Search Results For : SPFC

Onze anos de TRI Mundial!

Nação do Maior do Mundo;

 

Há onze anos o São Paulo conquistava de forma incontestável o seu terceiro mundial.

 

Em 1992, Raí fez a diferença com dois gols em cima do poderoso Barcelona de Johan Cruyff. Em 1993 Muller foi a cereja do bolo de uma equipe solidária, movida pelo craque Toninho Cerezo. Já em 2005 Mineiro fez o gol derradeiro mas foi Rogério Ceni quem brilhou com defesas milagrosas, eternizadas naquela conquista.

 

Foram mais de quinze mil torcedores do Brasil para o Japão, juntando-se outros quinze mil brasileiros com cidadania japonesa que torcem para o São Paulo devido as conquistas de 1992/1993. Só da Independente/Japão foram vinte ônibus para a final. Vivemos uma aventura completa, coroada por outro caneco dourado.

 

Hoje os tempos são outros. Com a conquista deste domingo o Real Madrid se distancia mais um pouco do Tricolor. São Cinco canecos para os merengues contra quatro para o Milan e três para Barça, Inter de Milão e o Tricolor. Será que com Rogério e uma nova filosofia poderemos tirar o atraso dos mundiais em 2018? Um passo de cada vez.

 

Mas que foi épico em 2005, foi. Obrigado, Maior do Mundo!

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Resenha com o Piratininga SPFC

Grande resenha com o brother Piratininga do Youtube Piratininga SPFC. Papo rápido sobre jogos e gols históricos e meus ídolos de infância. Também pitacos sobre o que esperar de um time dirigido por um MITO. A entrevista foi no Restaurante Amani, dentro do Sacrossanto Morumbi. Vai que é legal!

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

OPINIÃO: São Paulo 5×0 Santa Cruz

Nação do Maior do Mundo;

 

Mesmo com um ano tão tumultuado, tivemos um bom apagar das luzes. O São Paulo goleou o Santa Cruz no Pacaembú e deu um pouco de sorriso ao seu amado torcedor neste fim de temporada. O time terminou o Brasileirão na 10a colocação e manteve a média de ficar ao menos na parte de cima da tabela. Não é o ideal, mas é um alento.

 

Os cinco gols mostraram um São Paulo que não vimos em quase toda a temporada: um time jogando para um ataque eficiente. Foi uma festa, que começou com o gol relâmpago de David Neres e os golaços de Gilberto, Chavez e Luiz Araújo. Foi tão tranquila a apresentação Tricolor em cima de um despedaçado Santinha que o lance de maior emoção foi o injusto vermelho dado a Cueva. De resto, mesmo com dez, o Torcedor jogava em ritmo de “amigos do Thiago Mendes X amigos do Léo Moura”. Camisas comemorativas, homenagens no início e a bola rolando sem queimar nos pés dos protagonistas. Foi cinco, poderia ter sido dez. Até o terceiro goleiro Léo, que está de partida, teve seus  minutos de fama como capitão do time.

 

A vitória coroou um ano irregular. Mesmo com tanta decisão ruim dentro e fora de campo, o final do ano deu esperança para a entrada de um novo conceito, uma nova ideia vinda de uma pessoa que nunca foi técnico de futebol, mas que pode surpreender todos com muita competência e trabalho. Com Rogério foi sempre assim. E que assim seja em 2017!

 

Nota dos personagens do jogo:

 

Denis Partida tranquilaça. O Santa não ofereceu perigo. Nota: 7,0

Bruno Muito bem na direita. É bom jogador e merece 2017 no Tricolor. Nota: 7,5

Maicon Partida muito tranquila. Quase fez o seu de puxeta. Nota: 7,0

Rodrigo Caio Não teve trabalho com o adversário. Nota: 7,0

Buffarini Mais uma vez uma boa atuação na esquerda. Nota: 7,5

João Schmidt Bons lançamentos para os atacantes. Estilo clássico. Nota: 7,0

Tiago Mendes Velocidade e domínio no meio-campo. Tranquilo. Nota: 7,0

Cueva Expulso injustamente, prejudicando sua avaliação. Nota: 6,0

David Neres Gol relâmpago e muita velocidade na lateral do ataque. Nota DEZ!

Chavez Dois Golaços e muita vontade. Vibrou com a torcida no fim do jogo. Nota DEZ!

Gilberto Petardo e gol muito bonito. Nota DEZ!

Luiz Araújo Gol de personalidade. NotaDEZ!

Wellington Pouco tempo. Sem nota.

Léo Entrou mais como uma homenagem pela passagem no Tricolor. Nota DEZ!

 

Pintado Duas vitórias nos dois últimos jogos. Valeu, Pintadão da massa! Nota DEZ!

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Voto aberto no Conselho Deliberativo divide opiniões no São Paulo

Nação do Maior do Mundo;

 

Os sócios do São Paulo Futebol Clube votarão o SIM ou o NÃO do Novo Estatuto neste próximo dia 03 de dezembro. O estatuto promete entre outras coisas a modernização da gestão e o fim dos cargos de diretoria por indicação.

 

Porém, um dos itens presentes no novo documento ainda promove discussão entre conselheiros e sócios: o voto aberto no Conselho Deliberativo. Alguns conselheiros se manifestaram contra o sistema de votação, alegando que o voto secreto é uma conquista da cidadania. Newton Luiz Ferreira (o Newton do Chapéu) é um dos conselheiros contrários ao voto aberto. Ele alega que, por sua experiência no conselho, Ataíde Gil Guerreiro nunca teria sido expulso se o sistema de voto fosse aberto.

 

Os adeptos do voto aberto defendem o sistema no Conselho, dizendo que deste modo todos os sócios saberão o que seus representantes de fato estão aprovando ou desaprovando. Além disso, o voto aberto anula a possibilidade de um conselheiro vender seu voto para dois lados. Já houve caso no passado de conselheiro que vendeu seu voto para dois candidatos a presidente, me informou um dos conselheiros que defendem o voto aberto.

 

Eu acho que, neste caso, o voto aberto é o melhor. Não sou sócio do clube mas se fosse, gostaria que meus representantes votassem em coisas que eu acredito e que, por este motivo, os nomeei conselheiros. No São Paulo, o voto do sócio (que elege os conselheiros) é fechado e deve permanecer desta forma.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Rogério chega com a ‘bênção’ do torcedor e novas ideias. Entenda:

Nação do Maior do Mundo;

 

Rogério Ceni, o novo técnico do São Paulo, está com muito gás e pretende fazer uma ‘revolução’ no comando técnico do Tricolor. O nome ainda não foi confirmado oficialmente pelo clube mas desde ontem foi acertada sua chegada no lugar de Ricardo Gomes, que optou por não terminar o campeonato ao saber que não permaneceria no clube em 2017.

 

Apesar da rápida troca (jogadores foram avisados pelo whsatsapp), a decisão foi acertada. Ricardo não ficaria, portanto Ceni já participará da montagem do novo grupo, com novidades. Uma delas deverá ser a escolha dos seus auxiliares. Milton Cruz, companheiro de muitos anos, está descartado. Rogério pretende contar até com gente de fora do país para o ajudá-lo a dar uma visão diferenciada dos métodos aprendidos no período em que esteve em curso na Europa. A estadia com Osorio em 2015 pode ter influenciado nessa decisão.

 

Outra novidade é que o novo treinador pediu a contratação de um novo goleiro. Sidão pode ser anunciado com o aval do ex-capitão. Rogério gosta do modo como o atual goleiro do Botafogo joga com os pés e, apesar de não trabalhar com essa habilidade no Botafogo, Sidão aprendeu bem a trabalhar com os pés nos tempos de Audax. Resta saber se Sidão quebrará a promessa de ficar no Botafogo para que o negócio seja consolidado. Ceni também já avisou a diretoria sobre atletas que não quer contar no ano que vem. Sem citar nomes mas são mais ou menos os mesmos atletas criticados por boa parte da torcida do Maior do Mundo ao longo do ano.

 

Por falar em torcida, esse é o maior trunfo do novo e inédito técnico. Ceni vem ‘blindado’ pelo torcedor. Em outras palavras, qualquer insucesso em 2017 não será por culpa de quem estiver no banco e sim dos atletas. Até quando Ceni não será responsabilizado pelas arquibancadas? Não sei, mas acredito que por um bom tempo. A oposição do clube aponta cunho político na volta do ídolo. É óbvio e até natural. Qualquer pessoa (situação ou oposição) ‘usaria’ Ceni a seu favor. Lembrando que as eleições serão em abril de 2017 e Leco é candidato a reeleição.

 

Sempre fui a favor de Ceni retornar ao Tricolor, mas ainda tenho receio em relação a pressão do cargo e ao momento do clube. O São Paulo não ganha um título relevante desde 2008 e esse peso será passado dia a dia, mês a mês, ano a ano a qualquer profissional que estiver dentro do clube. Do roupeiro ao presidente. Rogério sabe disso mas, já que o MITO encarou de frente o desafio, o meu apoio será total, até porque é uma das pessoas mais inteligentes que o futebol brasileiro já teve nesses últimos anos.

 

Apoio ele terá. E muito.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.