Search Results For : Sem categoria

Esculhambado pelo são-paulino, Douglas se firma na Espanha

O lateral Douglas, ex-Goiás e São Paulo, está prestes a completar três anos no futebol Espanhol. Criticado por 99 entre 100 torcedores em sua época no Tricolor e comprado pelo Barcelona em agosto de 2014, o jogador tenta se fixar na Espanha para adquirir dupla cidadania européia.

 

Sem chances no Barça, Douglas negocia empréstimo para o Alavés e quando completar cinco anos de Europa, poderá solicitar dupla nacionalidade, o que facilitaria sua permanência no mercado europeu, já que não seria mais considerado estrangeiro.

 

Comprado por pouco mais de dezesseis milhões de reais junto ao São Paulo, o lateral jogou muito pouco pelo Barcelona, clube que detém seus direitos federativos: apenas oito jogos em campo e pouco mais de 300 minutos com a bola rolando. Apesar disso, por integrar o elenco, Douglas acumulou nove títulos com o clube catalão, inclusive o Mundial de Clubes de 2015. Quem diria!

 

Atualmente o São Paulo conta com Buffarini e Bruno como especialistas na posição.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

OPINIÃO Santos 3×2 São Paulo

Uma partida bem movimentada e justo resultado na Vila Belmiro. O Santos mais uma vez aproveitou o seu estádio e cumpriu o dever de mandante com muita eficiência e três gols de Copete, algoz do São Paulo.

 

Foi um primeiro tempo equilibrado e sem tantas chances porém, mais uma vez tomamos um gol bobo momentos antes de ir ao vestiário. A falha foi de Renan Ribeiro que espalmou a bola na pequena área, nos pés de Copete. Já o segundo tempo foi marcado pela alta eficiência santista. Os donos da casa aproveitaram a bobeada dos laterais Tricolores (péssimos em campo) e ampliaram o placar. Quem esperava um São Paulo entregue teve uma surpresa: a equipe não se entregou e tentou de tudo. Com um pênalti perdido, dois gols e muita luta, o time tentou o empate até o último minuto, mas já era tarde.

 

Para mim, este domingo marcou o fundo do poço do São Paulo no Campeonato Brasileiro. Depois de dois jogos extremamente difíceis fora de casa, a minha expectativa nesses dois terços restantes de Campeonato é do Tricolor reagir e sair da incômoda situação. Temos a chegada de Dorival Junior, um treinador experiente e os novos contratados, que sempre entram com mais gana do que os que geralmente estão a mais tempo no CT. Porém, será preciso muita união e empenho para conquistar os pontos necessários para sair dessa situação. Tem mais da metade do torneio para isso.

 

A realidade é que nosso campeonato é outro, mais uma vez. Apesar do caos, estou otimista em sair da zona da degola em breve mas é muito importante que os grandes responsáveis por (mais) uma situação de campeonato na parte debaixo da tabela entendam que o São Paulo é muito grande para administrações amadoras. Que o Conselho de Administração esteja de olho na sensível diminuição dessa maldita dívida e cobre dos diretores empenho e resultados.

 

Nota dos personagens da partida:

Renan Ribeiro Falhou no primeiro gol santista. Nota: 4,5

Buffarini Limitado ofensivamente e às vezes perdido em campo. Nota: 4,0

Arboleda Ótima estréia, com segurança e um gol. Boa notícia. Nota: DEZ!

Rodrigo Caio Boa partida, apesar dos gols santistas. Focado. Nota: 6,0

Junior Partida ruim. Falhou no segundo gol. Nota: 4,0

Jucilei Atuou um pouco mais próximo do ataque. Nota: 6,0

Petros Marcou bem o setor e teve boa saída. Nota: 6.0

Gómez Mostrou bastante desentrosamento, mas não falta de vontade. Nota: 5,5

Marcinho O pior em campo. Não jogou nada e foi substituído. Nota 3,0

Lucas Pratto Demonstrou muita afobação em campo. Perdeu pênalti. Nota: 4,5

Denílson Lutou, mas não acrescentou muito ao ataque da equipe. Nota: 5,0

Shaylon Entrou na partida e fez um gol importante para sua evolução. Nota: DEZ!

Lucas Fernandes Pouco tempo em campo. Sem nota.

Pintado Sofreu muito com as falhas e a grande eficiência santista em seu alçapão. Time foi bem escalado (com o que tinha), só acho que Lucas Fernandes deveria ter entrado mais cedo. Nota: 5,5

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Libertadores 2018 é obrigação!

Nação do Maior do Mundo;

 

O Globoesporte publicou uma excelente matéria com o novo diretor de futebol Vinícius Pinotti. Entre muitas ideias que serão colocadas em prática no setor, o diretor confirmou austeridade nas contratações, com negociações racionais que se sustentem ao longo do tempo.

 

“O São Paulo não pode mais fazer loucuras” – concluiu.

 

A ‘loucura’ deste ano ano foi Lucas Pratto. Segundo Pinotti, o jogador é considerado exemplo, por isso é tratado como investimento e não como gasto. A negociação só aconteceu devido as vendas de David Neres e Lyanco. Segundo o diretor de futebol, o argentino agrega outras qualidades além da boa técnica e o faro de gol: sente o resultado adverso e não entrega facilmente nas derrotas.

 

Portanto, levando em conta o novo posicionamento do futebol Tricolor, atletas como Éverton Ribeiro são carta fora do baralho. O jogador, desejado por grandes do Brasil, teve supostos valores de repatriação revelados por alguns jornalistas nas redes sociais nos últimos dias. Para contratar o meia-atacante, o clube interessado terá que desembolsar 7 milhões de euros por 50% dos seus direitos econômicos, R$ 2,5 milhões de reais de comissão para seu empresário e R$ 800 mil reais mensais de salários.

 

Se confirmados, são valores absolutamente surreais para todo o mercado brasileiro, principalmente para clubes em re-estruturação financeira, como o São Paulo. Nas entrelinhas, Pinotti disse que clube vai procurar se reforçar com os pés no chão.

 

Como torcedor, é obvio que fico frustrado com a atual incapacidade do São Paulo em contratar com a qualidade que a sua torcida merece. Porém, acho que o caminho é esse mesmo; não existe mecenas ou remédio de alívio imediato. O blogueiro gostou da exposição das ideias ao Globoesporte.com e acredita no planejamento do (literalmente) novo diretor, mas cobrará do futebol o cumprimento rígido dessas metas. Segundo Pinotti, Libertadores 2018, no mínimo, é nossa obrigação. De acordo.

 

Ao trabalho!

 

Gostou deste post? Clique em um dos banners e ajude o blog!

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Rodrigo Caio, garoto de ouro Tricolor, merece o reconhecimento!

Nação do Maior do Mundo;

 

O blog havia alertado os torcedores dia 16 de janeiro: Rodrigo Caio estava de bem com o São Paulo e iria renovar o seu vínculo com o clube, apesar de muitas notícias dizerem o contrário. Demorou um pouco, mas a boa notícia se confirmou: o garoto de ouro do clube renovou seu contrato até 2021.

 

Ótimo para ele, ótimo para o Tricolor. Rodrigo mereceu o reconhecimento, que se traduziu em um salário teto entre outros benefícios. O garoto seguiu rigorosamente a cartilha da transição base-profissional e agora colhe os louros da dedicação de anos vestindo a camisa mais bonita e vencedora do país. Ele começou no profissional em 2011, num dos maiores perrengues que um estreante pode ter: derrota para o SCCP. Foi chamado de ‘jogador de condomínio’, passou por sérias lesões até atingir seu auge em 2016, na zaga Tricolor e na seleção olímpica. Foi a famosa volta por cima.

 

Não é pouco: renovamos com um zagueiro de seleção brasileira, mostrando que o trabalho do futebol/jurídico do clube tem sido quase perfeito neste começo de ano. Depois de Cueva, Lucas Fernandes, Thiago Mendes, Bruno, Luiz Araújo e Rodrigo Caio, desta vez o foco é Araruna aumentar seu vínculo. Não quer dizer que eles não poderão sair do São Paulo, mas o clube está bem protegido de investidas internacionais.

 

Aos poucos, depois da grande tragédia que foi a gestão Aidar, me parece que as coisas estão se aprumando nos lados da Barra Funda. Ainda faltam peças para este elenco estar em condições de competir com os mais fortes no Brasileirão, mas diante das perspectivas do ano passado, podemos dizer que nessa área as coisas melhoraram bastante.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

É o pior dia da história do futebol!

Nação do Maior do Mundo;

 

Este é o pior dia da história do futebol. O desastre com o vôo da delegação da Chapecoense é o de maior proporção no mundo e em toda história do esporte que tanto amamos. Quem acompanha e vive o futebol está em estado de choque. Não há palavras para expressar tamanha tristeza.

 

Neste momento difícil a nossa torcida é única. Quero me solidarizar com todas as famílias das vítimas, entre elas algumas pessoas que convivi por anos nessa loucura insana de avião/aeroporto/jogo/hotel. É algo simplesmente inexplicável. Faltando uma rodada do fim da temporada do futebol no Brasil, sugiro que todos os jogos restantes sejam realizados com o hino da Chapecoense de abertura e tarja verde em todos os braços dos atletas e árbitros. E que estes jogos aconteçam em forma de homenagem a Chape e ao futebol. Certamente todos que agora estão no céu aprovariam.

 

Meus sentimentos;

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.