Search Results For : Mercado

Em alta no Boca, Centurión poderá ser ótima moeda de troca na Argentina

Nação do Maior do Mundo;

 

Ricardo Centurión, emprestado pelo São Paulo para o Boca Juniors, reencontrou seu futebol jogando em seu país: já são quatro gols em 14 partidas, inclusive com direito a uma ‘pintura’ no último domingo, na goleada de 4×1 sobre o Colón.

 

O atacante chegou no São Paulo com pompas, em uma ação vinculada ao Sócio Torcedor, mas não emplacou. Centurión disputou 81 partidas com a camisa Tricolor, marcando apenas 8 gols. Em alta nas sua “casa”, o gringo poderá ser uma ótima moeda de troca do São Paulo para conquistar uma boa peça em território portenho. Com Chavez emprestado para o Tricolor, o Boca sinalizou uma troca simples de direitos econômicos, negada pelo Tricolor. O São Paulo entende que Centurión vale mais por ser mais jovem e mais talentoso, mesmo sem a devida adaptação no Brasil. O Tricolor pode até ficar com Chavez, mas não quer misturar os negócios.

 

Mesmo com o contrato de Centurión com o Boca valendo até agosto de 2017, o São Paulo deveria aproveitar a sua ótima fase para especular o mercado argentino. O atacante Bou, do Racing, seria uma ótima oportunidade. O Tricolor poderia oferecer o retorno de Centurión em troca da chegada deste jogador, como exemplo.

 

O torcedor do São Paulo pode até não gostar dele, por sua não adaptação no clube ou até mesmo pelo temperamento do jogador, mas o fato é que Centurión tem ótimo mercado e aceitação na Argentina.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

São Paulo volta a negociar com ex-corinthiano que atua no mercado chinês

Nação do Maior do Mundo;

 

O São Paulo continua atrás de um nome de experiência para o meio-campo.

 

Felipe Melo, um dos volantes pretendidos pelo clube, não chegou a um acordo salarial. Portanto, as atenções agora se voltam ao volante Jucilei, que atua no Shandong Luneng, da China. A informação é do jornalista Jorge Nicola.

 

Não é a primeira vez que o Tricolor corre atrás do ex-corinthiano. O clube já sondou o jogador em outras duas oportunidades, frustradas pelo alto valor de multa rescisória. Desta vez, os dirigentes acreditam que o acordo possa acontecer pela vontade do atleta em retornar ao Brasil.

 

Segundo Nicola, Jucilei tem esperanças de ser visto por Tite mas apenas se estiver na vitrine brasileira e já se interessou pela proposta Tricolor. Uma curiosidade é que o volante de 1m86 (alto como deseja Rogério Ceni) tem passaporte palestino e não conta como extracomunitário no mercado asiático.

 

Existem outros nomes em pauta para o setor mas o fato de Jucilei já ter sido sondado pelo clube em outras oportunidades reforça ainda mais o rumor de uma negociação em andamento.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Calleri: gratidão, respeito e palavra!

Nação do Maior do Mundo;

 

Deu no portal Lance!: Jonathan Calleri, atualmente no West Ham, revelou que seus empresários foram procurados pelo Palmeiras, que teriam interesse em sua contratação para suprir a saída de Gabriel Jesus. No entanto, o argentino tratou de esfriar qualquer início de negociação com uma explicação no mínimo curiosa para qualquer torcedor brasileiro:

 

“Eles (os empresários de Calleri) sabem que sempre digo que no Brasil o único lugar que eu jogaria é no São Paulo. E sempre vou manter isso”

 

A resposta de Calleri é motivo de orgulho para o torcedor do São Paulo, mas é algo muito comum dos jogadores sul-americanos, sobretudo dos argentinos. Verón no Estudiantes, Tevez no Boca, Ortega no River… os craques hermanos tem identificação muito forte em seu DNA. Calleri foi completamente seduzido pela atmosfera e carinho da torcida do São Paulo e retribui com respeito e gratidão ao clube.

 

Não sei se isso é certo ou errado. Talvez no mundo do ‘futebol moderno’ (palavra nojenta criada pelos ditadores do futebol gourmet) seja um erro fechar as portas de outras agremiações, mas valorizo muito esse tipo de atitude. Até mesmo Rogério Ceni, em sua entrevista como novo treinador do Tricolor, foi sincero ao falar que não treinaria um clube rival. E foi bem na resposta: “Nem eles gostariam de me contar como técnico”.

 

Falta atitude, honra e palavra a muitos atletas aqui no Brasil que prometem e não cumprem, ora por má formação educacional, ora por má influência de maus empresários. Não é nem questão de ser mercenário… é mau direcionamento mesmo. Não citarei nomes mas tem um craque que está atualmente no Atlético Mineiro que fez juras eternas para um clube daqui do estado de São Paulo. Só para citar um exemplo. Temos vários…

 

Meu respeito a Calleri e toda a gratidão que ele tem ao São Paulo.

 

Nos veremos em breve.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

São Paulo e Flamengo estudam negócio envolvendo Reinaldo

Nação do Maior do Mundo;

 

São Paulo e Flamengo estudam uma possível negociação envolvendo o lateral esquerdo Reinaldo. O atleta, que pertence ao Tricolor e fez um bom campeonato pela Ponte Preta, chamou atenção do rubro-negro, que acena com possibilidade até de troca por algum outro atleta.

 

Rogério Ceni pediu a permanência de Reinaldo no Tricolor, acreditando que ele possa ser o seu titular em 2017. Entretanto, a diretoria do clube pode negociar o atleta caso receba uma oferta interessante em troca. Um dos nomes especulados é o de Federico Mancuello, meia argentino que chegou ao Rio como um dos mais valorizados atletas do mercado sul-americano, mas que atualmente tem sido opção no banco de reservas depois da contratação de Diego.

 

Em 2016, Mancuello foi considerado pela revista inglesa “World Soccer Magazine” um dos 500 jogadores mais importantes do mundo. Ele atua no meio campo mas também joga de volante, lateral esquerdo ou até atacante pelos lados do campo. Outro jogador que interessaria ao tricolor é o atacante Everton.

 

Não é uma troca fácil nem para o São Paulo nem para o Flamengo. O Tricolor poderia até ceder mais um jogador além de Reinaldo, por um dos dois ou o rubro-negro simplesmente comprar os direitos federativos do atleta. Existe negociação e só o futuro dirá se será concretizada.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Michel Bastos: saída à francesa!

Nação do Maior do Mundo;

 

“Sair à francesa” é uma frase que significa ir embora de um evento social sem se despedir de ninguém e com a maior discrição possível, tentando não se fazer notar. No popular, é o famoso “sair de mansinho”, “sair de fininho” e “tirar o time de campo”.

 

Parece que é exatamente o que Michel Bastos fará no Tricolor: tirará seu time de campo da maneira mais discreta possível. Dispensado dos compromissos em 2016, o jogador está na França e, segundo o jornal L’Équipe, procura clube por lá. O meia inclusive negocia a rescisão contratual com o clube e pode deixar de ser moeda de troca para virar jogador livre no mercado, caso perdoe algumas dívidas com o Tricolor. Caso a liberação aconteça, o São Paulo deverá economizar cerca de R$ 4 milhões com os salários do atleta. Michel tem contrato até o fim de 2017.

 

Decepcionante fim para um jogador que veio sob a batuta de ‘craque’ (palavras de Ataíde Gil Guerreiro, vice de futebol na época), teve participação muito importante na campanha do vice-campeonato Brasileiro de 2014 e almejava ser líder do elenco mas se envolveu com polêmicas com o ex-técnico Osorio e principalmente com as torcidas organizadas, saindo de ‘herói para vilão’ na cabeça de muito torcedor.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.