Search Results For : Temporada 2019

Colombiano Quintero seria uma boa opção para a meia do São Paulo

O colombiano Juan Quintero poderá se sagrar campeão da Copa Libertadores nos próximos dias. Entretanto, o camisa dez ainda tem futuro indefinido no clube argentino. O jogador é do Porto e está emprestado até o final do ano com opção de compra.

 

Entretanto, o River não decidiu se optará pela compra do colombiano, fixada em 3,5 milhões de euros. A indefinição atrai a atenção de outros clubes, inclusive brasileiros, segundo o portal português Zero Zero.

 

BLACK FRIDAY SÃO PAULO MANIA! Veja as ofertas:

 

Pelo valor e pela técnica, o São Paulo deveria entrar na briga pelo camisa dez pois Quintero não deve estar nos planos do Porto. Canhoto e com 25 anos, “el Gordito” (como é conhecido) possui habilidade e boa visão de jogo. O valor não é fora da realidade para os padrões brasileiros de um clube grande de série A.

 

E aí torcedor? Valeria o investimento?

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Trellez ganha chance de ouro e deve comandar ataque contra Grêmio

O São Paulo não terá Diego Souza para o jogo contra o Grêmio desta quinta-feira no Morumbi. Segundo o Globoesporte.com o atleta sofreu uma torção no joelho direito durante o treino desta terça-feira e está vetado.

 

 

Com a ausência do artilheiro do Tricolor no Brasileirão, abre-se uma chance de ouro para o atacante Trellez. O reserva de Diego Souza para o comando de ataque sabe que precisa mostrar trabalho na derradeira partida contra os gaúchos, concorrentes por uma vaga direta na Libertadores. É um reserva muito ‘luxuoso’ para o elenco.

 

Nene também deve ganhar uma nova chance no meio-campo. Ele concorre com Shaylon e Liziero por uma vaga. A tendência é que Helinho entre na vaga deixada por Rojas, recém operado do joelho.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Leco praticamente garante André Jardine como técnico em 2019

A reunião no Conselho Deliberativo realizada na noite desta última terça-feira definiu uma importante mudança no estatuto do clube. Com 122 votos a favor, os conselheiros aprovaram a mudança nas regras dos cargos remunerados no clube por conselheiros. À partir de agora quem quiser ocupar um cargo remunerado terá que se licenciar do Conselho.

 

Sem a presença de Raí, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, respondeu alguns questionamentos sobre o futuro do futebol do clube e praticamente garantiu a presença de André Jardine no comando técnico da equipe no ano que vem. O presidente também garantiu que serão feitas contratações visando a Libertadores, sob o planejamento do atual técnico.

 

Para isso, Leco defendeu a competência de Jardine, que ganhou inúmeros títulos na categoria de base, inclusive a própria Libertadores Sub20. O presidente conta com o apoio de nomes de peso no Conselho, como Júlio Casares, conselheiro mais votado na última eleição e integrante de um forte grupo dentro do clube.

 

Alguns conselheiros tomaram a palavra para exigir da atual diretoria presença maior da base Tricolor no elenco principal. Uma das respostas de Leco é que Lucas Perri deverá jogar o Paulista no ano que vem.

 

O São Paulo luta para permanecer entre os quatro primeiros colocados do Brasileirão. Dos últimos cinco jogos, três serão no Morumbi e o clube conta com o apoio do torcedor.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

São Paulo tem dois nomes em pauta para o comando técnico em 2019

O São Paulo será treinado por André Jardine em seus últimos e importantes compromissos até o final do ano. A missão é colocar o Tricolor entre os quatro primeiros colocados do Brasileirão e assim evitar a Pré-Libertadores, que abreviaria o planejamento do ano que vem.

 

Paralelamente a isso, o clube se mexe para acertar com um novo treinador para 2019. Segundo o jornalista Arnaldo Ribeiro, dois nomes inicialmente estão em pauta: Abel Braga e Mano Menezes.

 

Abel já foi falado aqui no blog. O comentarista Neto divulgou supostas conversas entre o ex-técnico do Fluminense e a cúpula do Tricolor no programa “Os donos da bola”.  Após um drama familiar, o profissional se desligou do Fluminense e provavelmente voltará a trabalhar no ano que vem. Tem currículo e experiência.

 

Porém, Arnaldo revelou uma corrente de parte do Morumbi a favor de Mano Menezes. Atualmente empregado no Cruzeiro, o técnico é visto com bons olhos por parte de dirigentes e conselheiros, disse o jornalista no programa “Linha de Passe”. A favor de Mano, os recentes títulos conquistados pelo Cruzeiro.

 

Além dos dois citados, eu ainda colocaria uma outra alternativa: Cuca. O técnico, que atualmente dirige o Santos, poderá estar se desligando do clube santista no final do ano e tem histórico e bagagem para comandar esse São Paulo de tantos problemas e estiagem de títulos.

 

Dos três citados, qual seria o seu nome predileto?

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Os fatos, os bastidores e a opinião sobre a demissão de Diego Aguirre

Diego Aguirre não é mais técnico do São Paulo. O clube comunicou a sua demissão em nota oficial a cinco jogos do término do Campeonato Brasileiro e do fim do contrato do treinador com o clube. André Jardine comandará a equipe nas últimas partidas do Brasileirão.

 

Aguirre deixa o São Paulo com 55,8% de aproveitamento. A demissão não foi tomada de forma impulsiva. Antes mesmo da partida contra o Corinthians, a diretoria do Tricolor estava insatisfeita com os rumos do trabalho do uruguaio. A avaliação é que o trabalho havia estagnado e faltou fôlego ao técnico, tanto na parte tática como na direção de seus comandados. Porém, a intenção era mexer no final da temporada.

 

O empate em Itaquera, com mais um péssimo desempenho coletivo, antecipou a saída. Também pesou muito o fato da vaga direta para a Libertadores 2019 estar mais a perigo que nunca. Se o São Paulo não ficar entre os quatro primeiros colocados, terá um espaço de tempo curto para o planejamento e a adaptação de outro técnico. O “efeito Jardine” foi a solução encontrada para tentar evitar a curta pré-temporada.

 

Demitir um técnico não é motivo de alegria para ninguém, nem o mais humilde torcedor até o mais ilustre dirigente. É sinônimo de fracasso, incompetência coletiva, algo que o São Paulo há tempos se acostumou com gestões e nefastos grupos que circulam em bandos nos arredores do Morumbi. Mas neste caso, a demissão também contou com imensa colaboração do protagonista do post.

 

Aguirre não se ajudou. Teve a faca e o queijo na mão, isso é, teve a chance de ter a torcida ao seu lado quando o clube gozava da liderança na metade do campeonato. Porém, mostrou um repertório curto demais para um clube tão grande como o Tricolor e, de quebra, não soube lidar com as nuances da temporada. Quando teve tempo para treinar, sucumbiu. Quando precisou retomar a atitude vencedora do grupo, falhou. Assim, não mostrou ser técnico de primeira prateleira, mesmo com a tranquilidade que o trio de ferro do futebol lhe deu.

 

E o futuro? É ainda absolutamente nebuloso, mas para mim aponta uma direção. Que a mudança sirva para o Tricolor entender que precisa de um técnico de primeiro escalão, que segure a bronca de uma torcida exigente, com uma longa estiagem de títulos e um CT distante da excelência de outros anos. Investir em um medalhão, desde que com bom histórico atual, até economiza em elenco pois o ‘costa larga’ pode fazer muitos dos atuais jogadores voltarem a funcionar.

 

Que Raí e seu corpo de profissionais saibam conduzir essa transição com sabedoria, para que 2019 não seja mais um entre tantos anos fracassados do atual e melancólico São Paulo Futebol Clube.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.