Search Results For : Seleção Brasileira

Oscilando no Tricolor, Antony brilha na seleção olímpica. Veja os números:

O atacante Antony foi o destaque da Seleção Brasileira olímpica na última quinta-feira. Com dois gols e uma assistência, o jogador foi decisivo na goleada do Brasil diante da Venezuela por 4 a 1 no Estádio dos Aflitos, no Recife.

 

Os números de Antony na seleção e na equipe profissional do São Paulo são muito distantes. Pelo São Paulo, o atacante anotou três gols em 37 jogos, um inclusive na final do Paulistão. Uma média de 0,08 gols por partida. Já pela Seleção Sub-23, Antony anotou cinco gols em 7 jogos. Uma média de 0,71 gols por partida.

 

São números muito diferentes. Mas afinal, porque o atacante não repete ou ao menos não se aproxima da estatística da seleção? Não há uma resposta exata mas, observando os jogos da seleção olímpica e do Tricolor, percebo que na seleção Antony joga mais próximo da grande área. Já no São Paulo, ele muitas vezes inicia as jogadas quase na linha do meio campo, portanto mais afastado do gol. Também existe a oscilação natural da adaptação da base para o profissional. Na seleção olímpica Antony joga com atletas de sua idade contra atletas de sua idade. Isso também faz diferença, basta ver o período de adaptação que Vinícius Junior e Rodrygo são submetidos na Espanha.

 

Enquanto Fernando Diniz não recebe o atleta para os próximos jogos do Tricolor, vale observar Antony com a camisa amarela. A Seleção olímpica voltará a campo na próxima segunda-feira. O adversário será o Japão, na Arena Pernambuco.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

O decisivo Antony: três gols marcados em três finais disputadas, em 2019

O ano de 2019 está marcante para Antony. O atacante revelado na base Tricolor e atualmente o atleta mais valorizado no elenco anotou gol em todas as finais que disputou até agora, neste ano.

 

Foram gols na final da Copa São Paulo de Futebol Junior, na final do Campeonato Paulista e agora, na final do Torneio de Toulon (França) pela seleção brasileira, contra o Japão. O torneio é parte do preparatório da seleção para as Olimpíadas do Japão, em 2020.

 

 

Após marcar o gol, Antony comemorou com gesto típico dos ‘grávidos’. Colocou a bola por baixo do uniforme e saiu chupando o dedo. Vem aí um novo ‘craque dos gramados’? Pelo visto, sim.

 

 

Valorizado, o jogador e seus agentes atualmente negociam ajustes no modelo de contrato com o Tricolor. Na verdade seria um aumento da multa: o contrato permaneceria com a vigência atual (até setembro de 2023) mas teria o salário alterado. Esta alteração aumentaria a multa rescisória de Antony e protegeria mais o clube de investidas do exterior.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Estrangeiros ‘raíz’ elogiam beleza e gigantismo do Morumbi nas redes

A estreia do Brasil na Copa América, no Morumbi, expôs ainda mais o estádio Tricolor e sua beleza clássica ao publico sul-americano. Durante a festa de estreia e a partida entre brasileiros e bolivianos, diversos  ‘torcedores raíz’ estrangeiros publicaram elogios ao estádio nas redes sociais. Selecionamos alguns deles:

 

 

Apesar da partida ter conquistado uma renda recorde (a maior do futebol brasileiro até então), que daria para comprar os direitos de Thiago Volpi (por exemplo) o que se viu no Morumbi foi um público extremamente frio durante a apresentação da seleção brasileira. Os jornalistas Marcelo Hazan e Alexandre Lozetti (Globoesporte.com) resumiram o sentimento em suas contas de Twitter:

 

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Futebol é momento e Lucas Moura deveria estar na lista da Copa América!

O técnico Tite acabou de divulgar a lista para a Copa América, evento que será realizado no Brasil à partir do dia 15 de junho. E, mais uma vez acabou em polêmica a lista de convocados, principalmente no ataque.

 

Neymar, apesar dos últimos episódios, permanece convocado enquanto que Lucas Moura, grande herói dos três gols do Tottenham na classificação para a final da UEFA Champions League e Vinícius Junior, ficaram de fora. O ataque brasileiro tem David Neres (Ajax), Everton (Grêmio), Roberto Firmino (Liverpool), Gabriel Jesus (Manchester City), Neymar (PSG) e Richarlison (Everton).

 

A não convocação de Vinicius Junior eu até entendo. O jogador teve uma grave lesão e aos poucos retorna ao cenário do futebol pelo Real Madrid. Não dá para entender a não convocação de Lucas. Quando se trata de seleção brasileira, para mim vale a máxima “futebol é momento” e, neste momento, Lucas, o dono da maior performance de um brasileiro em uma Champions League, está jogando mais bola que pelo menos três dos atacantes convocados, incluindo o próprio Neymar.

 

Tem gente que aposta na ‘hierarquia’ como procedimento para convocações da seleção mas foi justamente esta metodologia que injustamente tirou o próprio Neymar (e Ganso) da Copa do Mundo de 2010, quando eram aclamados pelos torcedores. Por ser contra este procedimento, e até pelos poucos treinamentos que a seleções são submetidas, defendo que boa parte dos convocados sejam efeitos de um excelente momento em seus clubes.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.