Search Results For : Tricolor

São Paulo tem Hernanes entre os mais bem pagos do Brasil. Confira a lista:

Apesar do elenco estrelado, o São Paulo conta com apenas um jogador entre os dez mais bem pagos do Brasil: o meia Hernanes. A informação foi divulgada pela ESPN Brasil em um de seus programas.

 

O ranking dos Top 10 mais bem pagos inclui três jogadores do Palmeiras, três do Flamengo, dois do Cruzeiro e um do Corinthians. Veja abaixo quem fatura mais jogando bola no país:

 

1 – Dudu (PAL)

2 – Fred (CRU)

3 – Gabriel (FLA)

4 – Fábio (CRU)

5 – Arrascaeta (FLA)

6 – Éverton Ribeiro (FLA)

7 – Lucas Lima (PAL)

8 – Ricardo Goulart (PAL)

9 – Boselli (COR)

10 – Hernanes (São Paulo)

 

O Flamengo tem os seus três Top 10 entre os seis mais bem pagos. A conclusão é que o clube carioca é o que mais investe nos jogadores mais bem pagos do Brasil. A surpresa foi a ausência de Pato nessa lista, prova que o jogador abriu mão de muita coi$a para voltar ao Tricolor.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Arboleda: mais uma vítima da violência

O zagueiro Robert Arboleda foi assaltado na tarde deste domingo, na cidade do Guarujá. A informação veio de João Paulo Cappellanes, repórter e apresentador na Rádio Bandeirantes.

 

Segundo o jornalista, o zagueiro Arboleda foi assaltado quando deixava um restaurante na cidade litorânea de São Paulo em seu dia de folga. Um primo do equatoriano chegou a correr atrás de um dos ladrões, que disparou 3 tiros para o alto, mas a tentativa de resgate dos bens do zagueiro não tiveram sucesso.

 

Segundo Cappellanes, Arboleda teve uma corrente furtada, mas está fora de perigo.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Rogério Ceni é eleito o maior jogador do Brasileiro de pontos corridos

Mais um Campeonato Brasileiro se inicia neste ano, e com ele as ‘eternas’ discussões sobre o formato de pontos corridos, suas vantagens e desvantagens, emoções ou falta de emoções.

 

Alheio a isso, o jornal O GLOBO (pertencente ao Grupo Globo), convidou 47 especialistas, entre jogadores em atividade, ex-atletas, técnicos e jornalistas de diversos veículos e regiões do país para uma eleição que determinasse quais foram os 50 maiores jogadores dos primeiros 16 anos da era dos pontos corridos, que começou em 2003 e terá sua 17ª edição neste ano.

 

O resultado não poderia ter sido mais justo: Rogério Ceni, ídolo do São Paulo e campeão dos torneios de 2006, 2007 e 2008, foi eleito o maior jogador da era dos pontos corridos pelos especialistas convidados pelo O GLOBO. O goleiro superou nomes como Fred (Cruzeiro), Alex (Palmeiras – Cruzeiro – Coritiba) e Everton Ribeiro (Cruzeiro/Flamengo).

 

Hernanes, outro ídolo Tricolor, também apareceu na lista. O Profeta ficou em oitavo na lista dos dez maiores jogadores da era dos pontos corridos. Veja a lista completa neste link.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Muricy: o boleiro que você respeita!

O ex-técnico e ídolo Tricolor Muricy Ramalho deu uma excelente entrevista no portal Estadão. Atualmente comentarista do Grupo Globo, ele falou sobre a nova geração de jogadores, técnicos e o que pensa do atual momento do futebol, sobretudo o brasileiro. Separei os principais trechos:

 

Ao ser questionado sobre os atuais atletas do futebol brasileiro, Muricy foi duro e verdadeiro: “A minha geração jogava porque a gente gostava. Ganhávamos pouco, era quase impossível ir para fora e seleção era difícil, porque tinha muitos bons jogadores. Nessa geração, os caras começam na base e não pensam em seleção ou ser profissional no clube. Eles pensam na Europa. A modernização faz eles pensarem só em ganhar dinheiro. “ – disse ele, isentando os clubes brasileiros de culpa na saída precoce dos atletas. “Os clubes não são culpados. O cara oferece 100 milhões para o jogador, ele vira e fala: eu não jogo mais aqui. Quem manda hoje é o jogador, não o clube. O jogador vê que tem 10 anos para arrumar a vida e ninguém pensa no futebol brasileiro. “ – comentou ele ao portal.

 

Muricy também fez críticas ao momento atual da seleção brasileira. Segundo ele, o Brasil perdeu sua principal identidade. “O Brasil virou um time normal, que não ganha de uma seleção europeia há muito tempo, principalmente em Copa do Mundo. De uns anos para cá, os europeus vieram para o Brasil buscar a nossa técnica e como jogar bonito. Nós fizemos o contrário e fomos buscar a força deles. Inverteu tudo. Ficamos com a força dos europeus e eles com a nossa técnica.” – concluiu.

 

Outro ponto interessante foi o ex-técnico falar de seu estilo de trabalho. “Eu tinha comando forte e isso esbarrava em muita vaidade e no futebol existe uma vaidade terrível. Se você me contrata, é do meu jeito. Eu não aceitava sair para jantar e ser amigo de dirigente. Meu lado social é horrível, eu sou anti social mesmo. E todo lugar que eu ia defendia a camisa do clube. O estresse ia me matar, por isso parei.” – concluiu.

 

Que homem! Muricy possui a essência do futebol clássico que consagrou o Brasil e o comando que todos os profissionais da nova geração precisam ter. Um dos maiores que passaram pelo São Paulo e deveria ter cadeira cativa em qualquer cargo do clube. Vida longa ao discípulo do Mestre Telê Santana e um dos maiores da nossa história.

 

Aqui é trabalho, meu filho!

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

O primeiro passo para vencer é acreditar na vitória. Vamos, São Paulo!

São Paulo e Corinthians farão o segundo jogo da final do Campeonato Paulista neste domingo às 16h no Itaquerão. De um lado, o atual bicampeão do estadual, do outro, um gigante que adormeceu n Paulistão e não vence a competição desde 2005.

 

O São Paulo conviveu com a descrença de seus torcedores em 2019. O péssimo início de temporada, fruto de um planejamento equivocado para a pré-Libertadores acompanhou o clube em diversos momentos neste início de ano. Manifestações, abandonos de ST e ameaças de Morumbi Zero vieram acompanhadas de uma inevitável reformulação em campo e fora dele. O multicampeão da base André Jardine deu lugar a um processo de transição comandado por Cuca e Vágner Mancini e, em maio a uma turbulenta maré, o Tricolor começou uma nova história.

 

Amparados pelos atletas mais experientes, foram dados poderes e responsabilidades aos jovens Igor Gomes e Antony, entre outros garotos que lá já estavam, como Liziero e Luan. No jogo contra o São Caetano, ainda se ouviam protestos quando Antony marcou seu primeiro gol como profissional. Contra o Ituano, dono da melhor campanha do grupo, dois bens jogos e classificação merecida. Diante do Palmeiras, uma prova gigante: passar pelo poderio atual do adversário. Foram duas partidas iguais e uma dramática decisão por pênaltis.

 

Hoje teremos mais uma dura missão. Superar o adversário em seus domínios e diante da torcida única, em Itaquera. Se eu pudesse falar algo na preleção para este elenco, diria que o primeiro passo para vencer é acreditar. Eles acreditaram nessa final. Eles merecem isso e representam uma verdadeira nação de três cores. Eles podem. Eles conseguem.

 

Mesmo sem o nosso elenco completo, iremos fortes para esta final. Cada chuteira, cada camisa e cada coração nesses noventa minutos será vermelho, branco e preto. Haja emoção! Que seja um grande jogo e que esse elenco possa entregar ao torcedor o que ele espera, mesmo sendo aqueles que não acreditaram no gigante ressurgido.

 

Hoje é o dia. Vamos, São Paulo. Me deixa ser feliz!

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.