E-Consulters Web - Hospedagem Premium

Search Results For : Temporada 2020

Sem Reinaldo e Léo, Diniz deverá improvisar atacante no lado esquerdo

São Paulo e Botafogo se enfrentam na tarde deste domingo em Ribeirão Preto. O técnico Fernando Diniz poupou a grande maioria dos atletas que estiveram no Peru e promoverá uma equipe alternativa para esta partida.

 

Sem Reinaldo (poupado para o jogo de quarta – LDU) e também sem o seu reserva imediato Léo (em recuperação de uma contusão), Diniz deverá improvisar o atacante Éverton na lateral esquerda.

 

Não é uma novidade para o jogador. Ainda no Flamengo no início de 2018, Everton foi testado na posição de lateral quando o técnico era Paulo César Carpegiani. Prestativo, o atacante disse na época que procuraria executar tudo que seus comandantes pediam. ““Pela exigência do futebol hoje em dia, o jogador precisa jogar em várias funções. Claro que prefiro jogar pelo lado esquerdo, aberto, onde jogo a minha vida toda. Mas, se o treinador pede, a gente tem que dar a vida, o que eu quero é jogar.” – disse ele ao Torcedores.com, na época ainda no Flamengo.

 

Os jornalistas não podem assistir os treinos táticos do São Paulo, mesmo assim não sou a favor de improvisos se existem alternativas nativas da posição. No lugar de Diniz eu promoveria a estreia do jovem Wellington e colocaria Everton no ataque, de maneira mais ortodoxa. O lateral de ofício da base foi capitão da última Copinha e está inscrito no elenco Tricolor, bem como Tréllez e outros garotos da base.

 

Com Everton na lateral, o ataque Tricolor provavelmente será composto por Fabinho (esquerda), Toró (direita) e Brenner (centro). Os atacantes Maia e Galeano, oriundos da base, também estão à disposição do técnico.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Tricolor deve ir com reservas em Rib. Preto. Veja provável escalação:

O São Paulo já retornou do Peru após a derrota na estreia da Libertadores 2020. Porém, mesmo com o elenco em solo paulista, a ideia é jogar com uma equipe praticamente alternativa neste domingo diante do Botafogo, em Ribeirão Preto.

 

A possibilidade fica iminente depois que jogadores que participaram da última Copinha foram incluídos no estadual. Galeano, Lucas Sena e Wellington disputam vagas com Liziero, Shaylon e outros considerados reservas. Brenner e Everton, suspensos na estreia da Libertadores, devem ser titulares. Existe a possibilidade de Juanfran e Vítor Bueno, recuperados de lesão participarem mas creio que devam ficar no banco.

 

O Tricolor encara a LDU no Morumbi na próxima quarta e, para não se complicar de vez na Libertadores, precisa fazer a lição de casa e vencer os equatorianos, atuais líderes do grupo com a goleada em cima do River Plate, em Quito.

 

Desta maneira, a provável equipe que pegará o Botafogo-SP é Lucas Perri; Igor Vinícius, Anderson Martins, Diego e Liziero; Luan, Shaylon e Hernanes; Toró, Brenner e Everton.

 

Atitude correta. O jogo de verdade é quarta. Vale lembrar que mesmo com uma eventual derrota, o clube continuaria na zona de classificação do Paulista, já que é líder com 15 pontos e a terceira colocada Inter de Limeira tem nove pontos.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

OPINIÃO Binacional 2×1 São Paulo

Que vergonha, Tricolor! Jogando no Peru, o São Paulo conheceu logo na estreia o seu primeiro revés na Libertadores 2020. Com a derrota, a equipe terá que buscar pontos em casa e fora de seus domínios.

 

Simples e claro: a altitude desumana de Juliaca não pode servir de desculpa para o “caralhão” de gols perdidos pelo ataque Tricolor. O Binacional tinha uma estratégia clara: deixar o São Paulo se cansar na primeira etapa para impor intensidade no segundo tempo. É desta maneira que a equipe joga e foi desta maneira que ela sagrou-se campeã peruana. O Tricolor dominou o primeiro tempo mas perdeu gol a trás de gol. Poderia facilmente ter virado o primeiro tempo com dois, três ou até quatro gols pró de tanta facilidade que teve. Porém, manteve a crônica sina dos últimos meses: o milionário ataque não faz gol. Pato anotou o dele mas perdeu um tento ridículo na pequena área, assim como Antony e Pablo. Este, com a camisa nove nas costas, perdeu dois gols que Finazzi, centroavante do SCCP rebaixado em 2007, teria vergonha de falar que perdeu. Dois gols que Diego Souza, que por muito menos saiu do clube, teria feito. Fiquei tão revoltado que ouso dizer que até Tréllez faria pelo menos um dos quatro tentos perdidos pelo milionário trio de ataque. Repito: uma vergonha!

 

A derrota obriga o Tricolor a fazer o resultado em casa nos próximos dois jogos e ainda torcer para que o quase varzeano Binacional endureça para a LDU e o River em casa, coisa que acho bastante improvável. Que essa derrota sirva de lição definitiva para o Tricolor. Não se pode brincar de perder gols em Libertadores. Com ou sem altitude!

 

Nota dos personagens da partida:

 

Para mim não sobra ninguém. Do goleiro ao ponta esquerda todos merecem nota ZERO pela incrível chance desperdiçada em cima de uma equipe quase amadora e estreante em Libertadores. Nota DEZ só para os guerreiros torcedores que enfrentaram muitos obstáculos para chegar em Juliaca e depois assistir um papelão desses.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Tabelinha entre TRI Mundiais!

Libertadores! – O nosso caso sério de amor está de volta! O São Paulo viaja nesta quarta para o seu primeiro compromisso na Libertadores 2020. A equipe irá para Santa Cruz de la Sierra, cidade boliviana que se situa ao nível do mar, e dormirá nessa noite por lá. A equipe só partirá para Juliaca horas antes do confronto com o Binacional. A ideia é amenizar o máximo possível os efeitos da altitude ficando pouco tempo na cidade da partida, situada a mais de 3.800 metros de altitude.

 

Força máxima? – Pelos poucos momentos em que a imprensa pôde ver os treinamentos, o São Paulo indica que poderá entrar em campo com força máxima. E o que é a “força máxima”? É a equipe que goleou o Oeste em Barueri, com Antony e Juanfran na direita. Os dois, bem como Vitor Bueno e Thiago Volpi, estiveram em campo na terça-feira e aparentemente tem condições de iniciar o jogo. Caso não iniciem, o time tende a ser o mesmo que venceu a Ponte, com Igor Vinícius e Pablo.

 

Como e onde assistir? – O jogo entre Binacional e São Paulo (9h horário Brasil) só passará no Facebook. Você poderá assistir baixando o Facebook Watch, porém somente em algumas TVs e sistemas. Veja um tutorial de como baixar o app e assistir na TV clicando aqui. Quem mora em São Paulo tem duas opções de local que acho ideais. Uma delas é a Choperia #1, que fica no estádio do Morumbi, e a entrada é gratuita. A outra opção é a lanchonete Winback Burger, do jornalista são-paulino Gabriel Fuh. Ele promete uma BUD para cada gol do São Paulo durante a partida.

 

Torcida presente! – Além da Independente e Dragões, famosas pelo comparecimento em todas as partidas do Tricolor, a Embaixada São -Paulina do Acre também estará presente em Juliaca com 23 pessoas. Serão 28 horas de viagem de Rio Branco até o local da partida, no seguinte itinerário: saída da capital acreana as 05 da manhã desta quarta, previsão de chegada em Iñapari – Peru às 11 da manhã, de onde seguirão por mais 3 horas até Maldonado. De lá, foi contratada uma empresa peruana até Juliaca.

 

Muito cuidado! – Além do frio e da altitude, os são-paulinos enfrentarão dificuldades no entorno do estádio. Há poucos dias, a cidade de Juliaca sofreu com fortes chuvas e muitos pontos estão alagados, já que boa parte das ruas são de terra. O governo faz de tudo para amenizar a situação, que os jornais consideram emergencial. Apesar da pobreza do local, os peruanos em geral são um povo bem amistoso e receptivo. ø perigo é a infra-estrutura mesmo. Boa sorte a todos!

 

SPFC x LDU – Já comprou seu ingresso para a estreia do Tricolor em casa, na próxima semana? O Camarote B/Clube Morumbi está com uma promoção interessante para quem quer conforto, segurança e acesso a loja Adidas no intervalo da partida. 10% de desconto em todos os convites com o código JUNTOSSOMOSMAISFORTES Válido por tempo limitado. Mais informações no Instagram do B/Club.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

OPINIÃO São Paulo 2×1 Ponte Preta

Bom resultado neste último domingo no Morumbi. Bom para se manter na liderança do seu grupo no estadual e bom para injetar aquela última moral as vésperas da estreia na Libertadores. Com a vitória, o São Paulo ganha um pouco mais de corpo no início da temporada.

 

O primeiro tempo foi praticamente irretocável. Apesar de levar um ou outro susto com a Ponte (com um gol campinense anulado) o São Paulo foi senhor do jogo e mereceu vencer pelos dois gols de diferença. Vale registrar mais um clamoroso pênalti não marcado pela arbitragem. Já na segunda etapa, uma expulsão e a promessa não cumprida de goleada. O time tomou um gol e se desestabilizou, dando um susto desnecessário a sua torcida nos minutos finais.

 

Imagino que a desatenção final seja por conta do jogo ganho e de uma possível preservação para o difícil jogo na altitude de Juliaca. Preservação feita pelos próprios jogadores pois Fernando Diniz, de maneira acertada, criticou bastante a segunda etapa na coletiva pós-jogo.

 

Enfim, o time está com padrão definido (o torcedor sabe como a equipe joga), luta pelas primeiras posições no Paulista e agora volta todas as suas ações para a viagem até o Peru. O são-paulino viveu mais um dia de felicidade no Morumbi. Rumo a Juliaca!

 

Nota dos personagens em campo:

Tiago Volpi – Falha dele no gol da Ponte Preta. Vejo o lado positivo: Taffarel, preparador de goleiros da seleção estava no Morumbi e não observou nada de mais em Volpi, isso é, possibilidade do goleiro não desfalcar o Tricolor em convocações da CBF. Nota: 5,5

Igor Vinícius – No lugar de Juanfran, deu conta do recado apesar de alguns espaços aproveitados pela Ponte no seu setor. O torcedor gosta da sua pegada ofensiva. Nota: 6,5

Bruno Alves – No seu nível de atuação, com segurança e identidade. Nota: 6,5

Arboleda – Boas intervenções e cabeça de pé. O episódio do fim do ano durante as férias parece ter sido superado por todos. Nota: 7,0

Reinaldo – Boa partida e gol importante para dar moral. Nota: DEZ!

Tchê Tchê – Trabalho constante no meio campo, revezando tarefas com Dani Alves. Nota: 6,5

Daniel Alves – A engrenagem do time. Todas as bolas passam pelos seus pés e é ele quem inicia as jogadas no ataque. Mais uma boa partida. Nota: 8,0

Igor Gomes – Não brilhou como em outras ocasiões mas fez uma boa partida coletiva e mostra a cada dia ser essencial na equipe. Nota: 7,0

Pato – A bola agora está entrando. Além do gol, boa partida no ataque. Nota: DEZ!

Vitor Bueno – Ótima partida, servindo os companheiros. O toque que deu para Reinaldo fazer o segundo gol deve ser registrado aqui com bastante louvor. Nota: 8,5

Pablo – Não saiu gol mas saiu assistência no gol de Pato e mostrou bastante movimentação pelo lado que é de Antony. Nota: 7,0

 

Hernanes – Entrou num ritmo mais lento que o time. Nota: 5,5

Toró e Liziero – Sem nota.

 

Fernando Diniz – Boa atuação até a expulsão do garoto da Ponte. Foi bem na entrevista ao criticar duramente a postura da equipe na segunda etapa. No mais, atuação segura e convincente em boa parte do jogo. Nota: 8,0

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.