Search Results For : Planejamento

Reunião com o financeiro determina novos planos após a Copa América

O São Paulo definitivamente terá que se adequar no período da Copa América e na janela de transferências do meio do ano. A informação não é novidade para aquele que entende que o realizado neste semestre foi aquém do previsto.

 

Com as eliminações precoces na Libertadores (Talleres) e Copa do Brasil (Bahia) o Tricolor deixará de ganhar o que normalmente é colocado no planejamento orçamentário do ano, imaginando, conquista. Explica-se: no planejamento, a previsão inicial era de chegada ao menos nas quartas de finais dos dois torneios. Com as saídas precoces, o clube deixou de arrecadar cerca de R$ 35 milhões em premiações, fora o resultado de bilheteria.

 

 

Para entender melhor, em 2016 o Tricolor previu o valor ganho chagando às quartas de finais da Libertadores da época. Como chegou a semifinal, teve dinheiro para, por exemplo, investir em Maicon, zagueiro que era do Porto. É mais ou menos assim que clubes planejam seus anos e elencos.

 

Antes mesmo de assumir o cargo, Cuca já havia se reunido com Elias Albarello, o diretor financeiro do Tricolor. O diretor já havia sinalizado o técnico que para contratar as peças que ele pediria, será preciso uma redução na folha salarial. Sob a aprovação de Cuca vieram Tchê Tchê e Vitor Bueno, este último quase uma obrigação de vinda, para a viabilização de uma contratação do Santos, detentor dos direitos econômicos do meia. Pato veio por aval de Leco e, principalmente, pela maioria da torcida, com pressão nas redes sociais e nos corredores do Morumbi.

 

Cuca pede ao menos um lateral direito e um atacante de área. O argentino Juan Dinenno e o curitibano Adriano são alguns dos nomes especulados mas, para não fechar o ano no vermelho, o São Paulo já havia projetado a arrecadação de R$ 120 milhões com a venda de jogadores entre janeiro e dezembro deste ano. A ida de Militão para o Real Madrid já rendeu R$ 25 milhões. O Tricolor fica na expectativa da venda de David Neres, em alta na Europa e Arboleda é considerado grande ativo de venda por estar na seleção equatoriana.

 

A adequação de elenco irá acontecer; com a saída de atletas de alto salário mas é quase fato consumado que o clube negocie ao menos um jovem da base, como Antony, Luan, Walce, Liziero, Igor Gomes e Helinho. É só aguardar.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Confira a atual situação de Dinenno, atacante pretendido pelo São Paulo

“O São Paulo não quer fazer uma loucura por Juan Dinenno” – foi assim que o jornalista André Hernan resumiu a situação da negociação entre o clube e o Deportivo Cali, clube que atualmente joga o centroavante argentino.

 

Ao Sportv, Hernan explicou que o clube colombiano pagará 800 mil dólares ao Racing, exercendo o direito de compra previsto em contrato. Porém, o Deportivo deseja $ 3 milhões do São Paulo para repassar o jogador. O motivo é simples: no período que ficou na Colômbia, o jogador se valorizou com uma boa média de gols e despertou o interesse do Tricolor e provavelmente outros clubes.

 

A situação gera um impasse entre a gestão e o comendo técnico. “O São Paulo não quer chegar a um extremo de ter que atrasar salário. Isso, para a gestão, seria manchar a imagem dela. Fez contratações importantes, aí para trazer um jogador que o treinador quer teria que ferir o cofre. Mas, do outro lado, a comissão técnica está exigindo. O Cuca não se vê sem esse centroavante” analisou o repórter do Grupo Globo.

 

O problema é que realmente não há recursos para isso na atual planilha Tricolor, principalmente se o clube ficar de fora da Copa do Brasil, torneio que, além do tão sonhado e inédito título, daria premiações interessantes a cada mês até o seu final.

 

Se Dinenno é exatamente o que Cuca quer, será preciso um esforço extra da direção. Sem estar inteiramente dentro da negociação, sugiro fazer com o Deportivo Cali exatamente o que o River Plate fez com o São Paulo por Lucas Pratto: divide, parcela e paga ao longo do período. Se os outros clubes conseguem, por que nós não?

 

O São Paulo precisa de um atacante de área.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

A cobrança tem que ser geral!

A segunda feira pós (mais uma) derrota em clássicos foi de cobrança forte no CT da Barra Funda. O técnico Cuca realizou uma dura conversa com o elenco e, segundo alguns setoristas presentes, se reuniu individualmente com alguns atletas para cobrança na parte da entrega dentro de campo. A cobrança não foi realizada na presença dos jornalistas.

 

O técnico tem que cobrar geral mesmo, afastando jogadores se for preciso, até porque o cargo dele também estará em jogo se não obtiver desses limões uma razoável limonada. Mais uma vez repetirei o que disse na opinião do jogo deste último domingo: o time pode estar torto, pode não ter um centroavante, pode ter meio elenco no DM, pode o diabo a quatro mas clube grande NUNCA pode perder clássicos na falta de vontade, algo que claramente se presenciou ontem em Itaquera. É imperdoável.

 

Fazendo um paralelo com o adversário vitorioso, vejo que eles aprenderam a fazer o que fazíamos com competência: blindaram o futebol. O adversário tem a mesma quantidade de problemas estruturais que temos, ou até mais, porém souberam separar as coisas. Nós somos exatamente o contrário. A administração frouxa que marca a gestão Leco parece que contaminou o futebol do clube. Nossos líderes não falam, quem veio para resolver não anda resolvendo e os poucos que mostram energia já já se contaminarão com o ambiente “SPA” da Barra Funda.

 

Quarta-feira teremos uma pedreira: virar um resultado na Fonte Nova diante de um motivado Bahia. Prova de fogo que, mais uma vez, colocará o São Paulo entre o céu e o inferno. Parabéns aos envolvidos!

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Mesmo precisando do atleta, São Paulo deverá liberar Antony para seleção sub23

O São Paulo não deverá pedir a dispensa de Antony da seleção brasileira sub23, que participará de um torneio da categoria, na França. O técnico Cuca revelou a futura decisão da diretoria na entrevista pós jogo, ainda em Itaquera.

 

“A gente não pode privar um jogador de disputar uma competição como essa, de forma alguma. É uma valorização dele, do clube. Os que não estão deixando os jogadores irem podem ter represália na frente, não da CBF, mas da Fifa. Se são convocados e não vão, alguma coisa ocorre. Não adianta ficar com o Antony aqui se ele ficar com a cabeça ruim. Vamos deixar ele servir à seleção, e que ele volte mais valorizado ainda do que já é.” – disse o técnico Tricolor.

 

Para mim foi bem claro: Cuca afirmou que clubes que pedirem dispensa de seus jogadores tem grande chance de serem prejudicados pela entidade máxima do futebol, a FIFA. Infelizmente esse é o ‘prêmio’ que o São Paulo tem ao revelar bons jogadores. Não dá para cercear a felicidade do jogador em ser convocado pela primeira vez para a seleção sub23 mas é fato que o Tricolor terá mais uma vez que se reinventar para atuar sem um dos seus principais jogadores do elenco.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

São Paulo deve promover “meio time” novo para o clássico. Veja escalação:

O São Paulo se prepara para o primeiro clássico do Campeonato Brasileiro diante do Corinthians, no Itaquerão, zona leste da cidade. Para o Majestoso, Cuca deverá contar com retornos e pode promover até cinco modificações em relação a equipe que perdeu para o Bahia pela Copa do Brasil.

 

Hudson, Arboleda e Hernanes treinaram na última quinta e muito provavelmente estarão à disposição do treinador para a partida. Além deles, Antony também poderá ao ataque. Ele ficou a maioria do jogo diante do Bahia no banco por conta de pancadas decorrentes dos últimos jogos. Na lateral esquerda, Reinaldo poderá retornar no lugar de Léo.

 

A lista aumenta com Toró, suspenso pela expulsão contra o próprio Bahia, desta vez pelo Campeonato Brasileiro. A novidade da partida é Alexandre Pato: será a primeira vez que ele enfrentará o Corinthians com a camisa do São Paulo.

 

Cuca não definiu e nem definirá a escalação mas, com Hudson, Hernanes e Antony aptos, um provável São Paulo seria: Tiago Volpi; Hudson, Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Luan, Tchê Tchê e Hernanes; Antony, Pato e Everton. Como escrito no post, se confirmada a escalação, serão cinco alterações em relação a quarta-feira.

 

Caso Hudson, Arboleda e Antony não estejam 100% os jogadores que deverão substituí-los são Igor Vinícius, Walce, Igor Gomes e Helinho, ou Vitor Bueno. No caso de Hernanes, há uma disputa entre Igor Gomes e Nene. O último entrou no fim do jogo da Copa do Brasil e agradou o técnico. A dois pontos do líder Palmeiras, o São Paulo luta pela manutenção das primeiras posições no Campeonato Brasileiro.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.