Search Results For : Planejamento

Estimulado por Ceni, São Paulo comprará jovem promessa do Benfica

Nação do Maior do Mundo;

 

O jovem Léo Natel, relacionado para o jogo de hoje, será comprado pelo São Paulo.

 

Segundo o jornalista Bruno Andrade, do blog Ora Bolas, o clube já informou ao Benfica que exercerá o direito de compra dos direitos econômicos do atacante de 20 anos. Bruno diz que o Tricolor desembolsará 150 mil euros (cerca de R$ 500 mil reais) para ficar em definitivo com o atacante. O Benfica terá com uma parcela dos direitos econômicos do jovem, que teve alta sondagem do Palmeiras, mas foi brecado pela preferência de compra presente no contrato de empréstimo com o Tricolor.

 

Léo Natel nada tem a ver com a família Natel, de grande prestígio no clube. Gaúcho, o atacante saiu ainda jovem do Rio Grande do Sul para o Benfica e de lá veio emprestado ao São Paulo, com opção de compra, em uma negociação com o então gerente de futebol do Tricolor, Gustavo Vieira de Oliveira. Léo se destacou na Copa RS, um dos cinco títulos que a equipe sub-20 do São Paulo conquistou em 2016, inclusive marcando o pênalti decisivo contra o Botafogo, e chamou a atenção de Ceni. A posição de atacante pelos lados é uma das que o treinador sente carência no elenco.

 

Por uma questão de mercado, o jogador não subiria caso não tivesse chance de ser comprado em definitivo. Com a questão resolvida por contrato, o clube entende que com o amparo de Ceni e seus auxiliares, Léo terá chances de mostrar futebol no Tricolor. Vale a compra. Basta dar um ‘Google’ nos noticiários do Benfica para entender o quanto ele era esperado em Portugal ou até no Palestra Itália. Ótima contratação por empréstimo e boa chance de mais um bom jogador no plantel profissional.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Tricolor “dobra” a multa e se protege do assédio a Luiz Araújo em 2017

Nação do Maior do Mundo;

 

O São Paulo deu um importante passo na proteção do seu patrimônio de futebol.

 

Conforme adiantado no Tabelinhas de segunda, Luiz Araújo, atacante que mais participou de gols nesta temporada renovou seu contrato com o clube neste início de semana. O atleta, que recebia salário de base, agora recebe valores compatíveis a um atleta profissional (sem chegar sequer perto do teto do clube) e seu vínculo foi de 2019 para 2021, com substancial aumento de multa.

 

Os detalhes do novo contrato não foram e não poderão ser revelados publicamente (somente o Conselho terá o acesso aos números) mas especula-se que a multa rescisória praticamente foi dobrada, dificultando muito o assédio do exterior neste ano. Recentemente o clube recebeu uma proposta do Lille de 6 milhões de euros (cerca de R$ 22 milhões de reais) e optou por não vender o jogador. “Eu não liberaria. Daqui a um ano ele poderá se desenvolver mais, render mais dinheiro ao clube e ganhar mais dinheiro.” – disse Rogério Ceni na época.

 

Luiz Araújo vem correspondendo em campo a confiança dada pelos diretores, que negociaram David Neres por uma fortuna e seguraram Lyanco por seis meses antes da saída para a Europa. O retorno do então vice-artilheiro do Paulista ainda é incerto devido a sua idade mas se continuar jogando como vem jogado certamente será alvo de muitos outros clubes e realizará a projeção de Rogério.

 

Ótima notícia para o futebol do clube. O caminho de atletas como Luiz Araújo para a Europa é praticamente certo e no final do ano muita gente estará de olho no jovem atacante caso mantenha a regularidade deste início de ano, mas agora o clube está resguardado e pode trabalhar o melhor caminho para ele e o atleta.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Raí poderá fazer parte do novo Conselho Administrativo do São Paulo

Nação do Maior do Mundo;

 

Notícia em primeira-mão: Um dos maiores ídolos do São Paulo poderá ocupar um importante cargo no clube. Raí, ex-camisa dez do clube foi convidado por Leco para fazer parte do Conselho Administrativo do Clube, caso o atual presidente seja eleito. Ele antecipou a Leco que aceitará o cargo.

 

O possível retorno de Raí ao São Paulo poderá reparar um erro grave cometido em 2002 após a vitória de Marcelo Portugal Gouvêa nas eleições presidenciais daquela época. Convidado para ser Coordenador Técnico do Tricolor pelo novo presidente, Raí saiu dias depois do cargo e voltou as suas atividades extra-São Paulo. Não houve explicação oficial na época sobre o abandono do cargo. Curiosamente Leco foi diretor de futebol de MPG na época.

 

Aprovo totalmente o “conselheiro Raí”, independente de lado político: Raí, além de uma das figuras mais populares entre os torcedores, é extremamente bem sucedido no mundo corporativo e do terceiro setor. Além de fundador da Fundação Gol de Letra, é sócio de diversos empreendimentos como um Bar ‘upscale’ no centro da capital paulista, um cinema inspirado no “Eletric” de Londres e um camarote corporativo no estádio do Morumbi. Além disso, é comentarista de um dos programas mais interessantes da ESPN: o Resenha. Nem é preciso falar que Raí é uma pessoa íntegra, inteligente e que conhece o clube dentro e fora de campo, além de torcer pelo São Paulo, algo fundamental para mim.

 

Segundo o Globoesporte.com, o Conselho de Administração, premissa do Novo Estatuto, será composto por nove pessoas: presidente e vice, quatro integrantes escolhidos pelo presidente, dos quais três necessariamente precisam ser independentes, dois membros escolhidos pelo Conselho Deliberativo e um último do Conselho Consultivo. ele definirá as diretrizes e prioridades macro da gestão, como aprovação de contratos e definição de orçamento, entre outros. De acordo com o Novo Estatuto, haverá ao menos uma reunião mensal para acompanhar o andamento da gestão. O Conselho não participará das decisões do dia a dia, como por exemplo definição de um novo treinador ou contratação de um jogador.

 

Procurei a coordenação da campanha de Pimenta e não consegui nenhuma indicação de nome para o post. Segundo a coordenação, o candidato da oposição não está distribuindo nem prometendo cargo antes da hora.

 

Complemento: o artigo 99 do Novo Estatuto no seu parágrafo 11 diz que a indicação dos Conselheiros Independentes pelo Presidente Eleito e as respectivas remunerações deverão ser aprovadas pelos membros não independentes do Conselho de Administração, sendo admitido o voto do Presidente deste Poder. No caso de empate, o Presidente terá o voto desempate.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Mais detalhes da ‘nova’ contratação de Christian Cueva pelo São Paulo

Nação do Maior do Mundo;

 

A última quarta-feira foi marcada por uma grande notícia para todos os são-paulinos: a ampliação de contrato do meia Cueva. O camisa dez da seleção peruana ganhou mais um ano de vínculo com o São Paulo (até junho de 2021) e uma valorização salarial que, incrível, ainda não chegou ao teto do clube.

 

Foi uma ação monstruosa (no melhor sentido) do clube, talvez tão grande como a chegada de Lucas Pratto. Seria, entre outras palavras, como se Cueva começasse do zero o contrato de quatro anos que fez quando chegou ao Tricolor no ano passado. Uma espécie de “re-contratação”, com chancela de já estar adaptado e ter com qualidade comprovada na liderança do meio-campo.

 

Uma cláusula importante chamou a atenção: Cueva pediu a inclusão de um aditivo financeiro contendo uma premiação específica (não divulgada) em caso dele ser eleito o melhor jogador do Campeonato Brasileiro deste ano. Que atleta é tão auto-confiante assim a ponto de sugerir uma cláusula de produtividade? A gigante atitude precisa ser vista com ótimos olhos pelo torcedor do Tricolor.

 

Outro fato não pode passar em branco: a contratação de Cueva foi responsabilidade de Gustavo Vieira de Oliveira, dirigente tão criticado quando esteve na gerência do departamento de futebol no ano passado. Gustavo viu o peruano comer a bola na Libertadores de 2016 (em especial uma partida diante do San Lorenzo) e solicitou para o scout do clube o pesquisar. O atleta chegou sem novela, lembrando o velho estilo ‘São Paulo’ de contratação, perdido em uma época tão aberta de redes sociais. Pelo jogador que é, Cueva custou uma mixaria ao clube (cerca de 2 milhões de dólares), mas também foi pivô de um forte entreveiro no setor do futebol, inclusive com a demissão de Luiz Cunha, até então diretor de futebol naquele momento, e meses depois a saída do próprio Gustavo.

 

Conversei com uma pessoa próxima de Cueva (até da mesma nacionalidade) na noite da última quarta-feira. Ele confirmou o desejo do peruano em jogar na Europa, a afirmação do meia em querer ganhar um título importante com o Tricolor e também a forte aproximação de um clube do exterior (provavelmente da China) que contribuiu com que o São Paulo se precavesse com o novo contrato, aumentando ainda mais a multa rescisória (40 milhões de euros – não confirmados). Estimo que para contratar Cueva neste ano um clube teria que pagar cerca de 30 milhões de euros ao Tricolor.

 

Cueva é um cara para ser ainda mais valorizado, ao lado de pilares do elenco de Rogério. Um jogador de muita personalidade, dinâmica e habilidade. Um camisa dez que se alinha muito bem com o futebol moderno dos dias de hoje.

 

Parabéns, São Paulo, pela conquista.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

São Paulo dá um enorme passo rumo a gestão profissional

Nação do Maior do Mundo;

 

Parece pouco, e por enquanto é, mas pode ser um divisor de águas.

 

O Conselho Deliberativo do São Paulo aprovou nesta última segunda-feira o uso do sistema SAP, um software de gestão integrada que poderá ser o grande salto para uma gestão mais eficiente e alinhada com o profissionalismo.

 

O sistema SAP (Sistemas, Aplicativos e Produtos para Processamento de Dados), integrará áreas como a administração, financeiro, marketing e jurídico, que poderão trabalhar como pastas integradas, tal qual diversas empresas multinacionais. O grupo Atos (empresa de TI que atuou nos Jogos Olímpicos de 2016) será a responsável pela implementação da ferramenta ao longo de um ano.

 

Ponto para o clube: o sistema comprado é referência para empresas com governança séria em todo o mundo. É um sistema auditável de sistematização de processos usada por grandes multinacionais. Para se ter uma ideia, o software SAP 4 Hana, utilizado com sucesso pela Alemanha na Copa de 2014, será implementado na área de análise de desempenho e estatísticas.

 

Para os torcedores mais ‘politizados’, ressalto que esta é uma conquista de toda a instituição e não de uma ou outra diretoria, mas para se obter eficiência plena de gestão é preciso gente qualificada em todos os setores do clube. Quem passou por este tipo de situação em multinacionais sabe que não é um processo rápido. Durante o período de cerca de um ano a Atos ministrará treinamento, capacitação e o clube, cercado pelo novo estatuto, realizará uma seleção natural de pessoas aptas para o nível de exigência que será exigido nos próximos anos.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.