E-Consulters Web - Hospedagem Premium

Search Results For : Temporada 2021

OPINIÃO Racing 0x0 São Paulo

Jogo enroscado. Esse é o resumo mais claro do que foi Racing e São Paulo nesta quarta-feira, em Avellaneda. Dadas as circunstâncias, o empate foi um bom negócio para o Tricolor que mantém a liderança no grupo.

 

O time foi surpreendido com a alta e ótima marcação dos donos da casa. A pegada do Racing compensou qualquer sinal de crise existente no clube. O meio-campo do Tricolor não funcionou, o ataque não foi devidamente servido e o time se salvou pela ótima defesa, capitaneada pelo monstro Miranda.O zagueiro parece não ter saído do clube e ajudou os companheiros Arboleda, Bruno Alves e Léo a evitar maiores complicações. Detalhe: quando precisou, Volpi também foi decisivo.

 

Temos também que falar do duro jogo físico dos argentinos, acentuado com muitas faltas e jogadas ríspidas que contaram com a benevolência do tendencioso juiz. A expulsão de William foi a prova mais clara do fraco trabalho do árbitro. As lesões de Luciano e Dani Alves preocupam.

 

Diante o que foi a partida, o resultado foi bom, contra um adversário tradicional e pesado. Vale lembrar que esse Racing eliminou o Flamengo no ano passado. Não faltou vontade, não faltou alma e não faltou coração. Faltou saída de bola e profundidade de campo. O São Paulo mostrou perigo somente no primeiro tempo.

 

Seguimos fortes e na luta.

 

Nota dos personagens em campo:

 

Tiago Volpi – Trabalhou bem e foi decisivo no final do jogo. Nota: DEZ!

Arboleda – Boa partida, sério e eficaz. Nota: 8,5

Miranda – Um monstro! Engoliu o ataque do Racing com chimichurri. Nota: DEZ!

Bruno Alves – Também fez o dele, capitaneado pelo monstro. Nota: 8,0

Dani Alves – Abaixo do que pode jogar, sofreu com Mena e saiu lesionado. Nota: 5,5

Luan – Teve bastante dificuldade e se limitou a defender. Nota: 6,0

Liziero – Bem abaixo das outras partidas. Enfrentou muita dificuldade. Nota: 5,0

Benítez – Muito marcado, teve atuação apagada. Nota: 5,0

Reinaldo – Ótimo primeiro tempo. Trabalhou na defesa na segunda etapa. Nota: 7,0

Pablo – Muita luta, pouca técnica e muita espirrada. Nota: 5,5

Luciano – Abaixo do seu normal. Lesão que preocupa mais uma vez. Nota: 5,5

Eder, William, Igor Vinicius, Gabriel Sara e Léo – William foi expulso injustamente, Gabriel Sara não apareceu para o jogo, Igor Vinicius foi mal e Eder pouco apareceu. Léo foi bem.

Crespo – São Paulo surpreendido pela marcação alta, forte e eficaz do Racing. Meio ineficiente, ataque pouco acionado e defesa sólida. São Paulo conquistou um bom ponto em Avellaneda. Nota: 5,5

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Hoje é jogo ‘bom para o moral’!

O São Paulo está com praticamente força máxima para o confronto deste início de noite diante do Racing, na Argentina. Com exceção de Orejuela, que ainda não tem data de estreia, e Rojas, com um edema, praticamente todo o plantel está à disposição de Crespo.

 

O Tricolor enfrentará um adversário em crise. Juan Antonio Pizzi está pressionado neste início de temporada e a situação é praticamente insustentável entre técnico e elenco. É o que chamo de demissão certa ainda sem data marcada, muito comum aqui no Brasil também. Segundo o jornal “Olé”, Pizzi já não conta com o respaldo dos jogadores.

 

Além disso, o time não contará com Enzo Copetti, Tomás Chanclay e Matias Rojas (este último em recuperação de COVID). Os tries participam de 55% dos gols do Racing na temporada até então.

 

O São Paulo tem que aproveitar essa oportuna instabilidade. Jogar leve para tentar ganhar e, caso não consiga, saia com um empate em Avellaneda. Apesar da crise, o Racing tem pontuação boa na Libertadores, com um empate diante do Rentistas fora de casa e vitória, ainda que suada, contra o Sporting Cristal, com um a menos boa parte do segundo tempo.

 

É jogo para se impor, controlar a posse de bola e tentar a vitória. Mas também há de se ter cuidado para não ser derrotado e perder a liderança do grupo. Para o planejamento Tricolor, vencer significa ter tranquilidade para administrar a fase de grupos e também a fase aguda do estadual. Vale conferir o possível e desejado calendário de jogos de maio.

 

Meu palpite? 3×1 para o Tricolor, que como diz a Rita Cadillac, é bom para o moral!

 

Diz aí o seu palpite nos comentários do blog ou nas minhas redes!

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Rodar elenco é a única maneira de seguir forte na Libertadores e Estadual

Maio é mês de maratona para o São Paulo na Libertadores e Campeonato Paulista. Caso chegue as finais do estadual, a equipe de Crespo jogará onze partidas nos trinta e um dias do mês. Veja a programação dos jogos:

 

02/05 Corinthians 2×2 SPFC (realizado)
05/05 Racing x SPFC
09/05 Mirassol x SPFC
12/05 Rentistas x SPFC
14/05 4as Final Campeonato Paulista
16/05 Semifinal Campeonato Paulista
18/05 SPFC x Racing
20/05 1° Final Campeonato Paulista
23/05 2° Final Campeonato Paulista
25/05 SPFC x Sporting Cristal
29/05 Estreia no Campeonato Brasileiro

 

O aperto nas datas e a necessidade de rodar jogadores é a razão para que a Comissão Técnica do São Paulo (incluindo Crespo, Fisiologistas, Preparadores Físicos e o próprio Muricy) tenha optado por um time misto em Itaquera. As quartas de final, a provável semifinal do Campeonato Paulista, a partida contra o Rentistas em Montevidéu e a provável primeira partida da final do estadual acontecerão num intervalo de apenas dois dias. Quem quer ser campeão e não passar aperto na Libertadores precisa se programar.

 

Por isso, o plano é voltar com um grande resultado de Avellaneda para encaminhar de vez a classificação e voltar os olhos para a fase decisiva do estadual sem apertos. Contra o Mirassol, um time absolutamente alternativo e, dependendo do resultado em Buenos Aires, um time semelhante ao de Itaquera contra os uruguaios. Temos ainda a partida de volta contra o Racing entre as prováveis semifinais e finais, portanto o planejamento é fundamental.

 

A boa notícia é que Muricy, Crespo e o futebol tiveram consciência do que virá pela frente e já mostraram que a rodagem feita no estadual é importante para pegar confiança para mais uma maratona de partidas. A Libertadores é a menina dos olhos mas o estadual também tem a sua grande e  importância para o futebol Tricolor.

 

Precisamos das duas competições. E do elenco todo!

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

OPINIÃO SCCP 2×2 São Paulo

Sobrou gol, faltou futebol. São Paulo e Corinthians fizeram um clássico muito disputado mas pouco criativo no Itaquerão. No final, o empate foi justo pelo que os dois times apresentaram.

 

O mexido Tricolor sofreu com o sistema espelhado que Wagner Mancini implementou nos donos da casa mas a grande diferença na partida foi a falta de posse de bola característica do time de Crespo. Os meio-campistas foram envolvidos no jogo físico corinthiano e não renderam o que a partida exigia. Toda bola sobrava para os alvinegros, principalmente na segunda etapa. Quando o caldo iria desandar, veio o empate graças a um pênalti bem marcado e também bem convertido por Luciano.

 

Foi uma partida fraca tecnicamente e mais brigada que o normal, onde o já classificado Corinthians jogou no seu máximo e o também classificado São Paulo esteve abaixo do seu normal. Tabu? Eu particularmente não me atenho a isso. Crespo claramente poupou seus jogadores por conta da maratona que virá e, apesar da alta expectativa do torcedor, ele não perdeu a partida, mas arriscou demais a invencibilidade.

 

Nota dos personagens em campo:

 

Tiago Volpi – Foi um dos que falharam no primeiro tento alvinegro. Nota: 5,5

Arboleda – Também falhou no primeiro gol alvinegro. Nota: 5,5

Miranda – Se o São Paulo fosse uma empresa, ele seria o controller. Nota: DEZ!

Léo – Jogou bem mas o segundo gol saiu no seu lado. Nota: 6,5

Igor Vinícius – Para quem se acostumou com Dani Alves…. Nota: 4,0

Luan – Iniciou muito bem, mas bobeou no segundo gol. Nota: 6,5

Rodrigo Nestor – Partida apagada. Nota: 4,0

Igor Gomes – De bom, a cobrança de escanteio do gol de Miranda. Pouco. Nota: 5,0

Wellington – Bem no primeiro tempo. Segundo gol saiu do seu lado. Nota: 6,5

Vitor Bueno – Perdeu uma boa chance de se consolidar no ataque. Nota: 5,5

Galeano – Apanhou, lutou, tentou. Não foi eficiente. Nota: 5,5

Liziero, Luciano, Benítez e Pablo – Pablo sofreu o pênalti e Luciano converteu.

Crespo – Optou por um time misto. Poupou Dani Alves e, na minha opinião, colocou os titulares muito tarde, mas o time não teve a sua cara. Faltou posse de bola e mais criação ao São Paulo. Nota: 5,5

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Pré-jogo: o provável time, a minha e a sua escalação para este Majestoso!

O São Paulo fará o seu terceiro e último clássico na fase de grupos do Campeonato Paulista neste domingo, às 22h15 (de Brasília), no Itaquerão, para tentar manter a boa fase e consolidar de vez o ótimo início na temporada 2021.

 

Na teoria, o jogo vale pouco pois ambas as equipes já estão classificadas para a fase seguinte do estadual. Porém, há a rivalidade e um tabu em Itaquera, com boa chance de ser batido neste domingo.

 

A tendência é que Crespo utilize a maioria de seus titulares antes de viajar para a Argentina para enfrentar o Racing pela Libertadores. O Globoesporte.com colocou duas posições em dúvida: defesa e meio-campo. Miranda disputa vaga com Léo na zaga e Benítez concorre com Igor Gomes pela vaga de armador.

 

Deste modo, o time escalado pelo GE.com seria: Volpi, Bruno Alves, Arboleda e Léo (Miranda). Dani Alves, Luan, Rodrigo Nestor, Benítez (Igor Gomes) e Reinaldo. Pablo e Luciano.

 

Eu entraria com força máxima nas duas partidas (Itaquera e Avellaneda) porque Crespo rodou bem os jogadores em sua maratona e a distância São Paulo/Buenos Aires é menos que algumas viagens do Campeonato Brasileiro, como o Ceará e Pernambuco. O momento também é ideal para manter o São Paulo 100% em clássicos e com a confiança alta para o atribulado mês.

 

Portanto, com Miranda em campo e Nestor como ‘titular’, o meu time para o Majestoso seria: Volpi, Arboleda, Miranda e Léo. Dani Alves, Luan, Rodrigo Nestor, Benítez e Reinaldo. Pablo e Luciano.

 

E a sua escalação? Com que time você entraria em campo?

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.