Search Results For : São Paulo FC

Torcedores comemoram saída de Edimar do São Paulo nas redes sociais

O lateral Edimar não é mais jogador do São Paulo.

 

O jogador, que tinha contrato até o final do ano com o clube, foi liberado sem custo algum e disputará a série B deste ano pelo clube formado entre a fusão da equipe Red Bull Brasil e o Bragantino. Deste modo, o São Paulo deixará de pagar os salários do jogador.

 

A saída foi bastante comemorada pela torcida do Tricolor nas redes sociais. Apesar do salário baixo, Edimar representava um perfil de jogador que o torcedor não quer mais no clube: o veterano, suplente e sem currículo representativo.

 

O São Paulo atualmente possui Reinaldo e Léo Pelé para a posição mas poderá ganhar mais um lateral: Junior Tavares, de 22 anos, terminará seu empréstimo junto a Fiorentina em 30 de junho e o clube italiano não deve exercer a opção de compra do jogador.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

River tem até o fim de semana para quitar parcela atrasada de Pratto

O River Plate não está cumprindo o pagamento parcelado estipulado com o São Paulo pela venda de Lucas Pratto em 2018. Os argentinos compraram o atacante por 11,5 milhões de euros, sendo que o o clube paulista possui direito a 8,5 milhões de euros na negociação.

 

De acordo com o jornalista Jorge Nicola, a pendência atual do River é de 1 milhão de euros e está vencida desde o dia 31 de janeiro de 2019. O São Paulo estipulou o pagamento atrasado para até o final desta semana e, caso não receba, levará oficialmente o caso de inadimplência à FIFA, baseado no contrato de aquisição do atacante.

 

Caso sejam condenados, os argentinos poderão sofrer penalidades que variam desde a perda de pontos e consequentemente rebaixamento em torneios nacionais até a proibição de participação em competições internacionais abraçadas pela FIFA.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Tabelinha entre TRI Mundiais!

Estreias confirmadas – Pato e Tchê Tchê estão confirmados como titulares na estreia do São Paulo no Campeonato Brasileiro neste próximo sábado às 16h no Morumbi. Vitor Bueno, outro reforço contratado no meio do estadual, também está inscrito no BID mas ficará no banco. Do lado do adversário, é praticamente nula a presença de Diego Souza no confronto. O alvinegro carioca teria que pagar R$ 400 mil reais ao Tricolor pela liberação. Os ingressos já estão à venda pela Total Acesso e no Camarote do Leandro Guerreiro.

 

Hudson no meio? – Os inúmeros atletas no departamento médico do Tricolor podem mexer no sistema defensivo da equipe. Sem Luan e Liziero, Hudson pode novamente voltar ao meio-campo, abrindo espaço na lateral para a volta de Igor Vinícius. Bruno Peres, que deveria ser o titular da posição, pode deixar o clube no meio do ano, mesmo que esteja emprestado até dezembro. Na briga pela lateral, hoje ele é a terceira opção da comissão técnica Tricolor.

 

Idas e vindas – Enquanto Bruno Peres deve mesmo ser devolvido a Roma, outro lateral deverá voltar de empréstimo para o clube: Junior Tavares.  contrato com a Fiorentina termina dia 30 de junho e os italianos não deverão exercer a opção de compra. O clube atualmente conta com Reinaldo e Léo Pelé para a posição.

 

Jogo de interesses – A permanência de Rogério Ceni no comando do Fortaleza reacendeu a especulação sobre a saída de Nenê do Tricolor Paulista para o Tricolor Cearense. Além de Nenê, boatos não conta do interesse do Leão do Pici em outro jogador do São Paulo: o volante Jucilei, atualmente na reserva do clube.

 

Tréllez no Rio? – O Botafogo, primeiro adversário do Tricolor no Brasileirão, está atrás de Tréllez para repor a saída do centroavante Kieza. O colombiano de 29 anos tem contrato com o Tricolor até o fim de 2021 e atualmente está no Internacional, clube ao qual está emprestado até o fim desta temporada. Tréllez pouco atua pelo Colorado e pode ser envolvido em um novo empréstimo. Se o negócio vingar, serão R$ 19 milhões pagos pelo Tricolor (Tréllez e Diego Souza) ‘doados’ para o ataque do clube carioca.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Muricy: o boleiro que você respeita!

O ex-técnico e ídolo Tricolor Muricy Ramalho deu uma excelente entrevista no portal Estadão. Atualmente comentarista do Grupo Globo, ele falou sobre a nova geração de jogadores, técnicos e o que pensa do atual momento do futebol, sobretudo o brasileiro. Separei os principais trechos:

 

Ao ser questionado sobre os atuais atletas do futebol brasileiro, Muricy foi duro e verdadeiro: “A minha geração jogava porque a gente gostava. Ganhávamos pouco, era quase impossível ir para fora e seleção era difícil, porque tinha muitos bons jogadores. Nessa geração, os caras começam na base e não pensam em seleção ou ser profissional no clube. Eles pensam na Europa. A modernização faz eles pensarem só em ganhar dinheiro. “ – disse ele, isentando os clubes brasileiros de culpa na saída precoce dos atletas. “Os clubes não são culpados. O cara oferece 100 milhões para o jogador, ele vira e fala: eu não jogo mais aqui. Quem manda hoje é o jogador, não o clube. O jogador vê que tem 10 anos para arrumar a vida e ninguém pensa no futebol brasileiro. “ – comentou ele ao portal.

 

Muricy também fez críticas ao momento atual da seleção brasileira. Segundo ele, o Brasil perdeu sua principal identidade. “O Brasil virou um time normal, que não ganha de uma seleção europeia há muito tempo, principalmente em Copa do Mundo. De uns anos para cá, os europeus vieram para o Brasil buscar a nossa técnica e como jogar bonito. Nós fizemos o contrário e fomos buscar a força deles. Inverteu tudo. Ficamos com a força dos europeus e eles com a nossa técnica.” – concluiu.

 

Outro ponto interessante foi o ex-técnico falar de seu estilo de trabalho. “Eu tinha comando forte e isso esbarrava em muita vaidade e no futebol existe uma vaidade terrível. Se você me contrata, é do meu jeito. Eu não aceitava sair para jantar e ser amigo de dirigente. Meu lado social é horrível, eu sou anti social mesmo. E todo lugar que eu ia defendia a camisa do clube. O estresse ia me matar, por isso parei.” – concluiu.

 

Que homem! Muricy possui a essência do futebol clássico que consagrou o Brasil e o comando que todos os profissionais da nova geração precisam ter. Um dos maiores que passaram pelo São Paulo e deveria ter cadeira cativa em qualquer cargo do clube. Vida longa ao discípulo do Mestre Telê Santana e um dos maiores da nossa história.

 

Aqui é trabalho, meu filho!

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Hudson se sai bem em ‘teste de fogo’ e deveria se fixar na lateral direita

O volante Hudson mais uma vez foi escalado fora da sua posição de origem para atender a necessidade do Tricolor em fechar o lado direito no início da temporada. A vaga, inicialmente de Bruno Peres ou de Igor Vinícius, é um dos pontos fracos crônicos do clube há anos.

 

O jogador se saiu bem num verdadeiro ‘teste de fogo’ e anulou três jogadores de destaque nos mata-matas do Campeonato Paulista: a revelação Martinelli (Ituano), Dudu (Palmeiras) e Clayton (Corinthians). Nas seis partidas decisivas do estadual, Hudson dedicou-se na marcação e dá para afirmar que nenhum dos três pontas teve o destaque esperado contra o volante em nenhum dos jogos.

 

Na minha opinião, pela escassez do mercado e a não confirmação dos atuais laterais do elenco, Hudson deveria se firmar na lateral direita e seguir a trajetória de outro jogador que fez sucesso no clube quando mudou de posição: Juliano Belletti. Em 1996, a pedido de Telê Santana, o então volante foi contratado pelo Tricolor junto ao Cruzeiro em uma inusitada troca envolvendo cinco jogadores do clube (Gilmar, Vítor, Donizete, Aílton e Palhinha) contra dois da Raposa (Belletti e Serginho). Em 2000, numa conversa com o treinador Levir Culpi antes da estreia do tricolor no torneio Rio-São Paulo, Belletti se ofereceu a ajudar o treinador em uma necessidade de lateral-direito parecida com a atual e se encontrou na posição.

 

Com atuações de alto nível, Belletti fixou-se na lateral, chegou a seleção brasileira no mesmo ano e futuramente participou do grupo Penta-campeão do mundo. A carreira do lateral foi surpreendente: o atleta foi convocado mais de 50 vezes, defendendo a Seleção por quase cinco anos e foi autor de um dos gols mais importantes da história do Barcelona, tornando-o ídolo e embaixador mundial do clube catalão.

 

Não estou falando que Hudson será o novo Belletti. É muito improvável que o atleta atinja o estágio alcançado pelo ex-jogador mas, se mantiver as boas atuações na direita, será o titular do São Paulo no Brasileirão e na Copa do Brasil. Precisará treinar mais fundamentos da posição mas, como lateral, será muito mais útil ao clube que no meio-campo.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.