Search Results For : São Paulo FC

Ninguém é melhor para falar em nome do São Paulo na Europa que Raí

O Globoesporte.com divulgou mais uma viagem do diretor de futebol do São Paulo a Europa. Desta vez, os países e clubes não foram revelados mas a intenção de Raí continua a mesma: se reunir com clubes e dirigentes, expandindo contatos e buscando futuros negócios para o Tricolor.

 

Sendo bem claro: hoje em dia, ninguém é mais adequado para representar o São Paulo na Europa que o eterno e mais icônico camisa dez da história do clube. Além de ser figura reconhecida no velho continente, Raí tem ótima entrada pelo histórico adquirido como jogador no PSG. Lembrando que a última visita a negócios do diretor gerou polêmica entre os torcedores mas rendeu a chegada de Dani Alves ao clube. Raí negociava em segredo e pessoalmente com o hoje camisa dez do Tricolor.

 

Apesar de ter errado em algumas contratações, Raí hoje representa o que há de mais adequado para o São Paulo: ex-jogador consagrado, identificado com o clube que trabalha e alinhado com as necessidades do futebol moderno, tal qual Leonardo no Milan, Marc Overmars no Ajax, entre outros nomes. Com a vantagem de receber um salário condizente com sua reputação.

 

Errar e acertar faz parte do difícil trabalho do futebol. Jogadores que esperava-se muito, como Diego Souza e Nene, não deram resultado e atletas pouco conhecidos como Arboleda e Bruno Alves caíram no gosto do torcedor. O importante neste cargo é trabalhar para minimizar os erros e criar um ambiente de confiança no setor, atraindo bons jogadores para atuar pelo clube e trabalhando para que a instituição não fique defasada em relação a realidade que é o mercado de hoje do futebol mundial.

 

Entre erros e acertos, acredito que Raí vem cumprindo bem o papel.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Maicosuel é disparado a pior contratação do São Paulo na gestão Leco!

Nenhuma contratação foi tão desastrosa no São Paulo da gestão Carlos Augusto de Barros e Silva como a do meia-atacante Maicosuel. Contratado em junho de 2017 junto ao Galo para substituir a saída de Luiz Araújo para o Lille e tido na época como ‘desejo antigo’ do atual presidente, o atacante deu essa declaração no dia de sua apresentação:

 

“Andei oscilando um pouco. Ninguém entra para jogar mal e perder, mas acontece. Tenho status de bom jogador por alguma coisa que fiz. Em todos os clubes tentei dar o melhor. Às vezes, consegui. Oscilei um pouco. Espero retomar no São Paulo o status de bom jogador, incisivo, de jogadas e sem oscilar e sem lesões. Espero ser um grande jogador de novo.” – disse.

 

Maicosuel ganhou cartaz e o apelido de “Mago” no Botafogo, em 2012 porém a frágil condição física, aliada ao forte ‘extra-campo’, impediram sua continuidade no futebol. Quem paga o pato é o Tricolor: com 33 anos e contrato até janeiro do ano que vem, Maicosuel receberá do São Paulo cerca de R$ 1,5 milhão, sem a necessidade de chegar perto no CT da Barra Funda.

 

A contratação do atacante foi citada por Roberto Natel como exemplo de amadorismo no São Paulo. Em março, o atual vice-presidente disparou contra a centralização de Leco no caso: “Ele determina, faz e contrata. O Maicosuel foi um exemplo. Eu cheguei e disse para não contratar. Ele disse que iria contratar porque gostava. Eu disse: ‘presidente, olha na internet, ele não joga desde 2014’. Contratou e depois jogaram a culpa nos médicos.” – disse.

 

A denúncia é ainda mais grave dada a atual situação do jogador, praticamente aposentado no futebol. Pelo visto, o “Mago” continuará sem clube e recebendo do São Paulo uma fortuna mensal até o início do ano que vem.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

São Paulo: sequência para subir na tabela antes do jogo contra o líder!

O São Paulo terá três futuros compromissos que, teoricamente, o favorecem a voltar as primeiras posições do Campeonato Brasileiro. O Tricolor enfrentará o CSA no próximo domingo no Morumbi, visitará o Botafogo (ainda previsto para o Engenhão) no sábado do dia 21 de setembro e na quarta seguinte encara o Goiás em casa.

 

O CSA atualmente ocupa a zona do rebaixamento, com apenas três vitórias na competição. O Botafogo está na parte de cima da tabela mas ainda oscila bastante no campeonato. Já o Goiás, atualmente em décimo quarto, tem três derrotas, um empate e apenas uma vitória nos últimos três jogos.

 

Para mim, para continuar a sonhar com o título, será preciso obter no mínimo sete pontos dos nove em disputa. Em quinto na tabela e a oito pontos do líder Flamengo, o Tricolor contará com a volta de alguns jogadores lesionados, que o fortalece para os próximos confrontos. Vale dizer que neste paríodo, alguns adversários diretos do Tricolor terão confrontos entre si.

 

Logo após o jogo com o Goiás, o Tricolor vai encarar o atual líder Flamengo, no estádio do Maracanã. Se conseguir a boa sequência, o Tricolor terá motivos para acreditar em um bom duelo no Rio de Janeiro.

 

É acreditar, desacreditando.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Com Hernanes recuperado, Dani Alves jogaria no lado direito do campo?

O anúncio da volta de Hernanes aos treinos com o elenco (ao lado de Pato e Pato) é, para mim, a notícia da semana em um São Paulo tão afetado pelos desfalques nos últimos tempos. Uma baita notícia!

 

Segundo o Globoesporte.com, no treino desta terça o Profeta mostrou habilidade em um duelo com o oponente Vitor Bueno, deu dribles e fez gols de pé esquerdo e direito. Enfim, tudo indica que ele está novamente de volta ao batente, faltando apenas o tal do ‘ritmo de jogo’ que só se tem jogando.

 

Com a volta de Hernanes a função de armador, nosso técnico terá a chance de recolocar Dani Alves, maior contratação do ano, no lado direito do campo. O jogador estreou no São Paulo como meia e por ali ficou. Aí fica a pergunta: será que Cuca pensa em ter Dani Alves na direita?

 

Para que ele volta a jogar no lado que o consagrou como um dos maiores laterais do mundo, Cuca fatalmente terá que sacar Juanfran ou Antony daquele lado. Na minha opinião, Juanfran não sairá pois faz uma função que Dani Alves não executa: fechar defensivamente o lado direito e correr atrás de atacante. O camisa dez Tricolor se encaixaria melhor no lugar que atualmente é de Antony. Não vejo isso como um problema: o jovem da base poderia se manter titular e flutuar no ataque, ora ao lado de Dani, ora na esquerda, cortando e chutando a gol. Lembrando que Antony tem bom arremate de longa e média distância. Basta lembrar os gols da final do paulista e recentemente pela seleção brasileira, contra o Chile no Pacaembú.

 

O único entrave que vejo em Dani Alves na direita neste futebol brasileiro de mais correria e menos cérebro é que naquele setor ele terá que acompanhar mais os laterais adversários, algo que não faz com tanta intensidade atuando meio Tricolor.

 

Com todos esses ingredientes, vem aí mais uma pergunta ao torcedor. Será que Cuca apostaria em um time com Hernanes e Dani Alves juntos no time titular ou em apenas em alguns momentos dos jogos? Diga o seu palpite!

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Willian Farias quer jogar mais e destino do atleta deve ser em Recife

Willian Farias, experiente volante que chegou ao São Paulo no início de 2019, é outro que terá vida curta no clube. Contratado junto ao Vitória, o volante não tem chances de ser titular no elenco Tricolor e pediu para sair.

 

Seu destino provavelmente deverá ser o Sport, de Recife. Willian, de comportamento considerado exemplar no clube, veio a São Paulo ganhando menos que recebia no Vitória, seu ex-clube, e será emprestado sem custos ao clube pernambucano até o fim do ano, quando termina seu contrato com o Tricolor. O Sport pagará 100% dos salários. Vale lembrar que o jogador não pagou nada ao Vitória pelo jogador. Somente arcava com os salários.

 

Se de fato acontecer o empréstimo até o final do ano, foi mais um período excessivamente curto de chegada e partida de um jogador que obviamente não seria muito aproveitado no time principal. Willian realizou apenas quatro partidas como titular. Que tenha sequência na carreira atuando pelo Leão da Ilha.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.