Search Results For : Planejamento

São Paulo atrás do zagueiro Cléber, ex-Ponte, Corinthians e Hamburgo

Nação do Maior do Mundo;

 

Cléber, zagueiro que está atualmente pertence ao elenco do Santos, é um dos alvos do Tricolor para o setor defensivo neste Brasileirão. A informação é do jornalista Jorge Nicola (ESPN e Yahoo Esportes).

 

O experiente zagueiro que apareceu na Ponte Preta, teve bons momentos na zaga do Corinthians e ficou dois anos no Hamburgo (Alemanha), possui o perfil pretendido pela cúpula Tricolor. Contratação badalada, mas sem espaço no Peixe, seria a alternativa a uma futura perda de zagueiros no meio da temporada. Lugano não deve renovar contrato e Rodrigo Caio é alvo constante de sondagens européias.

 

Assim como Fernando Bob, Cléber também é ‘sonho antigo’ da diretoria Tricolor. Antes de ir ao Corinthians, o Tricolor especulou sua contratação. Sempre o vi como bom zagueiro, desde a passagem pela Ponte Preta, quando apareceu de fato para o futebol e não entendo como virou reserva de David Braz e Lucas Veríssimo. O fato de ter atuado pouco desde a volta ao Brasil merece atenção. Depois de Douglas, o Tricolor não pode arriscar trazer mais um zagueiro com algum tipo de lesão em um elenco que promete ser enxuto para a temporada.

 

Tirando a possível dúvida clínica, sempre se mostrou bom jogador e creio que seria uma boa alternativa. Cléber tem 26 anos, idade considerada ‘ideal’ para um zagueiro. Outra dúvida seria a forma de aquisição. Duvido que o Santos tenha interesse em emprestá-lo ao Tricolor, já que investiu cerca de R$ 7 milhões em sua repatriação.

 

Gostou deste post? Clique em um dos banners e ajude o blog!

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Lugano fora dos planos do São Paulo!

Nação do Maior do Mundo;

 

O zagueiro Lugano está fora dos planos do São Paulo Futebol Clube. A informação é do jornalista Robson Morelli, do Estado de São Paulo. Segundo matéria publicada por ele no Estadão, o clube não renovará o contrato que acabará em junho.

 

O jornalista foi enfático em sua matéria. Sem Lugano, com Breno emprestado ao Vasco, e com a possibilidade de perder Rodrigo Caio para o futebol europeu, o Tricolor deverá se mexer para contratar um zagueiro de qualidade nos próximos dias. Especulações não faltam: desde a repatriação de medalhões como Miranda ou Rhodolfo até a busca de opções ‘nacionais’ como Luiz Otávio (Chapecoense), especulado nas últimas horas.

 

Para mim, bobagem do São Paulo se não renovar. É sabido que Lugano não aguenta jogar partidas seguidas, mas não comete graves besteiras como outros zagueiros do elenco. Isso sem falar de ‘gratidão’, que é um plus, não o principal. Apesar da convicção de Robson Morelli, ainda creio em um acordo para manter o uruguaio no elenco. Sem ele, as opções de zaga ficarão escassas: Militão (jovem que Rogério recomenda atuar como primeiro volante) e os limitados Lucão e Douglas. Isso se contarmos com Rodrigo Caio para o resto da temporada, coisa que acho difícil.

 

Gostou deste post? Clique em um dos banners e ajude o blog!

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Libertadores 2018 é obrigação!

Nação do Maior do Mundo;

 

O Globoesporte publicou uma excelente matéria com o novo diretor de futebol Vinícius Pinotti. Entre muitas ideias que serão colocadas em prática no setor, o diretor confirmou austeridade nas contratações, com negociações racionais que se sustentem ao longo do tempo.

 

“O São Paulo não pode mais fazer loucuras” – concluiu.

 

A ‘loucura’ deste ano ano foi Lucas Pratto. Segundo Pinotti, o jogador é considerado exemplo, por isso é tratado como investimento e não como gasto. A negociação só aconteceu devido as vendas de David Neres e Lyanco. Segundo o diretor de futebol, o argentino agrega outras qualidades além da boa técnica e o faro de gol: sente o resultado adverso e não entrega facilmente nas derrotas.

 

Portanto, levando em conta o novo posicionamento do futebol Tricolor, atletas como Éverton Ribeiro são carta fora do baralho. O jogador, desejado por grandes do Brasil, teve supostos valores de repatriação revelados por alguns jornalistas nas redes sociais nos últimos dias. Para contratar o meia-atacante, o clube interessado terá que desembolsar 7 milhões de euros por 50% dos seus direitos econômicos, R$ 2,5 milhões de reais de comissão para seu empresário e R$ 800 mil reais mensais de salários.

 

Se confirmados, são valores absolutamente surreais para todo o mercado brasileiro, principalmente para clubes em re-estruturação financeira, como o São Paulo. Nas entrelinhas, Pinotti disse que clube vai procurar se reforçar com os pés no chão.

 

Como torcedor, é obvio que fico frustrado com a atual incapacidade do São Paulo em contratar com a qualidade que a sua torcida merece. Porém, acho que o caminho é esse mesmo; não existe mecenas ou remédio de alívio imediato. O blogueiro gostou da exposição das ideias ao Globoesporte.com e acredita no planejamento do (literalmente) novo diretor, mas cobrará do futebol o cumprimento rígido dessas metas. Segundo Pinotti, Libertadores 2018, no mínimo, é nossa obrigação. De acordo.

 

Ao trabalho!

 

Gostou deste post? Clique em um dos banners e ajude o blog!

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Ceni promete tentar equilibrar o clássico na “alma e no coração”

Nação do Maior do Mundo;

 

Mal começou o Brasileirão e já teremos primeiro clássico paulista agitando a tabela. São Paulo e Palmeiras se enfrentarão pela terceira rodada da competição nacional no próximo sábado às 19 horas, no Morumbi.

 

Rogério já falou do choque-rei na coletiva pós-vitória sobre o Avaí na última segunda-feira. O técnico foi extremamente realista ao comentar o cenário atual de cada clube. Enquanto o Palmeiras, último campeão brasileiro, nada em dinheiro de um patrocinador que interfere diretamente na compra de jogadores o São Paulo, desde 2012 sem um título, luta para se equilibrar financeiramente e tecnicamente.

 

“Eu espero que o torcedor entenda a diferença entre os clubes, a diferença financeira, poder aquisitivo, mas vamos tentar na alma, no coração, equiparar o jogo.” disse ele aos repórteres. Não vi negativismo. É a realidade atual de cada clube. Diferente do que o torcedor projetou no início do ano, Rogério sabe que sem grandes investimentos e com um elenco com quase metade de jogadores oriundos da base (mesmo multicampeões das respectivas categorias) o time precisará de tempo e paciência para evoluir. Mesmo assim ele disse tentar superar a diferença de situações com a famosa máxima ‘clássico não tem favorito’. Se não vai na grana, vai no coração.

 

O motivacional está perfeito. Ceni só não pode esquecer da organização coletiva, respeito ao sistema e aplicação individual de cada jogador. Apesar do gigante tabu Tricolor no Cícero Pompeu de Toledo, o Palmeiras vem renovado com o ‘técnico dos sonhos’ Cuca e repleto de opções. Terá uma Libertadores antes e uma Copa do Brasil depois, fato que pode ajudar o Tricolor. Mesmo com um elenco melhor, não vejo favoritismo verde mas o São Paulo precisará jogar muita bola para superar o rival e melhorar sua imagem no coração e na alma dos seus próprios torcedores.

 

Os ingressos para o Choque-Rei já começaram a ser vendidos para Sócio Torcedor no site Total Acesso. Além dos ingresso para arquibancadas e numeradas, há opções interessantes com buffet árabe como o Restaurante Amani (atrás do gol) e soft drinks/finger food no Pub&Poker (centro do estádio). Os contatos estão nos links.

 

Gostou deste post? Clique em um dos banners e ajude o blog!

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

A importância da MRV/Intermedium nas futuras contratações do São Paulo

Nação do Maior do Mundo;

 

Já é notória a chegada da MRV/Intermedium como patrocinador master do São Paulo Futebol Clube para os próximos anos. O Globoesporte.com publicou uma matéria com bastante detalhe sobre o acordo, porém neste post ressaltaremos um importantíssimo ponto para o torcedor.

 

O valor do patrocínio (cerca de R$ 40 milhões em três anos) não é alto como o de alguns clubes como Palmeiras e Flamengo. A grande diferença a ser notada nos próximos anos é que a MRV/Intermedium atuará decisivamente como avalista do clube em contratações e também em outras transações, como reformas pontuais no Morumbi.

 

O que faz um avalista? Ele fornece as garantias bancárias para bancar aquisições e salários de atletas pretendidos. Isso é, dá a segurança financeira necessária para o São Paulo pensar grande, desde que bem administrado. No popular, avalista é aquele que ‘garante a grana do contratado’, como comissões a empresários, luvas e salários. Foi o que aconteceu na contratação de Lucas Pratto no começo do ano: o investimento foi grande e sem um avalista o São Paulo não conseguiria trazê-lo para o Morumbi. A Intermedium teve participação fundamental nesta negociação e durante três anos terá atuação decisiva na chegada de reforços e melhorias no estádio, por exemplo.

 

É claro; tudo isso só será realmente vantajoso se o São Paulo apresentar uma gestão com foco em vitórias e equilíbrio financeiro. Por isso é fundamental o papel fiscalizador do Conselho de Administração, criado pelo Novo Estatuto. Agora, falando na prática: o grupo MRV/Intermedium já ajuda o São Paulo em duas negociações que, ‘oxalá’, estão bem conduzidas até então. Contratar ou não faz parte do mercado e concorrência do futebol mas já para dizer que o clube, com o auxílio avalista do seu patrocinador, tem muito mais chances de êxito.

 

Os possíveis reforços eu coloquei no post anterior a esse. Leia aqui.

 

Gostou deste post? Clique em um dos banners e ajude o blog!

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.