Search Results For : Temporada 2019

Ultimamente nada é ‘simples’ no departamento médico do São Paulo

O Reffis do Tricolor terá o retorno de Pablo. O camisa nove sofreu uma lesão nos ligamentos do tornozelo direito no clássico contra o Palmeiras, no último sábado, no Morumbi e deverá ficar cerca de um mês fora dos gramados.

 

A avaliação do departamento médico e fisioterápico do clube não aponta a necessidade de cirurgia. Menos mal se revermos o modo como ele deixou o campo porém ultimamente nada parece ser ‘simples’ no CT da Barra Funda. Basta lembrar que o próprio Pablo ficou de fora de importantes compromissos por um problema na panturrilha e, após diagnóstico, um cisto na região lombar. Boa recuperação a ele.

 

Outro que custa a voltar a campo é Joao Rojas. Contundido gravemente no joelho em outubro do ano passado, o atleta realizou a cirurgia de reconstrução dos ligamentos do tendão patelar do joelho direito e agora passará por um procedimento também considerado simples pelo departamento médico: a retirada de um ponto do joelho direito que causa dor ao atleta. Pelo visto a previsão de volta do equatoriano deverá se estender novamente.

 

Outro que está no Reffis é Liziero. Machucado no tornozelo desde o jogo contra o Bahia pela Copa do Brasil, o jogador não voltou com o elenco no retorno do Brasileirão mas está em fase final de recuperação. Outra lesão nada simples.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Muito cuidado com a tal ‘evolução’ citada pelo elenco após o clássico

Vi com bons olhos o primeiro jogo do São Paulo pós Copa América. Claro, o empate teve gosto amargo de derrota e em casa a prioridade de um clube grande como o São Paulo é ganhar os três pontos, mesmo contra o líder invicto há 33 jogos no Brasileirão (contando o ano passado), mas houve sim melhora na organização do time em relação aos primeiros jogos de Cuca no comando do Tricolor.

 

Elenco ressalta evolução após a Copa América (Globoesporte.com)

 

Porém, todo cuidado é pouco quando lemos que o elenco ressalta uma evolução. Foi apenas a primeira partida após a parada e eu prefiro esperar os dois próximos compromissos para falar (com vontade de falar) em melhoria de jogo. As partidas contra a Chape (Morumbi) e Fluminense darão um melhor cenário deste São Paulo que no momento é ‘meiúca’ de tabela.

 

Diante do Palmeiras vimos Pato e Antony dividindo funções ofensivas e defensivas, os laterais com alguma dificuldade de marcação e Volpi fazendo defesas difíceis, apesar do estranho lance no gol palmeirense.

 

O caminho para um São Paulo existe, mas prefiro aguardar essa propagada evolução para o pós jogo do Maracanã. O torcedor está cansado de tanta oscilação nas partidas do clube neste ano.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

OPINIÃO São Paulo 1×1 Palmeiras

Retorno de Campeonato Brasileiro, jogo contra o líder invicto do torneio, equilíbrio e um empate com gosto de derrota no Morumbi. É assim que resumo a partida equilibrada entre São Paulo e Palmeiras, com o placar somente decidido nos detalhes.

 

E os detalhes foram a saída prematura de Pablo, melhor em campo no primeiro tempo, o gol de costas tomado por Thiago Volpi e a bola do jogo, desperdiçada por Raniel. Três duros golpes em uma partida que até então estava vencida pelo Tricolor, mesmo aos trancos e barrancos contra o melhor elenco do país.

 

Sobre a contusão de Pablo, só nos resta torcer para que não seja nada grave. O camisa nove não merece ficar mais um tempo no Reffis e estava segurando muito bem a zaga alviverde. Outro que merecia melhor sorte era Thiago Volpi. Até o gol de empate, o goleiro era o melhor em campo, com duas ou três defesas difíceis, uma cara a cara dentro da pequena área. Pela reação do torcedor, não saiu de campo como vilão.

 

Dentro das possibilidades, vejo perspectivas de melhora no andamento do campeonato, mas é de se lamentar muito o empate quando as chances da primeira vitória em clássicos no ano era considerável. O bom público, perto dos quarenta mil torcedores, também me surpreendeu. Esperava menos.

 

Agora é rezar pela pronta recuperação de Pablo, treinar a formação na esquerda (Antony fez um bom lado direito com Hudson) e, pelo amor de deus, deixar esse time forte do primeiro minuto ao apito final. Tempo vem, tempo vai, e a equipe continua caindo de produção.

 

Nota dos personagens da partida:

 

Tiago Volpi – Vinha se destacando até o lance do empate. Azar. Nota: 7,0
Hudson – Fechou o lado direito e participou da jogada do gol. Nota: 7,0
Bruno Alves – Regular e sério nos desarmes. Boa partida.. Nota: 6,5
Arboleda – Não comprometeu, apesar do amarelo prematuro. Nota: 6,0
Reinaldo – Quase fez um golaço mas deve jogo na esquerda. Nota: 5,5
Luan – Tarefa difícil de anular Dudu e foi bem na maioria do tempo. Nota: 6,5
Tchê Tchê – Muita movimentação e rapidez. Caiu na segunda etapa. Nota: 7,0
Hernanes – Foi bem na partida, principalmente no primeiro tempo. Nota: 6,5
Pablo – Melhor do primeiro tempo, autor do gol e de ótimas jogadas. Nota: 8,5
Antony – Jogou para o time na recomposição e teve bons momentos. Nota: 6,5
Pato – Para mim, pareceu sentir o ritmo de jogo. Partida regular. Nota: 5,5

 

Raniel –  No lugar de Pablo, teve a bola do jogo. Nota: 5,5
Igor Gomes e Toró – Não tiveram tempo para produzir tanto. Sem nota.

 

Cuca – Primeiro tempo ótimo, com mais intensidade e organização que os jogos antes da Copa América. Segunda etapa com menos intensidade, sem Pablo e com as alterações que eram esperadas. Por pouco a vitória não vem. Nota: 7,0

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Sete motivos para o são-paulino acreditar na vitória no Choque-Rei:

São Paulo e Palmeiras se enfrentarão no Morumbi às 19 horas deste próximo sábado. Líder e vivendo um momento melhor que o Tricolor, o alviverde em 2018 quebrou um tabu de dezesseis anos sem vencer o rival no Cícero Pompeu de Toledo e vem embalado por uma vitória sobre o Internacional na Copa do Brasil. O São Paulo por sua vez não vence um clássico desde o ano passado e vive uma forte turbulência pela falta de títulos e constante troca de jogadores, diretores e gerentes no futebol.

 

Porém, apesar dos momentos distintos, há bons motivos para o torcedor acreditar em uma vitória no clássico do Brasileirão. Vamos listar alguns deles:

 

1) O melhor momento para o confronto

Se o São Paulo enfrentasse o Palmeiras antes da parada da Copa América, o risco de derrota era enorme. Hoje, com os dois clubes iniciando a sequência de jogos, as coisas se nivelam em termos de condicionamento e ritmo de jogo. Geralmente em início das temporadas, os clubes grandes costumam se emparelhar.

 

2) Estreia do ataque ‘oficial’ desejado pela torcida

Pela primeira vez Pablo, Pato e Antony jogarão juntos uma partida ‘prá valer’. Pablo volta de longa recuperação, Pato atuará diante do rival que disputou sua contratação com o Tricolor e, enfim, Antony está valorizado pela conquista do Torneio de Toulon e descansado após uma extenuante sequência no primeiro semestre.

 

3) Grande vantagem no Morumbi

O São Paulo perdeu o penúltimo clássico contra o Palmeiras em seus domínios mas mesmo com a recente derrota, o clube possui uma grande vantagem em relação ao adversário em seus domínios. Tem que fazer valer o fator campo.

 

4) Palmeiras poupará atletas

Por mais que tenha um elenco forte e homogêneo, o rival poupará peças importantes. Felipão já avisou que pelo menos cinco ou seis atletas que participaram da vitória sobre o Internacional descansarão para o jogo de volta da Copa do Brasil. O foco do rival está dividido.

 

5) Esperança em Hernanes

Hernanes enfim teve uma pausa para recondicionamento após pouco jogar na China e uma pré-temporada curta e desgastante no início do ano. Treina bem e terá condições de mostrar porque foi a maior contratação e grande esperança do torcedor.

 

6) Manutenção do time principal

Até este momento o São Paulo não se desfez de nenhum atleta do seu time principal. Em se tratando de Brasil isso é um feito, já que o clube tem sido criticado (com razão) por vender suas promessas para pagar as dívidas a curto prazo adquiridas pela má gestão no futebol. Do time, a princípio, apenas Arboleda está liberado para negociar e no momento nenhuma proposta boa para as duas partes chegou.

 

7) Fator torcida

Costumo dizer que torcida não ganha jogo, mas sem dúvida ajuda. O Morumbi deverá receber entre 25 e 30 mil torcedores. Para mim é pouco pela importância e pelos valores praticados dos ingressos, mas já dá para fazer uma fumaça na partida. Os ingressos estão à venda no site Total Acesso.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Veja quem Felipão poupará para o clássico e expectativa de público

O Palmeiras poupará grande parte dos seus titulares para o clássico contra o São Paulo no sábado, pelo Campeonato Brasileiro. O rival, que atuou na última quarta, informou o procedimento via Felipão, seu técnico, logo após a vitória sobre o Internacional, no Palestra Itália.

 

“Pela movimentação, entrega e ritmo, já prevejo, no mínimo, umas cinco ou seis mudanças para o jogo contra o São Paulo”disse o treinador ao Globoesporte.com

 

Tomando como regra o que Felipão tem feito nos seus revezamentos, a dupla de zaga será alterada (Luan e Gómez por Antônio Carlos e Edu Dracena), o lateral esquerdo deverá ser Victor Luis, Felipe Melo sai para a entrada de Thiago Santos, Zé Rafael sai para a entrada de Gustavo Scarpa) e Deyverson deve dar lugar a Borja.

 

Por outro lado, o Tricolor contará com as voltas de Pablo, recuperado da longa temporada no Reffis, Hernanes com bom condicionamento e Antony após a conquista do torneio de Toulon. O elenco aproveitou o treinamento da parada, resta saber se é o suficiente para uma arrancada na tabela.

 

Há esperança de uma boa sequência. Uma vitória contra o rival em casa e uma vitória contra a Chape também no Morumbi embalariam o São Paulo para o confronto contra o Fluminense no Maracanã, num fim de semana com possibilidade de muita presença de torcedor são-paulino na Cidade Maravilhosa. Mas para isso o torcedor precisa fazer a sua parte, enchendo o Morumbi e apoiando o time no Choque-rei. Não se iludam: mesmo sem meio time, o clássico de volta ao Campeonato Brasileiro continua duríssimo.

 

Por enquanto, perto de 20 mil pessoas reservaram seus lugares no Morumbi para sábado. Reserve o seu lugar (com bons preços) no site da Total Acesso. Apesar de não ser um domingo, o jogo às 19h é bom para quem vai e volta de transporte coletivo.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.