Search Results For : História

Emocionado, jogador diz que “zerou a vida” ao conhecer Rogério Ceni no CT

Marcos Guilherme nunca escondeu de ninguém que sempre torceu para o São Paulo na infância. Nesta segunda-feira, o atleta Tricolor realizou um dos seus sonhos de criança ao conhecer Rogério Ceni e disse em seu Instagram que “zerou a vida” após o encontro com o ídolo.

 

Rogério Ceni esteve no CT da Barra Funda treinando a equipe do Fortaleza na escala que o clube cearense fez em São Paulo, antes do jogo desta próxima terça contra o Boa Esporte, em Varginha. O ídolo conversou com alguns atletas, o diretor de futebol Raí e alguns jogadores do atual elenco.

 

Não é só torcedor que “treme” diante do MITO. “Que honra, que sonho!” – finalizou o atacante Tricolor em seu Instagram. Marcos Guilherme está relacionado para a estréia do São Paulo diante do Paraná às 20h desta segunda-feira.

 

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Confira todos os jogos e resultados do São Paulo em estádios argentinos

O São Paulo realizou trinta jogos na Argentina em toda a sua história. Desde 1972 foram trinta confrontos contra grandes, médios e pequenas equipes do país. Tivemos confrontos pela Libertadores da América, Copa Sul-Americana, Copa Mercosul, Supercopa Libertadores e até uma Copa de Ouro, realizada em 1993.

 

O histórico dos confrontos é péssimo. Dos trinta jogos, o Tricolor só venceu duas vezes os argentinos fora de sua casa, com 24 gols feitos e 54 gols sofridos. A primeira foi em 1995, num 3×2 contra o Boca pela Supercopa Libertadores e outra, mais épica, foi em cima do River Plate no Monumental de Nuñes pela Libertadores de 2005. Veja todos os confrontos abaixo:

 

2017-04-05 – Defensa y Justicia 0x0 São Paulo (Copa Sul-Americana)
2016-03-10 – River Plate 1×1 São Paulo (Libertadores 2016)
2015-04-01 – San Lorenzo 1×0 São Paulo (Libertadores 2015)
2013-03-14 – Arsenal de Sarandí 2×1 São Paulo (Libertadores 2013)
2012-12-05 – Tigre 0x0 São Paulo (Copa Sul-Americana 2012)
2007-09-19 – Boca Juniors 2×1 São Paulo (Copa Sul-Americana 2007)
2006-09-07 – Boca Juniors 2×1 São Paulo (Copa Sul-Americana 2006)
2006-05-10 – Estudiantes 1×0 São Paulo (Libertadores 2006)
2005-06-29 – River Plate 2×3 São Paulo (Libertadores 2005)
2005-03-16 – Quilmes 2×2 São Paulo (Libertadores 2005)
2004-05-05 – Rosario Central 1×0 São Paulo (Libertadores 2004)
2003-11-26 – River Plate 3×1 São Paulo (Copa Sul-Americana 2003)
2001-10-17 – Vélez Sarsfield 4×2 São Paulo (Copa Mercosul 2001)
2001-07-28 – Talleres 0x0 São Paulo (Copa Mercosul 2001)
2000-09-21 – Rosario Central 2×1 São Paulo (Copa Mercosul 2001)
1999-10-07 – San Lorenzo 1×0 São Paulo (Copa Mercosul 1999)
1999-07-31 – Boca Juniors 5×1 São Paulo (Copa Mercosul 1999)
1998-10-15 – San Lorenzo 3×2 São Paulo (Copa Mercosul 1998)
1997-12-17 – River Plate 2×1 São Paulo (Supercopa Libertadores 1997)
1997-10-23 – Vélez Sarsfield 3×3 São Paulo (Supercopa Libertadores 1997)
1995-10-10 – Boca Juniors 2×3 São Paulo (Supercopa Libertadores 1995)
1994-10-19 – Boca Juniors 2×0 São Paulo (Libertadores 1994)
1994-08-24 – Vélez Sarsfield 1×0 São Paulo (Libertadores 1994)
1993-10-13 – Independiente 1×1 São Paulo (Supercopa Libertadores 1993)
1993-07-06 – Boca Juniors 1×0 São Paulo (Copa de Ouro 1993)
1993-04-07 – Newell´s Old Boys 2×0 São Paulo (Libertadores 1993)
1992-06-10 – Newell´s Old Boys 1×0 São Paulo (Libertadores 1993)
1974-10-19 – Independiente 1×0 São Paulo (Libertadores 1974)
1974-10-16 – Independiente 2×0 (Libertadores 1974)
1972-05-04 – Independiente 2×0 (Libertadores 1972)

Aproveitamento: Vitórias 2 (7%), Empates 7 (23%), Derrotas 21 (70%)

 

Dados gentilmente cedidos pelo jornalista Jonathan Silva, do blog Gol de Canela FC.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Conheça os atletas do “Saiu do São Paulo, foi campeão” versão 2018

O São Paulo Futebol Clube, em meia a sua incômoda estiagem de títulos, é dono de uma inusitada sina: muitos jogadores recém saídos do clube são campeões em algum outro lugar.

 

Cícero, símbolo do marasmo do meio-campo do ano passado, saiu do clube para ser multicampeão no Grêmio. Depois da Libertadores 2017 e Recopa 2018, o versátil meio-campista levantou o título de campeão gaúcho sob a batuta de Renato Portaluppi. Maicosuel também trocou as cores tricolores e levantou taças em Porto Alegre.

 

Marcinho, outro criticado jogador da “era Rogério Ceni” no ano passado, ergueu a taça de campeão estadual com o Atlético Paranaense. O atacante compôs o elenco alternativo do Furacão e venceu o Coritiba na disputa pelo título paranaense, na Arena da Baixada.

 

Outro atleta bastante questionado pelo são-paulino levantou um caneco neste final de semana: o goleiro Denis. Ele foi um dos destaques da campanha do Figueira no estadual catarinense e levou o título diante da Chapecoense em plena Arena Condá.

 

Teve campeão na série A2 do Paulista: Pedro Bortoluzzo, atacante da base, saiu do São Paulo e sagrou-se campeão da segunda divisão com o Guarani. E não ficará por aí. Buffarini, lateral que saiu do Tricolor no fim do ano passado em breve será campeão argentino pelo Boca Juniors. Mesmo com a derrota no último fim de semana, os xeneíses mantém larga vantagem sobre o Godoy Cruz, segundo colocado do torneio.

 

É, parece que para ser campeão, basta o jogador fazer um estágio no CT da Barra Funda. Será que nossos diretores e conselheiros estão antenados com essa triste coincidência?

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Quase recuperado e sem contrato, Fabuloso quer jogar o Brasileirão!

O atacante Luis Fabiano, um dos maiores goleadores da história do São Paulo, está praticamente recuperado da cirurgia no joelho direito que o afastou dos gramados desde novembro de 2017. Sem contrato e com sondagens de clubes brasileiros, ele se recupera no Reffis do São Paulo e se diz confiante para jogar o Brasileirão deste ano.

 

A notícia vem do “De Primeira”, canal de notícias em primeira mão do UOL. O jogador faz trabalho fisioterápico em dois turnos para acelerar a recuperação clínica, com previsão de retorno para os treinos com bola até o final de abril. Nos bastidores, comenta-se que o Fabuloso primeiro quer estar 100% recuperado para pensar em assinar um contrato com algum clube, mas a história pode ir além. O jogador desconversa mas gente próxima a ele diz que o São Paulo é o principal motivo dele não ouvir propostas de mais ninguém neste momento. Tal qual Lugano, o atacante sonha voltar para o clube que o projetou.

 

Luis Fabiano tem 37 anos e obviamente não seria titular, porém poderia ajudar com sua experiência em partidas pontuais ou mesmo nos treinos do dia a dia do clube. Será que valeria a pena, caso estivesse recuperado, fazer um contrato nos moldes de Júlio César com o Flamengo? O veterano goleiro recebe um salário simbólico (R$ 10 mil reais/mês) para ser terceiro goleiro no rubro-negro.

 

Nas condições citadas acima, e recuperado, eu faria um contrato com o Fabuloso, sim.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Os sete desafios que o São Paulo enfrentará na Arena da Baixada:

O São Paulo enfrentará o Atlético PR na noite desta quarta-feira, pela Copa do Brasil e terá muitos desafios para avançar na competição nacional. Listei sete deles neste post:

 

Título inédito – A Copa do Brasil é o único título de grande expressão nacional ainda não conquistado pelo Tricolor em sua história. Foram vinte e nove edições até agora e o máximo que o clube chegou foi a um doloroso vice-campeonato, em 2000. Um dos títulos perdidos mais tristes da história do clube.

 

Tabu histórico – Parece maldição mas o São Paulo nunca ganhou do seu próximo adversário em seus domínios, desde a criação da nova arena pelos paranaenses. Desde a inauguração da Arena da Baixada em sua versão moderna, em 1999, foram 12 vitórias para os donos da casa e 5 empates.

 

Rivalidade desde 2005 – O Atlético Paranaense tem sido um rival indigesto desde a disputa da Libertadores vencida pelo Tricolor em 2005. A disputa extra-campo foi ampliada na gestão Juvenal Juvêncio e teve seu auge na transferência de Dagoberto para o Morumbi, em 2007, após a longa briga judicial. O próprio jogador pagou a multa de R$ 5,4 milhões e assinou contrato de 5 anos com o Tricolor.

 

Grama sintética – O gramado sintético da arena paranaense é e sempre será uma vantagem para os donos da casa nos campeonatos que disputará. A bola quica de um jeito diferente e rola mais rápido que em grama natural.

 

Fernando Diniz – O treinador, atualmente no Atlético Paranaense é uma ‘asinha negra’ do Tricolor e ultimamente tem vencido seus compromissos diante do clube. Quando dirigiu o Audax, Fernando Diniz eliminou o São Paulo nas quartas de finais do Paulista de 2016 e venceu o Tricolor na estréia de Rogério Ceni, em 2017. Além disso, esteve algumas vezes no CT da Barra Funda a convite do ex-técnico Dorival Junior e conheceu as instalações do elenco.

 

Lei do ex – Carleto, atual titular da lateral esquerda do CAP é um atleta que já marcou contra seu ex-clube. No último compromisso entre o São Paulo e o Coritiba, no ano passado no Morumbi, ele anotou um dos gols da vitória paranaense. Porém o Tricolor deu o troco no jogo de volta, no Couto Pereira.

 

Ataque de poucos gols – Para vencer na Arena, o São paulo terá que criar chances e, principalmente, ser extremamente eficiente nas tentativas. Os confrontos contra o Corinthians foram considerado bons, porém a equipe deixou a desejar no ataque. Como Diego Aguirre já disse que primeiro solidificará a defesa para depois trabalhar o setor ofensivo, prevejo dificuldades no jogo de ida.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.