Search Results For : Especulações

Alto número de lesionados em 2019 é consequência de mal planejamento

É fato que o número de jogadores lesionados é um dos maiores problemas do São Paulo neste ano. De todo o elenco, poucos atletas tiveram a sorte de não passar por um período de recuperação no Reffis da Barra Funda.

 

Para citar dois exemplos, Pablo já sofreu três lesões diferentes durante a temporada desde que chegou no Tricolor e pode desfalcar novamente o time diante do Corinthians. Pato, que veio em abril, já teve três lesões. Das três, apenas uma foi em consequência de uma entrada durante um jogo. As outras foram musculares.

 

No pós-jogo em Salvador, Fernando Diniz saiu em defesa dos profissionais existentes no clube, atestando a qualidade deles. Mas afinal, se o departamento é qualificado como diz o novo técnico, por quais motivos há tantos lesionados no São Paulo?

 

Existem dois fatores que contribuem muito para o excessivo número de atletas no DM em 2019. Um deles foi a curta e mal executada pré-temporada no início do ano. Mesmo sabendo que teria que enfrentar a pré-Libertadores, o São Paulo manteve preparação fora do Brasil e pagou caro com a eliminação precoce na competição internacional, sendo eliminado pelo modesto Talleres. Certamente o curto período de treinamentos e a viagem aos Estados Unidos para participar da Florida Cup influenciaram no início de trabalho.

 

Outro motivo, apontado pelo comentarista Alexandre Lozetti (Globoesporte.com) é a alta troca de técnicos na temporada. Do início do ano para cá, tivemos três profissionais antes de Fernando Dinis e, com eles, preparações físicas diferentes em cargas e horários distintos. Obviamente as alterações atrapalham o ritmo de alto rendimento no futebol profissional. Lesionados, todos os clubes tem e a culpa pode não ter um nome em específico, mas é fato que o mal planejamento do ano aumentou o índice do Tricolor em relação aos seus concorrentes.

 

Questionado sobre o início do seu trabalho na coletiva em Salvador, Diniz explicou a carga de treinos e o cuidado com os jogadores. “Vamos evoluir pouco a pouco. De treinos tivemos quatro ou cinco táticos. Estamos tomando cuidado com a carga. Tivemos de treinar um pouco o time para jogar como está jogando. Não adiantava não treinar.” – disse ele ao Globoesporte.com.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Hernanes precisa achar a sua nova missão no atual elenco Tricolor!

O fraco desempenho do meia Hernanes neste sábado, substituído por Vitor Bueno no segundo tempo da partida entre São Paulo e Fortaleza, não passou despercebido dos programas de debate entre jornalistas do meio esportivo brasileiro.

 

O jornalista Mauro Cezar Pereira, participante do Podcast Posse de Bola (Portal UOL), entrou fundo na discussão e disse que o Profeta não aguenta mais o ritmo de jogo do futebol atual. Segundo Mauro Cezar, Hernanes pode ajudar o Tricolor por quinze, vinte e cinco minutos, tal qual D’Alessandro outro ídolo no futebol brasileiro, participa no Internacional.

 

Já André Rizek, jornalista do SporTV, disse no programa Seleção SporTV que Hernanes possui um “problema grave” no tornozelo. A lesão, segundo o jornalista, tem atrapalhado o desempenho do jogador na temporada. Gosto muito dele, mas está com essa dificuldade” – disse Rizek. A informação foi prontamente negada pelo São Paulo, através de sua assessoria, durante o próprio programa.

 

A discussão é válida pois Hernanes é um dos atletas mais bem pagos do elenco e uma das maiores contratações do São Paulo e não está bem desde a sua chegada. Não dá para negar que existe dificuldade do atleta em acompanhar o ritmo atual do futebol ‘correria’ brasileiro, assim como também não dá para escantear a capacidade do jogador, autor de um gol decisivo dois jogos atrás, diante do Botafogo, no Engenhão.

 

Portanto, nem céu, nem inferno: o que Hernanes precisa é achar a sua missão no elenco Tricolor de hoje, já que seu talento e capacidade são inquestionáveis. É uma missão inédita para o jogador e tenho convicção que a chegada de Fernando Diniz será importante neste novo momento.

 

O que não dá é para negligenciar a experiência e o talento do Profeta.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Da Roma para Pernambuco, Bruno Peres sai sem deixar saudade alguma ao torcedor Tricolor!

O lateral Bruno Peres está de malas prontas para o Sport Clube do Recife.

 

Treinando separadamente do elenco desde a chegada de Cuca e sua comissão técnica, o jogador acertou com o clube pernambucano para tentar reerguer a carreira. Deste modo, o jogador que ainda está emprestado pela Roma ao São Paulo irá ser repassado até o fim do vínculo do empréstimo, válido até o fim deste ano.

 

Contratado com pompa para resolver a lateral direita, o atleta foi pura decepção durante a passagem pelo Morumbi. Seu único momento de brilho foi o gol marcado diante do Ceará em 2018, no Morumbi. O tento, único daquela partida, manteve a equipe na primeira posição naquele momento do Brasileirão. Logo depois a equipe começou a cair e Bruno foi preterido por outros atletas e definhou no CT da Barra Funda.

 

Foram dezoito participações e apenas um gol feito, o diante do Ceará. Vai embora sem deixar saudade alguma!

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

3-5-2 ou 4-3-3? Como Cuca deverá colocar o Tricolor diante do Goiás?

É dia de jogo no Morumbi. São Paulo e Goiás se enfrentam pela segunda rodada do returno do Campeonato Brasileiro com ambições distintas: o Tricolor quer se aproximar dos líderes do torneio. Em contrapartida, o clube goiano tenta se distanciar da indigesta zona da degola.

 

Os dois clubes tem desfalques para o duelo, marcado para esta quarta-feira às 21hg30 no Morumbi. Além dos desfalques, Cuca não revelou o time que sairá para o jogo, procedimento padrão desde que assumiu o cargo de treinador.

 

Diante do Botafogo, ele optou por sair jogando em um 3-5-2, com Juanfran compondo a linha de três zagueiros e Tchê Tchê no lado direito. Isso possibilitou a aproximação de Dani Alves com Hernanes no meio-campo. Sem o Profeta, suspenso, a possibilidade do camisa dez ser o único articulador do meio-campo é enorme. Deste modo, Juanfran passaria a ser lateral numa linha de quatro jogadores. Também há chance desse lateral ser Igor Vinícius. Os dois disputam a vaga.

 

Everton e Antony são as principais opções para substituir Hernanes. Segundo o Globoesporte.com, o primeiro começou o último treino na equipe titular. Depois Antony foi testado em seu lugar. Por fim Everton atuou na vaga de Toró. Cuca fez questão de testar todas as opções que tem.

 

Diante deste cenário, meu palpite seria o São Paulo em um 4-3-3 com Thiago Volpi, Juanfran (Igor Vinícius), Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo. Luan, Tchê Tchê e Dani Alves. Pablo, Everton e Antony.

 

Para mim, Toró correria por fora no ataque, entrando no segundo tempo para imprimir velocidade de jogo, se necessário, mas há chances de titularidade. Existe também a chance de Liziero entrar no lugar de Luan mas não acredito que o treinador faça essa alteração.

 

Na formação palpitada, Luan é o único titular pendurado, além do técnico Cuca. A vitória é fundamental para o São Paulo se aproximar dos líderes e amenizar a péssima retrospectiva em sua casa neste ano.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Se um dia Aguirre voltar ao Tricolor será o conserto de uma injustiça!

De acordo com o jornalista Jorge Nicola, o técnico de futebol Diego Aguirre tem chances de voltar ao São Paulo num futuro próximo. O jornalista frisou que não será para agora, mas o profissional é querido pela alta cúpula e tem portas abertas no clube.

 

Se um dia voltar, o São Paulo reparará uma “injustiça” feita pelo clube e também pela torcida. Nos últimos anos, Aguirre foi o técnico que melhor deu cara ao Tricolor. Foi um acerto da diretoria diante de muito nariz torcido, sofreu com a falta de elenco e supostamente com rebelião de alguns atletas, fato não confirmado por ninguém que viveu o clube na época. Resumindo: fez um bom trabalho e foi mais um queimado pela instabilidade vivida pelo clube nos últimos anos.

 

Vale lembrar que atualmente Aguirre está empregado. O uruguaio trabalha no Al Rayyan, clube do Catar. Também é bom lembrar que Cuca é prestigiado pela diretoria do clube, apesar do trabalho questionável até o momento.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.