Search Results For : São Paulo FC

Thomaz: uma aposta de 30 anos!

Nação do Maior do Mundo;

 

Eu estaria mentindo se dissesse que vi Thomaz atuando em mais de duas partidas.

 

Na verdade só o vi uma vez em campo: contra o Palmeiras pela Libertadores 2017. A impressão foi boa. O meia ex-Jorge Wilsetermann mostrou habilidade e rapidez para incomodar bastante o volante Felipe Melo. O porco ganhou da equipe boliviana apenas no último minuto da prorrogação.

 

Amigos que viram a atuação do meia contra o Peñarol disseram que Thomaz foi ainda melhor. O jogador foi indicado pelo Departamento de Análise e Desempenho do São Paulo e agradou Rogério Ceni. “Rei das estatísticas”, Thomaz foi aprovado e será inscrito nos jogos importantes que a equipe fará em abril.

 

Agora zera tudo. O atleta de 30 anos, ex-base do Corinthians, com atuações pelo Internacional e rodagem pela Bolívia terá que provar que também é bom vestindo a camisa de um clube com grande destaque no cenário mundial. Com mais marcação contra e menos espaços, esses números tendem a cair e o rendimento é outro caso não mostre qualidade. Pelo que fez na Libertadores, é uma boa aposta mas o vínculo de três anos se tornará um tormento caso não mostre eficiência.

 

Enfim, é uma aposta do treinador e sua equipe de scout, sem valor de mercado, que pode virar mesmo na casa dos 30 anos como o Mineiro em 2005 ou não virar, como aconteceu com o também trintão Paulo Assunção, em 2012. Vamos ver se acertamos desta vez.

 

Boa sorte a ele e muito trabalho a vista, pois abril será puxado!

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Éverton Ribeiro nos planos: Tricolor procura Al-Ahli e discute aquisição

Nação do Maior do Mundo;

 

São Paulo e Flamengo disputam a repatriação do meia atacante Éverton Ribeiro.

 

A notícia, especulada em primeira-mão pelo blog dia 21 de março e confirmada pelo portal Lance! tem agora novos e esperançosos capítulos. Segundo o jornalista Jorge Nicola o Tricolor consultou o Al-Ahli, detentor dos direitos federativos do jogador e estaria mais próximo da pedida árabe (algo em torno de R$ 16 milhões de reais por 50% dos direitos econômicos) que o rubro-negro.

 

Uma das dificuldades é o alto salário do jogador. Éverton Ribeiro terá que abrir mão do alto salário que recebe no mundo árabe, mas parece que o jogador já estaria alinhado com a realidade de qualquer clube brasileiro que deseje repatriá-lo neste momento. Segundo Jorge Nicola há ainda um valor a ser pago ao seu empresário como comissão de negociação. Mais detalhes estão no blog do jornalista.

 

A consulta existe, mas ainda não há certeza que o negócio será sacramentado, ainda mais pelas cifras envolvendo o Al-Ahli e os custos do próprio jogador. Com Felipe Melo não deu certo; com Lucas Pratto, deu. O fato é que o Tricolor tem pressa para definir a situação pois a janela de contratações fecha dia 04 de abril, mês de grandes decisões para o clube, dentro e fora de campo.

 

Além disso há o aspecto técnico. Cueva, meia titular da equipe e da seleção peruana se machucou no jogo contra o Uruguai e deve desfalcar o time nos próximos dias. O jogador não tem substituto no elenco, já que Lucas Fernandes também sofreu um estiramento nesta terça-feira e Shaylon, segundo Ceni, ainda precisa se desenvolver mais no profissional. A esperança é que o peruano tenha apenas uma contratura muscular, o que ocasionaria menos tempo mais rapidez na sua recuperação.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Tabelinha entre TRI Mundiais!

Tem que poupar! O jogo desta próxima quarta-feira valerá menos que o raro descanso que os titulares terão para os próximos e decisivos jogos do mês de abril. Garantido na fase decisiva do Paulista e com jogos pela Sulamericana (ida na Argentina) e o mata-mata contra o Cruzeiro pela Copa do Brasil, o elenco Tricolor terá que se desdobrar no mês que vem para cumprir todo o roteiro sem descartar nenhuma das três competições. Por isso, a possível vantagem para quartas e semi do Paulista é o que menos importará agora. Ceni precisa estar com o time tinindo para os grandes desafios que virão por aí.

 

Quem sai? O São Paulo terá que cortar um atleta da fase decisiva do estadual para inscrever Edimar, único suplente de Junior na lateral esquerda. Com apenas 28 vagas (sendo que 3 são de goleiros) a equipe pensa em tirar Breno, Douglas, Lucão ou Wellington. Na minha opinião, um dos três zagueiros deve vazar dos jogos decisivos. De todos, Douglas foi o jogador que mais falhou no tempo que atuou nesta temporada mas não descartaria Breno, que ainda sofre com contusões pós-reabilitação.

 

Dica do Perrone! Boa oferta para quem tem filho pequeno. A São Paulo Mania baixou preços para camisas 16/17 infantis. Temos a camisa amarela, a camisa #1 e uma preta de treino a partir de R$ 69,90. Vale conferir neste link.

 

Tudo acertado! O Tricolor deu fim ao problema com a Corr Plastik, patrocinadora do clube. A marca tinha, até a chegada de Rogério Ceni, um acordo para expor seu logo também nos uniformes de toda a comissão técnica. Por questões contratuais entre São Paulo e Ceni, esse item do contrato passou por uma readequação. Enquanto não se chegava ao acordo, o logo da empresa foi usado em alguns jogos na área nobre do uniforme, causando desentendimento entre alguns torcedores por pura falta de informação.

 

Müller, a Biografia | Reta final! Falta menos de um mês para o projeto da biografia do jogador Müller sair do ‘projeto’ e virar realidade. A partir de R$ 20,00, além de ter o livro de um dos maiores jogadores do São Paulo, você terá agradecimento especial na edição. Veja como participar aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

OPINIÃO São Paulo 1×1 Corinthians

Nação do Maior do Mundo;

 

Clássico com muita polêmica, pouca bola e infelizmente um óbito no Morumbi. Sem seus principais jogadores, o São Paulo aumentou o histórico recente de invencibilidade diante do rival (agora são quatro jogos sem perder dos alvi-negros) e já está classificado, pois o Red Bull perdeu para o Botafogo em Campinas.

 

Antes da opinião do jogo, a nota de falecimento: o torcedor Bruno Pereira da Silva morreu ao cair do alto da arquibancada superior para o lado de fora do estádio, quando tentava pular de um setor para o outro. Uma tristeza e um aviso: vejo muita gente fazendo isso e se equilibrando de pé no apoio de concreto da arquibancada laranja. Não brinquem com o perigo. A vida é muito frágil.

 

Sem rodeios: o Tricolor deixou de ganhar esse jogo pela ausência de Cueva e Pratto. Se sem os dois melhores do time já fica difícil ganhar um jogo normal, imagina num clássico, quando o resultado é definido pelos detalhes. Rogério Ceni recuou Wellington Nem para fazer a função de Cueva e o time começou muito bem a partida, com toques envolventes e pressão no campo de ataque. A esquerda foi bem acionada com Luiz Araújo e Júnior e não fosse a falta de um ‘metedor de bolas’ como Cueva, o São Paulo poderia ter levado muito mais perigo ao gol de Cássio. Aos poucos o adversário equilibrou as ações e o primeiro tempo terminou morno e com poucas chances reais.

 

O gol de Maicon, minutos depois de uma grande chance desperdiçada por Luiz Araújo, botou fogo no  segundo tempo. Gostei da comemoração, com o zagueiro imitando o tradicional apelido corinthiano. Até o Twitter oficial do rival perdeu a linha! Com vantagem no placar, o Tricolor poderia ter acalmado o jogo e gastado mais a bola mas, na tentativa de alongar o placar, cometeu o descuido fatal na única jogada que poderia sair um gol dos rivais. Araruna não acompanhou no lado direito e a bola foi muito bem lançada para Jô, no meio dos zagueiros, marcar de cabeça o gol do empate. Sem Cueva e Pratto, condutores dessa equipe, o São Paulo sentiu o empate e não conseguiu voltar ao ímpeto de mandante. O adversário também não fez questão de se lançar a frente, e o jogo terminou por aí.

 

Claro, teve polêmica. Wellington Nem poderia ter sido expulso antes dos acréscimos e nunca na jogada que levou o vermelho, assim como Pablo, que estava amarelado e deveria ter ido para o chuveiro em uma entrada para amarelo em cima do próprio Nem. No final, placar igual e um jogo para ambos os clubes esquecerem a não ser pela comemoração do capitão Maicon. Provocação faz bem quando é bem feita e essa já ficou gravada na história!

 

Nota dos personagens da partida:

 

Renan Ribeiro Partida bem segura. Golaço do técnico em mantê-lo. Nota: 7,0

Araruna Disciplinado, fez bom jogo improvisado na direita. Nota: 6,5

Maicon Comemoração genial. Até o twitter do rival perdeu a linha! Nota DEZ!

Rodrigo Caio Bom jogo, com boas antecipações de bola. Falhou no gol. Nota: 6,5

Junior Primeiro tempo melhor, mas vem mantendo regularidade. Nota: 7,0

Jucilei Melhor partida com a camisa do São Paulo. Nota: 7,5

Thiago Mendes Mais adiantado, tentou jogadas, sem muito sucesso. Nota: 6,0

Cícero Partida regular, melhor no primeiro tempo. Nota: 6,5

Wellington Nem Não conseguiu fazer a do Cueva. Expulsão injusta. Nota: 4,5

Luiz Araújo Alguns lampejos de bom futebol. Perdeu gol na cara do Cássio. Nota: 4,5

Gilberto Não foi bem. Não prendeu a bola do gol adversário. Nota: 4,0

Chavez Entrou no lugar de Gilberto e tentou jogadas na base da raça. Nota: 5,0

Neílton Com ele, o São Paulo joga com dez. Nota: 4,0

 

Rogério Ceni Se virou sem os melhores do elenco, mas o time não reage. Nota: 5,5

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Tabelinha entre TRI Mundiais!

Majestoso São Paulo e Corinthians chegam no clássico em baixa. Bem desfalcado nos últimos jogos, o Tricolor busca a volta da identidade ofensiva do início da temporada e espera ajustar sua defesa. Já o adversário, que também vem de sequência ruim, também busca afirmação e melhoria na parte ofensiva. Apesar da instabilidade e mesmo sem Pratto, Cueva e a defesa titular, o Tricolor já vendeu quase quarenta mil ingressos até essa sexta, mostrando que a torcida apoia o trabalho de Rogério Ceni. Além disso, a torcida única, medida preventiva contra a violência das torcidas no estádio, contribui para a chegada de mais público. Passaremos os 50 mil presentes.

 

Opções para o clássico Tanto São Paulo como Corinthians vem desfalcados. O Tricolor não terá Pratto, Cueva, Bruno e Rodrigo Caio, que segue como dúvida. Em compensação, Maicon e Cícero voltam. No lado do rival, o jornalista Vessoni disse ao blog que apenas Fágner e Romero estão fora, por conta das seleções brasileira e paraguaia. Os ingressos populares para o jogo de domingo estão quase esgotados, mas ainda há espaço nas numeradas e alguns camarotes. A Passaporte FC tem Aloísio Chulapa e Careca como estrelas em seu camarote. Já o Restaurante Amani, que fica no lugar do antigo Santo Paulo Bar, oferece buffet árabe de primeira qualidade para quem comprar vaga em seu camarote. Vale a pena conferir!

 

Abril decisivo! O mês que vem será intenso para o São Paulo. Além dos jogos finais do Campeonato Paulista, a equipe terá os confrontos de mata-mata contra o Cruzeiro pela Copa do Brasil e o jogo de ida da Sulamericana contra o Defensa y Justicia. Não bastasse isso, as eleições do clube estão previstas para dia 17 ou 18 de abril. Na minha opinião, o maior desafio da comissão técnica, preparadores e fisiologistas do clube será deixar o elenco apto para esse mês. Rogério, que tem proposta e sistema definidos e sofre com as diversas baixas, agora terá que definir os jogadores para as decisões, a começar pelo goleiro.

 

Volta das bandeiras? A Federação Paulista de Futebol e o Ministério Público voltaram a abrir discussão sobre a volta das bandeiras de mastro nas arquibancadas e consequentemente a volta das organizadas. A informação vem da Torcida Independente, que visitou o Dr. Paulo Castilho (Ministério Público), o Comandante Gonzaga e o Coronel Xavier, do segundo batalhão de choque.

 

Vai e vem do mercado Lyanco já viaja para a Itália na próxima semana. Já o lateral esquerdo Edimar, recém contratado, só poderá ser inscrito na próxima fase do estadual. O atleta também terá chance de enfrentar seu ex-clube no mata-mata da Copa do Brasil onde também será inscrito. A diretoria do clube descartou Everton Ribeiro mas extra-oficialmente alguns jornalistas ainda colocam o São Paulo como um dos interessados no jogador. A repatriação não é simples: o Al Ahli quer uma compensação financeira, além do alto salário pedido pelo atleta e as comissões proporcionais aos seus agentes.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.