E-Consulters Web - Hospedagem Premium

Search Results For : Globoesportecom

Casagrande: “Palmeiras é favorito na Libertadores.” Há controvérsias!

São Paulo e Palmeiras farão dois jogos eletrizantes nas quartas de finais da Libertadores 2021. De um lado, o atual campeão da competição, do outro o maior campeão brasileiro da competição. Quem é favorito?

 

Walter Casagrande, ex-jogador do São Paulo e atual comentarista da Rede Globo considera o alviverde favorito. Segundo ele, o atual campeão da Libertadores é uma equipe mais pronta, que joga com personalidade e estabilidade. Não é à toa que o Palmeiras também ostenta a liderança do Brasileirão.

 

Casagrande elogiou o São Paulo e a bela partida em Avellaneda mas ponderou sobre a estabilidade do time. Segundo ele, o Tricolor precisa parar de oscilar e quando joga bem, desbanca muito time brasileiro e sul-americano. O próprio Palmeiras que o diga, na final do Paulista 2021.

 

Entendo e respeito a opinião do comentarista mas quando se trata de um clássico regional “muro a muro”, há controvérsias ao apontarmos algum favorito para passar para as semifinais do torneio de clubes mais importante das Américas. Explico por que: o sistema de jogo de Crespo se encaixa bem quando joga contra o ótimo time de Abel Ferreira. Basta ver os três jogos realizados até então sob o comando do argentino. Foram duas vitórias e um empate em duas partidas na casa palestrina e um no Morumbi. Uma delas com o Palmeiras reserva, é verdade, mas duas com o Tricolor desfalcado de dois de seus titulares: Benítez e Dani Alves.

 

Isso fora o grande retrospecto Tricolor sobre o rival nas Libertadores jogadas e o fato do Palmeiras não vencer o Tricolor desde 2019, muito por conta do nosso sistema de jogo encaixar diante deles. Tabu e retrospecto eu não conto muito, mas há essa situação a nosso favor.

 

Nem o fato de jogar a segunda em casa é vantagem. Um zero a zero no Morumbi é ‘bom’ para o Tricolor, caso faça gols no Allianz Parque. De qualquer forma serão dois jogos de altíssimo nível, com Benítez de um lado e Scarpa de outro. Inteiro e contando com a volta de Dani Alves, o São Paulo mede forças com seu rival de CT e eu, eu disse eu, não arrisco um palpite. Apensa torço e tenho fé!

 

E para você? Tá certo o Casagrande ou há controvérsias?

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Decisão do São Paulo pode acarretar processos e até rescisões no elenco

Na última sexta o jornalista Paulo Vinícius Coelho revelou a decisão do São Paulo de cortar parte dos salários do elenco, mesmo sem um acordo entre as partes. Tal decisão poderá levar graves consequências ao clube, como processos e até rescisões de contratos de atletas que não concordam com a medida.

 

Uma importante medida provisória foi publicada pelo Governo Federal do Brasil na última quarta-feira, por conta do COVID-19. Ela prevê a redução proporcional dos salários e da jornada de trabalho, além de também prever a suspensão temporária do contrato de trabalho. Porém, nos dois casos o texto prevê o acordo por escrito entre empregado e empregador. Por este motivo, advogados entendem que a lei não permitirá a as aplicações de redução salarial e redução de jornada de trabalho sem a concordância do atleta.

 

Conversei com o advogado Filipe Rino, da Rino Direito Desportivo. Ele alerta que a economia temporária poderá causar um rombo financeiro no futuro, com a perda de atletas (que poderiam ser negociados) e condenação ao pagamento da Cláusula Compensatória Desportiva.

 

“Em relação à redução dos salários em casos de força maior (como o presente momento), há os artigos 501 e 503 da CLT (Lei Trabalhista) que possibilitava a redução de até 25% dos salários, desde que comprovados prejuízo financeiros à empresa. E não é o caso dos clubes de futebol, que há anos se arrastam em crises financeiras e administrativas. No presente momento, não se tem notícias de redução da arrecadação dos clubes, pois as cotas de televisão continuam sendo pagas, patrocinadores continuam pagando, camisas continuam sendo vendidas, mantém arrecadação de sócios torcedores, etc. Ou seja, a crise não é decorrente do COVID-19, já ocorre há muito tempo.” – disse ele ao Blog São Paulo Sempre.

 

“A maioria dos clubes brasileiros sequer estão com os pagamentos dos salários e Direitos de Imagem em dia. Se de fato os clubes reduzirem de forma unilateral os pagamentos (salários e Direitos de Imagem), pode sofrer prejuízos ainda maiores.” – ressaltou do Blog.

 

O advogado Maurício Corrêa da Veiga, sócio da Corrêa da Veiga Associados, em entrevista ao Globoesporte.com, ponderou que cada jogador precisa se conscientizar das dificuldades atuais: “Não há outra saída, a conta não fecha. (sic) Não se trata de “corte” (salarial), mas sim de uma “moratória”, pois os 50% seriam devolvidos parceladamente depois do retorno das atividades. Se comparar com o que está sendo feito nos maiores clubes do mundo, pode-se dizer que a atitude dos atletas é mesquinha e individualista.”– disse ele ao portal.

 

Todos sabemos que o momento é extraordinário e, na minha opinião, o clube está sendo bem razoável na proposta ao jogadores, seguindo a linha mundial ou até sendo mais generoso. Também vale dizer que os grandes clubes do mundo caminham para acordos com redução de salários.

 

Há de se haver um consenso geral. O fato é que o São Paulo, por meio de sua diretoria e escritório de advocacia, ainda analisa o modelo de ajuste de despesas que será aplicado nesse período de isolamento. O clube sabe que terá que se readequar as despesas com as receitas do período sem jogos com o futuro.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

São-Paulino ‘desvaloriza’ Cueva após pênalti perdido contra a Dinamarca

O meia Cueva não correspondeu a torcida peruana (e por tabela o torcedor do São Paulo) na estreia da sua seleção na Copa do Mundo FIFA Rússia 2018™. O jogador teve participação decisiva ao perder um pênalti ainda no primeiro tempo de jogo, quando o placar ainda não estava aberto.

 

A Dinamarca venceu a partida por um a zero e saiu na frente no grupo C.

 

O pênalti perdido foi um dos assuntos mais comentados nas redes sociais durante a duração do jogo. No caso do torcedor são-paulino, ficou evidente a preocupação com a desvalorização do jogador no futebol internacional após o tento desperdiçado. Muitos até ‘desvalorizaram’ o meia após a decisiva atuação. Vale lembrar que Cueva possui contrato até 2021, multa superior a 30 milhões de euros e chama muita atenção do mercado. A tendência é que o atleta seja negociado pelo valor integral da multa, sem descontos.

 

Pênaltis não são especialidade do jogador. Desde que chegou no São Paulo, Cueva bateu quinze penalidades e converteu dez, ou seja, um terço ele perdeu na marca do cal. O penal mais famoso foi contra o Corinthians, no Brasileirão de 2016. A famosa “Cuevadinha”.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Avaliação do Globoesporte.com é 99% precisa e coloca São Paulo como oitava força no Brasileirão 2018!

O Globoesporte.com mais uma vez avaliou os elencos dos vinte clubes da Série A para o Campeonato Brasileiro de 2018, que começará neste final de semana. Segundo a avaliação do portal, o São Paulo é o oitavo melhor entre os vinte participantes.

 

O São Paulo não vive mais aqueles tempos de elencos equilibrados e talentosos. O clube entra no Brasileirão alicerçado em veteranos que já viveram dias melhores – casos de Diego Souza e Nenê – e apostando em novidades como Liziero e Valdívia.” – resumiu o site, que avalia os atletas como “é craque”, “joga muito, “agrega valor”, “compõe elenco” e “sujeito a vaias”.

 

Sidão e Jean estão na categoria “compõem elenco”, mostrando coerência com o que vimos até aqui. Reinaldo entrou na lista “agrega valor”, já Militão entrou na lista “compõe elenco”, creio que por ser improvisado na lateral. Régis não está na avaliação, o que é um erro. Creio que jogará bastante na temporada, principalmente num 3-5-2.

 

Na defesa, Rodrigo Caio, Arboleda e Anderson Martins estão no grupo “agrega valor” e Bruno Alves está na categoria “compõe elenco”. Individualmente as avaliações estão ok, mas no conjunto esse deverá ser o nosso melhor setor. No meio, as melhores avaliações individuais: Cueva, Jucilei, Diego Souza e Nene são avaliados como “joga muito”. Os dois últimos certamente pelo histórico e podem corresponder. Cueva joga muito quando quer e Jucilei, este sim, é o mais regular do setor. Liziero, por enquanto “agrega valor”, mas pode surpreender e virar “joga muito” durante a competição. Petros está avaliado como “compõe elenco” pela má fase mas pode subir para “agrega valor” durante o Brasileirão.

 

Por fim, o ataque: nenhum “joga muito” no setor. Tréllez, Marcos Guilherme, Valdívia, Brenner, Caíque e Morato são bons jogadores mas nenhum é acima da média. Aí que está o perigo pois, se não fizerem os gols necessários numa competição de regularidade, estaremos em apuros como no ano passado. De olho nesse ataque, diretores!

 

Sem delongas: concordo com a colocação do Tricolor dada pelo portal, bem como a grande maioria das avaliações individuais. Apesar de Raí ter dito no programa “Bola da Vez” que o São Paulo é um elenco forte e tem como objetivo a Libertadores, vejo o Tricolor mais uma vez como ‘meiúca de tabela”, com tendência para brigar lá em cima igual a de brigar novamente na zona da degola. Raí e Ricardo Rocha, que foram “é craque” no passado, precisam estar muito atentos a isso.

 

Não adianta dar murro em ponta de faca: não temos nenhum “é craque” no nosso elenco e dependemos neste momento de uma ótima organização tática, da camisa, da estrutura, do torcedor no Morumbi e do bom preparo destes atletas que estão no grupo.

 

Em tempo: Com justiça, Edimar, Bruno e Junior Tavares estão na categoria “sujeito a vaias”.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Rogério Ceni poderá recomeçar sua trajetória de técnico no Fortaleza!

Marcelo Paz, presidente do Fortaleza, confirmou proposta de trabalho como técnico a Rogério Ceni. Em reunião com o ex-técnico Tricolor, as duas partes conversaram e, segundo o Globoesporte.com, o acerto está próximo.

 

Ceni seria uma espécie de técnico/manager. A proposta inclui a autonomia de trabalho no campo e também na contratação de jogadores, tal qual fazia Vanderlei Luxemburgo nas épocas áureas do seu trabalho. Ceni teria o Campeonato Cearense e a Série B do Brasileirão como metas em um ano de trabalho no Leão Tricolor.

 

Torço muito para a ascensão do mito em sua nova profissão. É extremamente profissional e inteligente e exigirá que seus comandados sigam fielmente sua filosofia de trabalho. Sem a pressão de clube que viveu mais de 20 anos, talvez o Fortaleza seja um bom recomeço para aquele que revolucionou a posição no Brasil e no mundo.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

Veja também: as cinco dicas mais legais da Black Friday Tricolor.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.