Search Results For : Morumbi

Veja como o São Paulo se prepara para modernizar o estádio do Morumbi

Quem conhece intimamente o Morumbi sabe que, apesar de ser o estádio mais clássico e imponente da cidade, ele precisa se adequar a modernidade dos dias atuais. O São Paulo também sabe disso e, dentro do possível, planeja e executa melhorias significativas em seu estádio e também futuramente no CT da Barra Funda, já que agora o espaço está com concessão renovada.

 

Algumas melhorias já são percebidas no Cícero Pompeu de Toledo, como a pintura das cadeiras das arquibancadas, a reforma dos camarotes do Concept Hall, a reformulação da Sala de Imprensa e da drenagem do gramado. Agora, o clube divulgou novos planos de reforma e modernização, que incluem telões, novos refletores, substituição dos recursos de energia e o estudo da aproximação das numeradas do campo de jogo (exemplo da foto do post, que é uma montagem de torcedor). O UOL mostrou com detalhes tudo que o Tricolor pretende fazer no Morumbi e na Barra Funda; vale ler o texto do portal.

 

De todos os novos pontos divulgados, os que mais me chamaram atenção foram a ideia de Praça de Alimentação/ponto de encontro dos torcedores no bolsão em frente a Praça Roberto Gomes Pedrosa e o desenvolvimento de um novo projeto de identidade visual para o estádio, a fim de atrair mais visitação além dos jogos. A Praça de Alimentação ao ar livre ponto seria uma atração a mais para quem vai ao estádio e, com a proximidade da liberação da linha amarela de trem do Morumbi, as pessoas poderão chegar com mais facilidade e aproveitar as opções de comida que lá estarão. Já a nova identidade para o Morumbi é algo que considero essencial: o Morumbi precisa de uma nova “capa”, uma sinalização de fachada mais atraente, tal qual a estrutura do Allianz Arena (Munique) ou até mesmo a sinalização metálica do estádio do Beira Rio.

 

Vale muito a pena ver este link com detalhes da estrutura metálica do estádio do Internacional. Os arcos de metal são separados da estrutura de concreto, e é isso que na minha opinião deveria ser pensado para o nosso sacrossanto. Uma estrutura que não mexa com o concretismo do Morumbi (tombado como patrimônio histórico da cidade) e, ao mesmo tempo, apontando para o modernismo que sempre nos caracterizou.

 

Estas são as minhas impressões em cima do que foi divulgado. O fato é que o Morumbi, apesar de belo e histórico, sempre necessitará de cuidados especiais para que, mesmo particular, se mantenha entre os melhores estádios do Brasil.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Conheça o “Torcedor de Placa”, projeto que eternizará torcedores no Morumbi!

O projeto “Torcedor de Placa”, ideia desenvolvida pelo conselheiro Homero Bellintani Filho e abraçada pelo marketing do clube, demorou seis meses para ser planejado, foi assinado pela presidência e estará em implementação dentro de poucos dias. Ele eternizará imagens e nomes de torcedores do clube em placas que serão colocadas nas paredes internas do anel térreo do Morumbi e, futuramente, em outras localizações do estádio.

 

Na fase de pré-venda, cada placa custará R$ 399,00 (ou 10x de R$ 39,90) para cada torcedor que pretende ter sua imagem ou de parentes eternizada no Cícero Pompeu de Toledo. As placas são renováveis a cada dois anos. Depois disso, por R$ 9,00 por mês em tempo indeterminado o torcedor manterá sua imagem dentro do Morumbi. Caso não queira mais, a placa é retirada e entregue ao dono. Os preços são de lançamento e o projeto tem espaço potencial no estádio para venda de 300 mil placas.

 

Com e porcentagem de vendas destinada ao clube através de royalties (o mesmo modo de ganho com a Adidas, por exemplo), o São Paulo estima o faturamento de cerca de 12 milhões de reais anuais em seus dois primeiros anos de implementação.

 

Para garantir o seu lugar na primeira fase desse projeto, o Tricolor disponibilizará o camarote 33A (ao lado do Camarote da Under Armour) para esclarecer dúvidas, fotografar os compradores com fotógrafo profissional e efetuar os pagamentos nos dias 03 a 06 de abril das 10h às 20h e no dia 07/04 das 10h às 17h. O interessado poderá trazer uma foto via pen drive mas ela deverá ter resolução mínima de 300 dpi para não comprometer a qualidade.

 

Para o torcedor que mora distante da capital paulista e deseja fazer parte do projeto, em breve o clube lançará um aplicativo para compra e envio das imagens.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Uma fila inaceitável!

A eliminação do Campeonato Paulista 2018 decretou a maior “fila” do SPFC na história dos torneios estaduais. Sem vencer o torneio desde 2006, o São Paulo entrou em 2018 no décimo terceiro ano sem conquistar o campeonato estadual. Anteriormente, o recorde negativo do clube ia dos anos de 1958 até 1969.

 

Naquela época havia uma boa desculpa para a escassez de títulos: o estádio do Morumbi estava em construção e todas as forças na época estavam concentradas no Cícero Pompeu de Toledo. O Paulistão de 1957 foi o último vencido pelo clube antes da conclusão do estádio. A construção começou em 1953 e a “fila” do SPFC só acabou em 1970, ano da inauguração total do estádio.

 

Apesar do torneio ser bem menos valioso que em outros anos, a atual fila é inaceitável. Ela começou após o título do Paulista de 2005 e foi atenuada com as grandes conquistas da Libertadores e Mundial (2005) e o tricampeonato brasileiro, em 2006, 2007 e 2008.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Puma “imita Penalty” e lança camisa 100% vermelha para o Independiente

O Independiente, campeão da última Copa Sul-Americana, jogará a Recopa contra o Grêmio com uma camisa totalmente diferente dos seus padrões. Os “diabos vermelhos” atuarão com uma camisa completamente vermelha, inclusive com os patrocinadores do clube em vermelho. A Puma, fornecedora do clube argentino, é responsável pela criação e confecção das apenas 3 mil unidades que serão postas à venda para os hinchas argentinos.

 

A ideia é boa mas não é inédita: em abril de 2013 o São Paulo e a Penalty lançaram em conjunto uma camisa comemorativa do Tricolor toda vermelha, muito semelhante ao conceito adotado pela Puma/Independiente neste modelo. A camisa Tricolor provocou polêmica na época, mas teve boas vendas e elogios de atletas como Rogério Ceni, capitão da equipe naquele ano. Segundo o Estado de São Paulo, em cerca de 25 mil unidades produzidas pela Penalty foram negociadas em poucas horas após o lançamento e divulgação do produto em um jogo daquela temporada.

 

Veja matéria do Diário Olé com detalhes do uniforme do Independiente.

 

O conceito do uniforme 100% vermelho são-paulino foi em homenagem ao estádio do Morumbi, que teve todas as cadeiras mudadas para a cor vermelha naquele ano. O vermelho também foi escolhido por se relacionar com a raça da equipe nos gramados. Vale lembrar que 2013 também foi um dos piores anos do clube dentro de campo, com perigo real de rebaixamento.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Mais de um milhão de agradecimentos!

Uma incrível marca foi alcançada no ano em que o São Paulo mais se aproximou da série B do Brasileirão no formato pontos corridos: foram exatos 1.009.059 pagantes em casa durante toda a temporada 2018.

 

Os números ultrapassaram os 1.001.982 pagantes da vitoriosa temporada de 2006 (pós Libertadores e Mundial 2005 e com a conquista do Brasileirão daquele ano), o que comprova que a torcida do São Paulo realmente subiu de patamar no ano em que o clube mais precisou de eu apoio.

 

Os agradecimentos vão além de todos aqueles que compareceram e apoiaram o clube no Morumbi ou no Pacaembu. Ações como a Escolta Tricolor e a incrível ativação no último jogo, feita pelo São Paulo em parceria com o Banco Inter e a MRV Engenharia, patrocinadores do clube, permitiram que essa significante cifra de sete dígitos fosse atingida. Aliás, em tempos difíceis de patrocínios, eis dois que atingiram em cheio o torcedor Tricolor. A lembrança será forte.

 

Ah, isso não é uma comemoração e sim um agradecimento. Obrigado nação Tricolor!

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

Leia a Carta aberta ao presidente Leco aqui.

Garanta seu lugar na ConfraTRInização 2017 no Morumbi aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.