Search Results For : Opinião

Neílton: de titular a dispensado!

Nação do Maior do Mundo;

 

O atacante Neílton, titular do jogo diante do Defensa y Justicia na quinta-feira passada, não vestirá mais a camisa do São Paulo. A notícia é do Globoesporte.com Segundo o portal, o atacante foi dispensado do clube e voltará para o Cruzeiro, detentor de seus direitos econômicos.

 

A dispensa de Neílton, nove partidas e nenhum gol marcado, mostra a irracionalidade da atual gestão de futebol do Tricolor. Dois dias antes o jogador entrou em campo em uma partida decisiva para o clube, prestigiado como titular. Dias atrás, o atleta fora elogiado pela postura nos treinos no período que marcou as eliminações do Paulista e Copa do Brasil até a eliminação da Sulamericana. Ceni bancou a sua recuperação.

 

Além de Neílton, dispensado, o zagueiro Breno será emprestado ao Atlético GO. Chavez e João Schmidt (que também foi titular na última quinta) são saídas certas e o volante Wellington vem sendo especulado em outros times brasileiros. Será que temos tanta fartura e qualidade assim para reduzir o elenco?

 

Gostou deste post? Clique em um dos banners e ajude o blog!

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

OPINIÃO S. Paulo 1×1 Defensa y Justicia

Nação do Maior do Mundo;

 

Um vexame histórico. De forma vergonhosa, o São Paulo deu adeus a mais uma competição na temporada após empatar com gols com o Defensa y Justicia em pleno Morumbi. Deste modo, o Tricolor só terá o Brasileirão como alicerce para todo o ano.

 

Há pouco o que comentar sobre a partida. O São Paulo se negou a chutar a gol e jogar uma mínima bola, do lateral direito ao ponta, exceto raras exceções como o salvador Renan Ribeiro e o voluntarioso Lucas Pratto, que mesmo atuando como uma ‘barata tonta’ no ataque, deu até carrinho nos acréscimos. O resto? Uma retumbante decepção. Um time que tem dezessete dias de recuperação e treino, algo raro no cheio calendário brasileiro, não pode não apresentar o que não apresentou hoje diante de uma modesta equipe que viajou pela primeira para fora da Argentina nesta semana. O Defensa y Justicia fez história e o Tricolor, infelizmente, também fez. Merece muitas, muitas vaias dos quinze mil guerreiros que foram ao estádio.

 

É, amigos, o São Paulo de 2017 é esse aí: uma equipe sem brio, com um comando perdido e sem nenhuma confiança entre os atletas. Desnorteados, alguns deles falam até em conquistar o título do Brasileirão. Parece aquele parente de paciente morto que ainda não sentiu cair a ficha. Falta conjunto, ambição e, principalmente, personalidade vencedora. Eu não esperava nada de tão especial neste início de ano, até porque mais da metade desse elenco veio da base e, diferente de muito torcedor, penso que garotos são recurso e não solução, mas o fato é que a torcida tem sido muito parceira neste ano e tinha uma grande expectativa nos que estão aí. Até quando ela aguentará apoiar uma equipe tão desarrumada e descompromissada como essa?

 

Para mim, que sou fanático, a presença não muda. Vou comparecer e torcer como sempre fiz e faço desde os meus seis anos de idade, ainda nos ombros do meu pai no cimentão do Morumbi, porém neste momento de extrema decepção com tudo e todos, desde o roupeiro até o presidente, fica aqui o meu momentâneo feliz 2018 a todos os que amam esse clube de coração como eu. Espero estar redondamente errado mas esse time, essa direção técnica e esses dirigentes precisam de muito trabalho e competência para me convencerem do contrário.

 

Ô Tricolor, eu amo você!

 

Nota dos personagens da partida:

 

Renan Ribeiro Salvador em algumas boas chances do adverseario. Nota: 6,0

Bruno Partida medonha, repleta de erros. Nota: 3,0

Lucão Mais uma partida bizarra. Faltou o “golaço contra”. Nota: 2,0

Rodrigo Caio Inseguro, como toda a defesa ultimamente. Nota: 4,5

Junior Como caiu de produção. Muita marra, pouca bola. Nota: 4,0

Jucilei Partida ruim na frente da zaga. Nota: 4,5

Thiago Mendes O gol salvou a fraca atuação no meio. Nota: 5,0

João Schmidt No mínimo a cabeça já está na Italia. Nota: 4,0

Cueva Não quero pensar que não é jogador de decisão mas… Nota: 3,5

Neílton Invenção do treinador que obviamente não deu certo. Nota: 3,0

Lucas Pratto Único que mostra brio, mesmo perdido no ataque. Nota 6,0

Thomaz Ciscou I. Sem nota.

Luiz Araújo Ciscou II. Sem nota.

Gilberto Ciscou III. Sem nota.

Rogério Ceni A eliminação de hoje passa diretamente pelas decisões do nosso treinador. Jogar com três volantes, Lucão e Neílton é pedir para não ganhar o jogo, mesmo jogando no Morumbi. Os atletas também tem culpa no cartório. Falta pegada, ambição e foco. O time deveria estar bem mais compacto e desenvolto neste período do ano e isso é responsabilidade (sabida) do Rogério. Qualquer treinador que fosse eliminado três vezes do modo como foi seria demitido. Não estou pedindo a demissão de Rogério, mas é claro que ainda não há equipe em campo. Quando será que veremos?  Nota: 3,0

 

Gostou deste post? Clique em um dos banners e ajude o blog!

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

São Paulo não pensa em grandes alterações no elenco. Veja o perfil dos possíveis reforços:

Nação do Maior do Mundo;

 

Em entrevista ao portal UOL, o diretor de futebol Vinicius Pinotti avisou que o elenco do São Paulo não passará por grandes mudanças neste ano. Segundo ele, a diretoria Tricolor está satisfeita com o elenco atual e blindará Rogério Ceni para que o técnico execute seu trabalho com tranquilidade neste ano.

 

Pinotti confirmou que não virá nenhum jogador para compor o elenco neste meio de ano. Os possíveis reforços serão nomes de impacto no time, em contratações oportunas e pontuais. O diretor negou procura por um goleiro (especulado desde abril) e evitou conversar sobre a renovação de contrato de Diego Lugano.

 

Não é só palpite. Acredito que o Tricolor esteja negociando com um jogador que mude o patamar do time no meio-campo. Não é nenhuma garantia de contratação, mas a chegada de um bom meia seria um bom salto de qualidade nas pretensões de Libertadores ou eventual título do Tricolor neste ano.

 

Gostou deste post? Clique em um dos banners e ajude o blog!

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Gilberto deveria ser o companheiro de Pratto no ataque nesta quinta-feira!

Nação do Maior do Mundo;

 

O São Paulo continua sua preparação para o jogo decisivo da Sul-Americana, diante o Defensa y Justicia, nesta próxima quinta-feira no Morumbi. Para o Tricolor, não há possibilidade de outro resultado que não seja a vitória.

 

Na equipe que jogará contra os argentinos, uma dúvida no ataque e uma na defesa: Luiz Araújo, Thomas e Gilberto disputam uma vaga para atuar com Pratto e Cueva no ataque. Os dois primeiros atuam mais abertos enquanto que Gilberto jogaria centralizando, como foi diante do Cruzeiro em Minas Gerais. Lugano e Lucão brigam por uma vaga na defesa, aparentemente com vantagem para o primeiro. Maicon e Buffarini, suspensos, estão fora da partida.

 

Não tanto pela tática, mas por merecimento: pelos gols que fez no estadual, minha preferência no ataque seria por Gilberto. Deste modo, Lucas Pratto jogaria mais pelo lado, porém sempre em direção ao gol. Deu certo contra os mineiros e tudo que o Tricolor mais precisa nesta quinta é fazer gols, coisa que Gilberto provou saber fazer. Ele e Pratto seriam os grandes responsáveis pelo caminho da vitória pois o adversário certamente virá fechado, apostando em rápidas transições para o ataque.

 

E você? Apostaria em quem para o ataque? Gilberto, Thomas ou Luiz Araújo?

 

Gostou deste post? Clique em um dos banners e ajude o blog!

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Meia? Atacante? São Paulo precisa contratar uma boa benzedeira!

Nação do Maior do Mundo;

 

O São Paulo ganhou mais dois novos pacientes para o seu REFFIS. O volante Wesley, com estiramento na coxa direita, já é recorrente no ano e o atacante Morato, com um entorse no joelho no último jogo treino, é a mais nova baixa da temporada.

 

Parece brincadeira mas até em treino de ‘inter-temporada’ os atletas Tricolores estão sofrendo contusões de todos os gêneros. Estiramentos, contraturas, entorses… Será que é somente o acaso? Os dois novos pacientes se juntarão a Wellington Nem, um dos mais habitués do espaço, e perderão o início do brasileirão.

 

Meia? Atacante? O Tricolor está precisando é de uma bela benzedeira! Desse jeito, nem precisa o técnico quebrar a cabeça para reduzir o elenco no segundo semestre: a natureza já está cuidando disso para ele.

 

Oremos…

 

Gostou deste post? Clique em um dos banners e ajude o blog!

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.