E-Consulters Web - Hospedagem Premium

Search Results For : Planejamento

Inova.São: boa ideia. Execução a ver…

O São Paulo lançou, na manhã desta terça-feira, no Morumbi, um centro de tecnologia com o objetivo de criar ferramentas e projetos inovadores para aumentar receitas e competitividade esportiva do clube.

 

Segundo os gestores do Tricolor, será o centro mais avançado e “disruptivo” de um clube de futebol da América Latina. A Escola de Educação Física da USP e Startups como a Sportheca, Deboo, IDBrasil e a PH3A são as primeiras associadas para projetos envolvendo o Tricolor, que terá como base um espaço no Morumbi que também funcionará como um Coworking para empresas que busquem inovação e networking de tecnologia.

.

A ideia é ótima. O “Inova.São” terá um espaço físico de 300m² que poderá proporcionar a aproximação de empresas inovadoras ao redor da instituição. O problema sempre é a execução. É preciso torcer para que o projeto não sofra distorções ao longo do caminho, como por exemplo aconteceu com o projeto de revitalização do REFFIS, liderado pelo Dr. Turíbio, lendário fisiologista que atuou por anos no São Paulo.

.

A diretoria de inovação do Inova.São conta com os conselheiros Jaime Franco e Eduardo Alfano, além de Wladimir Castro, mestre em Criação e Gestão de Empresas Inovadoras e Eduardo Toni, diretor de marketing do clube. Conheci o conselheiro Alfano e acredito que ele agrega bastante neste projeto. O diretor Eduardo Toni, apesar de eu não o conhecer muito bem, já mostrou ser um profissional bem competente no marketing e também conta com minha confiança.

.

Vale apoiar essa iniciativa e esperar que ela não seja esfarelada por interesses paralelos ou gestões seguintes. Afinal, um “hub” tem como conceito ser um núcleo de colaboradores voltados a um bem comum, não a benefícios individuais.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.
Para ver as camisas Tricolores na loja clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Kwai
Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Perto de resolver futuro de Perri e Couto, Tricolor avalia ir ao mercado

A diretoria de futebol do São Paulo trabalha para resolver o mais rápido possível a situação contratual de dois de seus goleiros vindos da base: Lucas Perri e Thiago Couto.

 

Lucas Perri, emprestado ao Náutico, recebeu oferta de compra do Coritiba. Campeão e destaque do campeonato pernambucano, o goleiro chamou a atenção da equipe paranaense, adversária do Tricolor no próximo dia 09 de junho. O São Paulo não tem planos de reintegrar o jovem e vê boa a oportunidade do Coxa pois Perri está em fim de contrato e poderá assinar pré-contrato com qualquer clube no meio deste ano. A hora de buscar algum dinheiro pelo jogador é agora.

 

Já Thiago Couto, atual reserva imediato de Jandrei, possui contrato até 30 de junho e negociações avançadas para renovação de contrato com o Tricolor. O clube acredita que ainda nesta semana o novo vínculo deva ser oficializado. Com dois jogos pela equipe titular, Couto ganhou o posto de reserva de Tiago Volpi, vendido para o futebol mexicano. O terceiro goleiro é o jovem Young, que disputou a Copinha neste ano.

 

Embora conte com o trio atual, o clube não descarta a possibilidade de contar com um goleiro mais experiente para o seu plantel e avalia nomes no mercado brasileiro. Uma boa oportunidade não será descartada porém não acredito na compra de um goleiro com contrato preso a outro clube. A prioridade está em outros setores pedidos por Ceni.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.
Para ver as camisas Tricolores na loja clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Kwai
Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Alex tem razão em não esperar para ser o técnico do elenco profissional

O técnico Alex, do sub-20 do São Paulo, deverá se despedir do clube no final de 2022.

 

O técnico admitiu saída da base Tricolor em entrevista ao canal do Alê Oliveira. “Já falei para o São Paulo, vou cumprir o meu contrato, que é o acordo que fiz com o clube e vou para o mercado. Se alguém me der oportunidade, começo na equipe principal. Como sub-20, esse vai ser o meu último ano.” – disse ele.

 

A decisão gerou frustração no clube e em alguns torcedores do São Paulo mas, para mim, Alex tem dois bons motivos para ter tomado tal decisão. O primeiro é que Rogério Ceni, atual técnico do profissional, conta com grande respaldo da atual gestão e, pelo trabalho que vem realizando, a tendência é que não saia do clube no final do ano.

 

Já o segundo motivo é pessoal: Alex se considera pronto para o desafio de dirigir uma equipe profissional. Além disso, quem garante que ele, se permanecesse na base em 2023, seria o substituto de Ceni como o clube desejava? O Tricolor mudará de gestão no fim de 2023 e é leviano cravar alguma coisa em um clube ainda amarrado por voto de conselheiros e cargos no social. Alex também deve saber disso.

 

A opção de saída não impede que no futuro o atual técnico do Sub-20 assuma o Tricolor como treinador do elenco profissional. Tudo dependerá de sua trajetória no cargo. Alex me parece ser um profissional competente e íntegro e deverá sair no fim deste ano com as portas abertas para, quem sabe num futuro próximo, poder dirigir o elenco de cima.

 

Será que a saída de Alex abre brecha para a chegada de Kaká? O ex-camisa 8 do São Paulo acabou de concluir seus estudos e já possui certificado de treinador. Oportunidade não lhe faltará.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.
Para ver as camisas Tricolores na loja clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Kwai
Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Efeito Marquinhos? São Paulo agiliza renovação de mais quatro ‘Made In Cotia’

A saída precoce do atacante Marquinhos ainda é assunto no Morumbi. Com contrato curto, o jovem de 19 anos está a caminho da Inglaterra e deixou o clube formador com “apenas” 3,5 milhões de euros.

 

Por isso, a diretoria de futebol corre para evitar que o “efeito Marquinhos” se propague com outros jogadores oriundos da base Tricolor. O diretor Carlos Belmonte, em entrevista ao canal Arnaldo e Tironi, revelou acerto com o lateral esquerdo Patryck, conversas adiantadas com Caio e Beraldo e também a situação do lateral Moreira.

 

“O Patryck já acertamos” – disse Belmonte. Com relação ao zagueiro Beraldo e o atacante Caio, o diretor disse ter conversas praticamente sacramentadas para a renovação dos vínculos. Já em relação ao lateral direito Moreira, o diretor afirmou estar confiante na permanência pela cabeça do jogador. “Não vejo o Moreira com o perfil de ir embora” – completou o diretor.

 

As renovações são fundamentais para o clube, tanto no âmbito esportivo como no econômico. A longo prazo elas geram qualidade em campo e receitas fora. Patryck, 19 anos, tinha contrato até maio de 2023 e era a renovação mais urgente. Já Lucas Beraldo, 18 anos, tem contrato até fim de fevereiro de 2024 e Caio, 18 anos, tem contrato até 14 de março de 2024. Os três estão com a seleção brasileira sub-20 para a disputa do Torneio Internacional, que ocorrerá no Espírito Santo, entre os dias 8 e 12 de junho, e desfalcarão o elenco de Rogério Ceni.

 

Já Moreira, que frequenta a seleção de base de Portugal, está à disposição do treinador.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.
Para ver as camisas Tricolores na loja clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Kwai
Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Meta de venda detalhada por Carlos Belmonte é adequada e muito factível!

O diretor de futebol do Tricolor, Carlos Belmonte, deu uma entrevista interessante ao canal Sportv nesta última quarta-feira. O diretor explicou o objetivo de venda do São Paulo neste ano e mostrou como anda o cumprimento orçamentário do clube em 2022.

 

“Temos seis jogadores hoje com potencial de boa venda: Welington, Sara, Igor Gomes, Rodrigo Nestor, Diego Costa e Pablo Maia. Disse para o Rogério que para cumprir o orçamento, estamos pensando o seguinte: já vendemos R$ 44 milhões em atletas, Jean, Volpi, Tchê Tchê, Marquinhos e parte do Tuta, mais a venda do Antony e uma venda de 10 milhões de euros, cumprimos o orçamento que é de R$ 142 milhões – disse Belmonte ao Sportv.

 

Isso quer dizer que, nesta próxima janela de transferências, o diretor tentará vender apenas um jogador da base pelo valor de 10 milhões de euros (ou mais) para cumprir a meta estipulada, evitando um desmanche na espinha dorsal do time principal.

 

A estratégia é adequada e, acima de tudo, possível de ser atingida. O São Paulo sofreu nos últimos anos com desmanches em sua base, atrapalhando sensivelmente o objetivo esportivo durante as temporadas. Se cumprir essa meta, Belmonte mostrará que há evolução no pensamento da diretoria de futebol e em consequência no apetite esportivo da instituição.

 

O diretor não citou a possível entrada de um dinheiro referente a transferência do zagueiro Diego Carlos, do Sevilla para o Aston Villa, sacramentada nesta última quinta-feira. O São Paulo espera receber um valor na casa de R$ 1 milhão de reais pelo mecanismo de solidariedade da Fifa.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.
Para ver as camisas Tricolores na loja clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Kwai
Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.