E-Consulters Web - Hospedagem Premium

Search Results For : Temporada 2021

São Paulo e Palmeiras adotam táticas motivacionais distintas para domingo

São Paulo e Palmeiras iniciaram suas respectivas estratégias para de domingo logo minutos após o apito final que decretou a vitória Tricolor sobre o Alviverde nesta quarta-feira, no Morumbi.

 

Lado vencedor do primeiro confronto, o São Paulo anunciou um treino aberto no estádio do Morumbi no sábado que antecede a grande final. O clube pretende aproximar ainda mais o torcedor do elenco e dar mais uma injeção de adrenalina aos jogadores; o mesmo visto nas arquibancadas nos dois últimos jogos, quando sua torcida lotou o Morumbi.

 

Já o Palmeiras usa a tática da indignação após o fim do jogo, com a arbitragem. Na coletiva pós-jogo Abel Ferreira já decretou “mancha” no estadual, o vice presidente palmeirense questionou a não marcação de um pênalti e uma imagem publicada pela arbitragem após o confronto. Tudo no sentido de motivar a sua coletividade para o jogo final em seus domínios no consagrado “contra tudo e todos”.

 

A estratégia palmeirense está longe de ser novidade no futebol: ela já foi adotada por muitos clubes, inclusive o próprio São Paulo no Mundial 2005, quando o elenco usou uma suposta informação sobre briga por bicho pela conquista do título para se unir ainda mais na final diante do Liverpool, com final feliz para o Tricolor.

 

É importante dizer que Rogério Ceni e Abel Ferreira se respeitam bastante e as entrevistas para a Federação Paulista mostraram que não há rusga nenhuma entre os dois, além da rivalidade dos seus respectivos times em campo. É muito importante esse tipo de convívio para o futebol brasileiro evoluir.

 

Pelos discursos adotados, tudo indica que o segundo jogo da final será bastante aflorado. O São Paulo pode perder por até um gol de diferença para se sagrar Bicampeão Paulista. O Palmeiras? Não vai querer deixar o rival festejar em sua casa.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.
Para ver as camisas Tricolores na loja clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Kwai
Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Pablo Maia é ótimo desafio para a volta de Luan!

O São Paulo apresentou neste Campeonato Paulista a sua maior promessa do ano. O jovem Pablo Maia agarrou a vaga de titular na equipe de Rogério Ceni e promete ‘atrapalhar’ (no bom sentido) a retomada da titularidade de um ídolo recente do torcedor: o volante Luan.

 

Pablo teve seus primeiros holofotes na Copinha deste ano. Capitão da equipe,  o volante foi responsável por altos e baixos do Tricolor na competição. As boas atuações foram sensivelmente arranhadas pelo erro que ocasionou o solitário gol do Palmeiras nas semifinais do torneio. O rival eliminou o São Paulo e sagrou-se campeão neste ano.

 

O erro não abateu o jogador, tampouco a confiança de Rogério Ceni. Hoje ele é peça imprescindível em uma posição carente de atletas e merece todos os elogios após atuações seguras em clássicos e em jogos importantes como o último em Mirassol. o scout é irretocável e não é exagero dizer que o volante Tricolor é a maior revelação do Paulistão deste ano.

 

Já Luan é ‘velho’ conhecido do torcedor. Também revelado pelo clube, é conhecido pelo alto poder de marcação e teve o seu auge no ano passado, com direito a gol na final do estadual diante do Palmeiras. Entretanto, o jogador teve uma lesão complicada no Brasileirão e está a mais de seis meses fora dos gramados. Neste último domingo Luan esteve no banco de reservas em Mirassol e por pouco não teve sua volta confirmada.

 

Rogério Ceni disse após a vitória em Mirassol que tem certeza que Luan irá ocupar a posição e considerou o volante fundamental para o elenco. “São primeiros volantes de marcação. Pablo vai mais para o jogo, Luan talvez tenha um poder de marcação maior. Vamos tentar colocar Luan em forma para que volte a jogar.” – disse ele.

 

Já sobre Pablo, o treinador foi só elogios e uma ressalva. “É um jogador que pode cansar, apesar de ser garoto. Eu, por exemplo, jogava Copa São Paulo e emendava treino; era uma alegria. Ter essa idade e jogar no profissional é motivo de orgulho.” – comentou Ceni.

 

Ano passado, Luan nadava de braçada na titularidade. Hoje, entre Luan e Pablo, fico com o ótimo momento do recém promovido de Cotia; não me esquecendo da excelente qualidade do primeiro. Porém, num futuro não tão distante Ceni poderá até trabalhar com os dois jogadores em campo, mantendo Luan na marcação e Pablo na saída de bola. Não ficaria surpreso se o meio-campo do Brasileirão fosse muitas vezes composto por Luan, Pablo Maia, Rodrigo Nestor e Gabriel Sara pela vitalidade e poder de combate dos garotos, importantíssimos para o esquema de Ceni.

 

O tempo dirá.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.
Para ver as camisas Tricolores na loja clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Kwai
Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Invasão com direito a faca em Barueri não mancham boa Copinha do Tricolor

Em um jogo marcado por muita disputa, uma injustificada invasão e até uma faca dentro do campo, o São Paulo deu adeus a Copinha 2022, perdendo a semifinal para o Palmeiras por 1×0, em Barueri.

 

O time pecou muito no primeiro tempo. Nervoso, não conseguiu entrar no jogo e permitiu, além do gol, chances agudas desperdiçadas pelo seu adversário. Na segunda etapa, a equipe mostrou mais ímpeto mas não conseguiu o gol de empate, mesmo com muita pressão e uma bola na trave no final da partida. No fim, o Palmeiras, aguentou o tranco, foi merecedor da vitória e vai com justiça a final.

 

A eliminação não tira os méritos dos jogadores e do técnico Alex. Em oito jogos na Copinha, o time conquistou sete vitórias e perdeu apenas na semi, somando 21 gols marcados e cinco sofridos. Longe de ser o melhor São Paulo sub20 dos últimos anos, a equipe comandada por Alex cumpre o principal papel da base e prepara bons jogadores para o profissional. Nenhum para ‘sair jogando’ mas algumas boas jóias a serem lapidadas, como Nathan, Beraldo, Pablo, Vitinho, Maioli e Caio, entre outros. Esse é o trabalho.

 

A se lamentar mais uma vez um absurdo, cada vez mais normalizado no nosso futebol: invasões de campo e, pasmem, uma faca em posse de um torcedor, que segundo um jogador do Palmeiras a FPF, usava uma camisa vermelha. A arma branca,  aparentemente vinda das arquibancadas, não foi motivo para suspensão ou término da partida, como se fosse algo cotidiano no mundo da bola tupiniquim.

 

O Brasil precisa tomar as mesmas decisões que países como a Inglaterra e Itália tomaram: punir severamente os violentos. Punir de verdade, sem direito a fiança, saidinha ou Habeas Corpus. Ou se toma medidas drásticas ou veremos e veremos mais cenas como essas em Barueri.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Kwai
Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

São Paulo: moralmente rebaixado em 2021!

Não teremos a opinião de América-MG e São Paulo. Parabéns aos mineiros pela bela festa e principalmente pela ótima campanha. Perdeu o técnico no meio do caminho mas não perdeu o rumo. O mesmo cumprimento se estende ao Fortaleza. Que bela festa no Castelão. Merecedores da Libertadores 2022!

 

O São Paulo foi moralmente rebaixado neste Brasileirão. Só não caiu efetivamente para a série B porque os quatro rebaixados não deixaram. Foi a pior colocação da história do clube (13ª lugar), a pior pontuação (48 pontos), o pior ataque (miseráveis 31 gols), o pior saldo de gols (-8 no total) e o menor número de vitórias (11) em toda a história do clube no campeonato de pontos corridos, desde que foi instaurado.

 

Comparando o desempenho junto aos rebaixados neste ano, o Tricolor teve mais empates que os quatro rebaixados, menos vitórias que o Grêmio, mesmo número de vitórias que o Bahia, menos gols marcados que os dois clubes acima e um saldo de gols pior que o clube de Porto Alegre.

 

O que eu imagino é que a direção pensou que, após a conquista do Campeonato Paulista, haveria mais tranquilidade para disputar o Brasileirão. A crença era em um campeonato morno, mas seguro. O problema é que, além das questões internas como as lesões e desequilíbrio no elenco, alguns de nossos rivais da mesma grandeza se fortificaram e adversários de uma outra prateleira (como os próprios América-MG e Fortaleza) se modernizaram.

 

O São Paulo ficou parado no tempo, olhando o trem bala passar. Se continuar essa toada, o clube continuará disputando pontos com clubes menores porém mais estruturados e o rebaixamento mais ano ou menos ano será uma realidade. Porém, ao invés de trabalhar para reverter esse paradigma, os conselheiros pretendem se blindar ainda mais no controle das decisões do futebol. Há muita dedicação pela manutenção do poder e pouca com a evolução da instituição. Isso mina qualquer esperança em um avanço necessário ao clube. Lamentável.

 

Os problemas estão expostos em mais uma campanha medíocre no Brasileirão. Dessa vez passou raspando mas parece que para o Conselho Deliberativo, a ordem é ir contra a modernidade. As decisões políticas são dez vezes mais rápidas que as decisões profissionais e técnicas. Se o mindset não se reverter, nosso destino será sermos coadjuvantes no futebol brasileiro.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Kwai
Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Pré-Jogo: dinheiro de premiação em jogo, escalação e palpite de placar

Um aliviado São Paulo e um leve América-MG medirão forças nesta quinta-feira, às 21h30, no estádio Independência, em Belo Horizonte, pela última rodada do Brasileirão 2021.

 

Engana-se que a partida seja uma mera formalização para as duas equipes. O América joga por vaga na Libertadores 2022 e trata a partida como uma das mais importantes de sua história. Se ganhar, estará garantido, se empatar dependerá de combinação de resultados e se perder terá que se contentar com a Sul-Americana. Já o São Paulo, com chances pequenas de Libertadores (pré, diga-se) luta por algo muito importante para o seu final de ano: dinheiro.

 

Atualmente na 13ª colocação, se terminar nesta posição o Tricolor levará R$ 13,7 milhões para o Morumbi. Porém, se vencer a partida, aumentará substancialmente sua premiação. A vitória superaria o próprio América-MG na tabela e, em caso de oitava colocação, o clube levaria 21,4 milhões para o Morumbi. Quase o dobro do que receberia na posição atual.

 

Não acredito na oitava colocação pela combinação dos outros resultados mas é obrigação deste elenco lutar por mais receita. Receita essa que será usada para amortizar a dívida do clube, inclusive com o próprio elenco.

 

Arboleda está suspenso e Miranda não viajou por conta de uma lesão. Luciano também ficou em São Paulo, assim como Gabriel Sara. Sem os dois zagueiros e sem a ligação de Sara e Luciano, a tarefa será bem difícil. Em compensação, Luan está recuperado de lesão na coxa esquerda e foi relacionado para o jogo mas deve iniciar a partida no banco de reservas. O uruguaio Gabriel deverá ganhar uma chance rara de iniciar o jogo nesta temporada.

 

Deste modo, a provável equipe que enfrentará os mineiros terá Tiago Volpi, Igor Vinícius, Bruno Alves, Léo e Reinaldo; Rodrigo Nestor, Gabriel, Igor Gomes e Marquinhos; Rigoni e Calleri.

 

Palpite de placar:

 

 

Uma vitória do Tricolor hoje seria uma boa surpresa, ja que a equipe está desfalcada de jogadores estratégicos e o adversário vem motivado para buscar a Libertadores, algo que seria de direito do São Paulo se o elenco tivesse correspondido no Campeonato Brasileiro. A diretoria do Coelho até ‘inovou’, oferecendo cerveja de graça aos torcedores antes do jogo. Imagina se a moda pega no Morumbi…

 

Para os munidos de fé a Sportsbet.io patrocinadora oficial do São Paulo FC dará odd de 5.00 pela vitória do São Paulo com o jogo tendo dois gols ou mais. Veja aqui como apostar no Tricolor.

 

Meu lado racional aponta um empate em 1×1 mas, claro, quero e torço por uma vitória no último jogo do ano, de preferência com gols para melhorar um pouco o desempenho ofensivo nesta temporada. Seria um desfecho um mínimo digno de uma das piores temporadas do clube no torneio de regularidade desde sua existência.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Kwai
Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.