Search Results For : Planejamento

OPINIÃO: Amistoso é a mãe!

Nação do Maior do Mundo;

 

São Paulo e Corinthians farão a final da Florida Cup 2017 neste sábado às 21h.

 

Será o segundo jogo oficial (e o segundo clássico) de Rogério Ceni no comando do Tricolor. O treinador sabe que para o torcedor dos dois clubes, pouco importa se é um torneio de pré-temporada. Tanto o são-paulino quanto o corinthiano vão querer vencer a peleja. Apesar do início do ano, não há clima de amistoso algum na cabeça do torcedor.

 

“Amistoso é a mãe!”, diriam em uma só voz gregos e troianos.

 

Se Rogério levar a rivalidade municipal em consideração, a tendência é repetir o time do primeiro tempo diante do River Plate e promover menos alterações na segunda etapa. Apenas os exaustos darão lugar a sangue novo. Agora, se ele resolver repetir o “bota fora” feito nos três primeiros jogos do ano, Ceni claramente mostrará ao torcedor que a ideia é mesmo preparar o elenco para o estadual e a Copa do Brasil, que começa com uma eliminatória já no dia 9 de fevereiro em São Luiz (MA).

 

Se você fosse nosso treinador, arriscaria o condicionamento físico dos atletas em troca de um título em cima de um dos nossos maiores rivais ou focaria o trabalho em chegar em boas condições de grupo no Paulista e na Copa do Brasil?

 

Eu levaria a sério. Afinal, começar o ano com um caneco em cima deles é bom para o moral, como diria a filósofa do povo Rita Cadillac. Vale se entregar um pouco mais, porém é bom o torcedor ter prudência na vitória ou na derrota. Não dá para o resultado de Orlando virar um carnaval ou um dia de finados.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Auxiliar tropeça no elogio, mas defende Wesley nas sua rede social

Nação do Maior do Mundo;

 

Michael Beale, auxiliar técnico de Rogério Ceni, chegou mostrando personalidade.

 

O inglês, ao perceber a animosidade negativa da torcida com o jogador Wesley, tratou de defender o atleta no seu Twitter pessoal, onde faz questão de escrever que é responsável pelas próprias opiniões escritas:Cada dia, ele (Wesley) treina como uma besta. Ele é nosso jogador e um jogador fantástico. Ele é SPFC e importante para a equipe. Sempre juntos #SPFC – escreveu Beale.

 

Vamos desconsiderar o tropeço na primeira frase. Obviamente Beale não quis ofender o jogador e ainda está aprendendo o português. É interessante entender o quanto Wesley é um jogador de funções importantes em campo, não só para Beale e Ceni, como também para outros técnicos que passaram pelo Tricolor. Muita gente critica demais o atleta mas, na minha opinião, o problema do disciplinado Wesley nem é ele e sim o quanto ele custa mensalmente ao Tricolor. O atleta foi comprado irresponsavelmente por um ‘capricho’ da gestão passada, o contrato está em vigência e o certo é fazer como Beale fez: valorizar o jogador.

 

A atitude do auxiliar para com Wesley é para ser pensada pela torcida.

 

Atualizado: Michael Beale corrigiu o texto em seu twitter após a publicação deste post.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

São Paulo tentará encontrar “novo Tche Tche” no Campeonato Paulista

Nação do Maior do Mundo;

 

O São Paulo não corre somente atrás de um matador para esta temporada. Com a saída de João Schmidt no meio do ano, o Tricolor também sairá a procura de mais um volante para o elenco.

 

O clube não conseguiu concorrer com as propostas de Palmeiras e Flamengo por Felipe Melo e Rômulo. Sem caixa para grandes investimentos, a alternativa será procurar uma boa oportunidade no Campeonato Paulista e em outros mercados, como o latino. O Palmeiras conseguiu no ano passado, com a aposta e a aquisição do volante Tche Tche. O jovem despontou no Audax e não sentiu o peso da camisa alvi-verde, sendo eleito um dos melhores volantes do Brasileirão, tanto pelo Bola de Ouro como pelo evento da Globo.

 

Até agora Rogério se mostrou satisfeito com a zaga e os seus laterais. A preocupação do treinador é na frente e também com esse homem de meio-campo, de características mais defensivas. Sem dinheiro em caixa, o único investimento (fora luvas e salários) feito pelo clube até agora foi com o goleiro Sidão. Algo em torno de R$ 250 mil reais.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Ascensão de Foguete e lotação no elenco faz Auro ser emprestado para o América MG

Nação do Maior do Mundo;

 

O ala Auro já conheceu o clube onde atuará em 2017: o América de Minas Gerais.

 

Com 20 anos, idade estourada na base e sem possibilidade de ser aproveitado no elenco principal, o jovem será emprestado pelo Tricolor por uma temporada. A subida do lateral Foguete e a opção de Rogério Ceni pela manutenção de Bruno e Buffarini (que pode atuar pelas duas laterais) diante da limitação de inscrições no Campeonato Paulista definiu o destino do jogador.

 

Auro teve destaque na equipe de base no ano passado muito mais como atacante que na primeira linha defensiva. Talvez por isso o clube optou por Foguete. O procedimento de empréstimo dos jogadores de base do SPFC é estratégico. O clube amplia o contrato dos jovens e monitora o desempenho em todos os clubes emprestados. Além de manter todo o patrimônio em atividade, o clube possibilita que os atletas tenham chance de destaque em equipes de menor expressão, diminuindo a pressão. Foi assim com Hernanes, por exemplo. Antes de virar estrela Tricolor, o jogador passou pelo nordeste e pelo ABC, até ser ‘achado’ por Marco Aurélio Cunha em uma viagem da equipe B Tricolor pela Índia.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Ceni ensaia esquema de jogo usado pelo Chelsea de Antonio Conte

Nação do Maior do Mundo;

 

O primeiro jogo treino do São Paulo ocorreu nessa quinta-feira em Bradenton.

 

O resultado é o que menos importou. O adversário foi o amador Sarasota FC e tivemos dois times 100% diferentes em cada tempo, mas pelas primeiras movimentações coletivas deu para perceber claramente que Rogério Ceni optou por um inédito esquema 3-4-3, com três zagueiros, três atacantes, dois meio-campistas e dois alas.

 

Esta é a mesma formação adotada atualmente por Antonio Conte, técnico do Chelsea. O treinador italiano iniciou sua história na Premier League no 4-1-4-1. O esquema não deu certo e, após amargar uma série de resultados ruins, Conte mudou o esquema para o 3-4-3, com menos dependência do meia Hazard e de Diego Costa e mais coletividade. Conte conhece a formação desde os tempos de Juventus e seleção italiana. O Chelsea encaixou e a formação virou marca registrada dos ‘azuis’ neste campeonato inglês.

 

Qualquer conclusão é precipitada, até porque estamos no início da temporada 2017 e duas peças titulares (Cícero e Cueva) não jogaram, mas acredito que veremos neste ano um São Paulo moderno, ofensivo e com muita velocidade em campo. Tal qual o Chelsea de Antonio Conte, o São Paulo de Ceni poderá contar com o um esquema compactado, avanços dos zagueiros e muita movimentação na frente.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.