Search Results For : São Paulo FC

Veja como participar da “Escolta Tricolor” do CT até o Pacaembu

A Polícia Militar de São Paulo e a Torcida Independente tiveram uma reunião na manhã desta sexta-feira para tratar dos aspectos da “Escolta Tricolor” que a organizada promoverá com os demais torcedores no início da tarde deste sábado.

 

Segundo a diretoria da torcida, ficou acertado que 12h30 todos que estiverem no CT da Barra Funda sairão em ônibus, carros e motos e “escoltarão” o ônibus da delegação Tricolor até o final da Avenida Pacaembu, na ação que poderá ser a maior caravana de escolta da história do futebol mundial. Com a escolta, os torcedores esperam fazer uma grande corrente para que, mais uma vez, os jogadores sintam o apoio e a certeza que a torcida do São Paulo estará ‘jogando’ com eles dentro de campo.

 

Importante: a Ação foi idealizada pela Independente mas é aberta para todos os torcedores que quiserem participar de uma das ações mais criativas, genuínas e engajadoras do atual futebol brasileiro.

 

É também importante lembrar que os artigos da torcida organizada (uniformes, batuques e bandeiras), liberados para o jogo do Flamengo, estão vetados para essa partida, sendo permitidas apenas a camisa “Resiste 45 e a Proibição”, além das camisas normais usadas pelos torcedores do clube. A boa notícia é que à partir de janeiro as camisas brancas e adereços deverão ser liberados para as torcidas organizadas, retornando a festa dos estádios.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Chancela da FIFA tem importância zero para o torcedor que viveu os mundiais

A FIFA reconheceu como campeões mundiais os clubes vencedores do Mundial Interclubes, confronto disputado de 1960 a 2004 apenas entre o campeão europeu e o sul-americano. A decisão foi tomada nesta sexta-feira, em reunião do Conselho da entidade em Calcutá, na Índia. Deste modo, os títulos do São Paulo diante do Barcelona (1992) e Milan (1993) agora são chancelados pela entidade máxima do futebol.

 

O que quer dizer isso para o são-paulino que viveu aqueles momentos gloriosos? Nada. O torcedor do São Paulo sempre soube que tais títulos representaram a honra máxima daqueles anos e desde aquele tempo passa de pai para filho a história como ela é e a importância de Raí, Zetti, Telê Santana, Cerezo entre outros tantos personagens que preencheram com orgulho a sua história.

 

A importância da chancela da FIFA nesta sexta vale apenas para as futuras gerações, evitando confusão na contagem dos clubes e torcedores. Apesar da decisão desta sexta ter importância zero para o são-paulino, ela reascende outra discussão: como é possível existir campeões mundiais num mesmo ano (2000)?

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Tabelinha entre TRI Mundiais!

Sem mamão com açúcar! – O Cruzeiro espera contar com Hudson para 2018. A Raposa cogita ceder jogadores em troca pela permanência do volante, valorizado pela conquista da Copa do Brasil e sugerido por Mano Menezes, que permanecerá no clube. O São Paulo que não facilite. Quem não lembra do episódio “Willian Bigode”? Os mineiros fizeram jogo duríssimo com o Tricolor e o atacante acabou parando no Palmeiras. Querem troca? Nada de reservas ou Edimar. Que envolvam um titular na negociação. Que tal Thiago Neves para início de conversa? Ou paga a multa que é o mais simples.

 

Nome duvidoso – A ventilação do nome do atacante do Goiás Carlos Eduardo para o São Paulo em 2018 atiçou alguns torcedores dos dois clubes. Em Goiânia, há torcedores esmeraldinos comemorando a possível saída do jogador. “Só corre, não faz mais nada” – é a justificativa de muita gente. Alguns são-paulinos que acompanham o atacante na série B do Brasileirão também não se empolgam com o nome, Muito menos com a pedida do Goiás. O clube pede $6 milhões de euros pelos direitos da sua revelação. Tá de sacanagem?

 

Palco das estrelas! – O U2 encerrará nesta quarta-feira os shows em São Paulo, com mais uma apresentação no estádio do Morumbi. Com as quatro noites de show da banda irlandesa, o estádio do São Paulo completou 182 apresentações em sua história, iniciada em 1981, com a vinda do Queen. Ainda há mais duas apresentações garantidas neste ano: o cantor Bruno Mars estará no estádio mais grandioso da cidade nos dias 22 e 23 de novembro.

 

Parabéns! – A Embaixada Bahia, uma das mais tradicionais de fora do estado de São Paulo, está completando quatorze anos de existência. Os baianos comemorarão o feito em uma tarde ‘absolutamente Tricolor’, com muita feijoada, música ao vivo e resenha com o clássico San-São. Será neste sábado, 28/10 à partir de meio-dia e o valor da entrada será de R$10,00 por pessoa, com bebida à parte. Local: Sabores da Vila – Travessa Armando Tavares, n° 01, Vila Laura (travessa em frente ao Acarajé da Lu). Confirme presença com Cheng (71 99959-8888)

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Cueva admite falta de determinação após se lesionar no primeiro semestre

O meia Cueva foi o protagonista da coletiva pós-treino desta quarta-feira. Entre perguntas e respostas triviais, o meia peruano admitiu pela primeira vez uma falta de determinação após a grave lesão na coxa que o tirou dos jogos decisivos do Campeonato Estadual e Copa do Brasil.

 

“O futebol é feito de momentos. Comecei o ano bem com todo o grupo. Depois tive uma lesão e não tive a mesma determinação dentro do time. Mas nunca me escondi e valorizo isso.” – admitiu aos microfones dos jornalistas.

 

Essa falta de determinação foi muito criticada por mim na época que a janela estava aberta. Cueva precisava apresentar mais comprometimento com o São Paulo, conforme escrevi nesse texto do início de julho. O ponto positivo é que o jogador reconheceu isso e é outro em campo. Outro ponto que também vale citar é que o peruano era mal aproveitado dentro de campo: jogava o fino da bola na seleção e cumpria função burocrática nos lados de campo atuando pelo Tricolor. Dorival enfim ajustou isso e Cueva voltou a ser decisivo. Não é à toa que, mesmo inconstante, o time voltou a vencer jogos.

 

Cueva é o tipo do atleta que precisa de constante atendimento e motivação. Não é só um trabalho físico ou tático. Mexe com o psicológico também. Aliás, para quem não gosta do jogador, Cueva é o maior ‘garçom’ e o terceiro maior artilheiro deste ano. Fará falta nos jogos em que estiver na sua seleção.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Pivô de renúncia de Aidar brilha na série B e pode retornar. Ele interessa?

O Paraná Clube está quase lá. Após a difícil vitória sobre o Vila Nova na Vila Capanema, a equipe paranaense deu um passo muito importante rumo a série A em 2018 e um dos protagonistas do time que assumiu a vice-liderança provisória do torneio pertence ao Tricolor.

 

Iago Maidana, de 21 anos, vem brilhando na série B, com segurança defensiva e faro de artilheiro. Com cinco gols na competição (ao lado de Robson, outro conhecido do torcedor Tricolor), ele brinca que luta contra o atacante Alemão pela artilharia. “se bobear eu roubo a 9 dele” – disse ao Globoesporte.com

 

Sem querer, o zagueiro foi pivô do caso que desencadeou a renúncia do ex-presidente Carlos Miguel Aidar do São Paulo, após revelação de comissões indevidas em sua negociação. Emprestado ao clube paranaense até o final deste ano, ele agora é cotado para fazer parte do elenco Tricolor em 2018. O São Paulo procura zagueiros para suprir a saída de Lugano e uma possível investida em Rodrigo Caio e a chegada de Maidana no ano que vem seria uma solução caseira bastante viável. Porém, apesar da ótima fase, o jovem não poderia ser o único reforço do setor e creio que o clube também esteja monitorando jogadores mais experientes para o elenco.

 

É bom sempre ponderar que um elenco de clube grande precisa ter sempre entre cinco e seis zagueiros para compor treinos competitivos e prever convocações e lesões nos seus atletas. Além de Rodrigo Caio e Lugano, o São Paulo atualmente conta com o equatoriano Arboleda, Bruno Alves, Aderllan (também emprestado junto ao Valencia) e eventualmente Éder Militão para a zaga.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.