Search Results For : Especulações

Segura essa: a Espanha inteira está de olho no meia são-paulino Igor Gomes!

O futebol está parado no mundo mas, pelo menos nos jornais, as especulações do mercado não param. O jornal espanhol “As” noticiou neste domingo o interesse do Real Madrid em cima do meia Igor Gomes, do São Paulo.

 

Além do As, outro jornal espanhol de grande visibilidade revelou o interesse de clubes espanhóis para cima do jovem meia Tricolor. O “Marca” divulgou outros dois clubes interessados em Igor Gomes: Sevilla e Barcelona.

 

Leia também: as 5 viradas históricas do São Paulo!

 

São simplesmente três dos cinco maiores clubes do país. Sinal de que, apesar de recentemente ter valorizado o seu atleta com um aumento de salário (e maior multa) o São Paulo terá muito trabalho para segurar o seu jogador.

 

É claro que a pandemia do COVID-19 afetou economicamente os clubes europeus mas, do mesmo modo, também afetará bastante os clubes brasileiros. Eles fatalmente terão que se virar nos trinta para manter os salários de seus atletas em período pré-recessão. Caso não consiga segurar os grandes europeus (principalmente Barça e Real Madrid), tudo que o São Paulo deverá fazer para alongar a estadia de Igor Gomes é defender o custo máximo do atleta, presente no contrato ajustado após a valorização.

 

A ascensão do Tricolor na temporada se deu após a volta de Igor Gomes e Antony da seleção pré-olímpica. Com o meia made in Cotia, o time ganhou velocidade e dinâmica no meio-campo. Será uma perda gigante perdê-lo neste ano. É preciso segurar o jogador em 2020!

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Como fica o pagamento de salários, férias antecipadas e reforços em 2020?

A paralisação do futebol por conta da pandemia do COVID-19 prejudicou praticamente todos os setores de trabalho do mundo. No futebol não foi diferente e os clubes terão que negociar com seus jogadores as formas de pagamento, incluindo até férias antecipadas e redução de vencimentos.

 

No caso do São Paulo, o clube ouvirá os atletas no processo de decisão para definir a maneira de pagar os salários e direitos de imagens. Tanto Tricolor como o elenco deverão buscar soluções de como arcar com os compromissos financeiros em meio à paralisação, até porque o São Paulo e seu patrocinador máster terão mais um mês para negociar a manutenção da imagem do Banco Inter no clube e nas camisas. Sendo assim, o bom senso deve prevalecer entre as duas partes. Teremos alguma mexida importante aí.

 

Sobre as férias discutidas entre CBF, federações e os clubes nesta semana, o São Paulo ainda não definiu se haverá férias coletivas antecipadas do dia de 1º a 20 de abril, como ficou sugerido na reunião. Esse assunto deve ser definido no máximo até segunda-feira.

 

Para finalizar, qualquer procura por contratação do Tricolor também está paralisada até que se resolvam as coisas e haja uma previsão de volta do futebol no Brasil. Arrisco-me a dizer que para 2020 não deveremos ter mais nenhuma contratação relevante e sim subida de atletas da base e uma reposição pontual de valores emergentes dos estaduais.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Bateu na trave! Cinco jogadores que quase vestiram a camisa do São Paulo

Seguindo a toada do post “As cinco contratações mais decepcionantes do São Paulo“, mostro aqui algumas negociações que bateram na trave, isso é, quase aconteceram mas no final os envolvidos não chegaram a vestir o manto sagrado Tricolor.

 

Alguns foram ídolos em outras equipes, outros nem tanto mas todos eles chegaram a negociar com os diretores do São Paulo nas devidas épocas, a ponto de quase pintarem no Morumbi. Vejam eles:

 

Sócrates
Diz a lenda que o finado camisa oito da seleção brasileira dos anos oitenta estava apalavrado com o São Paulo quando ainda jogava no Botafogo de Ribeirão Preto. Bastou um fim de semana para Vicente Matheus, presidente do Corinthians na época, pagar mais a vista ao Pantera para que o Doutor fizesse seu nome no Parque São Jorge. Apesar da perda, o ‘balão’ Tricolor veio com a contratação de Raí, mesmo com o forte interesse alvinegro. Doutor Sócrates conquistou alguns estaduais com o Corinthians. Raí conquistou o mundo pelo Tricolor e é um dos maiores ídolos do Paris St Germain.

 

Bismarck
O meia do Vasco quase foi parar no São Paulo em uma troca que teria proporções catastróficas para o Tricolor, caso concretizada. No ano de 1990 cogitou-se a troca entre camisas dez, com Raí, ainda sem desencantar no Tricolor, no lugar da jovem promessa cruz-maltina. Graças a Deus a troca não ocorreu.

 

Edmundo
O ídolo vascaíno e palmeirense quase parou no Morumbi após uma breve trajetória na Fiorentina, nos anos noventa. E nos anos 2000 mais uma tentativa quase trouxe fez o “animal” vestir o manto Tricolor. Por fim, uma última tentativa foi feita antes de Edmundo ir jogar no Cruzeiro. É, não era para acontecer mesmo.

 

Seedorf
O craque holandês foi fortemente sondado pelo São Paulo antes de acertar a vinda para o Botafogo. O Tricolor chegou a negociar em sigilo com o meio-campista, que preferiu a vida no Rio de Janeiro, ainda que a proposta Tricolor fosse semelhante a do alvinegro carioca.

 

Nilmar
O atacante é praticamente um “meme” de tanto que apareceu nos noticiários especulativos de janela de temporada. Todo ano o Nilmar estava próximo do São Paulo, mas somente em uma oportunidade ele quase veio para o Morumbi. O atacante sofreu muito com contusões e chegou a desistir do futebol alegando depressão, quando atuava pelo Santos.

 

Menção honrosa – a menção honrosa vai para Sampaoli, atual técnico do Atlético Mineiro que quase veio parar no São Paulo quando ainda treinava o Sevilla, na Espanha. Além dele, o Tricolor chegou a praticamente acertar com “el loco” Bielsa mas exigências do argentino o impediram de vir ao Morumbi.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

São Paulo e Banco Inter: não é hora de desfazer essa parceria de sucesso!

O São Paulo tem mais um grande problema a resolver nos próximos dias. Além da paralisação do futebol e sua renda regular por conta do COVID-19, o clube tem adiada a discussão de renovação junto ao seu patrocinador máster, o Banco Inter. A indefinição gera enorme apreensão junto a torcida.

 

Segundo o Globoesporte.com, as negociações entre clube e banco para a renovação do patrocínio que acabará no dia 30 de abril estavam em andamento, mas diante do cenário mundial atual, estão atualmente paralisadas. Ainda segundo o portal, as duas partes terão menos de 30 dias para assinarem um novo vínculo antes de o atual terminar. Há uma avaliação no bastidor do Tricolor de que a parceria é bem sucedida mas, diante da atual situação, será muito difícil aumentar os valores do acordo, algo que era pretendido pelo São Paulo.

 

Na minha opinião, vale a pena para as duas partes se adequarem e permanecerem juntas por mais três anos, período que ocorreu o primeiro contrato. O São Paulo porque precisa do principal patrocínio e o Banco Inter porque boa parte do sucesso e lucro que teve foi por conta da aquisição de muitas contas de são-paulinos. Tenho o cartão e a conta Inter e o serviço é muito bom. Creio que a grande maioria dos Tricolores também pensa deste modo, enxergando o Banco como mais que um patrocinador e sim um parceiro de verdade.

 

Portanto, o prazo estendido vale para adequações das duas partes e, com otimismo de minha parte, um acerto em breve. O que não pode é o Banco Inter perder parte do grande ativo que conquistou com a terceira maior torcida do Brasil e o São Paulo não contar com a parceria (e obviamente os recursos) do seu máster.

 

Além do Banco Inter e a RMV Engenharia (pertencentes ao mesmo grupo), o São Paulo conta com os patrocínios da Urbano Alimentos, Cimento Cauê e o o “Cartão de Todos”, do Grupo Gazin. Além deles, o clube tem a Adidas como fornecedora de material esportivo e dezenas de licenciados como as meias Stance e o Chip SPFC.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Dirigente revela que Maia, atacante da base, poderá ir para o Barcelona

O gerente executivo de futebol Alexandre Pássaro gravou uma importante participação para o programa “Bola da Vez”, comandado pelo jornalista André Plihal. Ente outros assuntos, o dirigente revelou que um dos atletas da base poderá estar a caminho do Barcelona no meio do ano.

 

O jogador em questão é o atacante Gustavo Maia da Silva, de dezenove anos. Oriundo de Brasília, Maia participou da Copinha deste ano e até frequentou o banco de reservas na partida diante do Botafogo-SP, em Ribeirão Preto.

 

Maia atua no lado esquerdo do ataque, mesma posição de Vítor Bueno.

 

Pássaro explicou que o Barcelona pagou uma “intenção de compra” no valor de cerca de R$ 5 milhões. Se o clube catalão quiser o jogador no meio do ano, terá que pagar um preço fixo no valor aproximado de R$ 20 milhões. Caso não exerça a preferência, o São Paulo permanecerá com o jogador e com os R$ 5 milhões da “intenção de compra” pago pelo Barça. Por cerca de R$ 25 milhões, Maia poderá ir para a Espanha.

 

Alexandre Pássaro disse que este tipo de negócio é uma nova modalidade no clube.

 

O programa com Alexandre Pássaro passará no sábado, na ESPN. Consulte horário.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.