Search Results For : Opinião

Lucas Pratto: projetado para ser o novo ídolo da torcida do São Paulo!

Nação do Maior do Mundo;

 

Lucas Pratto foi apresentado nessa tarde no CT da Barra Funda.

 

O atual homem de frente da seleção argentina, faz parte de um ambicioso projeto de criação de um novo ídolo do clube para a sua torcida. Com a impossibilidade do retorno imediato de Calleri, o São Paulo enxergou no ex-atacante do Atlético Mineiro a possibilidade de recompor a despedida de Rogério Ceni das quatro linhas e a futura aposentadoria de Lugano, dois dos maiores ídolos do clube, com comprometimento e gols. Muitos gols.

 

A ligação do São Paulo com gringos é antiga. Desde Sastre e Poy, passando por Forlán, Pedro Rocha e Darío Pereyra e atualmente com Lugano, o clube sempre teve através de sua torcida um carinho especial com os estrangeiros, principalmente argentinos e uruguaios. Pratto poderá entrar nesse hall. O argentino será trabalhado dentro e fora de campo para ser mais um entre os grandes que vestiram o manto sagrado Tricolor.

 

Seja bem vindo, Lucas Pratto. Seu marketing, acima de tudo, serão seus gols.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

OPINIÃO São Paulo 5×2 Ponte Preta

Nação do Maior do Mundo;

 

Foi um senhor atropelo! No verdadeiro reencontro de Rogério Ceni com a torcida, o São Paulo fez bonito para mais de cinquenta mil torcedores e venceu a Ponte Preta com show coletivo e três gols de Gilberto.

 

Desta vez vimos exatamente aquilo que o técnico pregou até agora nos treinamentos: posse de bola, marcação agressiva no campo do adversário e, desta vez, chances traduzidas em gol. O primeiro tempo foi complicado, com o Tricolor tendo dificuldades para agredir a Ponte pelo meio. Uma vacilada e a Macaca conseguiu aquilo que queria: o contra-ataque para o primeiro gol. Mesmo atrás do placar a equipe teve calma e força para transformar as chances criadas em gols. Já no segundo tempo, após o terceiro gol (um golaço de Thiago Mendes), Ceni colocou Lugano e alterou o sistema para uma linha de três zagueiros, liberando assim os laterais. Foi à partir daí que a vitória virou um passeio: Junior e Bruno deitaram em cima dos defensores ponte-pretanos e foram importantes para os dois gols que selaram a goleada. Depois foi só administrar (até com certa displicência) e poupar alguns atletas que já jogaram bastante, como Cueva e Thiago Mendes, para o confronto de quarta-feira.

 

Belíssima vitória, para dar confiança para o clássico, mais uma vez a ser realizado na Vila Belmiro. Outro detalhe fundamental: a volta de “Hells Bells” na entrada do time em campo. Como deu saudade! Parece que a música do AC/DC nasceu para ser tocada no Morumbi. Agora é esperar Pratto e Jucilei estrearem para que o São Paulo de Ceni vire o São Paulo do torcedor. Jogaremos juntos!

 

Nota dos personagens da partida:

 

Sidão A bola do primeiro gol era “pegável”. Boas defesas. Nota: 6,5

Bruno Belo segundo tempo, jogando com menos compromisso de marcação. Nota: 7,5

Maicon Seguro ao lado de Rodrigo Caio. Nota: 7,5

Rodrigo Caio Tranquilo na zaga. Nota: 7,5

Junior Boa partida, especialmente no segundo tempo. Nota: 8,0

João Schmidt Boas invertidas de bola. Falha no segundo gol da Ponte. Nota: 6,0

Cícero Foi bem no trabalho do meio-campo. Nota: 6,5

Thiago Mendes Belíssimo gol. Nota: 8,0

Cueva Decidiu o jogo com um gol e uma assistência. Nota: 9,0

Luiz Araújo Velocidade e bom entrosamento com Junior. Nota: 7,5

Gilberto Três gols? Nem o mais são-paulino esperava. Surpreendeu! Nota: DEZ!

Lugano Sua entrada mudou o sistema de jogo. Falhou num lance fácil. Nota: 6,5

Araruna No lugar de Thiago Mendes, ajudou a gastar a bola. Nota: 4,5

Shaylon Participou do “gasto de bola” no final do jogo. Nota: 6,0

Rogério Ceni Desta vez a proposta deu (e muito) certo. A equipe solidária, de muita posse de bola e marcação incisiva desta vez transformou as chances em gols e deu um show para a torcida. Excelente coletivo, apenas ofuscado com falhas individuais, traduzidas em gols da Ponte. Nota: 9,5

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

A espera acabou: Jucilei é Tricolor!

Nação do Maior do Mundo;

 

A espera acabou.

 

O volante Jucilei está neste momento no CT do clube e fará parte do elenco até o fim desta temporada. O Tricolor se acertou com o Shandong Luneng, que continuará pagando cerca de 70% dos vencimentos atuais do atleta.

 

O jogador quase parou na Cidade do Galo. O Atlético ofereceu mais pelo empréstimo. Jucilei bateu o pé e quis o Tricolor, que teve que cobrir a proposta para fechar com os chineses. Estima-se que o clube pagará cerca de um milhão ao Shandong.

 

O jogador completa o quebra-cabeça no meio-campo do São Paulo. Se estiver bem fisicamente, será importantíssimo na proteção a zaga. Com Jucilei, Rodrigo Caio deve voltar definitivamente a posição de zagueiro, melhorando o sistema defensivo.

 

Seja bem vindo, Jucilei!

 

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

OPINIÃO Lucas Pratto: contratação insana, do tamanho do São Paulo!

Nação do Maior do Mundo;

 

“Você é louco? Pratto é Galo!” – Essa afirmação, cantada a verso e prosa no Twitter, Facebook e Instagram, foi o que eu mais ouvi ao incluir o argentino na lista dos alvos do Tricolor para a temporada. De fato, a contratação de Lucas Pratto,  melhor centroavante jogando no Brasil, foi pura insanidade, mas loucuras daquelas gigantescas, do tamanho e grandeza do São Paulo Futebol Clube.

 

Em números, o São Paulo pagará 6,2 milhões de euros (cerca de R$ 20,7 milhões) por 50% dos direitos econômicos do jogador, dividido em três parcelas. O Atlético MG, que tinha 60% dos direitos, agora fica com 50% para futuras negociações. O contrato será de quatro anos.

 

Leco conseguiu o que prometia. Todo o projeto ‘Pratto’ começou com a necessidade do clube em fabricar um novo ídolo para os próximos anos. Rogério Ceni se aposentou e o mesmo acontecerá com Diego Lugano em breve. Com as saídas de David Neres e futuramente Lyanco, o Tricolor conseguiu o dinheiro e a garantia financeira para bancar o atacante. Pelas contas do clube, em linguagem metafórica, Pratto ficou por Lyanco e o valor integral de David Neres será utilizado para bater a meta estabelecida pelo clube, amparada pelo novo estatuto.

 

Veja números de Lucas Pratto nesse post.

 

As vantagens de Lucas Pratto frente aos outros atacantes é que ele já vem com o importante ‘selo ISO1001 de adaptação ao Brasil’, possui o faro de gol que completará o quebra-cabeças do ataque Tricolor e, além de jogar muita bola, é um atleta extremamente bom de cabeça e grupo. Com a iminente chegada de Jucilei, definitivamente o São Paulo contará com um time que poderá fazer frente a todos os outros do país. Basta saber se com o tempo esse elenco, recheado de garotos bons de bola, evoluirá para mais e maiores vôos.

 

Parabéns, Leco. Parabéns, São Paulo. Contratação do tamanho do clube!

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

OPINIÃO Moto Club 0x1 São Paulo

Nação do Maior do Mundo;

 

O São Paulo cumpriu o dever de clube grande: com gol relâmpago de Gilberto, o time de Rogério Ceni espanta o perigo do novo regulamento do primeiro confronto da Copa do Brasil e volta classificado para a capital paulista.

 

Apesar da vitória, a equipe apresentou um futebol muito aquém da expectativa da torcida que compareceu ao Castelão. Mas é preciso entender que o ano está apenas começando e que Rogério irá rodar os atletas do seu elenco para que todos assimilem em campo o que ele espera do coletivo Tricolor. No jogo de hoje, Denis foi o escolhido no gol (deve permanecer no segundo jogo desta competição), o setor defensivo foi recomposto com Buffarini, Maicon, Rodrigo Caio e Junior; o meio teve João Schmidt, Thiago Mendes e Cícero; Cueva foi o elemento da criação e o ataque foi totalmente novo, com Gilberto e Neílton.

 

O São Paulo acertou a defesa que foi muito vazada diante do Audax e rodou os atacantes. Não teve grandes perigos e se classificou. Não brilhou em nenhum momento mas também não teve a classificação ameaçada pelo empolgado Moto. Cumpriu o dever. Agora o pensamento está 100% voltado ao Campeonato Paulista. Duas pedreiras em seguida: Ponte Preta, com mais de 35 mil no Morumbi, e o Santos novamente na Vila. Paciência e passo a passo até a equipe ideal, no ponto certo.

 

Nota dos personagens da partida:

Denis Quase não teve trabalho diante do ataque adversário. Nota: 6,0

Buffarini Atuando na posição original, melhor que na estréia. Nota: 6,0

Maicon Partida sem grandes sustos. Nota: 6,0

Rodrigo Caio Ganhou todos os lances dos atacantes do Moto. Nota: 7,0

Junior Discreto. Ainda em desenvolvimento. Assistência para o gol. Nota: 6,0

João Schmidt Partida razoável na saída de bola. Nota: 6,0

Thiago Mendes Correu bastante mas ainda não rendeu um bom jogo. Nota: 5,5

Cícero Fez uma boa partida, sem brilhos. Bem na bola aérea. Nota: 6,0

Cueva Tentou as melhores jogadas mas afunilou muito no meio-campo. Nota: 6,5

Neílton Apesar de algumas chances no primeiro tempo, partida fraca. Nota: 5,0

Gilberto Autor do gol da vitória e de outro, só que perdido. Nota: 7,0

Chavez Entrou no lugar de Gilberto e teve poucas oportunidades. Nota: 6,0

Shaylon No lugar de Cueva, participou pouco mas tentou boas jogadas. Nota: 6,0

Araruna Manteve a pegada do meio-campo. Nota: 6,0

 

Rogério Ceni Cumpriu o dever da classificação. Roda o time, conforme anunciado algumas vezes nas coletivas. Está à espera de Pratto e Jucilei. Nota: 6,0

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.