Search Results For : Temporada 2019

Quem paga por Maicossuel?

O atacante Maicossuel vive outro impasse em sua careira.

 

Contratado pelo São Paulo em 2017, o atleta de 32 anos está fora dos planos do Paraná, seu atual clube.  Sem jogar desde o início de fevereiro, ele tenta voltar ao Botafogo, inclusive abrindo mão de parte dos salários. A intenção do atacante seria, inclusive, ganhar por produtividade.

 

O problema é que o São Paulo, detentor dos seus direitos econômicos, é quem paga os vencimentos de Maicossuel, algo em torno de R$ 350 mil mensais desde a volta ao Paraná, no ano passado. Comprado junto ao Atlético MG por R$ 3,6 milhões para ser ‘sombra de Cueva’ no elenco de Rogério Ceni, o jogador repetiu o fiasco no Galo, onde nunca conseguiu emplacar uma sequência grande de jogos como titular. Depois do São Paulo, Maicossuel ainda foi emprestado ao Grêmio (não convenceu Renato Gaúcho) e está no Paraná onde disputou apenas seis partidas nesta temporada.

 

Essa situação chega a ser ridícula para um clube da grandeza do Tricolor. O jogador passou nos exames médicos, assinou contrato de três anos, atuou pouquíssimo, causa prejuízo diário ao clube e pode ter o mesmo destino de Diego Souza: o Rio de Janeiro. Se o São Paulo fosse uma empresa, era caso de demissão de todos os envolvidos nas assinaturas da vinda deste profissional.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Mesmo sem ser negociado, Thiago Mendes rende R$ 2,2 mi ao Tricolor

Thiago Mendes fez uma temporada acima da média na Europa, e um dos que ganharam com o bom desempenho do jogador é o São Paulo. Negociado com o Lille em 2017, o jogador bateu as metas previstas em contrato e renderá ao Tricolor aproximadamente R$ 2,2 milhões neste semestre.

 

A informação veio do Portal UOL. O substancial valor chegará aos cofres do clube mesmo sem Tiago Mendes ser negociado para outro clube na Europa, assunto que não está fora de cogitação. Se uma negociação ocorrer, o Tricolor ainda receberá 0,5% do valor por fazer parte da formação do atleta. Neste caso, o Goiás também se beneficiaria. Thiago está bem cotado no mercado internacional.

 

Além do valor a receber pelo volante, o Tricolor comemorou também o recebimento de um milhão de euros por parte do River Plate pela negociação de Lucas Pratto em 2018. A quantia estava atrasada desde janeiro deste ano. O clube ainda espera que o Ajax receba uma boa proposta por David Neres nesta janela.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Projeto “camisa 9”: o distante e o possível no mercado de definidores

A camisa nove do São Paulo está vaga. O clube sabe que, apesar do seu plantel estar repleto de bons atacantes, nenhum deles possui o perfil nato de centroavante. A vinda de um definidor de jogadas é pedido de Cuca, mesmo que não seja titular absoluto da posição.

 

Pato, Toró e Pablo podem exercer a função na frente mas nenhum deles tem a característica de definidor de jogadas. Na final do Paulista o clube não tinha nenhum dos três no elenco e improvisou Hernanes no setor.

 

Segundo o UOL, o São Paulo conta com a parada da Copa América e a janela européia para buscar um atleta adequado para a posição. Ainda segundo o portal, a ideia de Cuca é ter opções para trabalhar de acordo com as necessidades de cada partida.

 

Dentro do cenário, dois jogadores são apontados como alternativa distante e possível no mercado dos definidores: O primeiro deles é Calleri. O argentino sempre mantém contato com o Tricolor e vez ou outra se declara publicamente. Apesar do carinho e até da vontade do jogador, vejo a possibilidade de volta distante neste momento. A realidade seria, por exemplo, o retorno de Tréllez do empréstimo junto ao Internacional. O colombiano tem pouquíssimas chances no Colorado e poderia compor o grupo, desde que seu nome seja aprovado por Cuca.

 

Nenhuma dessas possibilidades é confirmada pela diretoria mas o fato é que a busca pelo camisa nove existe e Raí pode até tirar um “coelho da cartola” para o restante da temporada, diferente dos sempre citados na imprensa esportiva.

 

Vale conferir.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Cuca explica o que fez o São Paulo vencer o Fortaleza neste domingo

O técnico Cuca colocou a mudança de atitude como o elemento-chave do Tricolor para a conquista da terceira vitória e a manutenção da ponta no Campeonato Brasileiro. Na entrevista pós-jogo, ainda no Castelão, o técnico explicou as mudanças.

 

Segundo Cuca, o primeiro tempo foi bem ruim e a mudança de atitude, aliada as alterações dos jogadores para que o time encaixasse melhor, foram o que fizeram o São Paulo alcançar a vitória. “Mesmo jogando o time mais a frente, não deixamos mais o Fortaleza ter contra-ataques” – disse ele.

 

LEIA A OPINIÃO DA PARTIDA AQUI

 

Cuca também valorizou a versatilidade de alguns atletas, como Hudson e elogiou o jogo de Igor Gomes, mesmo com poucos minutos em campo. Segundo ele, o São Paulo mereceu a vitória porque foi um pouco melhor que o adversário na segunda etapa e teve a felicidade de ter precisão no gol.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

OPINIÃO Fortaleza 0x1 São Paulo

Vitória importantíssima do São Paulo no Ceará. Com o resultado diante do Fortaleza de Rogério Ceni, a equipe se redime do empate em casa contra o ‘meio Flamengo’ e se mantém na ponta da tabela do Campeonato Brasileiro.

 

O primeiro tempo foi bem ruim por parte do Tricolor Paulista. Cuca experimentou um meio-campo com Hudson, Tchê Tchê e Liziero mas a equipe não correspondeu o que se esperava e quase sai para o intervalo atrás no placar. Tiago Volpi teve boa presença nas bolas chutadas ao seu gol. Tchê Tchê e Liziero não se encontraram em campo e era preciso fazer alguma coisa para o leite não derramar.

 

Já na segunda etapa, as alterações feitas por Cuca no vestiário contribuíram decisivamente para a vitória. Hudson voltou a lateral, com Hernanes no meio-campo no lugar de Igor Vinicius. O jogo ficou mais cadenciado e beneficiou o Tricolor mas, para vencer a partida, era preciso executar uma “jogada perfeita”. Ela veio com Hudson e Hernanes. O Profeta aproveitou um raro contra-ataque e definiu o jogo após assistência do ‘lateral’. Um pouco antes, o próprio Hernanes quase marcou um golaço olímpico. O goleiro do Leão do Pici estava totalmente vendido no lance.

 

Repito, é preciso enaltecer o espetacular resultado. Jogar em Fortaleza e no calor do Castelão é difícil, mesmo num horário menos desumano para o nordeste. Mas é preciso ter atenção com Liziero (mais uma vez sai com problemas físicos) e com o comando de ataque. Menos mal que Pato deve voltar contra o Bahia em mais uma partida que só se pode computar os três pontos no Morumbi.

 

Nota dos personagens da partida:

 

Tiago Volpi – Garantiu o placar no primeiro tempo. Nota: 8,5
Igor Vinicius – Sofreu com o ataque do Fortaleza. Nota: 5,5
Bruno Alves – Regularidade e luta como sempre. Sério. Nota: 6,5
Walce – Muito boa partida, desta vez na posição de ofício. Nota: 7,0
Reinaldo – Mais uma fraca atuação. Tá merecendo banco. Nota: 5,0
Hudson – Muito bem, principalmente na segunda etapa. Nota: 8,0
Tchê Tchê – Não tão bem como nos outros três jogos. Nota: 5,5
Liziero – Não foi bem na criação e mais uma vez sai precocemente. Nota: 5,0
Toró – Muito bem marcado, fez pouco no ataque. Nota: 5,0
Everton – Pouquíssima eficiência ofensiva. Nota: 5,0
Antony – Também bem marcado, produziu menos do que sabe. Nota: 5,5

 

Hernanes – Mudou o jogo. Gol e quase gol olímpico. Nota: DEZ!
Vitor Bueno e Igor Gomes – Sem Nota.

 

Cuca – Desta vez o dedo do treinador modificou o resultado de um jogo de duas etapas distintas. Mesmo com meio time contundido Cuca tem como armar o jogo com o material que tem. Falta um centroavante de ofício, mesmo que reserva. Nota: 7,0

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.