos arrumar na lateral direita pois, apesar de Militão quebrar um bom galho, Buffarini fatalmente será negociado com o mercado exterior e Bruno não é confiável para a posição.

 

Jucilenda – Segundo o jornalista André Hernan, faltam detalhes para Jucilei ser contratado em definitivo. O detalhe mais delicado seria o tempo do contrato do jogador: quatro ou cinco anos, mas isso parece não impedir o avanço da negociação. O Tricolor conseguiu o mais difícil: diminuir o valor de compra do volante de 5 milhões de euros para 1 milhão de euros.

 

San-São – O lateral direito Victor Ferraz ainda pode ser negociado, apesar da não reeleição de Modesto Roma. O novo presidente santista não se opõe a uma negociação e a torcida do Peixe, muito menos. Segundo conversas com alguns torcedores, a maioria diz que Victor não sabe cruzar. Outro atleta sondado pelo Tricolor é o atacante Copete que, para variar, é mais um que fez o nome e gols em cima do Tricolor.

 

Diego Souza e Gabigol – Leco sempre gostou do futebol de Diego Souza, destaque do Sport. Porém, a amigos, dizia que o atacante sempre preferia o conforto de Recife. Pelo visto, a coisa mudou de figura nos últimos dias. Sabedor do interesse do jogador em deixar Pernambuco, o Tricolor intensificou o contato. Sobre Gabigol, cinco clubes demonstraram interesse na repatriação, entre eles o São Paulo. Segundo o jornalista Jorge Nicola, apesar de não disputar a Libertadores, o Tricolor é um dos mais interessados no retorno do garoto ao Brasil. Dorival Junior é entusiasta do futebol de Gabriel e gostaria de tê-lo no plantel do clube no ano que vem.

 

Junior Tavares – Com a volta de Reinaldo e a permanência de Edimar, Junior Tavares será deslocado para o meio-campo. O jogador atuou nessa faixa de campo contra o Grêmio, Coritiba e Bahia. Apesar de não ter deslanchado em 2017, Júnior ainda é bem avaliado pela diretoria e comissão técnica do Tricolor. Deste modo, creio que só sairá do clube se tiver proposta acima da média.

 

Malas prontas? – O atacante Luiz Araújo, vendido ao Lille no meio do ano, pode estar de saída do clube francês. Em crise, o Lille demitiu o técnico Marcelo Bielsa e, impedido de fazer contratações pela Direção Nacional de Controle de Gestão, deverá vender alguns de seus recém-contratados para equilibrar as contas e dar garantias financeiras à Liga Francesa. Assim como Gabigol, Luiz Araújo foi outro atleta que prometeu e ainda não entregou na Europa.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

Leia a Carta aberta ao presidente Leco aqui.

Garanta seu lugar na ConfraTRInização 2017 no Morumbi aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Ou é Alisson ou é Hudson de volta!

O Cruzeiro está tentando de tudo para que Hudson permaneça na Toca da Raposa, mas não quer pagar o valor total fixado pelos direitos do jogador. Por este motivo, a raposa estuda envolver jogadores na negociação com o Tricolor, dono de 50% dos direitos do volante.

 

Diversos veículos da imprensa esportiva citaram jogadores que o Cruzeiro poderia ceder ao Tricolor. Os nomes especulados são os de Élber, Bryan, Rafael Marques, Lucca e Fabrício Bruno (que jogou em 2017 na Chapecoense). O meia-atacante Élber ou o atacante Rafael Marques, por exemplo, poderiam vir em definitivo. Já o lateral esquerdo Bryan, o atacante Lucas, o zagueiro Fabrício Bruno e o meia Alisson (um deles) seriam cedidos por empréstimo de um ano, segundo os veículos que cobrem os dois clubes. Ainda há Lucca, artilheiro pela Ponte Preta e com 25% dos direitos pertencentes ao clube mineiro.

 

Raí, o novo diretor de futebol do clube, já está envolvido nessa negociação que, na minha opinião, só teria duas boas saídas para o São Paulo: o meia Alisson em definitivo ou o retorno de Hudson. Uma hipótese que também daria para aceitar seria Alisson e Lucca por empréstimo de um ano na troca definitiva por Hudson. Outra negociação além dessas seria prejuízo para o Tricolor.

 

Raí deve consultar Dorival Junior mas é difícil acreditar que os dois pensariam em um negócio diferente de Alisson ou a própria volta do Hudson. O meia Alisson tem potencial para ser titular do Tricolor e Lucca seria um bom atacante reserva. A conclusão dessa arrastada negociação será um bom teste para o nosso eterno camisa dez na função de diretor.

 

Colaboração: Dimitriuz Syrgiannis (Balú) SPFC

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

Leia a Carta aberta ao presidente Leco aqui.

Garanta seu lugar na ConfraTRInização 2017 no Morumbi aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

O que pensa o Diretor Financeiro do São Paulo para o ano de 2018

A matéria do jornalista Matheus Lara, do Estado de São Paulo, vai provocar reações distintas entre os torcedores do São Paulo Futebol Clube. Matheus entrevistou o diretor financeiro remunerado do Tricolor, Elias Barquete Albarello, e colheu as projeções do clube, no ponto de vista das finanças.

 

Veja a matéria do Estado de São Paulo aqui.

 

Resumindo a matéria, o diretor financeiro do São Paulo disse que o clube conseguiu grande evolução na quitação das grandes dívidas e que o ano de 2017 foi atípico no quesito venda de jogadores. Ainda segundo Elias, a projeção do clube para o ano de 2018 será mais conservadora. “Manteremos uma previsão de conseguir cerca de R$ 70 milhões com venda de jogadores na próxima temporada” – disse ele ao Estadão.

 

Apesar de acreditar em uma boa performance em 2018, Elias disse que o clube prevê poucas mudanças no atual elenco, que possui folha salarial considerada alta: R$ 12 milhões/mês. “Precisamos tornar a gestão financeira mais eficiente, para que possamos, de forma adequada, gerar mais recursos para investir.” – completou o diretor financeiro.

 

Isso quer dizer: teremos contratações pontuais, mas não devem ser medalhões como houve neste ano com Prato, Petros, Jucilei e Hernanes. A intenção da diretoria de futebol é manter o que tem até pelo menos o final do ano (Jucilei e Hernanes inclusos) e manter a folha salarial, com vendas de atletas.

 

Aí fica uma pergunta: vale contratar o goleiro Jean pelo valor que estão dizendo? Vale abrir mão de Hudson para facilitar a compra do Cruzeiro? O São Paulo precisa alinhar o discurso do financeiro com o futebol, seja para economizar, seja para investir. Minha impressão é que pelo menos um base e um do time titular tentarão vender para alcançar esses R$ 70 milhões previstos no orçamento.

 

Deixo esse post com uma mensagem ao menos animadora do diretor financeiro: “Não podemos fazer com que o time deixe de disputar títulos em nome do que havíamos planejado financeiramente. Hoje temos uma boa equipe e, com uma ou outra mudança, temos tudo para ter um bom 2018.” – Finalizou Elias.

 

Ficamos na torcida desse equilíbrio financeiro e de títulos.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

Leia a Carta aberta ao presidente Leco aqui.

Garanta seu lugar na ConfraTRInização 2017 no Morumbi aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Under Armour e São Paulo: o presente e futuro da parceria e do patrocínio

É fato: São Paulo e a Under Armour chegaram a um acordo amigável e encerraram o contrato atual, iniciado em 2015 e que iria até 2019. A marca pagou a multa proporcional do restante de contrato e o clube terá carta branca para negociar com outras empresas.

 

Porém, isso não quer dizer que São Paulo e Under Armour não continuem a parceria. Consultei algumas pessoas e até o momento a informação é a seguinte: os valores do contrato rescindido eram impossíveis de serem pagos pela marca devido a muitos fatores, mas isso não quer dizer que as duas partes não possam firmar um contrato menor, com direito a rescisão se houver uma melhor oportunidade no mercado. A Under Armour, por sua vez, também poderá cobrir uma eventual oferta de uma concorrente.

 

Isso quer dizer que a Under Armour, até o presente momento, deverá continuar fornecendo o material ao clube, porém sob um novo contrato e novas condições para as duas partes. A vantagem do São Paulo é que o clube não ficará preso ao seu parceiro e fornecedor: em caso de propostas mais vantajosas, todos se sentarão novamente na mesa para negociar o futuro da parceria.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

Leia a Carta aberta ao presidente Leco aqui.

Garanta seu lugar na ConfraTRInização 2017 no Morumbi aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Raí: experiência e são-paulinidade de sobra para tocar o futebol Tricolor!

O eterno camisa dez Raí aceitou o desafio. Ele será o responsável pelo comando do futebol do São Paulo após a demissão do ex-diretor Vinícius Pinotti. O novo dirigente foi confirmado nessa tarde pelo clube e já começa a trabalhar na sexta-feira.

 

O início da missão do novo diretor é muito maior que dar continuidade as negociações de manutenção e reforço de atletas iniciada pelo seu antecessor. Raí será responsável por montar um elenco capaz de conquistar os títulos que o clube tanto precisa para amenizar a batalha das vaidades dentro dos grupos políticos do clube.

 

Não será fácil. Raí terá muitos obstáculos e o primeiro deles é se alinhar com o presidente Leco, que costuma interferir nas decisões do futebol, às vezes até tomando as rédeas de contratações sem o conhecimento de seus subordinados. Foi assim com Luiz Cunha, foi assim com Vinícius Pinotti e fatalmente será assim com ele. Mas Raí não nasceu ontem e não caiu de pára-quedas no clube para ser ‘usado’ como muitos já adiantam. Mais experiente que nunca e membro ‘hors concour’ do Conselho de Administração, ele tem a são-paulinidade exata para reerguer o São Paulo ao seu patamar de direito.

 

A chegada de Raí é também, como disse no post anterior, um ultimato para a gestão do atual presidente. Será praticamente o último suspiro de credibilidade da gestão Leco. O apoio do blog será total ao ídolo e de uma coisa ninguém agora poderá levantar suspeita: quem tem mais conhecimento notório de futebol e de São Paulo que o grande Raí Souza Vieira de Oliveira?

 

Raí, Raí: o terror do Morumbi.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

Leia a Carta aberta ao presidente Leco aqui.

Garanta seu lugar na ConfraTRInização 2017 no Morumbi aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.