Search Results For : Temporada 2018

A atual situação dos atletas do departamento médico do São Paulo

O São Paulo iniciou a semana com o seu departamento médico bastante movimentado. Anderson Martins e Bruno Peres estão no departamento para tratar de lesões pontuais, ocasionadas na última partida diante do Fluminense, no Morumbi.

 

Eles se juntam a Everton (estiramento), Rodrigo Caio (dores no joelho direito), Gonzalo (dores musculares) e Araruna (tendinite). Bruno Peres é o que mais preocupa e tem sérias chances de ficar de molho por alguns dias. Uma nova avaliação será feita nesta terça-feira e, caso as dores diminuam, eles serão relacionados para a partida.

 

Caso Anderson Martins não atue, a preocupação será grande pois Arboleda foi liberado para os compromissos com sua seleção e Rodrigo Caio dificilmente retornará. Em compensação, para o lugar de Bruno Peres, Aguirre tem Regis recuperado. Para o lugar de Diego Souza, suspenso, Tréllez ganhará chance no comando de ataque.

 

Outro desfalque certo para duas rodadas é o volante Luan. Ele foi convocado para a seleção brasileira Sub-20 e não poderá ser relacionado contra o Atlético MG e o Bahia, os próximos compromissos do Tricolor.

 

Nene e Jucilei voltarão a atuar em Belo Horizonte.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Diego Souza ajuda o São Paulo muito mais que o torcedor imagina!

O São Paulo continua somando pontos e caminhando forte na luta pelo Campeonato Brasileiro, porém um grave erro de interpretação do árbitro Dewson Freitas (PA) na expulsão do atacante Diego Souza quase determinou a primeira derrota da equipe no Morumbi neste último domingo.

 

Pior que isso, o erro do árbitro induziu alguns torcedores a voltar no tempo e comparar o camisa nove do Tricolor ao antigo e intempestivo Diego Souza de anos atrás. Aquele atleta que perdia a cabeça facilmente por provocações de adversários. Desinformados, alguns são-paulinos chegaram a condenar o atleta nas arquibancadas e principalmente nas redes sociais.

 

Camisas comemorativas do SPFC até R$ 60,00 na São Paulo Mania.

 

Aquele descontrolado Diego Souza não existe mais. Com o passar do tempo o atleta se acalmou e, salvo a reação na partida de ida contra o Cólon (lembrando que Diego foi agredido em um lance anterior no jogo), não causa mais problemas dentro de campo. E mais: somente o elenco, funcionários e alguns diretores do clube tem a noção exata da importância de Diego para o São Paulo neste ano. É um jogador que agrega muito no dia a dia do clube, distribuindo experiência, liderança e tranquilidade aos mais jovens. Isso mesmo; tranquilidade.

 

Diego não é centroavante no sentido literal da função, isso é, de pegar a bola, partir para as redes ou ser aquele homem gol, mas sem dúvida prova jogo a jogo que faz muito bem o pivô e serve os companheiros na mesma (ou maior) proporção que faz seus gols.

 

Não se engane: Diego Souza é importantíssimo para este São Paulo de 2018.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

OPINIÃO São Paulo 1×1 Fluminense

Mais um empate entre o Tricolor Paulista e o Tricolor Carioca no Campeonato Brasileiro. Com a igualdade o São Paulo soma mais um precioso ponto em busca do título no torneio de regularidade.

 

Antes do lance que determinou o rumo da partida, o São Paulo até vinha construindo um bom jogo mas também sofria com o Fluminense, principalmente no seu setor direito. Bruno Peres ficou sozinho contra os rápidos atacantes cariocas, o que obrigou Joao Rojas e um dos volantes a compor o setor. Depois da expulsão de Diego Souza o que estava difícil ficou ainda mais complicado. Da arquibancada foi difícil analisar o lance e observando o twitter de alguns jornalistas no momento da infração, não existia consenso. Porém, conferindo o replay tive convicção que não houve lance para vermelho. Parece que para o árbitro não houve dúvida alguma. Completamente questionável.

 

Camisetas comemorativas em promoção na São Paulo Mania.

 

Com dez, o São Paulo jogou a maior parte do tempo atrás da linha da bola, tentando encaixar um contragolpe. O gol do Flu veio em um lance de erro de comunicação entre Anderson Martins e Sidão. Mesmo assim o time teve personalidade e Aguirre estrela para achar o gol de empate, proveniente de jogada de dois substitutos: Régis e Tréllez. Uma bela jogada do lateral e ótima finalização do ‘décimo segundo jogador do time’, mostrando que o São Paulo continuará vendendo muito caro derrotas neste torneio.

 

É ruim empatar em casa para a tabela, mas diante do contexto do jogo, foi mais um ponto que levamos para a luta do Brasileirão. Sem Nene, Everton e Jucilei, a equipe não rendeu tecnicamente o que costuma render, mas mostrou que não se entregará nunca. Nem com falha de arbitragem, nem com superioridade numérica de adversário e nem com adversidade no placar. Seguimos lutando!

 

Nota dos personagens da partida:

Sidão – O gol tomado contou com sua participação. Nota: 4,5
Bruno Peres – Sofreu com o ataque do Fluminense. Nota: 5,0
Anderson Martins – Falha no gol do Flu. Salvou no final. Nota: 5,0
Bruno Alves – Mais uma grande atuação no seu setor. Nota: 7,5
Edimar – Cumpriu o papel na linha defensiva. Nota: 6,5
Hudson – Achei que sentiu o físico na segunda etapa. Nota: 6,0
Liziero – Boa saída de bola e jogadas no meio. Nota: 6,5
Shaylon – Não conseguiu se impor na criação das jogadas. Nota: 4,5
Rojas – Ótimo primeiro tempo. Caiu na segunda etapa. Nota: 6,0
Reinaldo – Boa atuação na linha de frente e como lateral. Nota: 7,0
Diego Souza – Expulso prematuramente. SEM NOTA.

Tréllez – Entrou no lugar de Shaylon e foi o nome do gol. Nota DEZ!
Regis – Mais uma vez entrando bem. Bela jogada do gol. Nota: DEZ!
Luan – Com personalidade, substituiu Liziero no meio. Nota: 6,5

Diego Aguirre – Jogo difícil, contexto complicado de expulsão e ponto conquistado com sua estrela. Substituiu bem e contou com as ótimas participações de Regis e Tréllez.  Nota: DEZ!

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Tricolor: meio ‘made in Cotia’, Edimar na lateral e Reinaldo no ataque

Sem três dos seus pilares, o São Paulo deverá entrar em campo hoje no Morumbi com uma escalação bem diferente da usual. O time deverá contar com um meio campo bastante jovem e Reinaldo no ataque.

 

Sem Jucilei, Nene e Everton e com Hudson ainda sem estar em sua melhor forma, Aguirre deverá compor o meio com Luan, Liziero e Shaylon. São três garotos que outrora estavam em Cotia e que neste domingo deverão cuidar da transição meio-ataque do Tricolor.

 

Outra novidade é Reinaldo no ataque, com Edimar compondo a linha de quatro defensiva. A alternativa deu certo diante do Corinthians e o São Paulo venceu o clássico com atuação destacada do seu lateral. Reinaldo marcou dois gols na ocasião.

 

Camisas comemorativas em promoção na São Paulo Mania.

 

O maior problema de Aguirre será a falta de opções defensivas no banco. O elenco perdeu Arboleda (viajou para ver o filho e já jogar pelo seu país), Rodrigo Caio (sentiu a volta aos treinos) e Araruna (fora de combate). O técnico Tricolor subiu Igor Gomes para compor os suplentes e contará com Everton Felipe, Tréllez e Carneiro para eventualmente mudar o jogo no ataque.

 

O torcedor está entusiasmado e mais uma vez encherá as arquibancadas do Cícero Pompeu de Toledo. O estádio lotado conduzirá o time para mais um passo importante no Campeonato Brasileiro. Meu palpite: São Paulo 2×1 Fluminense.

 

Atualizado: a chance de Hudson jogar aumentou bastante. Ele deverá entrar no lugar de Luan, compondo o meio-campo com Liziero e Shaylon.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Preocupa e não preocupa: São Paulo tem saídas para ausência de Everton

O torcedor do São Paulo recebeu com lamento a confirmação do estiramento de Everton, ocorrido durante o jogo contra o Ceará no último domingo. O jogador ficará em tratamento e deverá voltar apenas no clássico diante do Santos, na Vila Belmiro.

 

É claro que a lesão atrapalha. Everton vive uma ótima fase e é um dos grandes responsáveis pela subida do Tricolor no ano. Dono de gols, assistências e pênaltis sofridos, o atacante justifica com resultado o alto investimento que o clube teve na sua aquisição. Porém, o clube se precaveu dessas situações ao também ter um elenco melhor e mais equilibrado para o ano. Além de Everton Felipe, contratado para suprir os velocistas Everton e Joao Rojas (eventualmente até Nene no meio), Aguirre tem formas de substituição com ‘qualidade aprovada’ em resultados dentro de campo.

 

Um deles é Reinaldo. O jogador substituiu o próprio Everton no clássico contra o Corinthians e o foi destaque do jogo com dois gols. Outra opção é adiantar Bruno Peres, com Regis na linha defensiva, alteração que funcionou na vitória contra o Ceará no domingo passado. Além deles, improváveis como Paulinho Boia ou até mesmo Toró podem ser testados nos treinos desta semana.

 

Por isso digo que a lesão confirmada de Everton preocupa e não preocupa o clube. Neste ano o trabalho de Raí e a pasta de futebol tem sido importante para que Aguirre consiga extrair a identidade pedida pelo torcedor. Certamente o Tricolor virá forte nos jogos que Everton não estará escalado: Fluminense (Morumbi), Atlético MG (Horto) e Bahia (Morumbi). A torcida também virá forte.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.