Search Results For : Mercado

Toca nele que é gol: só depende de Calleri um possível retorno para o São Paulo!

Nação do Maior do Mundo;

 

O jornalista João Barreto (o “Joãozinho Virgem”, da Bradesco Sports FM) publicou primeiro no seu Twitter, o Diário Lance! confirmou e o Globoesporte.com chancelou: há sim uma negociação em andamento entre Calleri e o São Paulo.

 

Segundo o Globoesporte.com o impasse está entre o jogador e o grupo de investidores que cuidam de sua carreira. Calleri vê com bons olhos o retorno, já que não é aproveitado pelo West Ham. Já o grupo de investimento prefere que ele fique na Europa e teme que um retorno ao Brasil desvalorize o centroavante. Joãozinho disse ao blogueiro que o contrato com o SPFC já estaria até pronto, caso o argentino consiga a muito provável rescisão. Faltaria só assinar.

 

Diante do cenário, digo uma coisa. Só depende de Calleri o retorno ao Maior do Mundo. Quando um jogador quer, ele dobra quem quiser: pai, empresário, procurador, grupo de investidor. O pai do atleta também vê com bons olhos, o que é um bom sinal.

 

Fica aqui a torcida para um final feliz. Ela deve acontecer (ou não) até o dia 15.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

São Paulo poderia investir na contratação de volante que atua no Palmeiras

Nação do Maior do Mundo;

 

Não é informação, é sugestão. O São Paulo está à procura de um primeiro volante. Diante das opções do mercado, que tal investir no ‘palmeirense’ Gabriel Girotto, que tem os direitos presos ao Monte Azul, de São Paulo?

 

Com 24 anos de idade, Gabriel chamou atenção em 2014 no Botafogo RJ e despontou no Palmeiras em 2015, inclusive sendo eleito o melhor volante do Campeonato Paulista, ao lado de Arouca. Pesa contra o jogador as duas graves lesões sofridas em 2015 e 2016, que o fizeram perder espaço no clube. Apesar da ausência nos gramados, a torcida alvi-verde tem grande apreço pelo atleta.

 

O jogador chegou a ser cogitado no Corinthians, mas nessa quinta-feira o alvi-negro anunciou a contratação de Paulo Roberto, que atuou no Sport. Por ser da mesma posição de Girotto, creio que o interesse corinthiano por Gabriel tenha esfriado.

 

Seria interessante entender em que situação clínica o jogador está e consultar o Monte Azul, detentor dos direitos. Sem dúvidas, se estiver plenamente recuperado das lesões no joelho e coxa, Gabriel Girotto seria um reforço muito mais interessante que Arouca, que chegou a ser oferecido ao Tricolor. Seu salário deve estar dentro do limite pago pelo clube.

 

Atualizado: recebi uma informação nova; o custo econômico de Gabriel seria de R$ 18 milhões, cifras inviáveis não só para o SPFC como também para qualquer outro clube brasileiro, também devido ao histórico de lesões do jogador. O “Monte Azul” (ou os investidores) deverão rever esta pedida no Brasil.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Com entrada de novo patrocinador, marketing Tricolor atinge meta inicial para 2017.

Nação do Maior do Mundo;

 

Em novembro do ano passado o blog divulgou os números atingidos pelo marketing Tricolor no ano de 2016. Foram R$ 44 milhões de reais conquistados, um pouco mais que escrito no texto publicado. Além dos números, a credibilidade voltou a ser tratado como referência no clube neste setor.

 

Segundo o Diário Lance!, hoje, com a inclusão de um novo patrocinador (o Banco Intermedium) e a manutenção de oito patrocinadores com contratos em vigência, o clube afirma que atingiu a meta inicial de ficar entre R$ 35 e 40 milhões, estipulada para 2017. Deste modo, creio que o clube não ganhou rios de dinheiro com a entrada do banco e sim compensou um menor investimento da Prevent Sênior, que antes ocupava frente e verso da camisa e agora ficará somente com a parte da frente. Com a manutenção de valores, o Marketing Tricolor mostra que não fica mais ‘fazendo doce’ no mercado e trabalha diversos parceiros em diversas propriedades.

 

De acordo com o site Máquina do Esporte, o Banco Intermedium também receberá o pacote de ativações que tem sido usado em outros patrocínios: camarote no estádio, exploração das redes sociais do clube e exposição em placas de Centro Treinamento. Muitos questionam sobre os valores do novo acordo. O contrato com a Intermedium terá obrigatoriamente que ser submetido ao Conselho do clube, seja pelo valor, seja pelo prazo. Logo que for submetido, os conselheiros saberão todos os detalhes do acordo. Somente após isso, os números serão públicos.

 

Comparado a outros grandes clubes, o Tricolor ainda está em um patamar abaixo de valores. O Flamengo acabou de anunciar um acordo milionário com a tailandesa Carabao, o Palmeiras está prestes a renovar e ampliar o acordo com a Crefisa e o Corinthians, apesar de todas as suspeitas envolvendo o governo Lula e as empreiteiras, ainda está bem calçado com a Caixa. O fato é que a terceira maior torcida atualmente é a quarta em arrecadação em receitas, isso contando todas as propriedades, incluindo o Morumbi. Não existe mágica para alcançar valores maiores: é preciso antes de qualquer coisa sanear as dívidas com uma gestão profissional e se restabelecer como um clube de negócios idôneo e confiável. A última parte o Tricolor já conseguiu. Falta agora, com o auxílio do Novo Estatuto, corrigir a primeira.

 

O marketing Tricolor foi, entre poucas coisas, uma grata surpresa em 2016 e pretende no mínimo manter esses números para 2017. Pode melhorar? Sempre poderá, e isso é premissa básica neste setor que cada vez mais contribui com receitas de um clube profissional. O importante é que a roda novamente está girando.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Saiba o que o SPFC ainda procura para fechar o elenco no início de 2017

Nação do Maior do Mundo;

 

De acordo com a imprensa esportiva, o Tricolor ainda está atrás de duas peças protagonistas para o elenco que iniciará 2017: um volante com características defensivas e um atacante de área com faro de gol.

 

O atacante de área pretendido no meio deste ano era Lucas Pratto. Segundo informações que obtive, o São Paulo chegou a acertar salários com o jogador após a Libertadores mas Daniel Nepomuceno, presidente do Atlético MG, brecou a negociação. Disse a Leco que a saída do argentino poderia desencadear um conflito com a torcida do Galo, recém eliminado da competição pelo próprio São Paulo. Hoje, valorizado e com seleção na bagagem, Pratto é praticamente inviável. Ricardo Oliveira também não foi liberado pelo Santos. Nomes como Nilmar e Ricardo Goulart foram sondados mas pelo visto há muita dificuldade de repatriação e Calleri deve permanecer na Europa. O paraguaio Colmán ainda está em pauta mas não duvido nada se vier alguma surpresa pesada até o início do Paulista. O clube pretende investir boa parte do que tem previsto no orçamento do futebol com esta posição.

 

O volante que o clube procura deve ter características defensivas e ser de preferência alto, segundo Ceni. O Tricolor mandou propostas para Felipe Melo (confirmada pelo jogador ao seu agente), Jucilei e também cogita nomes mais viáveis financeiramente, como Arouca (Palmeiras) ou Edson (Fluminense).

 

O fato é que o Tricolor subirá os garotos de 20 anos para cima (que não podem participar mais dos torneios de base) e deve fechar o grupo que irá para os Estados Unidos sem essas duas posições pretendidas. Rogério rodará muitos jogadores durante os amistosos preparativos da Florida Cup. O clube não considera o torneio algo importante em termos de conquista, por isso usará os jogos para que o treinador tenha mais oportunidade de testar melhor os atletas e variações táticas.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Arouca: um ‘revival’ complicado

Nação do Maior do Mundo;

 

Uma das necessidades do São Paulo é um volante que atue mais defensivamente.

 

O elenco atual conta com Thiago Mendes, Wellington, Artur, Araruna (recém promovido da base) e agora Cícero; mas nenhum deles possui característica predominantemente defensiva. Com Hudson fora e João Schmidt praticamente dando adeus ao clube, Rogério apontou a lacuna e pediu um nome com esse perfil.

 

Um atleta que passou a ser ventilado nos bastidores do Morumbi nos últimos dias é de Arouca, que atualmente está no banco de Tche Tche e Moisés, no Palmeiras. Vice da Libertadores com o Fluminense em 2008, o jogador teve passagem apagada no Morumbi em 2009 após chegar numa ‘baciada’ de atletas como Washington, Junior Cesar e Léo Lima, e em pouco tempo de clube foi envolvido em uma troca com o Santos. No Peixe ele se destacou e ficou até 2015, saindo após entrar com uma ação judicial. No Palmeiras, depois de um bom início, Arouca voltou a frequentar o banco de reservas e deve ter sua saída facilitada. Rogério gosta do futebol do palmeirense e, diferente de Aidar, Paulo Nobre não possui nenhuma restrição a Leco, o que torna a especulação, ao menos, viável. Não é negociação. É possibilidade.

 

Eu acho esse ‘revival’ complicado. Arouca completou 30 anos em agosto e nos últimos anos não tem jogado a mesma bola que o fez ser eleito o melhor volante de 2010. Cícero também é um ‘revival’ mas pelo menos teve um ótimo ano de 2016 e terminou em alta no Fluminense, fato que para mim o credencia no retorno.

 

Assim como o ‘plano B’ Edson, Arouca é outra opção dentro dos cofres do Tricolor mas, com R$ 17,5 milhões para investir, eu tentaria novamente um acordo com Felipe Melo que, ao que parece, conseguiu liberação da Internazionale. O colombiano Cuéllar também me parece um nome melhor e também pediu para sair do Flamengo, apesar na negativa do presidente rubro-negro. Ambos são melhores opções.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.