Caso “Calazans” parece término de relação com namorada (o) louca!

A rescisão de contrato do jogador Marquinhos Calazans foi publicada na última terça-feira no Boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Porém, segundo os representantes do atleta, ela foi realizada de forma unilateral e de modo ilegal pelo São Paulo.

 

Em nota emitida para a imprensa, os representantes negam insubordinação do cliente e questionam a “justa causa” dada pelo clube para rescindir o distrato. Calazans está há muito tempo sem pisar no gramado do CT da Barra Funda e, segundo seus representantes, o motivo da ausência é que seu cliente não se recuperou totalmente da cirurgia no joelho esquerdo e, portanto, estaria vetado de trabalhar com bola.

 

OPINIÃO: Calazans? Manda embora já!

 

A história parece término de relacionamento com namorada (o) louca (o). A gente vai, volta, finaliza, reassume, briga, reconcilia… e a coisa não sai do lugar. No caso de Marquinhos Calazans, pedido de Cuca na época em que treinou o São Paulo, a contratação rendeu muito dinheiro jogado no lixo. O atacante veio para o São Paulo em troca do empréstimo de Brenner ao Fluminense em meio a muitas reclamações do torcedor são-paulino, não se firmou, teve a grave lesão e momentos em que postava viagens e festas em suas redes sociais, irritando ainda mais dirigentes e a torcida.

 

O caso certamente irá para a justiça, que decidirá quem está com a razão nessa história toda. Se me pedirem, eu tenho uma solução pacífica para o caso: se o atleta foi indicado por Cuca, que tal o técnico do Atlético Mineiro recebê-lo de braços abertos na Cidade do Galo?

 

Bom para todo mundo, menos para o torcedor atleticano, é claro!

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Kwai
Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.