Search Results For : São Paulo FC

O dia D de Diego Lugano

Na história, o Dia D aconteceu no dia 6 de junho de 1944 e promoveu o desembarque de soldados Aliados nas praias do Norte da França. O objetivo era libertar a França do domínio nazista e pressionar a Alemanha com outro front de batalha.

 

Já no São Paulo Futebol Clube, essa segunda-feira poderá ser considerada o dia D para um dos maiores ídolos da história recente do clube. Nesta data Diego Lugano, ou “Dios” para muitos são-paulinos, poderá definir se aceitará o cargo oferecido pela diretoria do clube ou continuará com a carreira de atleta, jogando por uma outra agremiação mundial.

 

Propostas não faltam para o uruguaio, porém Lugano recebeu e gostou da oferta Tricolor. Segundo o UOL, ele permaneceria no CT da Barra Funda, em um cargo ligado à comissão técnica e trabalharia com os jovens atletas, moldando-os de acordo com os ideais vitoriosos do clube. Lugano teria muita facilidade: ele é espelho e referência para muitos iniciantes. Além disso, “Dios” trabalha com a já consagrada motivação uruguaia, tão apreciada pelos Tricolores.

 

Por que Dia D? Porque hoje Lugano está em São Paulo e participará de um jantar beneficente, ao lado de Aloísio. Não duvido que, antes do jantar, ele possa ter passado na presidência para informar sua decisão final. Torço com todas as minhas forças para um final feliz, e que Lugano venha trabalhar com Raí e Ricardo Rocha. Um São Paulo vencedor começa com um corpo executivo vencedor, coisa que perdemos ao longo do tempo com as saídas de muitos profissionais gabaritados em glórias.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Sem Scarpa, São Paulo deve voltar a mirar “antigos alvos” no mercado

O São Paulo ainda procura um ou dois jogadores para o seu setor ofensivo. Dorival Junior pede atletas velozes, de boa porcentagem de assistências e de tiro a gol, para aumentar o número de gols do Tricolor em relação a 2017.

 

Sem Gustavo Scarpa, melhor assistente do Brasileirão 2017 e bom de chutes a gol, o clube volta a mirar com mais intensidade “antigos alvos” que procura no mercado. O atacante Marinho é um deles. Dono de um bom Brasileirão em 2016, o jogador tem os predicados procurados: É veloz, trabalha pelas pontas e tem faro de gol. Os valores entre os pedidos pelo Changchun Yatai e o São Paulo não são tão distantes. O maior entrave são os salários que o jogador recebe na China. Com 21 gols em 43 jogos, Marinho foi líder em dribles certos do Brasileirão do ano retrasado.

 

Há outros atletas sondados pelo Tricolor, como Gabigol, em situação indefinida na Internazionale, e Carlos Eduardo, atacante do Goiás também pretendido pelo Flamengo, mas ainda há a (boa, digamos) possibilidade de algum atleta vir de fora do país. Enquanto Raí e seu staff trabalham para fortalecer o elenco, o torcedor aguarda pelas novidades neste início de temporada.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Caso Scarpa: hoje São Paulo sofre com aquilo que fazia na década passada

A novela envolvendo o nome de Gustavo Scarpa deixou o torcedor do São Paulo (e de todos os clubes interessados nos serviços do jovem meia-atacante) apreensivo. Uma ‘gameficação’ de situações que incomoda até quem gosta de bastidores do vai em vem do mercado do futebol.

 

Após a liminar obtida que deferiu pela rescisão unilateral do contrato com o Fluminense, choveram propostas de trabalho para o jogador: São Paulo, Palmeiras, Corinthians, Atlético MG e, dizem, Flamengo. A notícia do interesse rubro-negro foi por hora negada pelo jornalista Mauro Cezar Pereira.

 

Tirando o São Paulo e o Galo, os outros clubes aguardaram o atleta estar livre do seu clube para oferecer propostas sem passar pelo crivo do Flu. Ainda tentando um acordo pelas ‘vias normais’, isso é, entre os clubes, o São Paulo hoje sofre com o que melhor fazia na década passada: buscar oportunidades de atletas em litígio com seus clubes.

 

Era um procedimento quase padrão da “era Juvenal Juvêncio” e virou até referência no mercado brasileiro. O caso mais clássico foi o de Dagoberto, que gerou um estresse enorme entre a direção do Atlético Paranaense e o jogador que até hoje não pode passar perto da Arena da Baixada. Porém, existem muitos outros exemplos, até mesmo contra o Tricolor, como a situacão do meia Oscar, hoje escondido na China.

 

A direção ainda acredita que poderá ter acordo entre o jogador e o Fluminense e o São Paulo diz publicamente que não entrará em leilão pelo atleta. Mas a verdade é que, se o clube carioca atrasou em seis meses o FGTS, em quatro meses os direitos de imagem e não pagou o 13º salário de 2016 e 2017 ao atleta, as chances de Scarpa ganhar na justiça é muito grande.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Janela européia: São Paulo receberá ofertas por dois ou mais jogadores

Janeiro é o mês em que as janelas de transferências estão abertas para transferências de atletas entre os clubes de futebol no mundo todo. Alguns países variam a data de abertura e fechamento, porém a maioria dos países europeus abre entre 01 e 05 de janeiro e fecha entre 31 de janeiro e 02 de fevereiro.

 

O São Paulo deverá receber no mínimo duas propostas por seus jogadores neste início de ano, durante a janela do meio de temporada dos clubes europeus. Um dos atletas assediados é Junior Tavares. Ele tem proposta do turco Galatasaray e, segundo o jornalista Jorge Nicola, está fora dos planos de Dorival Junior.

 

Ainda segundo Nicola, o clube turco está disposto a pagar € 1,5 milhão por 100% dos direitos econômicos do atleta. Como o São Paulo tem 50% do jogador, a tendência é que Junior seja negociado caso o Galatasaray aumente bem a oferta para algo em torno de € 4 milhões.

 

Outro jogador assediado por europeus é o equatoriano Robert Arboleda. O novo camisa 5 do time pode receber nos próximos dias uma oferta da Lazio. Os italianos pretendem contar com o zagueiro neste início de ano mas o São Paulo deverá fazer jogo duro pelo seu jogador. Arboleda, contratado “via” departamento de análise de desempenho, está nos planos da comissão técnica e é considerado um atleta de bom valor agregado para o elenco. Este o Tricolor não tem interesse na saída.

 

É importante lembrar que, em entrevista realizada para o Globoesporte.com, Arboleda pensou até em sair do São Paulo no sufoco para sair da zona de rebaixamento e agora mira títulos junto com o Tricolor.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Atenção: Diego Souza chegou para jogar no São Paulo e não no Brasil!

Me incomodou profundamente a atitude de muitos jornalistas durante a coletiva de apresentação de Diego Souza, no CT da Barra Funda. Muitos demonstravam mais preocupação com a eventual ida do jogador para a Copa do Mundo da Rússia do que a expectativa com relação ao clube que o contratou.

 

Diego Souza chegou para jogar no São Paulo, clube que pagará seus salários, e não na seleção brasileira. O investimento foi alto e a convocação será consequência de um bom trabalho neste ano. Por isso não é de bom tom insistir com tantas perguntas de seleção em meio a uma apresentação dentro do ambiente de clube, com audiência sobretudo por torcedores do Tricolor.

 

Pode ser mero detalhe para alguns mas antes de torcer pela seleção, a maioria dos são-paulinos (ou torcedores de qualquer clube de futebol) esperam que os recém-chegados falem da expectativa no novo clube. Diego deverá jogar na posição que Dorival Junior quiser, não a que Tite preferir. A necessidade básica é do São Paulo e não da seleção brasileira.

 

Espero que ele faça parte da delegação da Copa, mas só irá se jogar bola pelo São Paulo, sem que ninguém force a barra. E é isso que mais me interessa neste momento. E garanto que é o que vale para quase todos os torcedores do São Paulo.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.