E-Consulters Web - Hospedagem Premium

Search Results For : Temporada 2020

VAR precisa de ajustes, mas salvou arbitragem de SPFC x FLU, no Morumbi!

Após oito rodadas, o maior protagonista do Campeonato Brasileiro continua sendo o VAR. A ferramenta que veio para ajustar erros de marcação no futebol ainda não ‘casou’ com os árbitros brasileiros e causa irritação no cliente do futebol: o torcedor.

 

No caso do São Paulo, se um VAR pouco claro mostrou impedimento no gol de Luciano em Belo Horizonte, contrariando todas as imagens congeladas da jogada, o mesmo VAR corrigiu o que seria uma besteira homérica do árbitro Paulo Roberto Alves Junior, na partida dos Tricolores no Morumbi.

 

O lateral Igor Vinícius e o zagueiro Luccas Claro dividiram uma bola no campo de ataque do São Paulo e o árbitro marcou pênalti sobre o são-paulino. O assistente marcou falta em cima do zagueiro do Fluminense e o lance foi para o VAR, que sugeriu revisão de Paulo. Depois da consulta, o árbitro confirmou a falta sobre Luccas Claro e deu cartão amarelo para Igor Vinícius.

 

Para mim, a questão do VAR ser tão polêmico no Brasil é que não há transparência para o torcedor em sua casa, além de uma demora excessiva em alguns casos. A ferramenta acaba sendo vilã nas mãos dos confusos homens que comandam e apitam nosso futebol. Felizmente não foi o que ocorreu no Morumbi. O lance, a consulta e a correção foram perfeitos, salvaram o árbitro e o espetáculo.

 

Que tal a decisão do VAR ser anunciada pelo responsável da cabine publicamente, com “frame oficial” analisado na tela de TV, como acontece no basquete ou no tênis? O VAR não veio para ser inimigo, mas precisa ser acionado sem exagero, somente em casos flagrantes de erro. Sem clubismo, com técnica e com transparência ao cliente do futebol.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Sem Pablo, São Paulo deveria deslocar Luciano para o comando de ataque

O atacante Pablo está vetado pelo departamento médico do São Paulo.

 

Com uma lesão no tronco, o atacante Tricolor não treinou, entrou em tratamento intensivo e dará oportunidade para outro jogador na equipe que enfrentará o Fluminense, neste domingo no Morumbi.

 

O técnico Fernando Diniz terá várias opções ofensivas para a substituição de Pablo, como Vítor Bueno, Brenner, Toró, Helinho e até Tréllez para o ataque. Além destes, o treinador também pode colocar Luan para o setor defensivo.

 

Recuperado, Reinaldo deve retomar a vaga de Liziero na esquerda. Deste modo, eu promoveria o versátil Luciano no comando de ataque, com Vítor Bueno e Paulinho Boia para abrir os lados num Flu fechado e Luan no lugar de Sara. Minha escalação ficaria assim: Tiago Volpi; Igor Vinicius, Diego, Léo e Reinaldo. Luan, Tchê Tchê e Hernanes. Paulinho Bóia e Luciano e Vítor Bueno.

 

O que acha desta formação e escalação?

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Incrível: CBF lava as mãos e minimiza agressão confessa de Jô no clássico

A CBF, através da sua ouvidoria, protagonizou um dos momentos mais constrangedores de sua comissão de arbitragem. Segundo a entidade, o atacante Jô não deveria ter sido punido com o cartão vermelho após ter dado um soco no zagueiro Diego Costa no clássico vencido pelo São Paulo.

 

“O fato não caracterizou ação com força excessiva ou brutalidade, para justificar a expulsão do jogador. Desse modo, apesar da atuação do VAR não haver sido a mais correta tecnicamente, ainda que ele houvesse apurado o outro fato, chegaria à mesma conclusão, ou seja, a de que não teria havido fato para justificar cartão vermelho, como o fez, mas relativamente ao lance efetivamente checado” – respondeu a ouvidoria da entidade após reclamação formal do Tricolor.

 

O fato é que houve a agressão, tanto é que Jô, envolvido diretamente no lance, pediu desculpas ao agredido em entrevista publicada no Globo Esporte. “De cabeça quente, na adrenalina do jogo, a gente acaba tomando algumas atitudes que depois revê e obviamente se arrepende.” – disse ele.

 

Não houve a mera tentativa, houve a agressão nas costas do zagueiro. A revisão errônea do VAR e o ponto de vista da CBF foram bizarros. Ao invés de proteger o fairplay, minimiza publicamente a atitude do agressor, abrindo brecha para outros socos sem força nas partidas das suas competições. Se for para relativizar assim, um cuspe possui força quase zero no agredido. Ainda bem que Diego não revidou a agressão pois a certeza é que seria expulso.

 

Apesar da passada de pano da CBF, o atacante alvinegro foi denunciado por agressão física (artigo 254-A) no STJD, com suspensão prevista de quatro a doze jogos. O julgamento ainda não tem data para ocorrer.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Fabuloso parabeniza Brenner, autor do “presente” de aniversário corinthiano!

Luís Fabiano não faz mais parte do elenco do São Paulo, mas ainda está presente quando o assunto é o rival Corinthians. Principal carrasco do alvinegro com treze gols marcados contra o rival, sendo pelo São Paulo, um pela Ponte Preta e dois pelo Vasco, o matador foi acionado após mais uma vitória do clube que o projetou na carreira.

 

Contente pelo resultado, o criador dos gols “parado na esquina” e “Usain Bolt” em cima do adversário mandou um recado para Brenner, autor do presente de aniversário de cento e dez anos do Corinthians, no último domingo no Morumbi: “Continue fazendo gols no Corinthians, mas não só no Corinthians, tá? Mas continue fazendo gols no Corinthians porque isso é importante para nós (risos). E se ele quiser eu mando meu DVD para ele. Ô, Brenner, vou mandar meu DVD para você” disse ele ao Globoesporte.com

 

De fato Brenner já pode ser considerado o amuleto Tricolor diante do rival. Dos sete gols marcados em sua ainda curta carreira como profissional, três deles foram contra o Corinthians. Carrasquinho é que chama, né?

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Diego Costa leva até soco mas não se intimidou na sua estreia em clássicos!

O zagueiro Diego Costa foi um dos grandes personagens do último clássico entre São Paulo e Corinthians, vencido pelo Tricolor neste domingo passado. Provado até o limite, o jovem mostrou personalidade e venceu o duelo particular com Jô.

 

Para se sair vitorioso, o jovem enfrentou provas durante a partida, como intimidação e até um “suposto soco” do seu adversário, flagrado pelo Globoesporte.com em um vídeo. Alçado a titular por Fernando Diniz, Diego Costa era volante nas categorias de base mas vinha treinando na zaga desde a subida para a Barra Funda. Já havia enfrentado clássicos nas divisões inferiores mas nunca como profissional.

 

Sabemos que nesta idade, os jogadores podem oscilar bastante mas é certo que o jovem passou muito bem pela sua primeira provação num jogo grande e diante de um experiente atacante. Somente uma atuação de envergadura e personalidade faria o boa praça Jô ficar pistola daquele jeito. Diego ganhou todas as bolas de cabeça e no chão, mesmo sendo mais baixo que seu oponente.

 

Bela e promissora estreia!

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.