Search Results For : São Paulo FC

Rogério volta para tentar escrever uma nova página de glórias no clube

Nação do Maior do Mundo;

 

“O São Paulo voltará a ser treinado por um são-paulino”.

 

A frase de Leco, presidente do Tricolor, no breve discurso de apresentação do novo treinador do clube não poderia ser mais feliz. Rogério Ceni foi apresentado como novo treinador do São Paulo nesta quinta-feira em uma mistura de emoção, curiosidade e saudosismo. O ídolo de milhares de torcedores do Tricolor concedeu entrevista coletiva e contou um pouco do que espera de sua nova fase no futebol.

 

Estive presente na coletiva de imprensa desta quinta-feira. Pelo curto tempo para um evento tão singular (a sala de imprensa do clube estava abarrotada de jornalistas, blogueiros e iluminados sócios torcedores do clube), poucas perguntas de fato técnicas foram aproveitadas para o treinador contratado. Normal, Rogério mal terminou os estudos para ser técnico habilitado na Europa para, segundo ele, se guiar pelo coração para atender um chamado do clube que tanto ama.

 

Deu para ver na cara dos sócios torcedores presentes a emoção do retorno. Mas Rogério mantém os pés no chão para aceitar críticas da função e trabalhar muito para colocar suas ideias em práticas, auxiliado por dois gringos de qualidade comprovada na Europa. Ele acredita que com os auxiliares e a comissão técnica fixa do clube, conseguirá compensar a falta de experiência na nova profissão com uma nova visão de trabalho.

 

Sobre sistema tático, Ceni foi direto: só poderá definir quando o clube definir o plantel, mas revelou preferência pela marcação alta, sempre buscando o gol. Em relação a treinamentos, o São Paulo terá mais trabalhos setorizados no campo, tempos mais curtos e mais intensidade, assim como é feito na Europa. A companhia de Michael Beale é o contraponto de experiência de Ceni, segundo o que o próprio disse. Diferente do M1TO, Beale tem todos os certificados europeus e passou pelas bases de Chelsea e Liverpool, com grande sucesso na metodologia.

 

Fico feliz e ao mesmo tempo apreensivo com a coragem de Rogério em encarar um desafio tão grande em sua primeira experiência como técnico. Ao seu favor, um legado que dá respaldo diante de uma torcida afoita por títulos importantes. Talvez ele seja o treinador com mais crédito na história do futebol brasileiro sem mesmo ter treinado nenhum clube sequer. O torcedor só não estará ao seu lado se o time não tiver um mínimo padrão tático dentro de campo. Mas Ceni é inteligente e sabe do que é capaz. Ele chega com vontade, infra-estrutura, amparo e vivência para tentar escrever uma nova página de glórias no clube que, sob sua batuta em campo, ganhou tudo que podia. Elogiou muito a base e os atletas atuais do profissional mas precisará de um elenco a altura, dentro das condições atuais do clube.

 

Se vai dar certo só o tempo dirá. Nós, tricolores, torceremos muito.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

São Paulo e Flamengo estudam negócio envolvendo Reinaldo

Nação do Maior do Mundo;

 

São Paulo e Flamengo estudam uma possível negociação envolvendo o lateral esquerdo Reinaldo. O atleta, que pertence ao Tricolor e fez um bom campeonato pela Ponte Preta, chamou atenção do rubro-negro, que acena com possibilidade até de troca por algum outro atleta.

 

Rogério Ceni pediu a permanência de Reinaldo no Tricolor, acreditando que ele possa ser o seu titular em 2017. Entretanto, a diretoria do clube pode negociar o atleta caso receba uma oferta interessante em troca. Um dos nomes especulados é o de Federico Mancuello, meia argentino que chegou ao Rio como um dos mais valorizados atletas do mercado sul-americano, mas que atualmente tem sido opção no banco de reservas depois da contratação de Diego.

 

Em 2016, Mancuello foi considerado pela revista inglesa “World Soccer Magazine” um dos 500 jogadores mais importantes do mundo. Ele atua no meio campo mas também joga de volante, lateral esquerdo ou até atacante pelos lados do campo. Outro jogador que interessaria ao tricolor é o atacante Everton.

 

Não é uma troca fácil nem para o São Paulo nem para o Flamengo. O Tricolor poderia até ceder mais um jogador além de Reinaldo, por um dos dois ou o rubro-negro simplesmente comprar os direitos federativos do atleta. Existe negociação e só o futuro dirá se será concretizada.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

OPINIÃO Camisa histórica e linda homenagem para os heróis da Chape!

Nação do Maior do Mundo;

 

O São Paulo fará história no próximo domingo. A tragédia envolvendo o avião da delegação da Chapecoense comoveu o mundo e promoverá uma alteração inédita no uniforme do último jogo do Tricolor no Brasileirão.

 

Pela primeira vez o clube adotará o verde em uma das cores de seu uniforme.

 

Por princípios e seguindo seu estatuto, o Tricolor nunca utilizou a cor verde, nem mesmo em uniformes de goleiro. A única vez que o verde entrou no uniforme foi no logo da Círio e em um detalhe do logo da marca Hero, com muitas críticas da torcida. Mas foram apenas detalhes de logomarca, que não compuseram o uniforme. Para domingo, os jogadores entrarão com uniforme preto e verde, a camisa terá apenas os escudos do São Paulo e da Chape, os números e nomes dos atletas falecidos e a inscrição #ForçaChape em verde, cor do clube catarinense. Em uma das mangas existirá um selo preto com o número de mortos na tragédia de Medellín.

 

A camisa ficou maravilhosa e eu não veria receio nenhum em usar o verde na composição do uniforme Tricolor neste caso histórico. Embora o verde não fazer parte do meu vestuário, usaria essa camisa fácil. Apesar da richa histórica entre São Paulo e Palmeiras (que para mim e para muitos torcedores é maior que a richa entre Palmeiras e Corinthians) o motivo é mais que nobre. Parabéns diretoria por fazer história e ajudar o próximo num contexto tão triste.

 

Este uniforme não será largamente comercializado. O motivo é simples: o tempo de produção deste tipo de material seria de no mínimo seis meses a um ano desde a compra dos tecidos (importados), corte, costura, transporte, venda as lojas e etc… As camisas utilizadas pelos jogadores no jogo serão leiloadas em prol das famílias dos 19 jogadores falecidos. Ainda não se sabe como será o processo de leilão.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Dica de natal: Camisas a R$ 99,90 cada!

Nação do Maior do Mundo;

 

A São Paulo Mania colocou novamente as camisas #1, #2 e #3 com preço de R$ 99,90 cada. Somente nesta quarta (07/12), as peças estarão num super preço e frete grátis. É economia de mais de 50%. E mais: a Camisa Tricolor Celeste caiu para R$ 39,90!!!

 

Seguem os links:

Camisa #1: http://bit.ly/2fnksK7

Camisa #2: http://bit.ly/2fljmv4

Camisa #3: http://bit.ly/2ghVue2

Camisa Tricolor Celeste (R$ 39,90): http://bit.ly/2dF3Qym

 

Super dica de natal para quem ainda não tem ou quer dar para a família.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Michel Bastos: saída à francesa!

Nação do Maior do Mundo;

 

“Sair à francesa” é uma frase que significa ir embora de um evento social sem se despedir de ninguém e com a maior discrição possível, tentando não se fazer notar. No popular, é o famoso “sair de mansinho”, “sair de fininho” e “tirar o time de campo”.

 

Parece que é exatamente o que Michel Bastos fará no Tricolor: tirará seu time de campo da maneira mais discreta possível. Dispensado dos compromissos em 2016, o jogador está na França e, segundo o jornal L’Équipe, procura clube por lá. O meia inclusive negocia a rescisão contratual com o clube e pode deixar de ser moeda de troca para virar jogador livre no mercado, caso perdoe algumas dívidas com o Tricolor. Caso a liberação aconteça, o São Paulo deverá economizar cerca de R$ 4 milhões com os salários do atleta. Michel tem contrato até o fim de 2017.

 

Decepcionante fim para um jogador que veio sob a batuta de ‘craque’ (palavras de Ataíde Gil Guerreiro, vice de futebol na época), teve participação muito importante na campanha do vice-campeonato Brasileiro de 2014 e almejava ser líder do elenco mas se envolveu com polêmicas com o ex-técnico Osorio e principalmente com as torcidas organizadas, saindo de ‘herói para vilão’ na cabeça de muito torcedor.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.