Made in Cotia, 100% São Paulo!

Nação do Maior do Mundo;

 

David Neres é hoje um dos mais aguardados atletas de base do São Paulo. Desde “Renatinho, Sérgio Mota e Marcelinho (Lucas Moura)” não se viu tanta expectativa em torno de um jogador vindo de Cotia. A boa atuação, aliada ao gol na estréia, teve motivos a mais de comemoração para o clube.

 

É que com dezenove anos (quase a metade deles dentro da base Tricolor), Neres tem 100% dos direitos federativos pertencentes ao São Paulo. O contrato dele com o Tricolor vai até o final de 2018.

 

A porcentagem vai totalmente contra o que pratica o mercado de jovens atletas no Brasil. Para se ter uma ideia, Gabriel Jesus foi vendido por uma fortuna mas o Palmeiras só tinha 30% dos seus direitos. O mesmo aconteceu com o Corinthians na venda de Malcom para o Bordeaux: só 30%.

 

É fato que o planejamento Tricolor para o segundo semestre foi um verdadeiro fiasco, com direito a flerte constante com a zona de rebaixamento, mas por outro lado o clube trabalhou muito bem a questão dos direitos federativos de seus atletas de base. Poucos atletas são ‘fatiados’ com porcentagem pequena ao clube. O São Paulo tem 80% dos direitos de Lyanco, 70% dos direitos de Luiz Araújo, e por aí vai.

 

Com bom foco, Neres promete manter a dedicação nos treinos e jogos para alcançar de vez a vaga definitiva no time principal. Já vi muita gente estourar e deslumbrar, como o agora aposentado Eliel e o astro Diego Tardelli, que só saiu do Tricolor devido a grande indisciplina nos seus primeiros passos no clube. Mas pelo visto Neres não irá por este caminho. Eu acho que desse mato sairá coelho!

 

E você? Acha que Neres vai estourar para o futebol em 2017?

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Leco precipitou-se ao cravar Ricardo Gomes para a temporada de 2017

Nação do Maior do Mundo;

 

O presidente do São Paulo, Carlos Augusto de Barros e Silva, garantiu na noite deste último sábado a permanência de Ricardo Gomes em 2017. Em coletiva após a vitória sobre a Ponte Preta, Leco deixou clara a intenção por crer que Ricardo é a pessoa ideal para acompanhar os jovens da base Tricolor que despontam neste fim de temporada.

 

Respeito a convicção do presidente e sua estratégia para evitar a ‘sombra’ de Rogério Ceni, mas não achei o momento adequado para cravar a permanência do atual técnico, ainda mais citando ‘Cotia’ e contando com o fato de Gomes ser uma pessoa de ótimo convívio. Em primeiro lugar, Gomes demorou muito para fazer essa equipe funcionar e mesmo assim ainda não vislumbramos um futebol satisfatório. Não esperava uma arrancada a la ‘Botafogo’ mas no momento, a bola jogada pelo São Paulo está apenas aceitável e olhe lá.

 

Também não vejo a torcida convicta de que Ricardo Gomes seria a melhor solução para o ano que vem. Não tem segredo: é só passear um pouco pelas redes sociais e as mesas de bar para sentir o torcedor. Hoje, a decisão pela permanência é muito mais uma decisão de quem tem a caneta na mão e é amparado por um estatuto que lhe dá plenos poderes para isso, do que o resultado tomado por uma comissão técnica, que avaliou o desempenho do profissional desde que chegou até o final da temporada.

 

Você tomaria essa decisão neste momento?

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

OPINIÃO: São Paulo 2×0 Ponte Preta

Nação do Maior do Mundo;

 

Dia de festa no Morumbi. Apoiado por cinquenta mil torcedores e abençoado pelos deuses da bola, o São Paulo venceu a Ponte Preta em tarde de Cotia, Darío Pereyra e sorte. Muita sorte!

 

Ricardo Gomes atendeu um pedido de boa parte da torcida e escalou o time com um ataque diferente. Um trio rápido e muito jovem formado por David Neres, Pedro Bortoluzo e Kelvin. O Tricolor começou avassalador e em dez minutos chegou ao seu gol, com Cueva de pênalti (veja minha comemoração no instagram). Depois disso, a equipe cedeu espaço e a Ponte, que é uma equipe equilibrada e muito bem treinada, equilibrou o jogo e teve suas chances. Denis foi destaque, com duas ótimas defesas.

 

Veio a segunda etapa e os times alternaram boas chances, mas a sorte, que não esteve com o Tricolor em casa contra Atlético PR, Botafogo, Coritiba e Flamengo, desta vez deu as caras. Depois de duas chances claras perdidas pela Macaca, David Neres sepultou o placar em seu primeiro tento com a camisa profissional. O destaque também ficou com a atitude de Rodrigo Caio, que entregou a tarja de capitão ao Wellington, que entrou nos minutos finais do jogo. Atitude de capitão e recompensa ao velho garoto made in Cotia que deu a volta por cima e voltou para casa após uma passagem conturbada no Internacional.

 

Tem vezes que a sorte joga contra e tem vezes que a sorte joga a favor. Hoje ela esteve conosco. A Ponte Preta é um time muito bom e deu muito trabalho ao Tricolor. O jogo não iria ser fácil e o time não se impôs como muitos imaginavam, mas o que importou mesmo foram os pontos e o embalo para mais uma vitória, desta vez em Minas Gerais, na próxima rodada.

 

Saudações Tricolores!

 

Nota dos personagens do jogo:

 

Denis Boa partida e defesas importantes, mas também contou com a sorte. Nota: 7,0

Wesley Não atacou, mas segurou muito, muito bem o lado direito. Nota: 7,5

Rodrigo Caio Oscilou momentos de categoria com bolas bobas perdidas. Nota: 6,5

Lyanco Precisa melhorar a colocação. Teve trabalho com os atacantes. Nota: 6,0

Mena Também não avançou muito. Atento a marcação. Nota: 6,0

João Schmidt Melhora a dinâmica do time mas errou alguns passes fáceis. Nota: 6,0

Thiago Mendes Adiantado, joga melhor. Nota: 7,5

Cueva Muita movimentação e perigo. Gol! Nota: 8,0

Pedro Bem nas bolas quebradas pelo alto. Mostrou disposição. Nota: 7,0

Kelvin Outro que se movimentou muito bem. Apanhou bem no jogo. Nota: 7,5

David Neres Pouca participação no 1o tempo. Na 2a etapa se consagrou. Nota DEZ!

Chavez Entrou com bastante vontade. Perdeu um gol por falta de velocidade. Nota: 6,0

Luiz Araújo Deu gás novo na esquerda. Nota: 6,0

Wellington Poucos minutos, mas um grande passo para o retorno. Nota DEZ!

Ricardo Gomes Ótima proposta, jogo duro, muita dificuldade e bela vitória. Nota: 8,0

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Tricolor mutilado na data FIFA

Nação do Maior do Mundo;

 

O São Paulo ficará sem quatro atletas durante o período de jogos das eliminatórias da Copa do Mundo de 2018.

 

Rodrigo Caio foi convocado por Tite e integrará a seleção principal; Edgardo Bauza chamou o lateral Buffarini, velho conhecido; Cueva e Mena completam a lista, convocados respectivamente pelas seleções peruana e chilena.

 

Culpa nenhuma dos atletas, muito menos do clube. A CBF é a única confederação mundial que não interrompe o torneio nacional para jogos entre seleções. Sendo assim, enfrentaremos o Grêmio no Morumbi sem praticamente meio time.

 

O São Paulo pode pedir adiamento do jogo. Duvido que será atendido. O Atlético MG também teve quatro convocados na última data FIFA e não pôde fazer nada. Jogou em Itaquera sem Pratto, Cazares, Erazo e Rafael Carioca. A diferença é que o Galo tem elenco e está tranquilo na disputa do Brasileirão e da Copa do Brasil. O Tricolor não.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Convocação valoriza Rodrigo Caio e aumenta chances de boa negociação

Nação do Maior do Mundo;

 

Rodrigo Caio é a novidade na seleção de Tite para disputar os jogos contra a Argentina e Peru, nas eliminatórias para a Copa da Rússia. Desta maneira, o zagueiro não enfrentará o Grêmio no Morumbi, dia dezesseis de novembro às 21h no Morumbi, pelo Brasileirão.

 

Sem dúvida, é um prêmio justo para o que ele vem fazendo dentro de campo. Muito bem nas Olimpíadas, Rodrigo Caio mantém sua evolução na zaga Tricolor e é de longe o atleta mais valorizado da equipe nestes últimos meses. Como tem o perfil ‘tipo exportação’, depois dessa convocação certamente não deverá sair de futuras chamadas para a seleção principal, valorizando-se ainda mais.

 

Com a convocação para a seleção principal e o cenário de futuras chamadas, as chances do São Paulo fazer um negócio ainda melhor que as frustradas tratativas com Valência e Sevilla aumentam exponencialmente. O clube sabe que dependerá da venda do atleta “Made in Cotia” no fim do ano para montar uma equipe competitiva para 2017.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.