Search Results For : Temporada 2017

OPINIÃO Chapecoense 2×0 São Paulo

O São Paulo sucumbiu mais uma vez no Brasileirão. Em Chapecó, a equipe até fez um bom primeiro tempo, mas com uma segunda etapa desastrosa dentro e fora do campo, os comandados de Dorival Junior perderam mais um ‘confronto direto’ e se complicaram na fuga da degola.

 

O primeiro tempo foi satisfatório. Mesmo com pouco perigo no gol do mandante, o Tricolor controlou bem o jogo e mostrou um pouco mais de organização que nas partidas do primeiro semestre. Já a segunda etapa foi um verdadeiro desastre. Dorival fez bem em trocar o fraco Nem por Marcinho mas errou feio ao tirar Cueva da partida. Mesmo não estando em sua melhor fase, o peruano era um pequeno ponto de lucidez criativo num meio combativo porém pouco inspirado. Ele estava querendo jogo. Depois de (mais um) gol sofrido de bola aérea, a velha falta de confiança voltou com tudo. O time não teve forças para sair da retranca formada pelos adversários e com muitos erros, ainda tomou mais um gol no apagar das luzes em falha clamorosa de Junior Tavares.

 

É até difícil comentar mais um resultado reverso; o fato é que a luta do São Paulo contra a degola neste momento está dramática e promete ter contornos dantescos até o final da competição. Ainda não chegamos no final do primeiro turno portanto ainda há chance de sair o mais rápido desse funil, desde que o grupo trabalhe muito e em sintonia para não repetir os erros crônicos que vem acontecendo desde o início do ano. Os próximos dois jogos serão no Morumbi e contarão com o apoio do torcedor. Não adianta chorar. Tem que levantar a cabeça e trabalhar.

 

Está mais que na hora de mudarmos a atitude e virarmos esse jogo!

 

Nota dos personagens da partida:

Renan Não saiu das traves no primeiro gol. Mais um tento de fora da área. Nota: 4,0

Bruno Partida medíocre. Briga feia com Buffarine na lateral. Nota: 3,5

Arboleda Estava bem mas assistiu a cabeçada no primeiro gol. Nota: 4,5

Rodrigo Caio Seguro. Nervoso após o placar adverso. Nota: 5,0

Junior Bisonho. Falhas nos dois gols da Chape. Nota: 2,5

Jucilei Partida ruim e falha no primeiro gol da Chape. Nota: 4,5

Petros Bem no primeiro tempo. Saiu na segunda etapa. Nota: 6,0

Gómez Esforçado mas ainda deslocado e improdutivo no ataque. Nota: 4,5

Wellington Nem Não é mais nem sombra do que era. Inútil. Nota 2,0

Cueva Boa partida no primeiro tempo. Não deveria ter saído. Nota: 5,5

Lucas Pratto Melhor que outrora mas muito pouco para ele. Nota: 5,5

Marcinho Pouco fez no lugar de Nem, mas é melhor que o titular. Nota: 5,0

Lucas Fernandes Se movimentou mas também produziu pouco. Nota: 5,5

Denílson Não mostrou futebol para ajudar a equipe no segundo tempo. Nota: 5,0

 

Dorival Junior O primeiro tempo foi aceitável. Errou ao tirar Cueva na segunda etapa. A equipe tomou o gol, a confiança desabou e as chances de gol, que eram raras, sumiram. Precisa tirar algumas apostas e trabalhar muito o técnico e o psicológico de cada jogador. Tá feia a coisa mas ainda há tempo e espaço para melhorar. Nota: 4,0

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Dorival muda a lateral direita. O que muda? Veja e comente a escalação:

O São Paulo está escalado para o confronto diante da Chapecoense neste domingo às 16h na Arena Condá, em Chapecó. O técnico Dorival Júnior promoveu uma mudança em relação ao empate da última quinta-feira. Na lateral direita, o argentino Buffarini dará lugar a Bruno.

 

Deste modo, a equipe que enfrentará a Chape será: Renan Ribeiro, Bruno, Arboleda Rodrigo Caio e Junior. Jucilei, Petros e Jonatan Gomez. Cueva, Wellington Nem e Lucas Pratto.

 

Bruno é mais ofensivo que Buffarini. A ideia neste caso é ter dois jogadores mais avançados nos lados do campo. Dorival deve revezas as subidas dos laterais e infiltrações nas diagonais, como acontecia nos seus tempos de Santos. Aos poucos o treinador vai implementando um novo modelo de jogo no time.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

 

OPINIÃO São Paulo 2×2 Atlético GO

Um segundo tempo com quatro gols diante do lanterna da competição num Morumbi com trinta mil pessoas em plena quinta-feira as 19h30. Em outros tempos, quem não podia acompanhar o jogo já imaginava uma goleada do São Paulo. Longe disso: com uma atuação irregular, o Tricolor não conseguiu ganhar do Atlético GO e ampliou seu calvário na zona da degola.

 

O primeiro tempo foi o retrato das atuações que eliminaram o time do Paulista, Copa do Brasil e Sulamericana. Quase 80% de posse de bola e nenhum chute a gol. Eu disse nenhum chute a gol. Contra o lanterna da competição! O Tricolor voltou com mais ímpeto na segunda etapa e aos trancos e barrancos marcou os gols que poderiam dar início a uma reação no Campeonato. Porém, mais uma vez erros primários da defesa impediram a equipe de tirar a zica na competição. Pior: com menos posse de bola, o Atlético GO teve chances de ganhar a partida em pleno Morumbi.

 

Uma vergonha!

 

A grande torcida do São Paulo, que encheu seu estádio e apoiou o time em plena crise, não merece presenciar essas cenas mais que lamentáveis. Somos fanáticos e apaixonados, mas tudo tem limite e temo que o limite do torcedor esteja se esgotando. Tudo bem que o trabalho de Dorival Junior esteja apenas começando e que a equipe não deixou de lutar nenhum minuto, mas está ficando cada vez mais difícil testemunhar um clube tão grande como o São Paulo nessa situação de tabela.

 

Sairemos dessa, mas está mais que na hora de reagir!

 

Nota dos personagens da partida:

Renan Sem culpa no placar, mas como toma gol de longe… Nota: 6,0

Buffarini Partida medíocre. Só luta não adianta. Nota: 3,0

Arboleda Começou bem mas se atrapalhou nos lances finais. Nota: 5,5

Rodrigo Caio Erro primário no segundo gol do Atlético GO. Nota: 3,0

Junior Outra partida horrorosa. Nota: 3,5

Jucilei Um dos poucos que se salva no meio-campo. Nota: 7,5

Petros Também teve boa presença no meio. Nota: 6,0

Gómez Muito pouco para quem tem que ditar a criatividade. Nota: 3,0

Wellington Nem Tropeça, cai, tromba e não joga bola. Nhaca. Nota 2,5

Cueva Tá zicado. Erro fatal no primeiro gol do Atlético GO. Nota: 2,5

Lucas Pratto Isolado e sem ânimo, mas foi dele o primeiro gol. Nota: 5,5

Lucas Fernandes Deu mais dinâmica no meio. Nota: 5,5

Maicinho Beíssimo gol, mas perdeu outro incrível. Nota: 7,0

Gilberto Pouco tempo em campo. Sem nota.

Dorival Junior Vai ter muito trabalho para organizar esse time, passando pela limitação dos laterais, a displicência de Cueva, a nhaca de Wellington Nem e a adaptação dos estrangeiros. O lance é trabalhar! Nota: 5,5

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Time escalado!

O São Paulo está escalado para a partida decisiva diante do Atlético GO no estádio do Morumbi. Dorival Junior juntou uma verdadeira legião estrangeira em sua estréia: nada mais, nada menos que cinco estrangeiros estarão em campo nesta quinta-feira.

 

O Tricolor que luta para fugir da zona do rebaixamento no Brasileirão contará com Renan, Buffarini, Arboleda, Rodrigo Caio e Junior. Jucilei, Petros e Gomez, Cueva, Wellington Nem e Lucas Pratto.

 

Considero a chance de Wellington Nem um ‘ultimato’. Depois de um início promissor e duas graves lesões, o atacante terá que mostrar futebol e eficiência para convencer os torcedores que poderá ser útil até o fim do sem empréstimo. Cueva é outro que tem chence de provar que não merecia ser barrado, como foi no último jogo diante do Santos.

 

É hora da virada. É hora de jogar bola!

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Mesmo no BID, Centurión não será mais aproveitado no elenco do São Paulo!

Centurion foi novamente inserido como jogador do São Paulo no BID. O jogador apareceu no registro brasileiro de atletas nesta quarta-feira. Mesmo assim a chance de se integrar no elenco e jogar pelo clube é mínima. Digamos, quase zero.

 

Campeão pelo Boca Juniors e valorizado na Argentina durante seu empréstimo, o atacante deverá ser vendido ainda nesta janela de transferências e o dinheiro deverá fazer parte do plano de compra do volante Jucilei.

 

Além do alto valor no mercado, o São Paulo possui muitos atletas estrangeiros e a permanência de Centurión no elenco limitaria ainda mais o uso dos gringos nas partidas. Com seis estrangeiros, o Tricolor já é obrigado a tirar um para obedecer a lei do Campeonato Brasileiro.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.