Provável escalação e os pendurados de São Paulo e Corinthians

Nação do Maior do Mundo;

 

São Paulo e Corinthians fazem o primeiro jogo da semifinal do Campeonato Paulista neste domingo às 19h no Morumbi. A expectativa é de mais de cinquenta mil torcedores no estádio. Já foram vendidos mais de 37 mil ingressos para o jogo, sonda sem contar os camarotes e as cativas, vendidas na hora do confronto.

 

A tendência é que, com Cueva em campo, Rogério inicie o jogo com Renan Ribeiro; Araruna, Maicon, Rodrigo Caio e Junior Tavares; Jucilei, Thiago Mendes e Cícero; Cueva, Lucas Pratto e Luiz Araújo. Se resolver jogar com o peruano no segundo tempo, Wellington Nem começará a partida.

 

Detalhe importante: o adversário tem três titulares pendurados: o centroavante Jô, o volante Gabriel e o lateral direito Fágner. Qualquer um destes, se tomar amarelo, não jogará a segunda partida.

 

Para enfraquecer o rival no segundo jogo, além da vitória é preciso trabalhar cartões em cima dos amarelados para que não participem do segundo confronto. Neste caso Luiz Araújo pode ser muito importante no mano a mano contra Fágner e Cueva em cima do volante Gabriel. No São Paulo, apenas Cícero possui dois amarelos entre os titulares. Breno e Lugano são os outros pendurados.

 

É bom sempre lembrar que mata-mata possui 180 minutos.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Suellen Bias: paixão, personalidade e beleza a favor do Maior do Mundo!

Nação do Maior do Mundo;

 

Suellen Bias é a gata de abril do Calendário do Arquibancada Tricolor.

 

Com 28 anos, 1,61m e 54 quilos bem distribuídos, a fanática Tricolor esbanja personalidade ao comentar sua paixão pelo Tricolor e presença nos estádios: “Lugar de mulher é onde ela quiser e o meu é dentro do estádio apoiando o meu São Paulo em todos os momentos.” – diz ela com muita devoção.

 

Veja fotos do ensaio do Arquibancada Tricolor: http://bit.ly/2orw2a4

 

Notívara, Suellen diz que adora sair para barzinhos com amigos ou assistir séries. “Sou bem viciadinha em seriados” – confessou ela ao blog. Mas sem dúvida seu tempo é mais dedicado ao São Paulo, constantemente se atualizando em sites, portais e nas redes sociais.

 

A gata diz que deveria se cuidar mais no quesito cuidado do corpo. “Não possuo o foco que deveria” – comentou, dizendo que tem fases em que cuida muito e fases que não cuida do físico. A nação do Maior do Mundo agradece as palavras e principalmente a presença constante no Morumbi. Lugar de mulher é em qualquer lugar sim, Suellen!

 

Veja entrevista e ficha completa:

 

1) Suellen, você é capa do mês de abril do calendário Arquibancada Tricolor. É fanática desde pequena? Costuma ir aos jogos do Tricolor?

Sim, futebol já é uma paixão que carrego desde criança. Me recordo de torcer para o tricolor desde os 4 anos de idade. Quando criança cheguei a participar de campeonatos interclasse na escola jogando futebol. Sempre fui uma torcedora muito fanática e já coloquei muito marmanjo no lugar dele ao ouvir que mulher não entende de futebol. Amo o São Paulo e sempre que posso estou no Morumbi dando o meu apoio ao time do coração. Morumbi é minha segunda casa, muitos falam da minha loucura pelo SÃO PAULO, mas poucos entendem a minha paixão, acham que futebol e estádios é para homem, mais LUGAR DE MULHER É ONDE ELA QUISER e o meu é dentro do estádio apoiando o meu São Paulo em todos os momentos.

 

2) Quais são os seus ídolos de infância no futebol?

Raí e nutri muita admiração pelo França, não me esqueço dos gols que ele fazia! França foi fantástico! A medida que fui crescendo, outros ídolos ganharam minha admiração, que é o caso do Rogério e do Lugano, acho que esses são unanimes entre a torcida tricolor.

 

3) Você bota fé neste time formado por Rogério Ceni em 2017?

Sim, o Rogério sempre foi referência de trabalho bem feito, sempre o considerei muito disciplinado, focado. Ele construiu historia no clube, e uma história vitoriosa. Confio nele, pois acredito no amor que ele demonstra pelo tricolor. E a forma como ele se dedica e se dirige aos jogadores nos trás segurança. Acho que alguns erros táticos são normais nessa fase de aprendizado. E o fato dele ser competitivo e jogar para frente me anima.

 

3) Qual é o seu grande sonho, no futebol e na vida?

Meu grande sonho como torcedora é ver o time repetir alguns feitos do passado, ganhar a libertadores e o Mundial (se possível contra o Barcelona) nós estamos carentes de títulos. E tenho muita vontade de assistir a um treino do Rogério no CT da Barra Funda, tietar um pouquinho os jogadores, autografar camisa, tirar foto etc… Já na vida, não chamo de sonho, chamo de projetos de vida pois acredito que vou conclui-los, sou romântica e quero me casar, construir uma família. Outro desejo que tenho é o de conhecer a Europa, pois ainda não tive essa oportunidade.

 

4) O que você faz para manter o corpo e a saúde?

Sou um pouco sem vergonha com relação a dieta e academia, não tenho o foco que deveria. Existem épocas em que me dedico ao extremo e em outras desleixo. Quando eu vejo que a coisa tá ficando feia eu corro atrás do prejuízo ai dá uma equilibrada. Cresci praticando muitos esportes, hoje por conta da correria as vezes sou obrigada a deixar de lado.

 

5) Quais são os seus hobbies? Dança, Barzinho, parque?

Eu sou bem noturna, gosto bastante de sair a noite, encontrar os amigos, balada, barzinho, acho que o principal é estar perto de pessoas queridas, tenho muitos amigos, me considero uma pessoa sociável, apesar de tímida. Entre os meus hobbies também está cuidar da aparência, amo um salão de beleza, frequento clinicas de estética , procuro sempre estar antenada a moda, me vestir bem. Também aprecio muito assistir a filmes e séries, sou bem viciadinha. Mas sem duvida, ocupo grande parte do meu tempo acompanhando o São Paulo, seja em canais de esporte, blogs, instagrans, grupos de whats , procuro sempre me atualizar sobre time, como já mencionei, procuro ir aos jogos no Morumbi sempre que posso. O São Paulo é sem dúvidas a minha maior paixão.

 

6) Por fim, deixe um recado para a grande torcida Tricolor para 2017.

Nação Tricolor somos o 12° jogador, nossa força das arquibancadas podem mover os nossos heróis dentro de campo. Acreditar sempre galera! Muitas vezes depositamos a nossa frustação e saudosismo em cima dos atletas! Mas acredito que apoia-los é sempre o melhor caminho! Precisamos continuar demonstrando apoio, comparecendo aos jogos e fazendo a nossa parte. Somos o clube da fé, o time em que a moeda cai de pé! Vamos pra cima que eu acredito e muito que esse ano Vamos Arrebentar! E claro, gostaria de agradecer a todas as mensagens de carinho que recebi e estou recebendo neste mês de Abril.

 

Ficha completa:

Nome fantasia: Suellen Bias
Idade: 28 anos
Altura:1,61
Peso: 54 kg
Instagram: @Suellenbias
Facebook: Suellen Bias
Ensaio do Arquibancada Tricolor: http://bit.ly/2orw2a4

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Tabelinha entre TRI Mundiais!

Semifinal lotada! Mais de trinta e cinco mil ingressos já foram comercializados para o Majestoso deste domingo as 19h no Morumbi. Nesta toada, devemos ter algo em torno de 40 a 45 mil torcedores no estádio, o mesmo número da Copa do Brasil. As arquibancadas laranja e azul estão esgotadas mas o torcedor ainda encontra opções em outros setores do estádio. Além da Total Acesso, há opções com buffet como o Restaurante Amani (atrás do gol) e o Pub&Poker (área central do estádio). Os contatos estão nos links e você pode chorar um desconto falando que viu no blog.

 

#SaraCueva Otimista, Cueva treinou com bola na tarde da última sexta-feira. O camisa dez, sensível ausência na derrota para o Cruzeiro na úlima quinta-feira, garante que irá jogar neste domingo, nem que seja por apenas um tempo de jogo. Cueva deve entrar no lugar de Wellington Nem. Com ele em campo a história é outra. O São Paulo só não pode colocar Cueva se houver risco de lesão maior.

 

Blindagem! As eleições no Tricolor acontecerão na semana que vem, mas ainda bem que não chegaram ao vestiário Tricolor, muito menos dentro de campo. Apesar das trocas de acusações entre as duas chapas que concorrem a presidência, Rogério Ceni e os jogadores foram muito bem blindados para seguirem o trabalho sem qualquer interferência política.

 

Histórico! Ficou espetacular o novo Centro de Mídia do Morumbi. Uma obra de R$ 2,7 milhões de reais, bancada 100% pela Brahma e o Movimento por um Futebol Melhor, um projeto que visa melhorias estruturais para todos os clubes brasileiros. O Centro de Mídia inclui os setores de área mista, coletiva, credenciamento e convivência dos profissionais que cobrem o São Paulo nos jogos dentro do estádio. Além dos profissionais da imprensa, o projeto foi pensado para o torcedor e em breve estará aberto para visitação no Morumbi Tour, passeio guiado pela Passaporte FC.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

100% fechado com Rogério Ceni!

Nação do Maior do Mundo;

 

O confronto entre os estilos de jogo de São Paulo e Cruzeiro saiu de dentro de campo e se estendeu até a reformada e belíssima Sala de Imprensa do São Paulo Futebol Clube, no Morumbi.

 

De um lado Rogério Ceni, treinador da equipe derrotada. Do outro lado Mano Menezes, que preparou o time que venceu o jogo desta última quinta-feira. Ao ser questionado sobre seu estilo de jogo, Ceni foi enfático em dizer que esse é seu modo de ver futebol, com posse de bola e propondo o jogo sobre o adversário, seja ele qual for. “A minha filosofia não muda, as peças talvez sim, mas esse é o meu modo de entender futebol. Contra o Corinthians vocês verão o mesmo São Paulo em busca de jogo” – disse ele durante a coletiva.

 

Por outro lado, Mano Menezes não precisou que lhe perguntassem para logo no início de sua entrevista, explicar o resultado e o modo do Cruzeiro jogar. “Vocês me conhecem, sou um técnico que não gosta de tomar gol. Quando retornei ao clube até falei ‘My name is Mano Menezes'” – falou em tom de descontração ou até mesmo desabafo. Apesar de invicto no ano e com a segunda melhor defesa do Brasil, o Cruzeiro já vinha sofrendo críticas daqueles (jornalistas e torcedores) que não gostam do modo pragmático de jogo do técnico gaúcho.

 

Quem está certo? O que busca não tomar gol? O que se preocupa sempre em fazê-lo? O fato é que neste jogo o Cruzeiro controlou o São Paulo como quis. Ganhou duas bolas e nelas fez seus dois gols, é bem verdade, mas no geral teve amplo êxito em seu objetivo no primeiro confronto. Parada ganha? Quase. O São Paulo é muito grande para qualquer certeza de resultado, mas fazer dois gols na sólida Raposa sem ao menos tomar um não será tarefa simples.

 

Mano Menezes, um treinador que considero top de mercado brasileiro, não acredita que um clube seja campeão tomando tantos gols, e muita gente está com ele. Porém, Guardiola e Sampaoli estão aí para provar o contrário. Eu gosto da filosofia que Ceni tenta oferecer e estou 100% fechado com ele nessa temporada. Precisa de ajustes? Claro. Necessita de algumas melhores peças? Também; mas sugiro ao torcedor antes de questionar o nome, procure dentro de si mesmo se gosta ou não do modo de jogo apresentado pelo treinador nesta temporada.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

OPINIÃO São Paulo 0x2 Cruzeiro

Nação do Maior do Mundo;

 

Ducha de água fria e choque de realidade. Os pouco mais de 45 mil torcedores presentes no Morumbi não acreditaram no que viram. Uma derrota fora do esperado diante de um time muito bem armado tornam a Copa do Brasil um sonho distante, pelo menos neste momento.

 

O que se viu nos noventa minutos foram duas propostas diferentes: o São Paulo com sua posse de bola e o Cruzeiro se defendendo e lutando por uma ou duas chances. E a equipe treinada por Mano Menezes se sobressaiu com competência e muita eficiência sobre a equipe dirigida por Rogério Ceni. Não foi um nó tático e sim o sucesso de uma filosofia que privilegia não tomar gols antes de tentar fazê-los. O Cruzeiro esperou os momentos certos e, com duas surpreendentes bolas paradas, matou o Tricolor em seus próprios domínios.

 

A velocidade pretendida com Wellington Nem e Luiz Araújo foi completamente anulada. Os volantes não souberam criar chances de trás e coletivamente o Tricolor foi uma equipe pouco inspirada, apesar da iniciativa com a bola nos pés. Por outro lado, o Cruzeiro esperava uma chance e foi presenteado com duas. Renan Ribeiro não teve chance alguma nas duas bolas que vieram para a sua meta e nós facilitamos não chutando quase nenhuma bola no gol azul.

 

Paciência. Foi a vitória de uma filosofia de jogo; muito bem treinada e executada. A vantagem da Raposa é gigante e só não estamos fora da competição porque nosso nome é São Paulo Futebol Clube. Mas ficou muito, muito difícil. Jogamos por duas bolas contra uma equipe que não toma gols. O foco agora é no domingo. Outra competição, outra motivação, novo objetivo: ir para a final do Paulista.

 

O meu ingresso já está comprado. E o seu? Dependeu desse jogo?

 

Nota dos personagens da partida:

Renan Ribeiro Sem culpa nos gols. Seguro. Nota: 6,0

Buffarini Boa partida, melhor que muitas anteriores. Nota: 6,5

Maicon Ótimo primeiro tempo mas falhas aéreas comprometeram. Nota: 4,5

Rodrigo Caio Falhas na bola aérea Tricolor foram determinantes. Nota: 4,5

Junior Começou bem mas não foi das melhores partidas. Nota: 5,0

Jucilei Combatente e competente na saída para o jogo. Nota: 6,0

Thiago Mendes Pouca eficiência no meio criativo. Nota: 4,5

Cícero Partida irreconhecível. Ruim. Nota: 4,0

Wellington Nem Ineficiente no jogo de velocidade. Nota: 4,0

Luiz Araújo Também não foi eficiente com seu jogo veloz. Nota: 4,0

Lucas Pratto Pior partida pelo São Paulo, coroada com um gol contra. Nota 4,0

Thomaz Tentou pelo meio, mas a defesa mineira estava muito segura. Nota: 5,5

Araruna Entrou bem, cruzando bolas perigosas na área cruzeirense. Nota: 6,0

Gilberto Entrou no bumba meu boi, mas não foi bem. Nota: 4,5

Rogério Ceni Sua proposta é essa: propor o jogo e procurar o gol. Quando encontra alguém que anule as laterais do campo, o time sempre terá dificuldades. O jogo de domingo pode ser semelhante a esse de quinta. Precisa dar um jeito de sair dessa sinuca de bico provocada por bons sistemas defensivos. Nota: 4,5

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.