Search Results For : Tricolor

Cobrança, apoio e olho no olho!

Como alguns sabem, fui convidado para participar da reunião entre torcedores e jogadores, comissão técnica e diretores nesta quarta-feira no CT da Barra Funda. O convite partiu da Torcida Independente e Dragões da Real, que pleitearam junto ao clube o encontro. Fui no papel de torcedor e a intenção por parte dos convidados foi expor o sentimento do torcedor e sentir o clima de comprometimento dos que representam os mais de 15 milhões de são-paulinos pelo mundo.

 

O encontro durou cerca de uma hora e ocorreu exatamente como o texto publicado pelo Márcio Porto, do Lance! Ocorreram cobranças e palavras de apoio. Seguimos a risca a pauta pedida pela Independente/Dragões e aceita pelo clube: fomos bastante respeitosos porém incisivos nos questionamentos e posições. Ninguém estava lá para nada além de expor os sentimentos do torcedor são-paulino. Recomendo a leitura do texto do Lance!

 

Algumas considerações importantes: em mais de 12 anos de experiência como colaborador do Site Proibido, colunista da SPNet, blogueiro do Globoesporte.com e agora no São Paulo Sempre, nunca vi a mobilização como a realizada para este encontro. O presidente, todos os atletas, comissão técnica, fisiologistas, estatísticos, funcionários que cuidam do elenco e diretores estiveram presentes no gramado central do CT, palco da conversa. Pensei que seriam apenas os representantes dos jogadores e uma ou outra pessoa da diretoria. Foi um evento com todos os profissionais da Barra Funda, incluindo Wellington Nem e Morato, ainda em recuperação de graves lesões no Reffis e que não atuam mais neste ano.

 

Outro ponto que me chamou a atenção foi a presença e as palavras de Raí, também presente no encontro. Sereno como poucos e líder nato, ele acredita no fim dessa tempestade toda. Quem esteve no CT percebeu  que Raí não chegou para ser “para-raio, escudo ou amuleto” de gestores: ele realmente faz parte e está participando dos bastidores do clube. Ótima impressão. O São Paulo fez muito bem em contar novamente com uma pessoa diferenciada como ele. Que fique por muito tempo no São Paulo, independente de política ou de pessoas.

 

No mais, foi o que está escrito no Lance! Todos mostraram comprometimento e foco. Ninguém que largou seus empregos e esteve no CT para expor e sentir o comprometimento dos jogadores estava lá de brincadeira, como alguns torcedores sem informação estão irresponsavelmente propagando em canais como o Twitter. Não teve nada de “pacto de silêncio”: só foi combinado de não falarmos aos jornalistas na entrada do CT.

 

Todos os presentes saíram do encontro com a sensação de que foi positivo, cada um para seu lado, com respeito mas com a mensagem dada. Se fará efeito ou não no Campeonato Brasileiro, não dá para saber, mas uma coisa posso dizer: foi um evento inédito na história do clube, que luta desesperadamente para fugir do rebaixamento.

 

Agradeço ao pessoal da Independente e Dragões pelo convite.

Segue nota da Torcida Independente sobre o evento no CT.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Tricolor sangra em campo para reduzir dívidas de pelo menos 10 anos!

O Globoesporte.com publicou uma matéria detalhada e bastante abrangente sobre a atual situação financeira do São Paulo. Ela conta, além de outros assuntos, que o clube amortizou as suas dívidas pela metade desde que Leco assumiu a presidência, ainda precisa de ao menos R$ 27 milhões para quitar terceiros neste ano (um aperto grande até o fim da temporada) e, segundo seu diretor financeiro, o clube será capaz de zerar por completo a dívida até o final de 2018.

 

Vale ler a matéria criada pelo jornalista Marcelo Prado que conta, além desses tópicos principais, a folha salarial do elenco atual (cerca de dez milhões por mês) e quais são os credores e respectivos valores que o clube deve pagar neste ano. Outro ponto importante é que, com o plano de antecipação de pagamentos para a constante redução da dívida, o São Paulo não precisou mais recorrer a empréstimos bancários e antecipações de cotas de TV, algo comum nas administrações passadas e que considero um dos enormes buracos de pelo menos dez anos de má gestões.

 

Está claro que o sacrifício financeiro resultou no grande sangramento do time em campo. Para cumprir os passos e tirar o clube da lama, os atuais gestores decidiram vender mais atletas que o habitual, comprometendo radicalmente o planejamento do futebol e colocando o clube em posição extremamente arriscada na tabela. Se a falta de uma participação de Libertadores tira do clube uma receita considerável de participação e bilheteria, a já considerada hipótese da participação na série B em 2018 traria ainda menos receitas para o Tricolor.

 

São decisões difíceis na administração de algo muito mais complexo que uma marca ou um produto de prateleira. O plano Sócio Torcedor, que tinha como previsão a receita de R$ 14,5 milhões neste ano, com a má campanha em campo precisou ser reajustado para R$ 11,6 milhões, de acordo com a matéria publicada. Ano que vem essa receita poderá cair muito mais, além de, por exemplo, vendas de camarotes e royalties de produtos, entre outros.

 

Mesmo com as claras informações da matéria do Globoesporte.com aos olhos do torcedor, ainda considero muito difícil criticar ou defender as medidas atuais tomadas por Leco e seus diretores. Entendo que não havia como segurar atletas valiosos com o tamanho do buraco que o clube estava e ainda está. Porém, há um fato a se considerar: o presidente, seus diretores e praticamente todos os conselheiros (com exceções) estavam presentes nos anos e anos de má gestão e degradação financeira que o Tricolor está, incluindo épocas gloriosas como o Tricampeonato Mundial e o Tricampeonato Brasileiro. Todos foram, no mínimo, coniventes com os descasos que resultam nesta atual situação de aperto.

 

Portanto, não há o que se vangloriar. Recuperar o clube deve ser uma obrigação de todos que estão por lá e frequentam o camarote presidencial, as cadeiras dos conselhos deliberativo, consultivo e fiscal. O torcedor, que comparece ao Morumbi, assiste pela TV e chora por esse distintivo de cinco pontas é a única parte isenta de toda a incompetência apresentada nestes últimos anos ou até mesmo décadas.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Muricy não voltará para o São Paulo

Muricy Ramalho não voltará ao São Paulo em 2017.

 

Ídolo Tricolor nos anos 70 e técnico vitorioso do clube, ele confidenciou a pessoas próximas nos últimos dias que seu desejo no momento é permanecer no Sportv e também próximo a família. Desta maneira, seu retorno para exercer qualquer atividade no clube está descartado.

 

É bom lembrar que Muricy esteve a beira de um colapso de saúde anos atrás, ainda quando exercia a estressante atividade na beira dos gramados. De lá para cá, ele tem procurado outras maneiras de trabalhar próximo ao futebol.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

 

O recado da maioria está no Morumbi lotado, não em um muro pichado!

Um dos muros do CT da Barra Funda foi pichado na noite/madrugada da terça-feira para quarta-feira. Duas viaturas chegaram ao local no momento do ato de vandalismo e aparentemente impediram ou autuaram os supostos infratores. Os dizeres “Nós apoiamos mas a paciência acaba” foram fotografados e as imagens se espalharam pelas redes sociais, chegando ao conhecimento de muitos torcedores.

 

O muro já foi pintado novamente. Aparentemente foi um ato isolado e não terá grandes consequências. Definitivamente não é o pensamento da maioria dos torcedores que frequentam o estádio Morumbi. Em 2017 o torcedor está dando exemplo de apoio e presença e apesar da situação na tabela o clube tem a maior média de presença de torcida de sua história.

 

Apoiar a instituição São Paulo para sair da zona do rebaixamento não significa ser conivente com o momento atual do clube e da gestão. O momento é de indignação, reflexão, apoio, cobrança e trabalho porém tenho claro que depredação de patrimônio e violência não contribuem para melhora alguma da situação. É só ver o caso do Internacional no ano passado. Nada adiantou o quebra-quebra de parte da torcida no Beira-Rio. O Inter caiu e só agora está se reerguendo novamente.

 

E mais: pichar o muro da nossa fortaleza (o CT), jogar a camisa no chão e pisar ou vandalizar nosso escudo entre outros atos é atentar contra a INSTITUIÇÃO SÃO PAULO FUTEBOL CLUBE. Nunca concordarei com isso. O Morumbi, o CT são nossa segunda casa e o uniforme é nossa segunda pele.

 

Escrevo com a minha consciência tranquila pois fui um dos que estiveram presentes no protesto que se transformou em invasão no CT ano passado. O que era para ser uma manifestação sobre o sentimento do torcedor para com o time/diretoria virou baderna e ameaça de violência, somente contida pelos líderes das organizadas presentes no episódio. Aprendi muito com aquele frustrado evento: o verdadeiro recado da maioria da torcida do São Paulo está no Morumbi lotado e não em um muro pichado.

 

Vamos sair dessa, São Paulo!

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Torcida do São Paulo muda de patamar em mais uma prova de amor ao clube!

O torcedor do São Paulo mais uma vez mostrou sua enorme força. Cerca de 20 mil apaixonados compareceram a um treino aberto realizado no Morumbi neste sábado para apoiar o elenco às vésperas de mais um importante jogo do Campeonato Brasileiro: o clássico contra o Palmeiras.

 

Foram 12 toneladas de alimentos doados em troca de um ingresso. Segundo a Cruz Vermelha, é a maior arrecadação de alimentos em um evento realizado por eles no Brasil em toda história.

 

Além da oportunidade de ver os jogadores em um outro momento além do jogo, o torcedor pôde conhecer (ou relembrar) os bandeirões, bobinas e fumaça colorida, típicos dos estádios paulistas até a proibição da PM e ministério público, devido às constantes brigas entre as organizadas, principalmente na década de 90. Um espetáculo que poderá ser visto em breve pois há uma negociação em andamento para permitir os artefatos de festa das torcidas.

 

Os jogadores sentiram mais uma vez o carinho incondicional do torcedor. Hernanes resumiu o sentimento do elenco ainda no gramado: “Amanhã é um jogo que a torcida não pode comparecer, então eles compareceram hoje, nós sentimos mais uma vez a energia da arquibancada. O torcedor está fechado com a gente, está vendo que estamos trabalhando. Agradecemos o apoio do torcedor, é importantíssima essa vibração da arquibancada.” – disse ele ao Globoesporte.com

 

O evento também marca a reaproximação das organizadas junto com o clube. Segundo Henrique Gomes (Baby), presidente da Torcida Independente, o treino aberto no Morumbi partiu da ideia da organizada. “Nós pedimos a festa. Tivemos até uma reunião com a polícia para organizar.” – disse ele para o UOL.

 

O São Paulo precisa realizar mais treinos no Morumbi como esse, e melhor organizá-los também. É marketing puro, genuíno e viralizante. Pode virar marca registrada da torcida. A demonstração de força da torcida não é apenas um combustível a mais para os jogadores na dura missão de vencer no Allianz Park. Ela mostra a mudança gradual mas definitiva do perfil da torcida são-paulina, antes visto como elitizada, para um patamar mais amplo e popular. O estádio do Morumbi contribui muito com essa positiva mudança. O treino aberto foi mais uma demonstração do que escrevi neste post no início de agosto: São Paulo é o atual clube do povo no estado.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.