E-Consulters Web - Hospedagem Premium

Search Results For : Temporada 2021

Pré-jogo: o ‘fator Ceni’, a escalação do novo técnico e palpite de placar

São Paulo e Ceará medirão forças às 19h desta quinta-feira, no Morumbi, em jogo válido pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Tricolor tem um ponto a mais que o seu adversário, porém dois jogos a mais no torneio e não pode abrir mão da vitória.

 

A partida marca a volta de Rogério Ceni no comando do time. Ídolo inconteste embaixo das traves, o agora treinador terá a segunda chance de mostrar capacidade para comandar um clube com muitos problemas políticos e econômicos. A torcida está bem dividida sobre ele, como mostra essa enquete do Eduardo Affonso:

 

 

Rogério comandou um treino na última quarta-no Morumbi e promoveu significativas mudanças. Uma delas foi Orejuela na lateral direita e Reinaldo na esquerda. O colombiano era preterido ate por jogadores improvisados, como Galeano e Igor Gomes e o lateral havia perdido a titularidade para Wellington. Outra mudança é a volta de Benítez como titular, também esquecido quando Crespo ainda treinava o elenco. O jogador formará um losango com Nestor no lugar de Luan, que saiu machucado e não deve jogar, Igor Gomes e Gabriel Sara. Por fim, a última mudança: Luciano no ataque, ao lado de Calleri.

 

Desta forma, o time que Rogério formou no seu único treino foi: Volpi, Orejuela, Miranda , Léo e Reinaldo; Rodrigo Nestor, Igor Gomes, Gabriel Sara e Benítez; Luciano e Calleri.

 

Gosto da iniciativa Orejuela, da formação ofensiva, do meio-campo de Cotia trabalhando com Benítez e de Luciano no ataque mas não acho que Nestor seja o cara da contenção e preferia manter Wellington na esquerda. Enfim, é apenas uma opinião e o experiente Reinaldo também é um dos assistentes do elenco.

 

Falando do adversário: Tiago Nunes não tem problemas para escalar o Ceará. O time deve vir com Richard; Igor, Messias, Luiz Otávio, Bruno Pacheco; Marlon, Fernando Sobral, Lima, Vina; Rick e Clebão. A surpresa pode ser a entrada do colombiano colombiano Yony González, recuperado de lesão.

 

Dificilmente veremos um time com a cara do treinador nesta quinta mas naturalmente (e até infelizmente) os jogadores correrão mais que o normal, buscando a oportunidade de se firmarem nessas últimas treze rodadas. Muitos deles estão sob avaliação do departamento de futebol, capitaneado por Muricy Ramalho. É preciso se impor em campo e fazer bonito para a torcida que estará presente em maior quantidade que diante do Santos.

 

 

Palpite Sportsbet.io:

 

Seria natural apostar no São Paulo no Morumbi (1.72 em caso de vitória), mas como no jogo anterior diante do Cuiabá, aconselho o apostador conservador em colocar o duplo vitóriaSPFC/empate, até porque o técnico é estreante. Porém, a Spostsbet.io, patrocinadora oficial do Tricolor, tá com um mercado especial interessante: 3,50 em caso de vitória do São Paulo e 10 escanteios+ (de qualquer lado) na partida. O apostador mais confiante também pode entrar nessa. Eu apostarei nas duas modalidades.

 

No mais, é ir ao Morumbi com o coração aberto para empurrar o time para a impreterível vitória. Hoje é correria e o bom Ceará não poderá ver a cor da bola: hoje é ganhar, ganhar ou ganhar: 1×0 para o São Paulo. Com muito escanteio, rs!

 

Nos vemos no Cícero Pompeu de Toledo!

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Kwai
Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Rogério Ceni não demorou 15 minutos para acertar sua volta ao São Paulo

Menos de quinze minutos. Esse foi aproximadamente o tempo de acerto entre São Paulo e Rogério Ceni. Essas foram as palavras do presidente Júlio Casares ao comentar a volta oficial do ídolo ao comando técnico do clube após quatro anos desde a saída.

 

O movimento relâmpago sinaliza que clube e o novo técnico estavam alinhados em caso de saída de Hernán Crespo, concretizada na manhã desta quarta-feira. Há gente que até jura que Ceni viria antes mesmo de iniciar outubro e ficou de sobreaviso desde o início do mês.

 

O bom filho a casa torna. Disposto e mais experiente na função, Ceni não exprime nenhuma mágoa presente pela demissão em 2017. Outra direção, outro desafio: fazer essa equipe voltar a jogar o que já jogou neste ano, como nas finais diante do Palmeiras pelo estadual e a emblemática partida diante do Racing, em Avellaneda. O técnico depende de burocracias para ser anunciado e começar a treinar. Estreia? Creio que no clássico diante do Corinthians, com casa cheia, no Morumbi.

 

Se para mim não foi correta a demissão de Crespo, ao menos os diretores foram rápidos na reposição. Do fundo do coração, espero que Ceni desenvolva sua capacidade num clube que voltará a lhe dar apoio interno. O último clube que lhe ofereceu apoio para trabalhar foi o Fortaleza e lá ele rendeu mais que se esperava.

 

Que seja feliz no São Paulo e ponto final!

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Kwai
Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

 

 

Crespo se vai, mas sua frase ficará para sempre na memória dos gratos!

Hernán Crespo não é mais técnico do São Paulo FC.

 

O clube informou que a decisão foi tomada em comum acordo nesta quarta-feira, após uma conversa entre o treinador e a diretoria. Crespo leva consigo toda a sua comissão técnica contratada no início do ano.

 

O treinador, campeão estadual pelo Tricolor, não resistiu aos maus resultados no Campeonato Brasileiro, somados as eliminações na Libertadores e Copa do Brasil. Mais que isso: o técnico não conseguiu retomar o padrão conquistado no Paulista ao longo dos meses de trabalho. Se a decisão foi em comum acordo, como alardeada na nota oficial emitida, é muito provável que haja também um acordo para o pagamento de valores que possam estar em pendência ou na cláusula de rescisão.

 

Crespo é mais um estrangeiro que deixa o Brasil sem atingir a quase inalcançável longevidade no futebol brasileiro. O treinador sofreu com a falta de pré-temporada do seu elenco e a pouca experiência com o calendário tupiniquim, um verdadeiro inferno esportivo. Seu tempo foi rápido, mas o suficiente para tirar o clube de uma incômoda fila de títulos. Certamente, em breve terá em mãos um clube tão grande como o Tricolor para treinar.

 

Não gostei de sua saída mas também entendo que era muito difícil a permanência, diante do cenário nada positivo que tinha e que teria em frente. Só um detalhe: Crespo não teve pré-temporada. Chegou já com a missão de fazer o São Paulo ser campeão para a gestão iniciar com tranquilidade. Coloco a sua saída muito mais na conta dos jogadores. Os mesmos que devolveram o São Paulo a glória.

 

O argentino sai de cena mas a frase “Donde no llegan las pernas va a llegar el corazón” (aonde não chegam as pernas, vai chegar o coração), gravada na parede do estádio, deveria permanecer na mente dos gratos são-paulinos para mostrar a cada um dos jogadores, atuais e futuros, o que é ter paixão pelo futebol e pela instituição em que trabalham.

 

Boa sorte Crespo, e muito obrigado por nos dar um título e tirar o São Paulo da fila!

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Kwai
Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

OPINIÃO Cuiabá 0x0 São Paulo

Aconteceu o que a tabela previa, o que os comentaristas previam e o que o torcedor, no âmago do seu coração previa: mais um empate do São Paulo pelo Campeonato Brasileiro. Desta vez contra o Cuiabá, na Arena Pantanal.

 

Diferente da partida diante do Santos, onde houve imposição do time em muitos momentos, hoje o Tricolor escapou de uma derrota graças a atuação decisiva do seu goleiro. Com duas defesas difíceis, Tiago Volpi evitou que os donos da casa se desgarrassem da ‘meiúca‘ da tabela e garantiu o bicho do mísero ponto aos companheiros. Destaque do São Paulo e destaque da partida.

 

No mais, um preocupante mais do mesmo. Pouco coletivo, poucos jogadores que realmente decidem jogos e falta de chutes a gol. O meio, com Luan, Nestor, Sara e Luciano, ficou aquém daquela pressão e posse que Crespo tanto prega em sua filosofia de jogo. O ataque mais uma vez foi mal. Tirando a saída precoce de Rigoni, um Calleri bem abaixo, um Marquinhos bem abaixo e um Rojas beirando o bizarro em alguns lances. O resultado? Apenas dois chutes no Walter.

 

Juro que não entendo os apenas quinze minutos de Benítez. Apesar da propagada defasagem física, dava para entrar mais cedo. Não é para tanto mas o pouco de Benítez no Mato Grosso valeu mais que o muito do Sara e Nestor, dois operários da bola que dependem bastante de um coletivo que não engrena. E mais: a entrada de Benítez adiantou Luciano para sua posição original.

 

Que Crespo faça esse time jogar mais e encontre mais espaço para Luciano no ataque, junto com Rigoni (lesão que preocupa) e Calleri. Que o clube teste Benítez por mais tempo. Se não tem físico, tem criatividade e pode procurar melhores saídas que o burocrático toque dos operários.

 

Hoje ganhamos um ponto. Muito pouco para uma equipe que ameaçou uma boa temporada no primeiro e segundo semestre. Nossa luta é para sair do Z4 e, pelo menos meu lado racional não me fez perder a aposta na Sportsbet.io

 

Perrone Vídeos:
“Pobre resumão do empate mais que previsto no Mato Grosso.”
Assista:

 

 

Nota dos personagens em campo:

 

Tiago Volpi – Decisivo. O melhor em campo. Nota: DEZ

Igor Gomes – É clara a dificuldade na lateral, ainda mais com o Cleisson e outros velocistas espetados em cima dele. Por isso ganhará uma boa note pela disposição. Nota: 6,5

Miranda – Partida segura. Comandou a defesa. Nota: 8,0

Léo – Cumpriu o seu papel. Nota: 6,5

Wellington – Primeiro tempo com bons momentos. Parece ter cansado na segunda etapa. Nota: 6,0

Luan – A pressão cuiabana no quase estéril meio são-paulino dificultou sua vida. Nota: 5,5

Rodrigo Nestor – Faltou vibração e encostar mais no ataque. Burocrático. Nota: 4,5

Gabriel Sara – Muito pouco para pleitear uma vaga no meio. Nota: 4,0

Luciano – Partida ruim no meio-campo. Autor de um dos chutes certos quando foi para o ataque. Nota: 4,5

Rigoni – Saída precoce. Preocupa. Sem nota.

Calleri – Partida fraquíssima. Errou mais uma bola na grande área. Contra o Santos também foi assim. Nota: 4,0

 

Marquinhos, Rojas, Gabriel, Benítez e Liziero – Marquinhos muito mal. As entradas de Rojas (também mal tecnicamente), Gabriel e Benítez melhoraram o time mas não a ponto de abrir o placar.

Crespo – Teve problemas com a proposta de jogo de Jorginho, em cima de Igor Gomes. Seu time não chutou a gol mais uma vez e só teve lampejos com as mudanças. Muito pouco. Nota: 4,0

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Pré-Jogo: Sara ou Marquinhos? Veja sugestão de escalação e palpite de placar!

Cuiabá e São Paulo duelarão nesta segunda-feira, às 20h (horário de Brasília) na Arena Pantanal, em jogo válido pela 25ª rodada do Brasileirão. E, para variar, a partida é vital, tanto para Tricolores como para cuiabanos.

 

Com míseros 29 pontos em 24 jogos, o São Paulo se encontra na incômoda 14ª posição da tabela, três pontos acima do Bahia, primeiro time dentro da zona da degola, e quatro abaixo do Fluminense, nono colocado e teoricamente com vaga na Libertadores do ano que vem. Se vencer, o Tricolor ultrapassa o próprio Cuiabá e mais outros três clubes, ficando na décima colocação, abaixo do próprio Flu. Mais que isso, respira na primeira parte da tabela.

 

Desfalques e sugestão de escalação:

 

Mais uma vez o clube não contará com laterais direitos de ofício. Igor Vinícius ainda não se recuperou do feio hematoma no olho, Galeano foi vetado pelo departamento médico e Orejuela… bem, este é mais um daqueles mistérios dignos da extinta série “Acredite se quiser”. Igor Gomes não fez feio diante do Santos atuando na posição e deverá ser mantido. Já o resto da equipe deverá obedecer a escalação do San-São ainda sem Arboleda e com uma dúvida: Sara no meio ou Marquinhos aberto na ponta.

 

Para este jogo eu começaria com Gabriel Sara. O meia, com contrato renovado, deu maior consistência e equilíbrio quando entrou no clássico e ajuda Luciano a “ir e vir” entre meio-campo e ataque. Deste modo, a minha sugestão de escalação seria esta: Volpi, Igor Gomes, Miranda, Léo e Wellington. Luan, Nestor, Gabriel Sara e Luciano. Rigoni e Calleri.

 

Pela péssima trajetória no campeonato, o São Paulo tornou o confronto com os debutantes no Brasileiro em uma partida decisiva. O time não vence há quatro jogos mas também não perde há cinco partidas. É preocupante o tanto de tempo sem vencer fora de casa (última vitória fora foi diante do Sport, no primeiro turno) mas vale dizer que o Cuiabá tem grande dificuldade em vencer em seus domínios.

 

 

Aposta e palpite de placar:

 

Cuiabá e São Paulo são dois dos clubes que mais empatam no Brasileirão, por isso, meu lado racional coloca o empate como uma grande (e ruim) possibilidade. Porém, com Calleri, Luciano e Rigoni começando a se entender desde o empate diante do Santos, meu coração mais uma vez tem esperança por uma vitória Tricolor. A Sportsbet.io, patrocinadora oficial do clube, dá 2.16 para a vitória Tricolor e 1.69 na dupla empate/São Paulo. Unindo razão com emoção, o duplo empate/São Paulo seria minha dica de aposta. Faça a sua aqui.

 

Já o meu placar, seria 2×1 para o São Paulo. A gente precisa desse resultado para respirar e abraçar essa equipe diante do Ceará em casa, na quinta-feira, desta vez sem tanta burocracia para entrar no Morumbi.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Kwai
Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.