Casares explica por que é contra a ideia de paralisar o Brasileirão

O presidente Julio Casares tem uma opinião formada sobre a paralisação do Brasileirão por conta da tragédia envolvendo o Rio Grande do Sul, que afeta os clubes Grêmio, Internacional e Juventude.

 

Segundo o presidente do São Paulo, a paralisação do campeonato não necessariamente ajuda o Rio Grande do Sul, além de estancar uma importante economia do país, que é o futebol.

 

“O grande jogo que não deve parar é esse aqui, da solidariedade.” – afirmou Casares a ESPN durante a distribuição voluntariada dos torcedores do material arrecadado pela instituição no estádio para os caminhões dos Correios.

 

O presidente foi além e disse que o futebol deve continuar, garantindo a equiparação esportiva dos três clubes afetados pelas enchentes no estado do Rio Grande do Sul.

 

“A indústria do futebol é muito importante. Parar o Campeonato Brasileiro ajuda em que? Ou isso é um simbolismo? O futebol pode continuar, garantindo aos clubes do Rio Grande do Sul, toda a condição de equiparação esportiva” – afirmou Casares a ESPN.

 

Grêmio e Internacional foram convidados a se instalarem provisoriamente no interior do Estado de São Paulo, em cidades como Bragança Paulista e Itu. A cidade de Coritiba também se candidatou a receber os clubes para o prosseguimento do campeonato.

 

O presidente da CBF afirmou que as decisões sobre a paralização ou não dos Campeonatos serão tomadas pelo Conselho Técnico convocado para o dia 27 de maio.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

Para ver as camisas Tricolores na loja clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Whatsapp
Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.