Search Results For : São Paulo FC

Camisas de jogo de Zetti, Hernanes, Lucas e outros jogadores vão a leilão

Nação do Maior do Mundo;

 

O site Idolos Eternos, reconhecido por artigos de atletas de todos os esportes, colocou em leilão camisas de jogo de vários atletas Tricolores. Entre as raridades, temos uma usada por Zetti em 1993, uma usada e autografada por Lucas em 2009 e uma usada por Hernanes também em 2009.

 

O acervo é de Denys Luctke Facincani (mais conhecido como Denys) lateral que atuou no Tricolor em 1987 e a renda será revertida para a instituição Igreja Cristã Evangélica de Praia Grande, indicação do próprio Denys. Considerando que as camisas foram usadas em jogo (com certificado de autenticidade), elas podem apresentar alguns sinais de desgaste, mas pelas fotos, elas estão em ótimo estado.

 

O leilão é feito no próprio site. Para dar o seu lance é preciso cadastrar-se e estar logado no sistema. O vencedor do leilão tem até 48 horas para efetuar o pagamento. Caso não ocorra dentro do prazo, o vencedor será transferido para o imediatamente anterior. Confira a data e horário de encerramento do leilão do produto de sua preferencia no próprio site Idolos Eternos.

 

Data de encerramento dos leilões:

 

Camisa Zetti: 19/01 (20h)

Camisa Hernanes: 20/01 (20h)

Camisa Lucas: 23/01 (20h)

Camisa Dodô: 24/01 (20h)

Camisa Denys: 25/01 (11h)

 

Quem dá mais? Clique aqui e veja as camisas.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

“Sonho todos os dias com o Cueva” – brinca volante do adversário do Tricolor na Copa do Brasil

Nação do Maior do Mundo;

 

O Moto Club, primeiro adversário do São Paulo na Copa do Brasil, está motivado para enfrentar o São Paulo no Castelão e, quem sabe, eliminar o Tricolor da competição que está entre as prioridades do clube em 2017.

 

Raphael Castelo Branco, colaborador do Blog São Paulo Sempre no Maranhão, esteve no CT Dr. José Pereira dos Santos e colheu importantes informações em uma entrevista exclusiva ao blog. Além da grande expectativa de em menos de 30 dias enfrentar o maior vencedor do país, quase todos os atletas pregaram o ‘imponderável’ do esporte bretão.

 

“Futebol é jogado e não falado” – disse o lateral esquerdo Chico Bala, que terá a provável missão de parar Wellington Nem. Já Felipe Dias, volante do clube maranhense, pregou respeito ao Tricolor mas disse que o time estará preparado para jogar contra o São Paulo de igual por igual. O jogador até brincou ao dizer que sonha com o meia Cueva todas as noites. O peruano jogará no seu setor. “Ei, Cueva: dia 09 estamos juntos” – disse ele.

 

Já o técnico Ruy Scarpino vê vantagem para o Moto Club no novo formato de decisão. “Isso evita uma viagem desnecessária em caso de jogo de volta. É bom que decide de uma vez” – disse ele. Apesar do sonho do volante Felipe Dias, o treinador não vai armar uma marcaçnao especial em cima do peruano. “Vamos estudar e trabalhar o jogo, sem definir marcação especial em ninguém” – finalizou.

 

O jogo contra o Moto Club, que definirá o classificado para a próxima fase da Copa do Brasil, será realizado dia 09 de fevereiro. Será apenas o segundo compromisso oficial do clube após a pré temporada nos Estados Unidos. Apesar da vantagem do empate, é bom o Tricolor ficar bem atento.

 

Estarei em São Luis torcendo pelo nosso Tricolor.

 

PS Agradecimentos especiais a Anderson Lima e toda equipe de assessoria de comunicação do Moto Club pela gentileza de ceder os profissionais para entrevista.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Polêmica envolvendo Álvaro Pereira poderia ter sido evitada pelo próprio atleta

Nação do Maior do Mundo;

 

O lateral esquerdo Álvaro Pereira, que em 2014 fez parte do elenco do São Paulo, é figura central de uma polêmica envolvendo uma tentativa de retorno ao futebol brasileiro. O uruguaio quer retornar ao país atuando pelo Corinthians, um dos rivais do Tricolor na cidade.

 

Segundo matéria do UOL, o jogador irritou funcionários do clube alvo-negro ao enviar seguidas mensagens oferecendo seus serviços na lateral ou até como zagueiro, se fosse o caso. Em mensagens privadas (whatsapp), Álvaro teria até ofendido o Tricolor na tentativa de ganhar pontos com os profissionais corinthianos que abordou.

 

Tive acesso aos prints das conversas e, de fato, são reais. A ofensa ao São Paulo está lá mas, diferente de outros casos, não vi intenção premeditada do uruguaio em ofender o clube que atuou. Para mim foi apenas uma tentativa desesperada de ficar por cima na opinião dos funcionários do clube rival na “proteção” de uma conversa privada. Por sua raça e dedicação (e não pela qualidade refinada de futebol) Álvaro conquistou respeito e admiração de boa parte da torcida Tricolor. Agora, mesmo sem intenção, creio que muitos torcedores terão uma outra opinião sobre ele. O atleta negou o teor da conversa com os funcionários do Corinthians no próprio portal UOL, declarou que não ofendeu o clube em seu instagram e anda triste com a situação, que na minha opinião poderia ter sido evitada por ele mesmo.

 

Este caso (entre tantos outros) é mais um alerta para todos os atletas profissionais. Nunca vale a pena ofender instituições ou pessoas de seu ambiente de trabalho, mesmo em conversas reservadas. O ‘print screen’ é uma realidade que acaba com a privacidade do futebol e de tantas outras profissões. Vale a pena consultar uma agência de comunicação, fazer um media training ou negociar através de representantes capacitados.

 

Essas medidas citadas evitariam muitas situações constrangedoras como essa.

 

Caso encerrado. Segue o jogo!

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Tabelinha entre TRI Mundiais!

Vontade e Torcida! Conforme disse no meu último post sobre o assunto, o retorno de Calleri ao São Paulo depende muito da vontade do jogador e das poucas oportunidades boas no mercado europeu. Diferente de algumas notícias publicadas, o jogador não quer jogar no modesto Las Palmas. O grupo de investidores que o tirou do Boca tenta arrumar algum clube de ponta para o centroavante. Calleri já acertou salários com o SPFC. A torcida é para que o grupo não arrume nada interessante em solo europeu. Rogério quer, o clube quer, Calleri e seu pai querem, mas a ordem é ainda esperar o andamento das negociações desta janela.

 

Atravessando fronteiras O São Paulo usará a Florida Cup para iniciar um trabalho inédito de aproximação com os torcedores do exterior, algo muito pedido por são-paulinos que moram fora do Brasil. Os planos do Tricolor incluem embaixadores do exterior (tal qual um projeto em andamento com as embaixadas daqui) e até planos para a abertura um escritório de marketing nos EUA.

 

Encontro Americano Dia 20/01 ocorrerá o 1o Encontro de torcedores do SPFC na Florida, para quem estiver afim de se integrar. Será no Tin Roof Bar, na 8371 International Drive, Ste 100 – (ao lado da Orlando Eye/Palco da Fan Fest Florida Cup) à partir das 18h30. Mais informações no evento de Facebook e no Whatsapp do grupo de São-Paulinos na Florida: +1 813 334 3901 (Só serão aceitos residentes nos EUA)

 

Maranhão em festa! Dezenove anos depois, o São Paulo volta ao estado para jogar uma partida oficial. Daqui a exatos 30 dias o Tricolor estará em campo diante do Moto Club em São Luis, abraçado por uma torcida fanática de muitos torcedores do norte e nordeste do estado. Estarei presente para captar a festa e torcer muito. Que o São Paulo se prepare bem: apesar da vantagem do empate, algo inédito na regra da Copa do Brasil, é jogo único e o time em início de temporada não pode bobear.

 

Dica da semana Tá com a grana curta? A loja oficial do SPFC tem um link com vários produtos em conta, todos eles abaixo de R$ 50,00, incluindo calção e camiseta Under Armour, flâmulas, chaveiros e artigos para bebês. Vale a pena fuçar! Segue aqui o link: http://bit.ly/2iRJRxT

 

Boicote pessoal! Eu não vou ao jogo Audax x SPFC em Barueri e expliquei meus motivos neste texto. Quer mais um motivo para não ir? O torcedor, comparecendo ou não, não afetará economicamente o São Paulo pois o clube não receberá um centavo da bilheteria do jogo. Ao invés de justificar a necessidade do dinheiro para sanear os custos de um clube pequeno, o presidente do Barueri preferiu dizer que quer ganhar em cima do São-Paulino. Sendo assim, o Audax não merece a minha presença e o SPFC não perderá nenhum dinheiro por isso.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Motivos para não comparecer a Audax X São Paulo não faltam. Vejam os meus:

Nação do Maior do Mundo;

 

A estréia do São Paulo no Campeonato Paulista não contará com a minha presença.

 

O Grêmio Audax, mandante do jogo, anunciou venda de ingressos a R$ 100,00 através de seu presidente na Rádio Jovem Pan. Pensando em faturar em cima da oportunidade de ter Rogério Ceni comandando oficialmente seu primeiro jogo no banco de reservas (o primeiro jogo oficial de Ceni será nos Estados Unidos), o clube de Osasco também mudou o local do jogo para atrair público Tricolor.

 

Assim como as organizadas do clube e tantos outros torcedores que se manifestaram contra esse procedimento, também não irei a Barueri. Além do valor de R$ 100,00 ser um absurdo para o torcedor (porém é um direito do mandante) a postura extremamente oportunista do representante do Audax ao anunciar o preço no microfone de um grande rádio mais uma vez vai contra meus princípios. Não entregarei um centavo sequer a qualquer coisa ligada ao presidente do Audax Marcos André Batista Santos, que já desrespeitou por diversas vezes o São Paulo e agora se vê em uma situação oportuna para lucrar em cima dele.

 

Considerarei a estréia do Rogério no Brasil diante da Ponte Preta, com casa cheia de são-paulinos, no maior templo do futebol paulista. Por mim Pintado dirigia o Tricolor em Barueri, com o time da Copinha. A Federação, que mais uma vez programou dois clássicos fora para o São Paulo (com mais um Sansão a ser jogado na Vila), continua também não merecendo meu apoio ao estadual. Prefiro tentar investir meu dinheiro para ir a São Luiz do Maranhão, assistir a estréia da Copa do Brasil diante do Moto Club, um torneio muito mais interessante que o estadual.

 

É bom lembrar que o último boicote a um jogo visitante do São Paulo funcionou: em março do ano passado, o torcedor do São Paulo não aceitou os preços de R$ 200,00 (R$ 100,00 meia) impostos pelo Palmeiras e o São Paulo teve menos torcida que o XV de Piracicaba no Parque Antárctica. Apenas 301 torcedores do clube compareceram.

 

Para este jogo, devido a estréia de Ceni, mais torcedores do SPFC irão comparecer que no Parque Antárctica, mas espero que o torcedor considere a verdadeira estréia a do Morumbi e que tenhamos um número mínimo de São-Paulinos nem Barueri.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.