Search Results For : Base

Cotia prevê investimento significativo em infra-estrutura neste ano

Cotia nunca esteve tão em alta como em 2019.

 

Após a conquista da Copa São Paulo de Futebol Junior na última sexta-feira, o clube anunciou investimento maior em 2019 em relação ao ano anterior. A afirmação foi do diretor José Roberto Canassa, atual responsável pela base Tricolor, ao blog do Jorge Nicola.

 

Entre as melhorias, Canassa citou a instalação de iluminação no estádio (1500 lugares) para que Cotia sedie jogos noturnos. O diretor revelou que o clube iniciou a construção de um campo de grama sintética no CT de base. Atualmente Cotia possui oito campos oficiais em sua estrutura.

 

Na entrevista, o diretor disse que o clube prevê aumento significativo do investimento em relação ao ano de 2018, que foi na casa de R$ 24 milhões. Hoje em dia, o Tricolor gere 455 atletas, desde a categoria sub11 até os aspirantes, pagando custos de hospedagem, alimentação, saúde e principalmente ensino. “No CT de Cotia só treina quem estuda” – disse a mim um dos diretores do futebol profissional.

 

Um desses residentes é Gabriel Novaes, artilheiro da última Copinha, com dez gols anotados. O atleta está em negociação para renovação de seu contrato, que expira em novembro deste ano. Tudo leva a crer que, com contrato renovado, o jovem tenha ‘porteira aberta’ para subir ao profissional.

 

Vale mencionar que em fevereiro do ano passado o Tricolor inaugurou um novo REFFIS, em Cotia. O novo e moderno espaço de reabilitação física conta com uma novidade em relação ao REFFIS da Barra Funda: o “caminho das águas”, circuito aquático que trabalha a propriocepção.

 

Além dele, o REFFIS de Cotia possui uma piscina construída acima do nível do solo permite que os exercícios de fisioterapia sejam melhor acompanhados por janelas de vidro que permitem total observação da qualidade do movimento de cada atleta.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Já dormiu, Antony?

Uma assistência de ouro para o gol de Gabriel Novaes, um gol feito a “brasileira” e a atuação magistral enquanto esteve em campo. O título da Copa São Paulo, conquistado na última sexta-feira, coroou o melhor momento na carreira de Antony, o bola de Ouro da quinquagésima edição da competição.

 

“Foi, sem dúvidas, a atuação da minha vida” – disse o meia-atacante, que também confessou não conseguir dormir direito até então, de tanto relembrar na memória os noventa minutos e a decisão por pênaltis diante de um aguerrido e valioso adversário.

 

 

Promovido ao profissional no ano passado, Antony mostrou seu definitivo cartão de visitas ao torcedor do São Paulo nesta Copinha. Principal garçom do Tricolor na competição, ele deu seis assistências para gol, todas para Gabriel Novaes, contribuindo com a fama de artilheiro do companheiro. Além disso, Antony terminou a competição com quatro gols marcados.

 

Antony, “descoberto pelo blog” neste post em setembro de 2017, volta para o elenco de cima amparado pelo torcedor. Seu estilo despojado e ousado em campo é uma das esperanças para novos dias de conquistas para o Tricolor.

 

Dorme bem aí, Antony. O São Paulo precisa de você inteiro! 😉

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Lucas? Brenner? Antony? Conheça o maior “papa-títulos” da base em Cotia!

O quarto título da Copinha não apenas coroou o São Paulo um dos clubes mais vitoriosos da competição como também consolidou o trabalho feito no Centro de Formação de Atletas em Cotia. Mas, você sabe qual é o jogador que mais ganhou títulos desde que o CFA foi iniciado, em 2005?

 

O maior vencedor de Cotia é o atacante Fabinho.

 

Com doze troféus levantados desde sua chegada no clube em 2013, o atual camisa 11 do sub 20 é o jogador que mais venceu competições desde a criação do CFA Laudo Natel. Titular em todos os jogos, Fabinho fez quatro gols e deu três assistências na Copinha, mostrando a importância de seu futebol e também o seu “faro de títulos” no clube.

 

O próximo compromisso de Fabinho com seus companheiros é a Libertadores Sub 20 2019. Veja todos os títulos conquistados pelo atacante desde que chegou no Centro de Formação de Atletas, em Cotia:

 

2014
Copa Votorantim
Campeonato Paulista

2015
Campeonato Paulista

2016
Campeonato Paulista
Copa BH

2017
Copa Ouro
Copa RS
Future Cup
Aspire Tri-Series

2018
Copa do Brasil
Supercopa do Brasil

2019
Copa São Paulo

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

OPINIÃO: São Paulo é tetra da Copinha!

A cidade está em festa: o São Paulo é campeão da Copinha 2019. Em sua quinquagésima edição, o torneio viu o clube que leva o nome da cidade e do estado vencer o Vasco da Gama nos pênaltis e fazer a festa da apaixonada torcida no paulistano Pacaembú.

 

Confesso que tinha muita incerteza sobre o sucesso do Tricolor no torneio deste ano. Apesar de contar com bons nomes como Rodrigo Nestor e Morato, o elenco estava muito desfalcado dos vice-campeões do ano passado. Luan, Toró, Walce e Igor estão na seleção sub20 e Helinho, grande destaque da Copinha do ano passado, tenta a vaga de titular no profissional. A coisa piorou com a contusão de Gabriel Sara, considerado a estrela da equipe, logo na fase de grupos. O camisa dez teve que voltar de Araraquara para a capital para se recuperar de uma lesão.

 

No meio de tantas dúvidas, uma grande sacada dos diretores: a ‘descida’ de Antony do profissional para jogar a Copinha a poucos dias antes do início da competição. Ótima estratégia para as duas partes: Antony foi eleito o craque da competição e ganhou confiança e apoio do torcedor que ainda não o conhecia. Assim como Tuta, outro que disputou a Copinha já no profissional, voltará com moral junto ao exigente torcedor.

 

O São Paulo foi crescendo na Copinha. De um início claudicante nos primeiros jogos até apresentações sólidas com base na proposta de jogo com posse de bola e agressividade ofensiva. Aqui vai uma menção especial ao camisa nove Gabriel Novaes. Fez um baita campeonato, mostrando oportunismo e raça. Não é um centroavante refinado mas, como diz a gíria boleira, está “fedendo gol”. Outro atleta que correspondeu a expectativa foi Morato. O zagueiro, que havia sido eleito o craque da Copa RS no fim do ano passado em sua estreia como titular no time Sub-20 Tricolor, mais uma vez mostrou segurança e elegância na função.

 

Podemos escrever por horas aqui sobre a grande visão de jogo de Rodrigo Nestor, da aplicação tática de Diego e da estrela de Thiago Couto na disputa de pênaltis, porém prefiro ressaltar o grande conjunto e filosofia de jogo da base Tricolor. Sim, pecamos no segundo tempo da final ao substituir todo o ataque e recuar muito a equipe, proporcionando o empate vascaíno, porém ao longo de toda a competição o time se mostrou seguro e com uma proposta: ter a bola e atacar.

 

A conquista da Copinha foi fundamental para as novas gerações do Tricolor, tanto de jogadores como de torcedores. Muitos jovens que estavam no estádio ainda não tinham soltado o tão costumeiro (de anos atrás) grito de campeão e hoje puderam ter esse gosto de volta, ainda que com os garotos da base. Quem sabe ainda nesse ano esse doce gosto se repita no profissional?

 

Enquanto esse dia não vem, vamos comemorar esse bonito título. Afinal, nada é mais paulistano que ver o clube que leva o nome da sua cidade ser campeão na data de seus aniversários. Parabéns, São Paulo Futebol Clube. O clube da fé, o mais querido, o clube da minha cidade!

 

“Atualizando que os moleque é foda!”

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Antony sobra na Copinha e vira boa sombra para Helinho no profissional!

O São Paulo mais uma vez está na final da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Um dos maiores responsáveis pela boa fase do Tricolor na competição já é “velho” conhecido da torcida: Antony.

 

Paulistano prestes a completar 19 anos em fevereiro, o atacante assumiu a responsabilidade do protagonismo após a lesão de Gabriel Sara. Antony é lapidado desde os onze anos no Tricolor, passando por todas as categorias de campo: sub11, sub13, sub15 e sub17. Um dos seus grandes feitos foi o título de melhor jogador na J League Challenge, conquistada pelo clube em 2017.

 

A vitrine da Copinha 2019 é muito importante para Antony, mesmo já treinando no elenco principal. O jogador não fica escondido entre os profissionais, ganha experiência em campo e dá um importante “cartão de visitas” para o torcedor, garantindo mais segurança para a transição a categoria principal.

 

Outro aspecto importante da ascensão de Antony. Com ele sobrando na Copinha, Jardine tem mais uma opção importante para a direita e Helinho ganha uma boa e providencial sombra no profissional. O atual camisa 11, poucos meses mais novo que Antony, também possuiria idade para a Copinha mas ficou no elenco de cima. Ele é considerado pelo clube uma das maiores promessas da geração 2000.

 

Em suma, todo mundo ganhará com a ascensão de Antony e competição saudável entre os ele e Helinho pelo lado direito do Tricolor. E mais: Helinho é meia centralizado de formação. Em alguns momentos Jardine poderia até jogar os dois jovens, imprimindo velocidade e agressividade.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.