OPINIÃO: Amistoso é a mãe!

Nação do Maior do Mundo;

 

São Paulo e Corinthians farão a final da Florida Cup 2017 neste sábado às 21h.

 

Será o segundo jogo oficial (e o segundo clássico) de Rogério Ceni no comando do Tricolor. O treinador sabe que para o torcedor dos dois clubes, pouco importa se é um torneio de pré-temporada. Tanto o são-paulino quanto o corinthiano vão querer vencer a peleja. Apesar do início do ano, não há clima de amistoso algum na cabeça do torcedor.

 

“Amistoso é a mãe!”, diriam em uma só voz gregos e troianos.

 

Se Rogério levar a rivalidade municipal em consideração, a tendência é repetir o time do primeiro tempo diante do River Plate e promover menos alterações na segunda etapa. Apenas os exaustos darão lugar a sangue novo. Agora, se ele resolver repetir o “bota fora” feito nos três primeiros jogos do ano, Ceni claramente mostrará ao torcedor que a ideia é mesmo preparar o elenco para o estadual e a Copa do Brasil, que começa com uma eliminatória já no dia 9 de fevereiro em São Luiz (MA).

 

Se você fosse nosso treinador, arriscaria o condicionamento físico dos atletas em troca de um título em cima de um dos nossos maiores rivais ou focaria o trabalho em chegar em boas condições de grupo no Paulista e na Copa do Brasil?

 

Eu levaria a sério. Afinal, começar o ano com um caneco em cima deles é bom para o moral, como diria a filósofa do povo Rita Cadillac. Vale se entregar um pouco mais, porém é bom o torcedor ter prudência na vitória ou na derrota. Não dá para o resultado de Orlando virar um carnaval ou um dia de finados.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Auxiliar tropeça no elogio, mas defende Wesley nas sua rede social

Nação do Maior do Mundo;

 

Michael Beale, auxiliar técnico de Rogério Ceni, chegou mostrando personalidade.

 

O inglês, ao perceber a animosidade negativa da torcida com o jogador Wesley, tratou de defender o atleta no seu Twitter pessoal, onde faz questão de escrever que é responsável pelas próprias opiniões escritas:Cada dia, ele (Wesley) treina como uma besta. Ele é nosso jogador e um jogador fantástico. Ele é SPFC e importante para a equipe. Sempre juntos #SPFC – escreveu Beale.

 

Vamos desconsiderar o tropeço na primeira frase. Obviamente Beale não quis ofender o jogador e ainda está aprendendo o português. É interessante entender o quanto Wesley é um jogador de funções importantes em campo, não só para Beale e Ceni, como também para outros técnicos que passaram pelo Tricolor. Muita gente critica demais o atleta mas, na minha opinião, o problema do disciplinado Wesley nem é ele e sim o quanto ele custa mensalmente ao Tricolor. O atleta foi comprado irresponsavelmente por um ‘capricho’ da gestão passada, o contrato está em vigência e o certo é fazer como Beale fez: valorizar o jogador.

 

A atitude do auxiliar para com Wesley é para ser pensada pela torcida.

 

Atualizado: Michael Beale corrigiu o texto em seu twitter após a publicação deste post.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

OPINIÃO: São Paulo 0x0 River Plate

Nação do Maior do Mundo;

 

Boa impressão no primeiro teste do São Paulo na pré-temporada. Uma boa proposta de jogo no primeiro tempo com a equipe praticamente titular e, de quebra, a vaga na final conquistada com duas defesas do estreante Sidão, o ‘BIG SID’ da massa.

 

Vamos separar a análise em duas: resultado e desempenho. Como resultado, foi ótimo para a moral ir a final da Florida Cup mas, convenhamos; era para o São Paulo ter resolvido o jogo com tranquilidade no primeiro tempo, diante de um desfigurado River Plate. Tivemos um penal perdido no início do jogo e pelo menos umas quatro chances desperdiçadas por Luiz Araújo e Chavez. Fortes indícios de que a grande falha do ano passado ainda está presente nos dias de hoje: as finalizações.

 

Agora, falando do que mais interessa: o desempenho. Deu para entender a nova proposta de jogo exposta no empenho dos jogadores em praticamente todo o jogo: marcação intensa, retomada de bola e transição rápida até o gol. Obviamente faltou qualidade na equipe do segundo tempo, mostrando que o elenco não é tão qualitativo como se imaginava, mesmo com a chegada da base, mas pode melhorar com o tempo.

 

Concentrando a atenção no time da primeira etapa, claramente vimos Rodrigo Caio jogando muito mais como primeiro volante que como terceiro zagueiro, pelo fato do adversário atuar com apenas um homem fixo na frente. Destaque individual para Wellington Nem (a maior contratação até então do ano) e Cueva que, apesar do pênalti perdido, deu boas assistências. Breno e Maicon bem na zaga, Bruno e Buffa ainda se soltando, Thiago Mendes, Rodrigo Caio e Cueva foram bem e irão entrosar ainda mais no sistema, mas Chavez e Luiz Araújo precisam urgentemente de sombra. Neres está na seleção e é preciso reforçar atenções para um fazedor de gol nato. Difícil? Tem que correr atrás, oras. São Paulo é clube grande, deve pensar e agir como tal.

 

De qualquer forma, foi ótimo começar com uma classificação. Veremos a posição de Ceni em relação a final e ao adversário. Será que o técnico, em seu primeiro clássico da carreira, irá minimizar o Majestoso e repetir dois times em campo como fez contra os hermanos ou vai testar seus titulares num jogo de rivalidade eletrizante? Cenas dos próximos capítulos.

 

Destaques:

 

Wellington Nem Mostrou o cartão de visitas de maior contratação do ano, até então.

Sidão Se não foi tão exigido no jogo, garantiu a final em duas defesas nos penais.

Rodrigo Caio Na falta de ataque do River, virou primeiro volante. Peça fundamental.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Tabelinha entre TRI Mundiais!

Primeiro teste! Enfim, começará o futebol no Brasil. E o primeiro adversário do Maior do Mundo é nada mais nada menos que o River Plate de tantas semelhanças, tradições e rivalidade com os Tricolores. É também a estréia oficial de Rogério Ceni comandando o clube. O jogo será em St. Pettesburgh, a partir das 22h (de Brasília). Rogério deverá colocar dois times “3-4-3” em campo: um a cada tempo do jogo. A ideia é testar os jogadores e as formações em ‘ambiente real’. Vale pela estréia, pelo rival e também pelo clássico duelo no banco: Rogério x Gallardo.

 

Bora para o Morumbi! Estarei assistindo São Paulo x River Plate no Pub & Poker, bar situado no interior do Cícero Pompeu de Toledo. Quer conhecer o Pub e ainda curtir o jogo nas telas da casa? A entrada é gratuita mas vale a pena reservar mesa e cadeira. Mais informações: http://bit.ly/2k6F2lw

 

Boi Bandido Com a impossibilidade de Calleri, o São Paulo novamente volta atenções para o mercado. Uma das opções que agrada parte da torcida Tricolor postou uma imagem com a camisa do São Paulo nas ‘histórias’ do seu Instagram nesta última quarta-feira: Aloísio Boi Bandido. Diante da escassez no mercado e a empatia com a torcida, eu traria de volta ao Morumbi. E você?

 

Zeeeeeeeeti Hoje as 20h terminará o leilão da camisa usada por Zetti em 1993. Entre no site Ídolos Eternos e faça seu lance para tentar arrematar uma dessas raridades do ex-jogador Denys. Produto com selo de autenticidade e entrega garantida.

 

Comissão técnica Os salários dos auxiliares gringos de Ceni foram divulgados nesta semana pelo jornalista Jorge Nicola. E são ‘surpreendentemente’ baixos para o padrão do mercado brasileiro. Algo em torno de 15 mil mensais para o francês Charles Hembert e 30 mil reais para o inglês Michael Beale. Pintado também recebe um salário adequado. É o São Paulo tentando reformular  seu departamento, tirando salários pesos pesados da comissão técnica. Rogério também é um dos menores salários dos clubes top do Brasil.

 

Dica do Perrone A camisa “Capitães da Libertadores” está com um preço muito bom na São Paulo Mania. Também temos algumas oportunidades para Kids Tricolores: Camisa de Treino infantil Under Armour branca (R$ 69,90)Camisa de Treino infantil Under Armour vermelha (R$ 99,90), entre outras. Vale pesquisar!

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

São Paulo tentará encontrar “novo Tche Tche” no Campeonato Paulista

Nação do Maior do Mundo;

 

O São Paulo não corre somente atrás de um matador para esta temporada. Com a saída de João Schmidt no meio do ano, o Tricolor também sairá a procura de mais um volante para o elenco.

 

O clube não conseguiu concorrer com as propostas de Palmeiras e Flamengo por Felipe Melo e Rômulo. Sem caixa para grandes investimentos, a alternativa será procurar uma boa oportunidade no Campeonato Paulista e em outros mercados, como o latino. O Palmeiras conseguiu no ano passado, com a aposta e a aquisição do volante Tche Tche. O jovem despontou no Audax e não sentiu o peso da camisa alvi-verde, sendo eleito um dos melhores volantes do Brasileirão, tanto pelo Bola de Ouro como pelo evento da Globo.

 

Até agora Rogério se mostrou satisfeito com a zaga e os seus laterais. A preocupação do treinador é na frente e também com esse homem de meio-campo, de características mais defensivas. Sem dinheiro em caixa, o único investimento (fora luvas e salários) feito pelo clube até agora foi com o goleiro Sidão. Algo em torno de R$ 250 mil reais.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.