Search Results For : Brasileirão 2016

Site aponta empate técnico entre as audiências de TV aberta dos clubes paulistas no Brasileirão 2016

Nação do Maior do Mundo;

 

O site Virando o Jogo acompanhou as audiências de TV aberta do times de São Paulo e do Rio de Janeiro no Campeonato Brasileiro durante toda a temporada de 2016 e levantou dados importantes sobre os clubes e suas respectivas audiências.

 

Entre os paulistas (nosso foco neste post) o campeão Palmeiras liderou a média de audiência com 23 pontos, seguindo pelo vice Santos (22,5 pontos), o Corinthians (22 pontos) e o São Paulo (21 pontos). Vale ressaltar que cada ponto em São Paulo representa 69 mil domicílios sintonizados enquanto que um ponto no Rio de Janeiro representa 43 mil domicílios sintonizados.

 

Com relação a jogos transmitidos, o líder é o Corinthians com 17 partidas transmitidas em TV aberta, seguido de Palmeiras e São Paulo, empatados com 12 jogos e, na rabeira, o Santos com 2 jogos. Palmeiras e São Paulo tiveram três clássicos transmitidos; Corinthians e Santos tiveram dois. Mais detalhes estão no post do Virando o Jogo.

 

Não é difícil ver que os quatro clubes de São Paulo possuem médias de audiência muito próximas, o que não justifica um valor muito maior de cota de transmissão para um em detrimento de outros. Cai por terra a lenda que diz que o clube de maior torcida em São Paulo (no caso, o Corinthians) tenha que receber muito mais por uma suposta maior audiência.

 

É bom dizer que as atuais negociações da Globo para TV aberta caminham para valores mais justos entre os clubes brasileiros, considerando não só tamanho de torcida, mas também posição no final do torneio e um valor igual dividido por todos, mas ainda não é a realidade. Não só o São Paulo mas Palmeiras e Santos também precisam lutar por melhores condições de repasse de verba de transmissão de TV Aberta. Lutarem juntos seria até melhor. O mesmo vale (em uma menor escala) para Botafogo, Vasco e Fluminense, com relação ao Flamengo. E os demais clubes também.

 

Valores mais adequados resultarão em mais competição num campeonato tão equilibrado como é o Brasileirão, dando a devida emoção ao torcedor e também valorizando o modelo de torneio junto aos patrocinadores.

 

Fonte: Virando o jogo.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Rebaixamento do Inter deve servir de sinal de alerta para o São Paulo

Nação do Maior do Mundo;

 

Foi mais um ano em branco para o São paulo Futebol Clube.

 

A goleada de ontem não impediu o Tricolor de ficar em sua pior colocação no Campeonato Brasileiro desde que a competição passou a ser disputada em pontos corridos por vinte clubes. O Tricolor somou 52 pontos, dois a mais do que em 2013, mas ficou apenas em 10º, contra a 9ª colocação de três anos atrás. Com 44 gols, o ataque atual foi pior que o do rebaixado Santa Cruz.

 

Podemos enumerar em uma das mãos as poucas alegrias dadas ao torcedor: a chegada na semifinal da Libertadores, o épico jogo ‘strogonoff’ em La Paz (com Maicon no gol), a goleada em cima do Toluca, a classificação heróica diante do Galo no Independência e a surra no Corinthians no Brasileirão. De resto, nada a comemorar. O clube continua lutando (e perdendo feio) contra a desorganização de seus dirigentes e a ausência de uma oposição competente ao menos para fazer uma frente saudável no clube.

 

Sim, temos esperanças. A aprovação do nosso estatuto, a base vencedora (com contratos quase 100% do clube) e a chegada de Rogério Ceni, outro notório vencedor, são as três promissoras notícias para o ano que vem. Mas é preciso muito mais que esperança. É preciso competência e atitude.

 

O rebaixamento do Internacional é mais um sinal de alerta para clube e torcida. Time grande cai sim. Quem diz que não corríamos risco de estar na situação colorada ou é iludido ou quer iludir o próximo. Nossa bagunça só não não foi pior que a bagunça dos que estavam abaixo de nós. Essa décima colocação ‘meio de tabela’ é de mentirinha. E mesmo se fosse verdade, é uma vergonha. O São Paulo merece muito mais.

 

Para que no ano que vem a gente não continue passando vergonha é preciso mais que competência e boa gestão. É preciso muita união e trabalho visando o sucesso. Não adianta falar que vai profissionalizar se não fizer da maneira certa, assim como não adianta só contar com a base ou dar respaldo ao técnico sem montar um elenco condizente. É um mix de tudo.

 

Apesar do texto, estou esperançoso. Mas que 2016 sirva como um sinal de alerta.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

OPINIÃO: São Paulo 5×0 Santa Cruz

Nação do Maior do Mundo;

 

Mesmo com um ano tão tumultuado, tivemos um bom apagar das luzes. O São Paulo goleou o Santa Cruz no Pacaembú e deu um pouco de sorriso ao seu amado torcedor neste fim de temporada. O time terminou o Brasileirão na 10a colocação e manteve a média de ficar ao menos na parte de cima da tabela. Não é o ideal, mas é um alento.

 

Os cinco gols mostraram um São Paulo que não vimos em quase toda a temporada: um time jogando para um ataque eficiente. Foi uma festa, que começou com o gol relâmpago de David Neres e os golaços de Gilberto, Chavez e Luiz Araújo. Foi tão tranquila a apresentação Tricolor em cima de um despedaçado Santinha que o lance de maior emoção foi o injusto vermelho dado a Cueva. De resto, mesmo com dez, o Torcedor jogava em ritmo de “amigos do Thiago Mendes X amigos do Léo Moura”. Camisas comemorativas, homenagens no início e a bola rolando sem queimar nos pés dos protagonistas. Foi cinco, poderia ter sido dez. Até o terceiro goleiro Léo, que está de partida, teve seus  minutos de fama como capitão do time.

 

A vitória coroou um ano irregular. Mesmo com tanta decisão ruim dentro e fora de campo, o final do ano deu esperança para a entrada de um novo conceito, uma nova ideia vinda de uma pessoa que nunca foi técnico de futebol, mas que pode surpreender todos com muita competência e trabalho. Com Rogério foi sempre assim. E que assim seja em 2017!

 

Nota dos personagens do jogo:

 

Denis Partida tranquilaça. O Santa não ofereceu perigo. Nota: 7,0

Bruno Muito bem na direita. É bom jogador e merece 2017 no Tricolor. Nota: 7,5

Maicon Partida muito tranquila. Quase fez o seu de puxeta. Nota: 7,0

Rodrigo Caio Não teve trabalho com o adversário. Nota: 7,0

Buffarini Mais uma vez uma boa atuação na esquerda. Nota: 7,5

João Schmidt Bons lançamentos para os atacantes. Estilo clássico. Nota: 7,0

Tiago Mendes Velocidade e domínio no meio-campo. Tranquilo. Nota: 7,0

Cueva Expulso injustamente, prejudicando sua avaliação. Nota: 6,0

David Neres Gol relâmpago e muita velocidade na lateral do ataque. Nota DEZ!

Chavez Dois Golaços e muita vontade. Vibrou com a torcida no fim do jogo. Nota DEZ!

Gilberto Petardo e gol muito bonito. Nota DEZ!

Luiz Araújo Gol de personalidade. NotaDEZ!

Wellington Pouco tempo. Sem nota.

Léo Entrou mais como uma homenagem pela passagem no Tricolor. Nota DEZ!

 

Pintado Duas vitórias nos dois últimos jogos. Valeu, Pintadão da massa! Nota DEZ!

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

OPINIÃO Camisa histórica e linda homenagem para os heróis da Chape!

Nação do Maior do Mundo;

 

O São Paulo fará história no próximo domingo. A tragédia envolvendo o avião da delegação da Chapecoense comoveu o mundo e promoverá uma alteração inédita no uniforme do último jogo do Tricolor no Brasileirão.

 

Pela primeira vez o clube adotará o verde em uma das cores de seu uniforme.

 

Por princípios e seguindo seu estatuto, o Tricolor nunca utilizou a cor verde, nem mesmo em uniformes de goleiro. A única vez que o verde entrou no uniforme foi no logo da Círio e em um detalhe do logo da marca Hero, com muitas críticas da torcida. Mas foram apenas detalhes de logomarca, que não compuseram o uniforme. Para domingo, os jogadores entrarão com uniforme preto e verde, a camisa terá apenas os escudos do São Paulo e da Chape, os números e nomes dos atletas falecidos e a inscrição #ForçaChape em verde, cor do clube catarinense. Em uma das mangas existirá um selo preto com o número de mortos na tragédia de Medellín.

 

A camisa ficou maravilhosa e eu não veria receio nenhum em usar o verde na composição do uniforme Tricolor neste caso histórico. Embora o verde não fazer parte do meu vestuário, usaria essa camisa fácil. Apesar da richa histórica entre São Paulo e Palmeiras (que para mim e para muitos torcedores é maior que a richa entre Palmeiras e Corinthians) o motivo é mais que nobre. Parabéns diretoria por fazer história e ajudar o próximo num contexto tão triste.

 

Este uniforme não será largamente comercializado. O motivo é simples: o tempo de produção deste tipo de material seria de no mínimo seis meses a um ano desde a compra dos tecidos (importados), corte, costura, transporte, venda as lojas e etc… As camisas utilizadas pelos jogadores no jogo serão leiloadas em prol das famílias dos 19 jogadores falecidos. Ainda não se sabe como será o processo de leilão.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Sou mais um novo sócio torcedor da Associação Chapecoense de Futebol!

Nação do Maior do Mundo;

 

Sou mais um novo Sócio Torcedor da Chapecoense.

 

Fiz minha associação no site oficial do clube, na nova modalidade “Sócio Contribuinte”, criada para aqueles que desejam contribuir com a Chape. O valor mensal da contribuição é R$ 20,00 e o plano é de doze meses. Existem outros planos, até mesmo o “Contribuinte Livre” que aceita outro valor alem dos planos existentes.

 

Até semana passada, a Chape contava com pouco mais de cinco mil Sócios Torcedores. Desde a tragédia, já foram mais de 13 mil novos pedidos de pessoas como eu, querendo contribuir de alguma forma. Os números ainda não foram atualizados no site Movimento por um Futebol Melhor, porque os pedidos precisam sem confirmados pelos compradores no PagSeguro UOL, forma de pagamento utilizada pela Chape.

 

Quem quiser contribuir, é só entrar neste endereço.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.