Search Results For : São Paulo FC

As situações atuais de Jucilei e da ‘surpresa do dia’ Lucas Pratto

Nação do Maior do Mundo;

 

Segue nesse texto as situações atuais dos atletas Jucilei e Lucas Pratto, cogitados para vestir a camisa do São Paulo em 2017:

 

Jucilei – O atleta tem acordo com o São Paulo faz muito tempo. A retomada do interesse do Tricolor pelo volante foi revelada em dezembro, como uma das opções alternativas a Felipe Melo. Os chineses demoraram para avançar com a negociação porque, além do ano novo chinês, o Atlético Mineiro havia entrado na parada com cerca de um milhão de reais pelo empréstimo. Jucilei bateu o pé para jogar no São Paulo, o Galo trouxe o bom Elias e o caminho ficou livre, desde que o Tricolor igualasse a oferta feita pelos mineiros ao Shandong. Aparentemente essa oferta foi igualada e o jogador deverá vestir a camisa do Maior do Mundo até o fim de 2017. Já até cantou o hino

 

Lucas Pratto – O atacante também é sonho antigo do atual mandatário do São Paulo. Ano passado o Atlético recebeu uma forte sondagem e seu presidente entrou em acordo com Leco para a não negociação naquele momento. Agora, além da informação de Caio Ribeiro, segundo uma fonte fora do futebol e próxima a um fundo de investimentos, o contrato de Pratto com o São Paulo já estaria até na mesa do presidente Tricolor e há chance de bom desfecho. Pratto é um dos atacantes pretendidos na lista de centroavantes do São Paulo, divulgada no blog meses atrás.

 

Opinião: não tem como questionar a capacidade dos dois atletas que, sem a menor sombra de dúvida, mudariam o patamar do elenco Tricolor no ano. Porém, prudência e Renato Gaúcho feeelings não fazem mal a ninguém: só comemoro com ambos vestindo a camisa, treinando e participando do apito inicial de um jogo. Será que serão apresentados no domingo? Torço para isso.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Lyanco próximo do Atlético de Madrid. Estamos liquidando a nossa base?

Nação do Maior do Mundo;

 

A informação veio através do jornalista Gustavo Ribeirão, do canal FOX Sports: o São Paulo acertou a venda do zagueiro Lyanco com o Atlético de Madrid por cerca de R$ 20 milhões.

 

O Tricolor havia recusado uma oferta de R$ 17 milhões da Juventus, de Turim. Ao que parece, se a informação da FOX estiver correta, o clube aceita o grande valor oferecido e Lyanco jogará em um importante clube espanhol. Porém, a saída só será efetivada na janela do meio do ano, jea que estão encerradas as inscrições de atletas sul-americanos para a Europa.

 

Se confirmar a venda, será um bom valor para um zagueiro ainda em formação e o São Paulo, deste modo, chegará bem próximo a meta de vendas do ano com apenas dois atletas. O clube alivia o caixa mas terá que sair novamente atrás de um novo zagueiro para compor o elenco, ou efetivar os jovens Kal ou Tormena para a equipe profissional, como era o desejo de Ceni.

 

Que esses valores definitivamente salvem o clube dos juros altíssimos dos bancos credores. Caso contrário veremos mais e mais jogadores da nossa base se mandarem para fora do país (a boas cifras, diga-se) mais cedo que o desejável.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Vamos fechar a casinha, Rogério?

Nação do Maior do Mundo;

 

“Não vamos esperar nenhum time, seja grande ou pequeno. Somos o São Paulo e temos de ir para frente, com tranquilidade e organização”. Essas foram algumas palavras do atacante Chavez em coletiva dada a imprensa na tarde desta segunda-feira, no CT da Barra Funda.

 

O argentino deu a letra do que será a filosofia do Tricolor nos cuidados de Rogério Ceni: um time que privilegiará a iniciativa do jogo, a posse de bola e agressão ao adversário, no sentido esportivo da palavra, é claro. Por outro lado, na hora de propor o jogo frente a primeira bem montada equipe do ano, o time descompactou feio e falhou demais no que foi o melhor setor em 2016: a defesa.

 

É complicado iniciar um ano precisando remontar todos os setores do campo e as mudanças defensivas foram drásticas: Bruno voltou a lateral direita, Buffarini jogou no lado esquerdo e, principalmente, Rodrigo Caio foi adiantado, dando seu lugar a Douglas. De todos (inclusive o goleiro), apenas Maicon se manteve em sua posição original do ano passado.

 

Um bom time se começa com uma boa defesa e esse feito o São Paulo, entre muitos prós e contras, conseguiu em 2016. Por isso, antes de implementar uma ideia de jogo que será assimilada com tempo, apoio e uma boa dose de paciência da torcida, Rogério deveria recompor novamente sua defesa, para não ter problemas com resultados ruins no início da temporada.

 

Há dois caminhos possíveis: a manutenção da linha de quatro defensores, com Rodrigo Caio ao lado de Maicon e mais um homem no meio ao lado de Thiago Mendes enquanto Jucilei não aparece na frente da zaga ou o consagrado esquema com três zagueiros, com Rodrigo Caio atuando como líbero e alas nas extremidades do campo, um esquema que também pode dar certo pelas características mais ofensivas de Buffarini, Bruno, Foguete e Júnior.

 

O que me deixa bastante otimista é a inteligência de nosso técnico e, principalmente, a sua capacidade de enxergar jogos. Na própria coletiva pós jogo contra o Audax, Ceni disse que tem muito o que fazer no time. Certamente já está de olho em tudo que foi dito nessas linhas.

 

É hora de fechar a casinha.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Tabelinha entre TRI Mundiais!

A primeira decisão! O São Paulo não terá muito tempo para juntar os cacos após a péssima estréia no Campeonato Paulista. Quinta-feira o clube já tem a primeira decisão no ano e vai definir vaga na Copa do Brasil contra o Moto Club em São Luis. Jogo único, casa do adversário e a pressão de uma derrota retumbante são os desafios do Tricolor, que ao menos conta com a vantagem do empate no novo regulamento. Estarei presente em São Luís para apoiar o São Paulo.

 

O adversário O Moto tem uma vitória e duas derrotas em jogos oficiais, em 2017. Começou o campeonato maranhense perdendo do Cordino fora de casa (1×2), ganhou do Americano no Castelão (2×1) e perdeu do Bahia na Copa do Nordeste no Pituaçu (2×0) no último sábado. Quem assistiu o jogo do Moto contra os baianos viu um time defensivo, que apostava nas ligações diretas.

 

Cão de guarda! A iminente chegada de Jucilei deverá acabar com o problema de compactação defensiva no São Paulo. Rodrigo Caio voltaria a zaga ao lado de Maicon e o novo volante protegeria melhor a defesa, facilitando o trabalho de Thiago Mendes ou Cícero. Pelo menos essa é a minha expectativa em relação a chegada de um reforço tão desejado há anos pelo clube.

 

O reencontro! Mais de onze mil ingressos já foram vendidos para São Paulo e Ponte Preta, jogo que marca o reencontro do torcedor com Rogério Ceni, agora técnico do clube. As vendas prioritariamente foram negociadas com sócios torcedores. Nessa semana o torcedor que não é ST poderá adquirir seu ingresso no site oficial de vendas. Mesmo esquema do ano passado: arquibancada só terá vendas online.

 

Dança das cadeiras! As eleições no mês de abril farão um mal absurdo neste início de temporada. Após a definição dos candidatos (Leco, Natel e Pimenta), bastou a primeira derrota para que algumas pessoas já ‘politizassem’ o resultado dentro de campo nas redes sociais e em grupos de whatsapp. A boa notícia é que, com o novo estatuto funcionando de vez à partir da posse do novo presidente, as eleições ocorrerão somente em dezembro, o ‘menos pior mês’ para uma eleição de clube.

 

Novos Mantos Os novos uniformes #1 e #2 da Under Armour já foram apresentados aos lojistas. A previsão é que eles estejam disponíveis nas lojas em abril. Também há uma expectativa enorme do torcedor para que a marca aumente a capacidade de produção das linhas de treino e viagem, que foram um sucesso de vendas no ano passado e se esgotaram rapidamente nas lojas e no site oficial do clube. O objeto mais desejado foi o agasalho vinho com gorro.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

OPINIÃO Audax 4×2 São Paulo

Nação do Maior do Mundo;

 

Não foi a estréia que o torcedor do São Paulo imaginava. Descompactada e repleta de erros defensivos, a equipe de Rogério Ceni sucumbiu diante do melhor conjunto do Audax e saiu da esvaziada Arena Barueri com uma significativa derrota.

 

Apesar do placar elástico, não vi domínio do Audax em cima do São Paulo. A equipe de Osasco fez a diferença nos lances capitais, contrastando com as bobeadas defensivas e a falta de compactação do Tricolor. A dupla de zaga Douglas/Maicon não se entendeu e Rodrigo Caio, que foi bem como zagueiro no ano passado, jogou boa parte da partida como primeiro volante. Creio que isso será corrigido com a iminente chegada de Jucilei. Foram quatro gols de tudo quanto é jeito: bobeada com a bola rolando, bobeada com a bola parada, pênalti infantil e “até” gol fruto de ótima jogada do adversário. Deu para ver claramente que o time arriou do meio do segundo tempo em diante. Nos poucos minutos que a equipe foi compacta, ela correspondeu.

 

Foi doído e nunca será normal perder assim de um time pequeno, mas quem entende de futebol já sabia a dureza que seria a partida. Nem céu nem inferno: não podemos endeusar nem crucificar ninguém no primeiro jogo da temporada regular. Ganhar o Paulista é muito difícil mas eu acredito que esse time ainda vai evoluir nos próximos jogos. Mas é preciso reforçar o elenco com mais um ou dois nomes de qualidade.

 

Nota dos personagens da partida:

 

Sidão Estrear com quatro gols não é bom para nenhuma goleiro. Nota: 4,5

Bruno Era para ele estar marcando de cabeça na bola parada? Nota: 4,5

Maicon Assim como todo o sistema defensivo, foi mal. Nota: 4,5

Douglas Desentrosado e sem ritmo de jogo. Falhou muito. Nota: 3,5

Buffarini O pior em campo. Uma atuação para esquecer. Nota: 3,0

Rodrigo Caio Melhorou quando voltou a ser zagueiro. Nota: 5,5

Thiago Mendes Tímida partida de alguém que será o motor do time. Nota: 5,0

Cueva Discreto no apoio. Boa cobrança no travessão. Nota: 5,5

Wellington Nem Saiu logo no início do jogo. Sem nota.

Luiz Araujo Muito pouco em campo. De novo, escolhas erradas. Nota: 4,5

Chavez Dois gols, algumas chances desperdiçadas e muita luta. Nota: 7,5

Cícero Entrou no lugar de Nem e virou até homem de área no fim do jogo. Nota: 5,0

João Schimdt Outro que foi apenas mais um no meio. Nota: 5,0

Gilberto Entrou no desespero, para bolas aéreas. Nota: 4,5

 

Rogério Ceni “É bom para cairmos na realidade” – disse Rogério na coletiva. Estréia ruim no início de sua trajetória. Mesmo com o ‘perigo’ da estréia, o time não poderia perder por um placar tão elástico. O time não foi compactado como deveria e não pressionou a saída de bola como deveria e deixou o adversário jogar a vontade. Como disse: não é o céu e nem é o inferno. Nota: 4,5

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.