Search Results For : Opinião

São Paulo prevê o retorno de um ótimo atacante após a Copa América

O Tricolor teve uma boa notícia nesta quinta-feira. O equatoriano Rojas avançou mais uma etapa na recuperação de uma grave lesão no joelho e, pela primeira vez após a cirurgia, treinou no gramado do CT da Barra Funda.

 

Apesar do avanço na recuperação, a previsão é que Cuca só conte com o atleta em treinamentos junto com o elenco após a Copa América. Mesmo integrado, o torcedor deverá ter uma boa dose de paciência com o retorno do equatoriano. Rojas reconstruiu os ligamentos do tendão patelar do joelho direito e, além de força no local, o atleta deve recuperar a confiança no seu trabalho.

 

Mesmo assim, a volta de Rojas é um boa notícia. Contratado sem pompa junto ao Talleres, o jogador veio sob desconfiança e entregou velocidade, técnica e disposição quando esteve em campo com a camisa do São Paulo. Brigará fácil pela titularidade se estiver 100%, o que é bom para o clube.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Gerente de Futebol ‘aparece’ e explica por que enxerga um São Paulo melhor

Alexandre Pássaro, gerente executivo de futebol do São Paulo, nunca foi um homem de holofotes. No Tricolor desde a ‘era Aidar’, pela primeira vez o profissional concedeu uma grande entrevista a um canal de esportes (Portal UOL – Bruno Grossi) falando sobre seu trabalho e, principalmente, das expectativas da torcida por um clube com gestão profissional e, principalmente, com títulos em campo.

 

Leia aqui a entrevista de Alexandre Pássaro para o UOL.

 

Na minha avaliação, a entrevista é importantíssima para todo são-paulino. Através dela conhecemos um pouco mais do trabalho do gerente remunerado profissional e sua visão de gestão. Pássaro contou como chegou e por que quase saiu do São Paulo, pouco antes da renúncia de Aidar, seu primeiro presidente. Entre os pontos mais importantes, ele destaca a mudança de tipo de gestão que, segundo ele, se aproxima do que é praticado no mundo. Dentro deste assunto, Pássaro comentou as tomadas de decisões no planejamento, valorizou bastante a permanência de Raí (dirigente de futebol que virou um ano no São Paulo) e disse que hoje o clube está mais estruturado para brigar pela permanência dos seus mais valiosos jogadores, inclusive os garotos da base.

 

Neste ponto, o gerente revelou algo que pode simbolizar a mudança do modo de gestão. Mais que a segurança de contratos longos, há uma clara percepção que os jovens estão mais felizes em jogar pelo São Paulo que em outros anos. Segundo Pássaro, diferente até do ano em que Neres e Luiz Araújo estavam desabrochando na equipe profissional. “Naquela época não tinha tanto esforço em ficar” – cita o gerente na entrevista, falando de 2017.

 

Vale muito a pena ler com atenção o que Alexandre Pássaro fala na entrevista ao UOL para formar opinião sobre a mudança de situação no clube, citada pelo profissional. Pássaro prega o profissionalismo e o combate ao imediatismo no futebol do Tricolor e brasileiro, claramente dando o exemplo da permanência de Raí, mesmo após os ataques que sofreu em muitos momentos do seu trabalho, inclusive por são-paulinos com o ‘microfone na mão’.

 

Por fim, mas não menos importante, Pássaro sabe que o sucesso no futebol está atrelado a glórias e conquistas em campo mas que, para isso, é preciso estruturar uma série de coisas: equilíbrio financeiro, estrutura profissional (na base e no profissional) e times competitivos.

 

Não conheço Alexandre Pássaro pessoalmente e acho difícil saber quando e se chegaremos lá mas, pela entrevista, o gerente crê no andamento de uma mudança estrutural para os resultados em campo. Como torcedor, espero que ele esteja certo e o clube se aprume o mais rápido possível. Falando do que mais interessa a torcida: se o elenco permanecer o mais próximo deste e se tivermos reforços pontuais, dá para esperar coisas boas nos próximos meses.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Quem paga por Maicossuel?

O atacante Maicossuel vive outro impasse em sua careira.

 

Contratado pelo São Paulo em 2017, o atleta de 32 anos está fora dos planos do Paraná, seu atual clube.  Sem jogar desde o início de fevereiro, ele tenta voltar ao Botafogo, inclusive abrindo mão de parte dos salários. A intenção do atacante seria, inclusive, ganhar por produtividade.

 

O problema é que o São Paulo, detentor dos seus direitos econômicos, é quem paga os vencimentos de Maicossuel, algo em torno de R$ 350 mil mensais desde a volta ao Paraná, no ano passado. Comprado junto ao Atlético MG por R$ 3,6 milhões para ser ‘sombra de Cueva’ no elenco de Rogério Ceni, o jogador repetiu o fiasco no Galo, onde nunca conseguiu emplacar uma sequência grande de jogos como titular. Depois do São Paulo, Maicossuel ainda foi emprestado ao Grêmio (não convenceu Renato Gaúcho) e está no Paraná onde disputou apenas seis partidas nesta temporada.

 

Essa situação chega a ser ridícula para um clube da grandeza do Tricolor. O jogador passou nos exames médicos, assinou contrato de três anos, atuou pouquíssimo, causa prejuízo diário ao clube e pode ter o mesmo destino de Diego Souza: o Rio de Janeiro. Se o São Paulo fosse uma empresa, era caso de demissão de todos os envolvidos nas assinaturas da vinda deste profissional.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

OPINIÃO Fortaleza 0x1 São Paulo

Vitória importantíssima do São Paulo no Ceará. Com o resultado diante do Fortaleza de Rogério Ceni, a equipe se redime do empate em casa contra o ‘meio Flamengo’ e se mantém na ponta da tabela do Campeonato Brasileiro.

 

O primeiro tempo foi bem ruim por parte do Tricolor Paulista. Cuca experimentou um meio-campo com Hudson, Tchê Tchê e Liziero mas a equipe não correspondeu o que se esperava e quase sai para o intervalo atrás no placar. Tiago Volpi teve boa presença nas bolas chutadas ao seu gol. Tchê Tchê e Liziero não se encontraram em campo e era preciso fazer alguma coisa para o leite não derramar.

 

Já na segunda etapa, as alterações feitas por Cuca no vestiário contribuíram decisivamente para a vitória. Hudson voltou a lateral, com Hernanes no meio-campo no lugar de Igor Vinicius. O jogo ficou mais cadenciado e beneficiou o Tricolor mas, para vencer a partida, era preciso executar uma “jogada perfeita”. Ela veio com Hudson e Hernanes. O Profeta aproveitou um raro contra-ataque e definiu o jogo após assistência do ‘lateral’. Um pouco antes, o próprio Hernanes quase marcou um golaço olímpico. O goleiro do Leão do Pici estava totalmente vendido no lance.

 

Repito, é preciso enaltecer o espetacular resultado. Jogar em Fortaleza e no calor do Castelão é difícil, mesmo num horário menos desumano para o nordeste. Mas é preciso ter atenção com Liziero (mais uma vez sai com problemas físicos) e com o comando de ataque. Menos mal que Pato deve voltar contra o Bahia em mais uma partida que só se pode computar os três pontos no Morumbi.

 

Nota dos personagens da partida:

 

Tiago Volpi – Garantiu o placar no primeiro tempo. Nota: 8,5
Igor Vinicius – Sofreu com o ataque do Fortaleza. Nota: 5,5
Bruno Alves – Regularidade e luta como sempre. Sério. Nota: 6,5
Walce – Muito boa partida, desta vez na posição de ofício. Nota: 7,0
Reinaldo – Mais uma fraca atuação. Tá merecendo banco. Nota: 5,0
Hudson – Muito bem, principalmente na segunda etapa. Nota: 8,0
Tchê Tchê – Não tão bem como nos outros três jogos. Nota: 5,5
Liziero – Não foi bem na criação e mais uma vez sai precocemente. Nota: 5,0
Toró – Muito bem marcado, fez pouco no ataque. Nota: 5,0
Everton – Pouquíssima eficiência ofensiva. Nota: 5,0
Antony – Também bem marcado, produziu menos do que sabe. Nota: 5,5

 

Hernanes – Mudou o jogo. Gol e quase gol olímpico. Nota: DEZ!
Vitor Bueno e Igor Gomes – Sem Nota.

 

Cuca – Desta vez o dedo do treinador modificou o resultado de um jogo de duas etapas distintas. Mesmo com meio time contundido Cuca tem como armar o jogo com o material que tem. Falta um centroavante de ofício, mesmo que reserva. Nota: 7,0

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Com suposta escalação, Cuca mostra preferências no meio-campo e ataque:

O São Paulo está praticamente definido para o jogo diante do Fortaleza, no Ceará.

 

Apesar do treino da última quinta-feira ter sido fechado para a imprensa (setoristas tiveram acesso somente ao aquecimento), com as ausências em campo, já deu para esboçar a escalação do técnico Tricolor: Tiago Volpi; Igor Vinícius, Bruno Alves, Walce e Reinaldo; Hudson, Tchê Tchê e Liziero; Everton, Antony e Toró.

 

Na defesa, a entrada de Walce é natural. Anderson Martins e Arboleda não treinaram. O primeiro tem uma tendinite e é quase certa sua ausência. O segundo se recupera de um estiramento na coxa esquerda. Igor Vinicius, voltando de suspensão, deve ganhar a posição na lateral.

 

Já no meio e ataque, o treinador vai mostrando suas atuais preferências: Liziero, recuperado, deve formar o meio-campo com Hudson e Tchê Tchê. Se essa formação se mostrar correta, Igor Gomes e Hernanes saem atrás na preferência do treinador. O primeiro foi destaque dos jogos decisivos do Paulista e o segundo, ídolo e maior salário do clube, ainda luta pela melhor forma física.

 

Na frente, Pato deverá dar lugar a Everton, compondo trio de ataque com Antony e Toró. Deste modo, Cuca mostra que o ex-flamengo sai na frente de Everton Felipe na preferência em sua preferência.

 

O Tricolor enfrenta o Leão do Pici no domingo às 19h, no Castelão.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.