E-Consulters Web - Hospedagem Premium

Search Results For : História

Telê, Muricy, Ceni, Raí e… Hernanes!

Gratidão, destino, família e amigos. Foi com essas quatro palavras que Hernanes definiu a sua trajetória no futebol. O meia esteve nesta segunda no Restaurante Raça (Estádio do Morumbi) para anunciar oficialmente a aposentadoria do futebol ou, como ele próprio disse, o início de uma segunda vida.

 

O Profeta é, como ele mesmo se auto-entitula, uma pessoa de ponta cabeça. Hernanes falou da infância em Pernambuco, as passagens pelo Santo André, São Paulo, Lazio, Inter, Juventus, Hebei Fortune e Sport e compartilhou com jornalistas, amigos e familiares a sua singular visão do futebol. Visão essa que o formou para a vida.

 

Entre muitas “profecias”, uma me despertou a atenção: “desde o início eu sempre procurei ser o melhor no que fiz. Tendo como ídolo num canhoto, me tornei também um canhoto… ninguém nasce pronto e eu me formei o que sou com muito trabalho.”

 

A obstinação de Hernanes é o puro DNA do São Paulo, um clube de muitas glórias e conquistas mas, acima de tudo isso, um clube que ensina que o trabalho, a dedicação e a perseverança glorificam a pessoa, o coletivo e a instituição. Foi isso que Telê Santana alinhou em sua gloriosa passagem, foi assim Raí e Ceni, que trabalharam para serem o que foram e é assim Muricy, o cara do trabalho, meu filho.

 

 

Confesso que ao chegar no evento não tinha ideia do que escreveria neste espaço. Foi Hernanes, com sua simplicidade, obstinação e talento, que me apontou as palavras certas nesta resenha. Hoje o Profeta entrou oficialmente no meu Hall de idolatria, ao lado do mestre Telê, Muricy, Raí e Ceni e alguns outros jogadores que acima de tudo foram batalhadores e vencedores.

 

Obrigado, Hernanes: você também é DNA puro do São Paulo Futebol Clube.

 

“Ser Campeão muitos conseguem , BI-CAMPEÃO é pra poucos, mas TRI-CAMPEÃO é só SÃO PAULO.” (Anderson Hernanes de Carvalho Viana Lima)

 

 

Imagens Rubens Chiri | São Paulo FC

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.
Para ver as camisas Tricolores na loja clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Kwai
Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Salários e direitos de imagem: veja o que Belmonte disse no Mesa Redonda

Carlos Belmonte, atual diretor de futebol do São Paulo, foi o convidado do programa Mesa Redonda da TV Gazeta, no último domingo.

 

Belmonte foi questionado sobre vários assuntos, principalmente, voltados à situação financeira do clube. Quando perguntado sobre salários e direitos de imagem dos atletas, o dirigente deixou claro como está o panorama:

 

“CLT está totalmente em dia, não temos nenhum atraso de CLT. Sobre imagem, nós sempre pagamos a imagem de fevereiro, por exemplo, em março. Porém, no caso deste ano, pagamos a imagem de fevereiro no mês de abril. Agora, nós vamos pagar a de março no mês de maio, que deveríamos ter pago em abril. Nossa expectativa é que em maio a gente consiga pagar as duas imagens (do mês de março e abril). Ou seja, temos na verdade um mês de imagem de atraso: março deveríamos ter pago em abril. Hoje, estamos no primeiro dia de maio, ou seja, estamos com um dia de atraso do mês de abril. A parcela de março, que está atrasada, nós temos a expectativa de pagar nos próximos dias.”

 

Para efeito de curiosidade, a maior parte do salário dos atletas vem do direito de imagem e não do acordo contratual CLT. É claro que cada atleta tem seu caso e o salário desmembrado em várias partes, mas a maioria dos jogadores, principalmente os que não vieram das categorias de base, possuem a maior parte da renda ligada ao direito de imagem.

 

Além de responder sobre os atrasos contratuais, Belmonte também falou de dívidas da pandemia, que ainda persistem no clube. Para quitá-las, o São Paulo pegará um empréstimo no valor de R$ 20 mi:

 

“E também para completar, acho que é importante falar, estou falando aqui em primeira mão, nós aprovamos no Conselho Deliberativo um empréstimo de R$ 20 mi, ele vai entrar de forma escalonada, mas esse dinheiro foi pego para pagar todo o valor da pandemia, que a gente ainda deve para os atletas. A partir de amanhã, nós já vamos utilizar uma parte para fazer o pagamento. A expectativa é que a gente chegue em dezembro sem nenhum atraso, inclusive da pandemia. De alguns atletas mais jovens, nós já quitamos, faltam os atletas mais antigos.”

 

Vejo que o maior problema não está no atraso dos salários, mas sim no fato do São Paulo precisar realizar empréstimos de altos valores para liquidar as dívidas. Provavelmente, os juros serão altos e se não forem bem administrados, podem gerar um débito ainda maior para o clube.

 

Há quem goste e quem não goste que os gestores do clube exponham situações financeiras. Em minha visão, é importante que eles concedam entrevistas e deem a cara a tapa, principalmente para nós torcedores nos ambientarmos com o que está ocorrendo no clube.

 

A transparência tão mencionada no discurso da campanha de Júlio Casares se faz presente em ocasiões como essa. Achei positiva a participação de Belmonte na Gazeta.

 

Foto por Mesa Redonda/TV Gazeta.

 

Escrito por Gigio Gdikian.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.
Para ver as camisas Tricolores na loja clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Gigio Gdikian | São Paulo Sempre!

Me siga no Kwai
Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

 

Lucas Perri é destaque nos pênaltis e garante título estadual ao Náutico

Lucas Perri, goleiro de 24 anos que ainda pertence ao São Paulo, brilhou na final do Campeonato Pernambucano de 2022. O arqueiro está emprestado ao Náutico até o final deste ano e pode voltar ao Tricolor em 2023.

 

Ontem (30), o Náutico venceu o Retrô por 1 a 0 e encaminhou a decisão para os pênaltis, já que havia perdido a primeira partida pelo mesmo placar.

 

Além de praticar uma grande defesa no tempo normal, o grande momento de Perri foi nas penalidades. O goleiro defendeu as duas primeiras cobranças, sendo uma com a perna, e, de quebra, acertou todos os cantos dos batedores do Retrô.

 

Eliminado da Copa do Brasil, ao Náutico só resta disputar a Série B na temporada. Isso significa que Perri terá um campeonato inteiro para mostrar serviço e dependendo do desempenho, o São Paulo e a comissão técnica olharão de outra forma a situação.

 

Segundo a Gazeta Esportiva, atualmente o São Paulo paga 60% do salário de Perri, além dos direitos de imagem do jogador. Ele tem contrato com o clube até o final de 2023.

 

Vale lembrar que Perri chegou ao São Paulo em 2013, em negociação junto à Ponte Preta. Entretanto, a transferência não foi tão tranquila assim. Na época, o goleiro tinha 15 anos e a diretoria pontepretana alegou um possível aliciamento por parte do Tricolor. Em resposta à contratação, 20 clubes assinaram um manifesto com a intenção de excluir o São Paulo da próxima Copinha e das demais competições de base de 2014.

 

Considero Perri um goleiro que teve poucas chances efetivas, principalmente sequências, no profissional tricolor. Uma de suas características é a altura. Com 1,96m, ele é bem mais alto que Jandrei (1,86m) e Volpi (1,89m).

 

A rodagem e experiência adquirida no Náutico podem trazer esperanças ao torcedor são-paulino em uma posição tão instável nos últimos anos. Não o acho um craque do gol, mas pode evoluir a ponto de ajudar bastante o clube no ano que vem.

 

Afinal, é pra isso que servem os empréstimos: evolução e experiência.

 

Escrito por Gigio Gdikian.

 

Foto por Tiago Caldas/Clube Náutico Capibaribe.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.
Para ver as camisas Tricolores na loja clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Gigio Gdikian | São Paulo Sempre!

Me siga no Kwai
Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

 

 

 

 

 

 

Gabriel Sara fará falta?

No último jogo do São Paulo, contra o Jorge Wilstermann, pela Sul-Americana, Gabriel Sara sofreu uma nova lesão, no mesmo lugar que o havia tirado de nove partidas da atual temporada: o ligamento do tornozelo direito. O camisa 21 passará por cirurgia neste domingo (1).

 

Na Bolívia, ainda no primeiro tempo, Sara recebeu uma dura entrada do defensor boliviano, e acabou substituído por Marquinhos, pela falta de condição de jogo.

 

A primeira contusão do meia ocorreu ainda na fase de grupos do Paulistão, contra o Palmeiras, no Morumbi. Depois de retornar contra o Everton do Chile, também na Sul-Americana, ele volta a ficar de fora dos planos de Rogério Ceni.

 

Desde então, Sara só havia começado dois jogos como titular: contra o Juventude, pela Copa do Brasil e contra o Wilstermann, jogo que sofreu nova lesão.

 

É uma pena que um jogador se machuque, ainda mais com a importância que Sara tem para o elenco. Ele ainda não tinha correspondido positivamente nos jogos que retornou, é verdade, mas tinha e tem a capacidade de ser titular do time, quando entrar em condições de jogo.

 

O meia tem características imprescindíveis para a disputa de três campeonatos ao mesmo tempo: vigor físico e bom posicionamento tático. Em 2022, o jogador soma 15 partidas e apenas um gol marcado.

 

O Tricolor não divulgou o prazo de recuperação do atleta, mas acredita-se, segundo o ge.globo, que o meia possa perder boa parte da temporada.

 

Dessa forma, podemos fazer um exercício de imaginação: vamos fingir que Sara foi vendido, afinal é um jogador que tem mercado e é cotado para isso. Veremos como o time se adaptará e quais peças substituirão a perda. Sem dúvidas, depois de 15 jogos teremos a resposta se ele fará falta ou não.

 

Por enquanto, acho que o São Paulo sentirá a ausência.

 

Escrito por Giovanni Gdikian.

 

Foto por Rubens Chiri.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.
Para ver as camisas Tricolores na loja clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Giovanni Gdikian | São Paulo Sempre!

Me siga no Kwai
Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

 

Expulsão de Rogério Ceni espanta velha apatia da temporada passada

Em 2021, muitos torcedores, jornalistas e analistas percebiam que Rogério Ceni, nas coletivas pós-jogos, sempre estava com um semblante desanimado.

 

 

Após cumprir a missão de evitar o rebaixamento no Brasileirão passado, a saída do treinador parecia cada vez mais próxima depois do áudio vazado de Muricy a um amigo contando que, se não houvesse investimentos no time, ele e Rogério sairiam.

 

 

Ontem, em Bragança Paulista, Rogério foi expulso nos minutos finais do jogo, sendo a primeira expulsão do treinador dirigindo o São Paulo.

 

 

Rogério explicou o que aconteceu no momento da advertência:

“O que aconteceu foi que o Calleri saiu machucado, eu sei que não pode, pela regra, entrar por trás do gol, e eu estava gritando com o médico para levar ele pro lado do campo pra gente não ficar com um jogador a menos. É verdade que eu saí da área técnica para gritar com o médico para ele tentar escutar. Voltei pra área técnica, ele (árbitro) veio provocando, já querendo o enfrentamento para dar o cartão.”

 

“Fui até o delegado, pedi que gostaria de, no fim do jogo, justificar na súmula que quem provocou o cartão foi ele. No momento de o delegado falar, ele veio e me expulsou. Não ofendi, não xinguei, pode pegar o lance, eu saí da área técnica para gritar com o médico. O cara fez uma put* sacanagem. Eu não falei nada pra ele naquele momento. E agora o que vai acontecer? Eu fico suspenso e aquele cara vai trabalhar.”

 

 

Não entrarei no mérito se a expulsão foi correta ou não, o que mais me chamou atenção e o que considero mais positivo foi a indignação e o envolvimento contumaz com a partida que o Rogério demonstrou nessa situação. Isso prova que a postura do treinador, que no ano passado parecia apática, esse ano está diferente.

 

 

Talvez o Rogério do ano passado não esbravejaria a ponto de ser expulso de campo. É uma boa notícia para nós torcedores.

 

 

O São Paulo tem como próximo adversário o Jorge Wilstermann, na próxima quinta-feira, em Cochabamba, na Bolívia. Rogério estará na beira do gramado por ser jogo válido pela terceira rodada da Copa Sul-Americana.

 

 

Escrito por Giovanni Gdikian Abbatepaolo.

 

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.
Para ver as camisas Tricolores na loja clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Giovanni Gdikian Abbatepaolo | São Paulo Sempre!

Me siga no Kwai
Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Foto por Rubens Chiri.