Search Results For : Temporada 2019

Sem quatro atletas para ‘jogo do ano’, veja a escalação ideal do Tricolor

O São Paulo não deverá contar com no mínimo três jogadores importantes para a partida de ida do mata-mata da Copa do Brasil. O Tricolor enfrentará o Bahia, nesta quarta-feira, no Morumbi.

 

Liziero e Arboleda são desfalques certos, enquanto que Hernanes e Antony correm sério risco de não reunirem condições para aquela que hoje é considerada a ‘partida do ano’ para o Tricolor. Além do título inédito, há uma premiação recorde em jogo. Atualmente a Copa do Brasil é o torneio de tiro curto mais rentável ao vencedor: além do título e a vaga direta na Libertadores 2020, o vencedor ganhará R$ 50 milhões limpos só de premiação, isso sem contar a bilheteria até a final.

 

Sem Arboleda, que deve voltar contra o Corinthians (e talvez ser seu último jogo com a camisa do São Paulo), Walce deverá ser mantido na zaga. Para a vaga de Liziero, Cuca deve manter Luan, que o substituiu no domingo. Para a vaga de Antony a tendência é a entrada de Everton e, enfim, Cuca promoverá uma briga pela posição do Profeta, caso ele não atue: Igor Gomes e Nene disputam a vaga no meio-campo. Na minha opinião, Igor deveria ser o armador da equipe nesta partida por tudo que provou nos jogos do estadual.

 

Portanto, na minha opinião, a melhor escalação sem os jogadores citados acima seria: Thiago Volpi, Hudson, Bruno Alves, Walce e Reinaldo. Luan, Tchê Tchê e Igor Gomes, Pato, Toró e Everton. Com Luan e Tchê Tchê dando combate, Igor terá chance de armar o jogo com Pato nos lados do campo, Toró no comando de ataque e Everton pelo lado esquerdo.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Lugano faz apelo ao são-paulino

Lugano, ídolo do São Paulo e superintendente de relações internacionais do clube, fez um importante apelo a torcida do São Paulo neste último domingo. Em seu Instagram, o dirigente convocou o torcedor para novamente comparecer em bom número no Morumbi, nesta quarta-feira, repetindo o espetáculo de presença diante do Bahia pelo Brasileirão.

 

 

“Agradecemos a presença dos 45 mil São-Paulinos que foram ao Morumbi. Infelizmente não foi possível vencer, mas precisaremos novamente de vocês na quarta, MUITO, no início já decisivo de nossa trajetória na Copa do Brasil” – escreveu o uruguaio em sua rede social.

 

Desta vez mais próximo do futebol, Lugano sabe da importância de ter o torcedor junto ao time, principalmente nas oitavas da Copa do Brasil, torneio nunca conquistado pelo clube. O ídolo Tricolor recusou ser candidato à presidência da Associação Uruguaia de Futebol e hoje participa das tomadas de decisões do departamento que tem Raí como diretor.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Cuca explica partida ruim do São Paulo diante do Bahia, no Morumbi

Cuca teve a entrevista pós-jogo no Morumbi para explicar o empate diante do Bahia no Morumbi. O técnico valorizou a marcação do adversário e, mesmo sem comentar a arbitragem, deu a entender que a expulsão de Toró freou o São Paulo no segundo tempo.

 

“Não tenho que falar sobre a arbitragem mas apenas lamentar a expulsão. Com o calor que tava, perder o Liziero numa entrada que não teve VAR, ainda tinha mais dois que eu tinha que tirar, que eram o Pato e o Hernanes, ainda tinha o Luan que voltava de lesão. Acho que aí perdemos a força. Tentamos ganhar, mas acabamos empatando.” – disse ele sobre o lance capital da partida. Cuca também lamentou muito a saída precoce de Liziero, vítima de uma entrada fortíssima do adversário. “O Liziero saiu com 14 minutos, ele é fundamental.” – completou.

 

O técnico desviou o assunto “centroavante”, um dos pontos fracos da equipe, que cedeu Diego Souza e Tréllez neste ano e não conta com nenhum jogador do ofício. “A gente tá trabalhando de forma a melhorar a equipe no segundo semestre. Hoje é o que temos, estou satisfeito com o que temos, não com o jogo de hoje, mas sim com o que temos.” – disse Cuca após ser questionado sobre a vinda de um finalizador de área.

 

Cuca também levantou a bola de Antony, cotado para sair do jogo no intervalo mas que ‘resistiu’ a partida toda, mesmo sem ter feito um ótimo jogo. “O Antony era para sair no primeiro tempo, mas eu já tinha trocado o Liziero e tinha mas outros dois para sair. Não fez um grande jogo, mas foi um guerreiro, jogou com o problema na coluna, na costela. Ele jogou 16 partidas seguidas, é normal que caia até no aspecto físico.” – comentando sobre a oscilação e a vontade do jogador.

 

Colaboração aspas: Globoesporte.com

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

OPINIÃO São Paulo 0x0 Bahia

Um empate não esperado no Morumbi. São Paulo e Bahia não saíram do zero no placar e estacionam na tabela do Campeonato Brasileiro. Pior para o Tricolor Paulista, que contou com quase quarenta e cinco mil apaixonados em sua casa e não conseguiu furar o ferrolho baiano.

 

Podemos falar de tudo no jogo, desde a falta feia que culminou na lesão de Liziero até a ‘interpretável’ expulsão de Toró, mas o fato é que o São Paulo não conseguiu jogar contra o Bahia. O time de Cuca foi superior apenas nos dez primeiros minutos de partida, na empolgação da torcida. Depois, com a saída de Liziero e o acerto de Roger Machado, o adversário encaixou a marcação, igualou o jogo e teve chances de gol durante o jogo todo, ainda mais após a expulsão de Toró.

 

No final o zero no placar foi justo. Nem o São Paulo nem o Bahia tiveram competência para estufar as redes. O resultado e a atuação preocupam. Primeiro porque é o segundo empate seguido em casa, algo que uma equipe que aspira o título não pode de maneira alguma permitir. Segundo porque a boa equipe do Bahia é o nosso adversário na Copa do Brasil, nesta e na próxima quarta-feira e mostrou que não será nada fácil ser batido. Não é uma equipe espetacular mas é bem montada e hoje seu elenco se mostra mais equilibrado que o do São Paulo.

 

O jogo mostrou as fragilidades conhecidas do São Paulo, que não conta com um centroavante (Dinenno pode ser contratado. Leia) e anda com os seus meninos naturalmente oscilando em campo. Vale como aprendizado para quarta-feira. A espetacular torcida tem que fazer mais um esforço para o jogo deste meio de semana. Vamos precisar muito de todos nas arquibancadas e um time bem mais inspirado em campo.

 

Nota dos personagens da partida:

 

Tiago Volpi – Seguro, teve boa participação na partida. Nota: 7,0
Hudson – Atuação discreta na lateral e no meio-campo. Nota: 5,5
Bruno Alves – Seguro, teve boa presença na zaga. Nota: 6,5
Walce – Boa partida, sem sustos e com segurança. Nota: 6,5
Reinaldo – Partida fraca, sem apoio no lado esquerdo. Nota: 4,5
Tchê Tchê – Regular no meio e na lateral direita. Nota: 5,5
Liziero – Pouco tempo. Sem nota
Hernanes – Partida abaixo, bem substituído. Nota: 4,5
Toró – Partida fraca, pouco eficiente nas finalizações. Nota: 4,5
Pato – Também abaixo, pareceu estar fora de ritmo. Nota: 4,5
Antony – Também abaixo do que pode apresentar nos jogos. Nota: 5,0

 

Luan – Fez a sua parte no meio-campo. Nota: 5,5
Helinho – Burocrático, não se entendeu com a bola. Nota: 4,0
Nene – Pouco tempo com a bola. Sem nota.

 

Cuca – Preocupa o fato do time não ter sabido jogar contra o Bahia, próximo adversário da Copa do Brasil, num Morumbi lotado e cheio de energia. Vai precisar tirar coelhos da cartola para sair do ferrolho baiano na quarta-feira. Nota: 4,5

 

PS Achei a expulsão de Toró exagerada mas cabe interpretação então não foi um ‘roubo’. Com dez em campo, aí realmente a equipe não conseguiu ter mais forçar para chegar ao gol do Bahia.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Cuca ganha boa dor de cabeça no plantel e time terá mudanças no domingo

O São Paulo treina para o confronto contra o Bahia no próximo domingo e o técnico Cuca já sabe que terá uma boa ‘dor de cabeça’ para formar o meio-campo que enfrentará os baianos às 11h, no Morumbi.

 

Isso porque o volante Luan voltou de lesão e treina normalmente e o meia Hernanes, que passou os últimos jogos iniciando na reserva, já se apresenta como fundamental para a construção e finalização de jogadas do elenco Tricolor.

 

Sem ficar no muro: para mim Luan é titular absoluto deste meio-campo, desde que esteja 100%. Hernanes também é o cara na criação. Mesmo na reserva, o Profeta ainda apresenta um vasto repertório de lances decisivos e seria titular em qualquer equipe brasileira das séries A, B até Z. Deste modo, o meu meio seria Luan, Tchê Tchê e Hernanes, com Hudson voltando para a lateral direita e os ótimos Liziero, Igor Gomes como peças para o giro durante as partidas.

 

Outra boa notícia é a volta de Pato, recuperado do lance sofrido diante do Flamengo. Com ele, o meu ataque contra o Bahia seria Antony, Toró e Pato, com Everton, Nene e Everton Felipe como suplentes. Isso sem contar com a volta de Pablo e Rojas para o segundo semestre.

 

Já comprou seu ingresso? O Morumbi vai lotar diante dos baianos num horário que o torcedor são-paulino adora. Além das opções de arquibancadas e numeradas na Total Acesso, temos o Camarote do Leandro Guerreiro, com opção de conforto, resenha com ex-jogadores e buffet completo. Para a hora do almoço é uma boa pedida.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.