Search Results For : Temporada 2019

DM, seleção e o próprio clube deixam Cuca sem articulador para sábado

Os compromissos com a seleção e os internados no REFFIS mais uma vez farão o Tricolor apresentar um time bem mexido no Campeonato Brasileiro. O clube visitará o Internacional neste sábado às sete horas, no belo estádio Beira-Rio, em Porto Alegre.

 

Os problemas estão no meio-campo e no ataque. Hernanes ainda se recupera de lesão e Dani Alves, escalado para armar as jogadas da equipe nos últimos jogos está com a seleção brasileira. Para piorar, seu substituto natural, Igor Gomes, foi dispensado pelo clube para completar os treinos de Tite na seleção principal.

 

Já no ataque, Antony está com a seleção de base. Com Pato e Pablo ainda inaptos para o jogo, Cuca tem até improvisado Igor Vinícius na linha de frente. O técnico optou por duas formações no treino aberto para a imprensa: um 4-2-3-1 com Igor Vinícius na direita, Everton no meio e Liziero na esquerda e um 4-4-2 com Vitor Bueno e Raniel no ataque. Veja as duas formações treinadas:

 

4-2-3-1: Tiago Volpi, Juanfran, Arboleda, Anderson Martins e Reinaldo; Hudson e Tchê Tchê; Igor Vinícius, Everton e Liziero; Raniel.

 

4-4-2: Tiago Volpi, Juanfran, Arboleda, Anderson Martins e Reinaldo; Luan, Liziero, Tchê Tchê e Everton; Vitor Bueno e Everton.

 

Qualquer uma das formações é limitada pela quantidade de desfalques e, na minha opinião, o São Paulo deveria ter segurado Igor Gomes e o preparado para essa partida, já que era certo que Dani Alves seria convocado e Hernanes não estaria em condições de jogo.

 

Dani Alves e Antony jogarão nas respectivas seleções e não há o que fazer com os lesionados a não ser lamentar pela demora nas recuperações e cobrar mais eficiência nos departamentos. Porém, a dispensa de Igor Gomes dos treinos poderia ser evitada. A permissão é uma tremenda bola fora para um clube que neste ano tem mais elenco que em 2018 mas insiste em jogar contra si. Menos mal que, prestes a disputar mais uma final de Copa do Brasil, o adversário também deverá vir mexido para o confronto em seus domínios.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Cuca cita característica do futebol brasileiro para explicar Dani Alves no meio-campo

Cuca falou sobre os primeiros dias de Dani Alves no São Paulo na coletiva pós-jogo diante do Grêmio, no Morumbi. Perguntado sobre o assunto, técnico defendeu um projeto que tem para com o jogador, que é a migração da lateral direita para o meio-campo, e citou adaptação ao setor.

 

“É um jogador em adaptação ao nosso futebol. Ele fez o quarto jogo inteiro em treze dias, é o cara que mais corre. É lógico que ele vai sentir um desgaste. Sentindo, a parte técnica também vai sentir. É natural. Mas não é por conta de hoje que vamos tirar ele do projeto que tenho com ele e pôr na lateral. Isso pode acontecer em uma partida, mas não era o caso hoje. Pusemos na lateral um jogador que tivesse a força, que foi o Igor Vinícius.” – disse ele ao Globoesporte.com

 

Muito torcedor do São Paulo pergunta o porquê dessa migração já que na lateral direita, Dani Alves ainda é considerado um dos melhores, senão o maior do mundo. A resposta está no fato do futebol brasileiro ser bem mais corrido que o europeu, além da vontade do jogador em mudar de posição, visando também uma vaga na Copa do Mundo do Catar.

 

Para a lateral direita, Cuca conta também com Juanfran e Igor Vinícius, atletas com características diferentes e úteis em várias situações de jogo. Hoje Cuca quis acelerar o segundo tempo com Igor Vinícius e também citou processo de adaptação ao espanhol.

 

“Hoje o Juanfran saiu em uma parte do jogo para termos uma velocidade maior no setor com o Igor. O Juanfran dá uma segurança defensiva maior” – disse o treinador.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

OPINIÃO São Paulo 0x0 Grêmio

O São Paulo não conseguiu vencer os seus erros e empatou com o Grêmio na manhã deste sábado, no Morumbi. Diante de quarenta e sete mil torcedores, a equipe não superou os gaúchos e estaciona na tabela do Campeonato Brasileiro.

 

Manhã de sol a pino em São Paulo: foi a típica partida que, quem fizesse o gol, ganharia. Também dá para dizer que os dois ataques perderam o duelo com as defesas. O ataque do Grêmio, um ótimo trio ofensivo (Luciano, Tardelli e Cebolinha) municiado por Luan, que parece ter perdido o futebol. Já o ataque do São Paulo, o bagaço da laranja que sobrevive ao DM e Reffis Tricolor: Everton, Antony e Vitor Bueno, municiados por um Dani Alves ainda não totalmente a vontade na função de articulador.

 

Cuca mexeu como pôde mas não obteve êxito com aqueles que entraram. Apesar dos problemas, ganhar era fundamental para o São Paulo retomar a confiança e mostrar que a derrota em São Januário tinha sido mero acidente de trabalho. Não conseguiu e o empate ficou melhor para o adversário. Vaias foram ouvidas no final da partida mas na minha opinião não houve falta de vontade nem culpa dos que estiveram em campo ou no banco de reservas. O dedo tem que ser apontado para a infra-estrutura que não recupera jogadores fundamentais para um campeonato de regularidade.

 

Temos mais dois jogos para o encerramento do primeiro turno e a meta continua sendo acompanhar de perto os líderes mas precisamos jogar mais bola e, principalmente, contar com o elenco quase que completo. Sem menosprezar o clube que melhor joga nos últimos anos mas atuamos praticamente contra nós mesmos neste sábado e nos últimos meses. Até quando?

 

Nota dos personagens da partida:

 

Tiago Volpi – Um dos responsáveis pelo empate. Nota: 7,0
Juanfran – Discreto mas não perdeu o duelo particular com Cebolinha. Nota: 6,0
Arboleda – Manteve boa média. Defesa foi bem no jogo. Nota: 7,0
Anderson Martins – Boa partida ao lado do equatoriano. Nota: 7,0
Reinaldo – Bom trabalho e alguns chutes para fora da meta. Nota: 6,5
Tchê Tchê – O melhor do São Paulo. Esteve mais próximo da área. Nota: 7,5
Liziero – Fez melhor papel na segunda etapa. Nota: 6,0
Dani Alves – Ainda não se encontrou totalmente no time. Nota: 6,0
Antony – Partida para esquecer. Expulsão justa. Nota: ZERO!
Vitor Bueno – Partida fraca no ataque. Hoje não foi dia. Nota: 4,5
Everton – Muito pouca produtividade para o bom atleta que é. Nota: 4,0


Igor Vinicius
– No lugar de Juanfran, não modificou o panorama. Nota: 5,5
Helinho – Mas uma chance desperdiçada. Jogador precisa reagir. Nota: 5,0
Igor Gomes – No lugar de Liziero, teve pouca chances no jogo. Nota: 5,5

 

Cuca – O torcedor pode questionar Anderson Martins no lugar de Bruno Alves ou Dani Alves no meio de campo, mas não foram esses assuntos que ocasionaram o empate. Time sente muito os lesionados. Ano passado reclamamos por falta de elenco. Neste ano parece que nossa estrutura joga contra nós. Nota 6,0

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Adversário tem problemas mas deverá contar com “Cebolinha” no ataque!

O Grêmio, próximo adversário do São Paulo no Campeonato Brasileiro, ficou na capital paulista após a épica classificação na Libertadores e se prepara para o jogo do próximo sábado, às 11h no Morumbi.

 

O técnico Renato Gaúcho terá problemas para enfrentar o Tricolor Paulista. O Grêmio dificilmente contará com Maicon, capitão da equipe e também não poderá escalar Rômulo, suspenso. Os dois meio-campistas são importantes no esquema do clube gaúcho e não devem nem ser opção no banco.

 

Apesar dos desfalques e da costumeira preservação de atletas para a Copa do Brasil, o Imortal deverá vir com seu melhor jogador para o confronto. Everton “Cebolinha”, herói da classificação no Pacaembu, está suspenso para o jogo diante do Athletico PR pela Copa do Brasil, aumentando muito as chances de enfrentar o Tricolor. Caso sua escalação seja confirmada, Juanfran terá vida difícil em seu setor.

 

Deste modo, seguindo a tendência usada pelo seu técnico, o provável Grêmio para pegar o São Paulo é: Julio César; Galhardo, Paulo Miranda, David Braz e Juninho Capixaba; Michel (Darlan), Thaciano, Diego Tardelli, Luan e Everton Cebolinha (Pepê) e Luciano. 

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Dúvidas na zaga e ataque definido. Comente o suposto time para sábado:

O São Paulo se prepara para o confronto diante do Grêmio, marcado para as 11 horas deste próximo sábado, no Morumbi. Mais de 32 mil ingressos foram vendidos e a expectativa é de mais uma vez termos casa cheia, ultrapassando os 45 mil torcedores presentes.

 

O ataque está praticamente definido. Cuca não contará com o suspenso Raniel e os contundidos Pablo e Pato mas recebe a volta de Toró. Ele deverá ser o comandante de ataque ao lado de Antony e Everton. Há uma pequena chance de Vitor Bueno ir para o ataque no caso de Toró não estar em plenas condições.

 

Na defesa, Arboleda é dúvida para o jogo mas deve atuar contra o imortal gaúcho. Se não estiver 100%, Anderson Martins deve fazer dupla com Bruno Alves. Aliás, muitos torcedores desejam a volta de Bruno ao lado do equatoriano. A sexta-feira será crucial para a participação ou não de Arboleda neste sábado.

 

Deste modo, Cuca deverá promover o São Paulo com Tiago Volpi; Juanfran, Arboleda (Bruno Alves), Anderson Martins e Reinaldo; Tchê Tchê, Liziero e Dani Alves; Antony, Toró e Everton.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.