Search Results For : Planejamento

Novo Diretor de Marketing pegará uma bucha do tamanho do mundo. Entenda:

Conforme adiantado pelo blog no início de fevereiro, o São Paulo oficializou João Fernando Rossi como novo diretor executivo de marketing. O objetivo principal, como não poderia deixar de ser, é a geração de receitas em diversas frentes de atuação que incluem patrocínios, Sócio Torcedor e licenciamentos, entre outras.

 

Hoje, trabalhar no São Paulo é a maior bucha do mundo para qualquer profissional de Marketing que se preze. Não pelo clube e sua grandeza e sim pelas pessoas que rondam o setor e a dificuldade em entender que entregar algumas disciplinas para agências especializadas não é vender o clube e sim gerar mais receitas com trabalho especializado.

 

O novo Diretor de Marketing encontrará um Sócio Torcedor aos frangalhos, com uma percentagem de adimplência beirando o insignificante, um plano de licenciamento defasado, com poucas lojas, poucos produtos e pouca perspectiva (na visão dos licenciados) e uma Adidas que atualmente dá ao clube dez vezes menos que poderia dar. Talvez os patrocínios da camisa e as propriedades do estádio sejam as disciplinas que melhor andam no clube. É muito, muito pouco.

 

Não bastasse a situação, o clube ainda conta com desserviço de conselheiros que não permitem (ou dificultam) o crescimento natural da pasta. São pessoas que não aceitam a modernização do setor, tampouco a terceirização como alternativa de melhor serviço e, consequentemente, maior receita. Pensam que dá para fazer quase tudo dentro de casa, contando com profissionais que chegam a até um limite dentro das suas possibilidades, expertises e tempo.

 

Para se ter uma comparação, o Corinthians utiliza a F/Nazca uma das maiores agências de publicidade do mundo, para desenvolver seu conceito de clube. O marketing do Palmeiras, até onde sei, conta com um time de profissionais ‘indoor’ que não fazem feio a muitos times de multinacionais. O nosso, bem, estea engatinhando em comparação ao rivais. Isso porque temos uma história e um conceito (Clube da Fé, O mais Querido, nome da cidade, nome do estado) muito mais forte que eles, na minha opinião.

 

A boa notícia disso tudo é que Rossi é sênior e do ramo. Espero que ele tenha autonomia total para transformar o setor, do mesmo modo que transformou o basquete brasileiro com um modelo de profissionalização que gerou, segundo o site oficial, dez novos acordos de patrocínios, uma parceria com a NBA que se tornou case de negócios no esporte nacional e um salto de 800% de volume de recursos em pouco mais de dez anos da criação da Liga.

 

Desejo sorte, coragem e pulso firme para as necessárias mudanças.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Medalhões extremamente ameaçados no novo Tricolor de Mancini e Cuca

Ao ser eliminado na pré-Libertadores pelo Talleres, o São Paulo fracassou no seu maior objetivo no ano e, em pleno início de temporada, será obrigado a fazer ajustes que ameaçam direta e indiretamente os chamados ‘medalhões’ do elenco.

 

Com a eliminação precoce, o clube deixará de ganhar cerca de R$ 30 a 35 milhões entre premiações e bilheteria líquida, o equivalente a cerca de três a quatro meses de folha salarial do elenco como está. Com política de recuperação financeira, o clube não pode nem pensar em atrasar salários e vencimentos e encontra na mudança do comando técnico uma saída para amortizar os gastos e dar nova energia ao futuro plantel de Cuca.

 

Atletas com grandes salários como Bruno Peres, Jucilei, Nene e Diego Souza perderam espaço na equipe titular de Mancini. Everton sofre com contusões crônicas e Reinaldo, que parece ser o único remanescente do grupo que foi motivo de aplausos no primeiro turno do Brasileirão do ano passado, também está com sua vaga ameaçada.

 

Por outro lado, jovens promessas vem ganhando oportunidades de atuação com o comando do interino. Igor Vinicius, Luan, Antony e Helinho aos poucos vem conquistando espaço, mesmo com alguns ainda não jogando aquilo que se espera. A nova proposta de jogo depende muito da dedicação deles.

 

Medalhões ou jovens promessas? Experiência ou sangue novo? Não há um fórmula e sim, uma certeza. Só resistirão a transição Mancini/Cuca quem se encaixar com o que a situação exige: dedicação e foco no futebol e nada além dele. Depois do leite derramado em pleno fevereiro, tudo que o torcedor espera é um time coeso, determinado e que corra por si e pelo torcedor.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Ajuste no planejamento e Cuca farão Tricolor mudar perfil de reforços

A eliminação precoce da Libertadores 2019 inevitavelmente modificará o planejamento Tricolor para a temporada. A não concretização da entrada na fase de grupos fez o clube deixar de ganhar receita prevista com bilheteria e premiação, obrigando-o a mudar o perfil de contratações para o ano.

 

O atual desvio de rota financeira coincide com a contratação de Cuca. Técnico especialista em trabalhos sob pressão e expert em montagem de elencos com budgets curtos, o novo técnico Tricolor deverá modificar o elenco e atuar, como ele mesmo disse em entrevista coletiva, nos mercados emergentes do futebol Brasileiro e internacional.

 

Lê-se mercado emergente tudo aquilo que está fora do ‘mainstream‘: medalhões e adjacências. Cuca deve trabalhar com dois perfis de atletas; aqueles que se encaixam com seu projeto de “família Tricolor” e jogadores acima das estatísticas porém sem grife. Foi assim que ele conseguiu fazer do Goiás de 2003 uma vitrine para a vinda ao São Paulo. Com Cuca veio Grafite, Cicinho, Fabão, Danilo e outros atletas fora do circuito nobre do futebol, mas dentro do perfil traçado acima. Emergentes e ‘de família’.

 

Portanto, a tendência é que os reforços sejam ou ‘ex-familiares’ do técnico (Guerra, Roger Guedes, Fabiano e similares) e atletas que se destacam em clubes medianos do Brasil. Este é o perfil de Cuca e esta é a realidade do clube: gente que corra pelo técnico e pelo companheiro. Cenas dos próximos capítulos…

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Com Cuca, Diego Souza poderá ter chance de recuperar seu futebol

O centroavante Diego Souza é atualmente um dos jogadores mais contestados do São Paulo. Alvo de críticas da torcida pela forma física, o atleta terá a grande chance de se recuperar com um técnico que acredita no seu futebol: Cuca.

 

É o que acredita o jornalista esportivo Marcello Lima. Ex-setorista do São Paulo de Cuca na época em que trabalhava na Jovem Pan, Lima esteve comigo em uma live (Facebook) promovida pelo São Paulo Raíz na note desta última terça-feira que falou sobre o Tricolor, causas e futuro, no Bar Titular. Na live, o jornalista lembrou que o novo técnico do São Paulo havia pedido Diego Souza no Palmeiras em 2017, quando dirigiu o rival. Na época, jogando pelo Sport, Diego Souza permaneceu em Recife.

 

De volta ao Tricolor, Cuca se encontrará com um dos jogadores que mais queria trabalhar na época de Palmeiras. Caso ainda queira contar com Diego Souza, o principal objetivo do treinador será condicionar físico e psicologicamente o atacante. Missão difícil mas, conversando com Lima, amigo de longa data desde as épocas de faculdade de comunicação na FIAM, chegamos a conclusão que finalmente desde a saída de Muricy do Tricolor, o clube volta a contar com um técnico de ponta que sabe administrar situações difíceis de elenco.

 

Quem quiser acompanhar Marcello Lima, atualmente o jornalista trabalha em um novo e ousado projeto da 97FM: as transmissões de jogos do “Estádio 97”, um dos programas de maior audiência da rádio brasileira.

 

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Mancini avisa: seu trabalho de transição não terá ‘dedo’ de Cuca

O técnico interino Vagner Mancini concedeu entrevista coletiva na manhã desta sexta-feira. Entre os assuntos comentados, o treinador que fará a ‘ponte’ entre Jardine e Cuca disse que o seu trabalho de transição não terá o dedo de Cuca, futuro técnico do São Paulo.

 

“Só a partir do momento que ele chegar. Temos coisas em comum, enxergamos o futebol de maneira semelhante. Ninguém copia ninguém. A essência de cada um tem que ser a parte principal de cada pessoa. A partir do momento que o Cuca tiver aqui ele com certeza vai alterar alguma coisa.” – Disse Mancini no CT da Barra Funda.

 

A declaração, pelo menos oficialmente, desmente a história de que Cuca já estaria promovendo mudanças no time. Também cai a tona a lenda urbana do futuro técnico comandar o clube “por whatsapp”. Porém, Mancini afirmou que a sua independência em treinar o São Paulo neste momento não quer dizer que não haverá troca de informações com o futuro técnico.

 

“Isso não quer dizer que nós não vamos nos escutar. Dirigir de longe é uma coisa difícil. Eu gostaria muito que ele estivesse aqui, mas acredito que isso não seja possível” – completou Mancini.

 

O interino não tratará sobre reforços, ficando com a direção a responsabilidade sobre a contratação de novos jogadores. Mancini considera o elenco bom e montado, mas que precisa jogar muito mais do que está jogando neste ano. “Com o elenco que nós temos, temos que melhorar.” – finalizou.

 

Ainda não se sabe se a comissão técnica de Cuca se antecipará ao futuro treinador e iniciará as atividades no CT da Barra Funda. Porém, tudo indica que ‘Cuquinha & Cia” só iniciarão em abril, ao lado do novo técnico.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.