Opinião, postura e credibilidade

Search Results For : brasileirão

Zubeldía perde a cabeça e soca violentamente painel da CBF após derrota

Zubeldía perde a cabeça e soca violentamente painel da CBF após derrota

Não foi somente o torcedor que se indignou com a atuação dos donos do apito na derrota do São Paulo noite desta quinta-feira (11), para o Atlético-MG, na Arena MRV.

 

Depois do apito final, a TV flagrou o técnico Luis Zubeldía perdendo a cabeça e dando socos no painel utilizado pela CBF para entrevistas ainda em campo, após os jogos. Veja as imagens captadas aqui.

 

Extremamente irritado com a arbitragem de Marcelo de Lima Henrique, o técnico do São Paulo ainda caminhou em direção deu um tapa em uma porta próximo ao vestiário dos visitantes.

 

A irritação tem procedência. O São Paulo dentro e fora de campo acredita que o atacante Luciano tenha sofrido falta de Hulk antes de Luiz Gustavo derrubar Vargas no lance que originou o primeiro gol adversário, e enxergou resvalo da bola na mão de Paulinho, que desviou a trajetória no segundo gol.

 

Além disso, o clube considerou vista grossa de Marcelo de Lima Henrique num lance em que Hulk, amarelado, dá uma dura entrada em Alisson. Entrada para outro amarelo e consequentemente expulsão do capitão atleticano.

 

Na sua entrevista coletiva Zubeldía mostrou toda a sua indignação. “Foi uma injustiça total. E que nos deixam mal, porque não queremos que o futebol se manche ou que o árbitro seja a figura. Hoje, a figura foi o árbitro. Eu o felicito.” – resumiu o argentino.

 

Veja a opinião completa do jogo aqui.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

Para ver as camisas Tricolores na loja clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Whatsapp
Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

OPINIÃO Atlético-MG 2×1 São Paulo

OPINIÃO Atlético-MG 2×1 São Paulo

Assalto com vítimas fatais na noite desta quinta-feira, em Belo Horizonte. Em uma boa partida negativamente marcada por uma arbitragem tendenciosa e obscura, o São Paulo conhece mais uma derrota no Campeonato Brasileiro, desta vez em sua estreia na história da Arena MRV.

 

Um primeiro tempo intenso e uma segunda etapa mais contida, com as duas equipes disputando bola a bola, muitas vezes em um campo aberto. O Galo com os arremates de longa distância de Scarpa e Hulk e o São Paulo com bons avanços de Ferreirinha, Lucas, Luciano e Calleri.

 

Mesmo terminando com dez em campo, o Tricolor equilibrou por completo a partida, mas foi prejudicado por uma série de pequenos e grandes eventos dos comandantes do apito, em especial o Sr. Marcelo “Caseiro” de Lima Henrique, um dos piores árbitros do país.

 

O resultado foi adverso mas a postura do São Paulo em BH foi bem satisfatória (para não dizer ótima) e, não fossem os gols perdidos por Ferreirinha (2) e Luciano, a expulsão (esta sim, justa) de Alan Franco, a ótima atuação do goleirão do Galo e principalmente a negligência do VAR e a tendenciosa arbitragem, a equipe de Zubeldía poderia muito bem ter saído com pontos em Minas Gerais.

 

Mereceu pontos, teve postura!

 

Falando em arbitragem, expulsão justa do Alan Franco e só. Houve uma mão duvidosa no início da partida que não foi reprisada pela Rede Globo apesar da insistência dos jogadores em campo e a falta que iniciou o gol do Atlético nem deveria ter sido marcada pois segundos antes houve uma infração claríssima para o São Paulo. O segundo gol dos donos da casa, marcado por Paulinho, o VAR não assinalou o leve, mas perceptível resvalão da bola no braço do atacante antes de ir para a barriga e para o gol de Rafael. Mais uma vez a imagem não foi mostrada com clareza no VAR.

 

Não gosto de falar de apito mas a noite desta quinta-feira não pode passar em branco pela diretoria do São Paulo, sobretudo o presidente Julio Casares, inclusive convidado pela CBF para chefiar a delegação da Copa América. Perder do Galo fora de casa não é o fim do mundo mas o que se viu na Arena MRV foi um verdadeiro latrocínio.

 

Nota dos jogadores e técnico:

 

Rafael: 5,5
Igor Vinícius: 5,5
Arboleda: 6,0
Alan Franco: ZERO
Wellington: 6,0
Luiz Gustavo: 6,0
Alisson: 5,5
Lucas: 7,5
Luciano: 5,5
Calleri: 6,0
Ferreirinha: 5,0

 

Luis Zubeldía: 5,5

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

Para ver as camisas Tricolores na loja clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Whatsapp
Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Atlético x São Paulo: onde assistir, escalação, estratégia e palpite

Atlético x São Paulo: onde assistir, escalação, estratégia e palpite

São Paulo e Atlético-MG duelam pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro nesta quinta-feira (11), às 21h30, na MRV Arena, em Belo Horizonte, Minas Gerais.

 

A partida será transmitida em TV aberta (Rede Globo) e pelo Premiere, por meio do serviço de pay per view. O torcedor também poderá assistir no streaming pela GloboPlay e na Prime Vídeo.

 

O São Paulo terá três novidades para o confronto: Rafael, que retorna da seleção brasileira, Caleri e Ferreirinha, que retornam após cumprir suspensão no jogo diante do RB Bragantino. Outro reforço é o meia Michel Araújo, recuperado de um estiramento no joelho esquerdo. Ele deve começar no banco de reservas.

 

A provável escalação do São Paulo conta com Rafael, Igor Vinícius, Arboleda, Alan Franco e Wellington. Luiz Gustavo, Alisson, Lucas, Luciano (Wellington Rato) e Ferreirinha. Calleri.

 

O adversário terá a ausência de Igor Rabello mas Rômulo e Guilherme Arana retornam a equipe de Minas. O Atlético vem com uma enorme pressão pelos maus resultados recentes e teve sua sede pichada após recente derrota diante do Botafogo, no Rio de Janeiro.

 

Segundo o jornalista Alexsander Vieira, este é o provável Atlético para pegar o São Paulo: Matheus Mendes; Rômulo (Saravia), Battaglia, Bruno Fuchs e Guilherme Arana; Otávio, Alan Franco, Igor Gomes (Paulo Vitor ou Vargas) e Gustavo Scarpa; Paulinho e Hulk.

 

O cearense Marcelo de Lima Henrique apita Atlético-MG x São Paulo. Ele será auxiliado por Rafael da Silva Alves (Fifa-RS) e Leone Carvalho Rocha (GO). Rodrigo Nunes de Sá (Fifa-RJ) comanda o VAR.

 

É importante que o São Paulo suporte o ímpeto inicial do Galo e trabalhe a construção da vitória tal qual feita diante do outro Atlético, o do Paraná. Para apostas, confio num jogo com gols na Arena RMV. Pelo menos um tento no primeiro tempo e não mais de quatro na sua totalidade. Eu também apostaria num empate ou numa vitória do São Paulo, que anda em grande fase.

 

Palpite de placar: 1×1 (racional) ou 1×2 para o São Paulo.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

Para ver as camisas Tricolores na loja clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Whatsapp
Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Galo em crise? Mais atenção ainda!

Galo em crise? Mais atenção ainda!

A 16ª rodada do Campeonato Brasileiro acontecerá neste meio de semana e o próximo compromisso do São Paulo será em Belo Horizonte diante do Atlético-MG, na Arena RMV. Confira todos os jogos na TV da rodada.

 

O Galo é sempre um adversário duríssimo, tanto é que no ano passado o Tricolor perdeu as duas partidas que disputou com os mineiros, tanto em São Paulo como em Minas Gerais. Porém, desta vez a equipe mineira vem em crise no Brasileirão, com derrotas expressivas para rivais diretos do título.

 

Depois de um bom começo, o Atlético-MG perdeu em casa por quatro a zero para o Palmeiras na 9ª rodada, perdeu por quatro a dois para o Vitória no Barradão pela 10ª rodada e, finalmente, tropeçou forte diante do Flamengo na Arena RMV na 14ª rodada: mais um quatro a dois.

 

A crise atingiu a sede administrativa do Atlético-MG, que amanheceu pichada após a derrota para o Botafogo. Os alvos do vandalismo foram os quatro empresários que compraram a SAF do clube. A pichação ” 4 Rato$” foi rapidamente apagada pelos funcionários do Galo.

 

Vindo de outra derrota de largos números (três a zero para o Botafogo no Engenhão) a equipe de Milito perdeu o zagueiro Igor Rabello mas contará com voltas importantes: o lateral esquerdo Guilherme Arana e o defensor Rômulo devem reforçar a equipe. Já o lateral direito argentino Saravia está em transição, mas não deve enfrentar o Tricolor.

 

Para vencer o Galo em Minas é preciso esquecer que o adversário está em crise. O São Paulo não pode entrar com excesso de confiança, como visivelmente entrou em São Januário e tomou uma goleada histórica de um desfigurado Vasco da Gama. Esses jogos são traiçoeiros e todo o cuidado é pouco.

 

Para a partida, o São Paulo deve ter os reforços de Rafael e Ferraresi, que voltaram de suas respectivas seleções, após as eliminações do Brasil e da Venezuela da Copa América. Eles treinaram com o grupo, nesta terça-feira.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

Para ver as camisas Tricolores na loja clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Whatsapp
Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

O São Paulo briga pelo Brasileirão?

O São Paulo briga pelo Brasileirão?

A sequência mágica de quatro vitórias e o resgate da confiança do torcedor no elenco após duas derrotas duras de engolir no Campeonato Brasileiro deixaram ao torcedor a seguinte dúvida: o São Paulo briga pelo título do Campeonato Brasileiro de 2024?

 

Para responder essa pergunta primeiramente eu gostaria de dizer que o São Paulo deveria sim, trabalhar o Brasileirão como prioridade no ano. O Tricolor não conquista o campeonato de regularidade desde a inédita façanha de 2006, 2007 e 2008 e são dezesseis longos anos para um clube do tamanho do São Paulo.

 

Porém, o campeonato é duríssimo e conta com dois adversários com elencos mais tarimbados e experientes na competição. O Flamengo, mesmo sem muitos titulares presentes na Copa América, manteve a ponta e o Palmeiras, mesmo ou ou outro resultado atípico, possui a regularidade de um favorito.

 

O São Paulo, hoje é candidato ao título. Tem um elenco melhor que o ano passado e o trabalho de Zubeldía tem dado resultado. A equipe hoje conquista pontos fora de casa, coisa que Dorival Júnior, mesmo com a inédita Copa do Brasil, só conquistou no finzinho do ano passado, diante do Bahia de Ceni, em Salvador.

 

Mas para que continue candidato, é preciso que o elenco jogue sempre no limite, que a comissão técnica tenha boas escolhas e que haja um forte trabalho para que os jogadores não permaneçam muito tempo no DM, durante as inevitáveis lesões do período.

 

Acompanhar o pelotão é importante, mas chegará uma hora que o São Paulo terá que vencer os candidatos. Bahia e Athletico foram exemplos de significativos trunfos, mas será preciso vencer o Flamengo no returno em casa e o Palmeiras fora. Ou, ao menos, não perder pontos para eles.

 

A chave mestra é o elenco trabalhar no limite.

 

Acredito no título do Campeonato Brasileiro, apesar de achar a tarefa extremamente difícil. Não somos favoritos mas, de longe, Palmeiras e Flamengo não estão sozinhos na briga deste ano.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

Para ver as camisas Tricolores na loja clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Whatsapp
Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.