Search Results For : Temporada 2019

Por que respeitar Moreno, principal reforço do Talleres em 2019?

O colombiano Daryo Moreno, principal reforço do Talleres neste início de temporada, causa preocupação ao são-paulino mais experiente. O veterano de 34 anos é um dos titulares remanescentes do Once Caldas campeão da Libertadores 2004.

 

Na sua trajetória vencedora, a equipe de Manizales enfrentou o Tricolor em uma das semi-finais da competição. No Morumbi, empate sem gols. Na Colômbia, derrota amarga com gol aos 45 do segundo tempo. Um dos dias mais tristes da história do Tricolor: só quem viveu em carne e osso aquela desclassificação sabe a dor que todos os envolvidos sentiram.

 

Moreno também foi o algoz de mais um jogo entre São Paulo e Once Caldas por uma Libertadores. Em 2010 brasileiros e colombianos mais uma vez se enfrentaram no estádio Palogrande, com Moreno decretando vitória para o Once Caldas aos 26 minutos do segundo tempo. Naquela partida Rogério virou o maior artilheiro do São Paulo em Libertadores ao anotar de falta o único gol Tricolor do jogo. Com o gol, o goleiro superou Pedro Rocha, Muller e Palhinha, até então os maiores artilheiros.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Tendência é um São Paulo experiente para suportar a pressão em Córdoba

A delegação do São Paulo embarcou na tarde/noite desta segunda-feira para a Argentina com destino a Córdoba. A previsão para a chegada no aeroporto local é no início da madrugada desta terça-feira.

 

Em entrevista coletiva após a vitória diante do São Bento, o técnico André Jardine disse que o elenco se encontra bem mais preparado fisicamente para o jogo decisivo e que 15 ou 16 jogadores foram condicionados para a partida da Argentina durante os primeiros jogos do estadual.

 

“Eu não acredito no condicionamento de uma equipe só, porque as lesões e traumas podem acontecer. A gente vai ter uma equipe contra o Talleres na quarta-feira onde todos já jogaram uma partida, estão com condições físicas decentes, com uma boa intensidade, e acredito que vamos chegar em um excelente momento e nível físico para suportar o jogo.” – disse ele para o Portal UOL.

 

O técnico não fechou o time titular mas a tendência é que seja uma equipe bem rodada. Hernanes deve se juntar a Hudson no meio-campo e, na ausência de Anderson Martins, Bruno Alves deverá ser o companheiro de defesa de Arboleda. Por terem atuado contra o São Bento, os jovens Helinho, Antony e Carneiro devem ser opção no banco em Córdoba. Nene e Diego Souza devem brigar por uma vaga no ataque, ao lado de Pablo e Everton. Neste caso a vantagem é de Nene. Outra dúvida é Jucilei. Se o volante não se recuperar, Jardine deve promover o também experiente Willian Farias no setor.

 

Os treinos desta terça-feira devem orientar a imprensa e o torcedor quanto ao time que entrará em campo mas, na minha opinião, Jardine já tem definido na sua cabeça o São Paulo que enfrentará o Talleres.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

OPINIÃO São Paulo 1×0 São Bento

Atuação protocolar e vitória importante pelas circunstâncias do início da temporada. Mesmo longe de empolgar, o time reserva do São Paulo cumpriu o seu papel e conquistou os três pontos pontos às vésperas da viagem para a Argentina.

 

Esse era o típico jogo para o torcedor assistir o desempenho dos reservas, observar suas características e comportamento, mas pelas circunstâncias a vitória era essencial. E ela veio com muito mais sofrimento que o necessário. Mesmo entrosado pelos ‘rachões’ os reservas sentiram o jogo para valer e não corresponderam coletivamente a expectativa do torcedor. Teve muito passe errado e muito cruzamentos sem eficiência para a área do time de Sorocaba. Pouca coisa se salvou, entre elas a pérola de Hernanes. O gol do Profeta literalmente valeu o ingresso.

 

No final, um pênalti desperdiçado por Jonathan Gomez que “chegou ontem” e tentou colocar uma boa impressão para o torcedor. Quer saber? Melhor assim. O placar de 1×0 combinou mais com a atuação Tricolor.

 

Com a situação controlada na tabela do Paulista (líder do grupo D) o clube volta toda a atenção para a Libertadores. O time viaja para Córdoba iniciar a sua trila na Libertadores 2019 diante de um adversário de orçamento modesto porém em boa fase e com o apoio da sua fanática torcida.

 

Nota dos personagens da partida:

Jean – Atuação segura. Pouquíssimo acionado. Nota: 6,5
Igor Vinicius – Um dos destaques. Bom trabalho na direita. Nota: 7,0
Bruno Alves – Atuação segura. Nota: 6,5
Rodrigo – Tive boa impressão. Foi bem. Nota: 7,0
Léo – Participação discreta mas sem sustos. Nota: 6,0
Willian Farias – Jogou bem, muitas vezes como terceiro zagueiro. Nota: 6,5
Araruna – Destoou no meio. Recebeu algumas vaias. Nota: 5,0
Hernanes – Mesmo fora de forma, mostrou que é diferente. Nota: DEZ!
Helinho – Mais uma partida murcha, com poucos bons momentos. Nota: 5,0
Carneiro – Muita vontade e aplicação. Bom reserva para o ataque. Nota: 7,0
Everton Felipe – Partida horrível. Nota: 4,0

Antony – Entrou bem no segundo tempo. Está empolgado. Nota: 6,5
Hudson
– Foi para a lateral direita e não comprometeu. Nota: 6,0
Jonatan Gomez – Seu destaque foi perder um pênalti. Nota: 4,5

André Jardine – Atuação protocolar do time reserva. Nota: 5,5

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Responsável pelo crescimento do basquete brasileiro será o nome forte do marketing

O São Paulo demitiu o seu diretor executivo de marketing na última sexta-feira. Segundo o Lance!, o valor da camisa atual Tricolor foi um dos principais motivos para a saída de Luiz Fiorese, que ocupava o cargo há cerca de um ano.

 

A saída do diretor de marketing é natural quando se trata de gestão profissional. Seu posto era remunerado e não atingiu as metas propostas pelos seus comandantes. Acredito que o diretor não teve carta branca para montar uma estrutura de trabalho condizente com a grandeza e importância da pasta.

 

Para a vaga de Fiorese, o clube deverá contar com João Fernando Rossi, ex-presidente da LNB (Liga Nacional de Basquete) e atual gestor geral de basquete do clube. Rossi cuidaria da pasta de marketing, além de comandar todo o processo do basquete profissional Tricolor. A foto com Leco foi feita na época de sua contratação para o basquete do SPFC (dezembro de 2018).

 

Rossi é apontado pelo mercado como um dos responsáveis diretos pela profissionalização do basquete brasileiro, hoje visto como case do esporte nacional. Possui bastante prestígio, experiência e costas largas para conseguir montar um time de bons profissionais para o setor. Este será o maior desafio, pelas dificuldades internas do sistema de trabalho amador há muitos anos enraizado no Tricolor.

 

Assim como o futebol, o marketing não tem espaço para administração colonial, movida a bênçãos de conselheiros e agregados. É uma das maiores fontes de riqueza de um clube e também uma das pastas mais complexas, que incluem patrocínios, licenciamento, fornecimento de material esportivo, Sócio Torcedor e propriedades do Morumbi, entre outras. A minha torcida é para que João Fernando Rossi passe por cima de todos esses processos e pessoas antigas e execute o que já deveria ser feito há muito tempo: um marketing de fato profissional.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Jardine acerta em esvaziar jogo de domingo. Problema será quarta-feira!

André Jardine poupará muitos atletas para o próximo compromisso do São Paulo, neste domingo diante do São Bento, no Pacaembú. Além dos lesionados, o treinador não contará com Pablo, Everton,  Anderson Martins, Arboleda e Bruno Peres.

 

Decisão acertada, tendo em vista o compromisso de quarta-feira em Córdoba. O problema é justamente esse: a quarta-feira. O Talleres, adversário do Tricolor no primeiro mata-mata da pré-Libertadores, mostrou evolução no início do ano, com aproveitamento na casa dos 50% (um pouco mais em casa, um pouco menos fora). Equilíbrio nem de perto atingido por Jardine na tentativa de um futebol com a intensidade de suas equipes da base.

 

Além disso, o clube argentino antecipou o seu último jogo no Campeonato Argentino para descansar seus atletas para o jogo de ida, em sua casa.

 

Independente do esvaziamento da partida, com promoção de alguns reservas para o jogo, o São Paulo irá em baixa para Córdoba para ‘decidir’ boa parte de seu ano contra um adversário que fará literalmente o seu jogo da vida. Haja fé!

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.