E-Consulters Web - Hospedagem Premium

Search Results For : Opinião

OPINIÃO Athletico 1×1 São Paulo

Jogar na Arena da Baixada nunca será fácil para o São Paulo porém, mesmo com mais uma atuação abaixo da média do seu meio-campo, a equipe volta para a capital paulista com um precioso ponto na bagagem na luta pelo Brasileirão.

 

Infelizmente foi mais uma atuação abaixo da média do trio Dani Alves, Gabriel Sara e Igor Gomes. O primeiro não se deu bem no ataque, o segundo entregou o gol do Athetico e o terceiro foi substituído por estar mais uma vez fora de rotação. Quando os três estão fora de sintonia, o time não anda e Brenner não recebe bola. O primeiro tempo Tricolor foi ruim e a segunda etapa melhor em relação aos donos da casa, mas ao todo foi mais uma apresentação aquém de um clube que pretende ser campeão.

 

Apesar da péssima apresentação criativa da equipe de Fernando Diniz, que precisa ser revisada com urgência pelos próprios atletas, o ponto é muito, muito bem-vindo. O que o São Paulo não poderia era voltar do Paraná sem pontuar na tabela por uma questão de sobrevivência na liderança. Com o empate, a equipe manterá a ponta e terá dois jogos no Morumbi, respectivamente contra o Internacional e o Coritiba, para mostrar café no bule pois o clube já vê seus outros adversários colados no retrovisor.

 

Agora não adianta esperne

 

Nota dos personagens em campo:

 

Tiago Volpi – Uma grande defesa no segundo tempo. Podia ser pior. Nota: 7,0

Juanfran – Jogo mediano, com pouco recurso no ataque. Nota: 5,0

Arboleda – Trabalho regular e cartão que o tira do jogo de quarta. Nota: 5,5

Bruno Alves – Regular. Nota: 5,0

Reinaldo – Algumas boas jogadas no segundo tempo. Nota: 5,5

Luan – No meio e na defesa, regular. Nota: 5,0

Dani Alves – Mais uma partida ruim. No ataque não foi bem, na sua função original, ao menos não falhou individualmente, mas precisa fazer muito mais para justificar o grande jogador que é. Nota: 4,0

Igor Gomes – Mais uma partida fora de compasso, de sintonia. Nota: 4,0

Gabriel Sara – Mal, entregou a paçoca no primeiro tempo e não se entendeu com os meias na segunda etapa. Nota: 4,0

Brenner – Mais uma vez solitário. Nota: 4,0

Tchê Tchê – No primeiro tempo, nulidade, na segunda etapa fez o gol que salvou o São Paulo da derrota e salvou sua nota. Pelo gol, DEZ!

Vitor Bueno, Igor Vinícius, Pablo e Carneiro Carneiro perdeu um gol que o consagraria, nos acréscimos da partida. Não pode!

 

Fernando Diniz – Precisa fazer o meio-campo voltar a funcionar novamente. Jogando assim, só um milagre dará o título ao Tricolor. Faltam oito jogos e a equipe ao menos precisa voltar a somar pontos em casa e fazer alguma diferença fora. Por enquanto a crença é difícil mas ao menos o time não perdeu hoje. Ponto importantíssimo nessa corrida. Nota: 4,5

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

São Paulo precisa fazer jogo duro por Brenner, agora sob nova direção

O atacante Brenner trocou de agentes no período da virada do ano. Anteriormente empresariado pela Elenko Sports Ltda. de Fernando Garcia, o jovem agora faz parte da Bertolucci Sports, de Guliano Bertolucci, considerado o maior escritório do Brasil.

 

A mudança impactará diretamente o São Paulo neste ano. A dupla Giuliano Bertolucci / Júlio Taran são os agentes brasileiros mais representativos entre clubes europeus de grande e médio porte. Parceiros de iraniano Kia Joorabchian, a dupla foi responsável por transferências como as de Reinier, Bruno Guimarães, Matheus Cunha, Pedrinho e até Antony, mesmo o último não sendo empresariado pela Bertolucci Sports. Os negócios envolvendo os atletas citados ultrapassaram meio bilhão de reais.

 

Veja os atletas agenciados pela Bertolucci Sports aqui.

 

Nos bastidores, é sabido que o Tricolor recusou uma oferta de 10 milhões de euros do Ajax por Brenner, incluindo dois milhões de bônus por metas alcançadas. Segundo o jornalista Bruno Andrade, o São Paulo pensa em vender Brenner por um valor entre 20 e 25 milhões de euros, mas tende a aceitar cerca de 15 milhões de euros mais bônus metas atingidas pela situação do mercado e do clube.

 

Sem ilusões: é evidente que essa troca de empresários tem o intuito de agilizar propostas pelo artilheiro do São Paulo na temporada e que os novos agentes devem ter um enorme coelho na cartola. Por isso é fundamental que o clube não amoleça a sua pedida mínima, mesmo sofrendo com as atuais dívidas e a alta folha salarial do seu elenco. Se pensar no futuro, no mínimo Brenner já vale esses 15 mi euros pretendidos, algo próximo a R$ 100 milhões de reais.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Promessa de Cotia mais forte com o novo diretor-executivo de futebol

O São Paulo anunciou a contratação de Marcos Biasotto para a diretoria-executiva do futebol de base do clube. O profissional assinou contrato e começará o trabalho no CFA Laudo Natel, em Cotia.

 

Considero uma grande aquisição. Com passagens por Internacional, Flamengo, Palmeiras, Grêmio e Athletico PR, seu último clube. Biasotto ajudou a revelar astros como Vini Júnior para o Flamengo e foi campeão da Copinha no ano passado com o Internacional. Em seu currículo, melhorou elencos profissionais e gerou receita para os clubes em que passou.

 

Com a chegada do experiente e vencedor diretor, a expectativa é de uma base ainda mais forte, revelando ainda mais jogadores para o profissional. Com receitas aquém do tamanho do clube e sem dinheiro para contratações, a saída cada vez mais será Cotia.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Sem Luciano, São Paulo voltará a jogar contra os seus próprios fantasmas!

O São Paulo não terá Luciano diante do Athlético PR, na Arena da Baixada. O atacante ainda se recupera de dores provenientes de um cisto no joelho e está em recuperação no Reffis.

 

A perda de Luciano devolve ao São Paulo fantasmas dizimados desde a chegada do atacante, ainda no início do Campeonato Brasileiro. Com o camisa onze, o Tricolor tem mais mobilidade e chuta com mais eficiência a gol. Não é exagero dizer que Brenner desenvolve muito mais seu faro de gol com Luciano a qualquer outro jogador que o substitua.

 

É verdade que Luciano luta muito para estar em campo, mas o cisto provoca dor e grande inflamação na área atingida. Ele até jogou na primeira partida da Copa do Brasil e diante do Fluminense, no Rio, mas sem condições ideais de ajudar o elenco. Sem ele, o São Paulo voltou a rondar e rondar a área do adversário, sem eficiência. As duas últimas derrotas no Brasileirão e o empate que eliminou o clube da Copa do Brasil no Morumbi são provas do impacto dessa ausência.

 

Do mesmo modo que Luciano resolveu um grande problema, a sua saída trará esse problemão de volta para Fernando Diniz. O treinador mais uma vez terá que encontrar uma alternativa com o cobertor curto que é o seu elenco. Ele terá Pablo, Vítor Bueno, Paulinho, Tréllez, Galeano, Carneiro, Rojas e até Tchê Tchê como um falso nove para escolher quem será o companheiro de Brenner no ataque porém nenhum deles ajuda tanto a movimentação de Sara e Igor Gomes, busca o jogo e aparece tanto na grande área como Luciano.

 

Domingo teremos mais uma luta contra nossos próprios fantasmas.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Muricy em ação para blindar o elenco!

O São Paulo iniciou as atividades nesta terça-feira com uma valiosa reunião. O elenco se reuniu com Muricy Ramalho e Raí e as palavras usadas para descrever o encontro foram “união, confiança e trabalho”.

 

Depois de duas derrotas e atuações abaixo da média no Campeonato Brasileiro, a gordura Tricolor dissipou e naturalmente versões da queda de rendimento foram especuladas por jornalistas e até a mídia que cobre o clube. Atritos entre Dani Alves e o elenco, salários atrasados e o caso Diniz/Tchê Tchê foram alguns dos motivos alegados pelos especuladores para justificar as derrotas para Bragantino e o time B do Santos.

 

Apesar das especulações, quem cobre o clube diariamente não vê nenhum motivo grave extra-campo para a queda de rendimento no Brasileirão. As causas das derrotas foram todas por assuntos de dentro de campo: pouca pegada, pouca movimentação e consequentemente, pouco arremate. Isso gera um stress natural de grupo, ampliado com a obrigação histórica do São Paulo de sair de uma incômoda fila de títulos e as especulações, se mergulharem no grupo, não ajudam em nada o trabalho.

 

Hove cobrança na reunião de cerca de trinta minutos que antecedeu os treinos físicos, claro, mas ela foi num tom de motivação e no intuito de blindar o elenco das ameaças de fora dos gramados. O nosso novo coordenador de futebol é experiente em conquistas de pontos corridos e agregará muito valor a esta reta final porém, fica a ressalva: o time precisa voltar a executar as tabelas, triangulações, movimentação de troca de posições e retomada de bola na área do adversário, características que lhe deram a liderança.

 

Os próximos confrontos  do clube são o Athletico na Arena da Baixada e o Internacional no Morumbi. O primeiro é um dos clubes que melhor pontuam no returno e o segundo é simplesmente o vice-líder da competição. Significará muito esses pontos e a união de todos é fundamental.

 

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.