Search Results For : coletivas

“Cabe à direção” Ceni deixa decisão de saída na mão da diretoria em coletiva pós-jogo

Ao que parece Rogério Ceni permanece no cargo como treinador do São Paulo após a vitória diante do Puerto Cabello pela Sul-Americana.

 

Pelo menos foi o que disse o treinador ao ser perguntado em sua entrevista coletiva:

 

“Não sei, é uma pergunta que não pode ser feita para mim. Eu trabalho todos os dias tentando extrair o melhor de cada um. Com 0 a 0 no intervalo, acho que as vaias foram aceitáveis, mas o time jogou bem, finalizou bastante. Trabalho com o que eu gosto e sou feliz com o que escolhi. A pergunta não cabe a mim, cabe à direção” Disse Ceni.

 

A sua permanência  à frente da equipe foi principal tema da coletiva, outra vez Ceni enfatizou desejo de continuar no comando e ao que parece não pedirá demissão, só sai de for demitido!

 

“Os últimos dias são iguais aos primeiros dias: trabalho do mesmo jeito. Não posso responder, mas até gostaria. Facilitaria bastante. Sou extremamente feliz e gosto de trabalhar com eles. Sou empregado, não empregador, não posso responder pelo patrão” Respondeu

 

A situação do São Paulo na Sul-Americana se alivia com duas vitórias e liderança do grupo, no próximo sábado, às 18h30, a equipe enfrenta o América-MG, pelo Campeonato Brasileiro, e ao que tudo indica, com a presença de Ceni no banco de reservas.

 

Por fim o treinador respondeu sobre o carinho dos jogadores e de boatos de “corpo mole” para sua queda:

 

– Eu me sinto respaldado por eles (jogadores) todos os dias, por eles, faço o que posso para extrair algo de diferente. Mudar algo. Nem sempre isso acontece. Jogo sempre para vencer. Eu estava no Fortaleza em 2018 e jogava para vencer, jogo aqui para vencer, joguei no Flamengo para ser campeão. Vamos analisar as lesões, a quantidade de gente que está fora e que poderia ir para essa situação de um contra um. Hoje, infelizmente não tínhamos esse jogador (veloz), nem David e nem Pedrinho. Nós nos viramos, os atletas fazem o seu melhor todos os dias e vão seguir fazendo. Que todos sejam felizes e tenham sucesso se possível juntos – finalizou.

 

Com a vitória, apesar de não convincente, Ceni se mantém vivo no cargo, mesmo que não por muito tempo.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

Para ver as camisas Tricolores na loja clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Kwai
Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

FALA CENI: Veja o que disse o treinador após derrota para o Botafogo

Para iniciar sua coletiva após a derrota para o Botafogo Ceni trouxe um problema alarmante ao torcedor.

 

Calleri sentiu dores no vestiário após a partida e com a saída de Luciano e David o São Paulo pode não ter nenhum atacante disponível para o duelo diante do Puerto Cabello, pela Sul-Americana.

 

– A situação é mais delicada. Temos o Calleri que fez 180 minutos voltando de um mês parado, está no limite. Luciano tomou paulistinha na coxa, era para tirá-lo no final do primeiro tempo, levei até o intervalo. E o David tem uma pancada no joelho que preocupa. Temos o Erison, que está tentando ficar pronto para terça em São Paulo – disse o treinador, sem detalhar o problema de Erison.

 

Apesar da coletiva não ter sido das maiores o treinador ainda teve tempo de analisar mais uma partida com a formação com três zagueiros.

 

“Quando temos os três zagueiros a gente se posta melhor. Com a linha de quatro, temos mais volume, mas perdemos nesse ponto. Tivemos desatenção nesse lance (gol do Tiquinho Soares). Depois o time tomou conta da partida e na minha opinião foi superior” – falou.

 

Por fim deu sua visão sobre o ocorrido e afirmou que o São Paulo jogou melhor que o Botafogo.

 

“Não jogamos bem na Copa do Brasil e hoje fizemos um jogo superior ao adversário. Uma pena que não conseguimos um resultado. As pessoas se interessam por isso e no final é o que vale. Se fizessemos um daqueles gols, poderíamos ter uma análise diferente. Compreendo a análise sobre o resultado” – Revelou.

 

Ao que parece os jogadores não estão mais tão tão “fechados” com o treinador e comissão técnica, parece que não correm como corriam antes e talvez a demissão de Ceni esteja mais próxima do que imaginamos.

 

Veja abaixo a entrevista coletiva de Ceni completa:

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

Para ver as camisas Tricolores na loja clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Kwai
Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

 

Allianz Parque, renovação de Luan e caso Pedrinho, tudo que Ceni disse em coletiva pós-jogo

Alisson, classificação e alívio… As falas de Ceni após vitória diante do São Bento

Já pensando nos mata-matas Ceni agiu corretamente ao utilizar força máxima diante do São Bento. Principalmente para um grupo que almeja buscar sua quarta final consecutiva do Paulistão, é mais importante um elenco bem arrumado dentro de campo do que um plantel descansado.

 

– A fase classificatória determina muita coisa, foi assim nos últimos anos. Acredito que para essas últimas duas partidas vamos com o que temos de melhor, logicamente respeitando o cansaço em alguns setores nossos. Vamos lutar muito para ter a melhor posição possível, agora classificados – completou Ceni.

 

O treinador também comentou sobre a falta que o Morumbi fará nas partidas decisivas já que o estádio estará fechado para shows do Coldplay. A solução será mandar os jogos no estádio do Palmeiras, devido ao acordo entre Leila Pereira e Julio Casares a torcida do São Paulo deverá ter a Pompéia como sede um ou dois jogos.

 

– Primeiro terminar na frente do Água Santa, que vem bem, jogando bem, é ter a vantagem no Morumbi para jogar contra o Água Santa, e depois numa semifinal, mesmo sem ter o Morumbi, onde quer que a gente jogue, que tenha o apoio da nossa torcida – falou.

 

Por fim Ceni ainda comentou sobre a volta de seu atleta Alisson, afastado por problemas pessoais desde o fim de 2022 e que fez sua estreia no ano hoje, em Sorocaba.

 

– Participou diretamente do segundo gol, é um jogador de perna contrária, mas parecido com o Rato, completa a função de terceiro homem do meio-campo, jogador importante. É uma opção que agrada bastante, fico feliz, é uma vitória pessoal, feliz por ele estar de volta – comemorou.

 

– Tentei levá-lo para o último jogo, mas vai que eu preciso de um atacante, ele não se sentia confortável para entrar. Agora ele mais confiante, queria dar alguns minutos, outro jogador que vai ser importante para a temporada – finalizou Ceni.

 

Essas últimas duas partidas do campeonato diante de São Bernardo e Botafogo-SP serão mais do mesmo. Ceni deve alterar uma ou outra peça do que estamos acostumados a ver, de modo geral o elenco já está pronto para as decisões. Afinal o Tricolor é o time com o maior poder ofensivo entre as equipes do Paulistão. É 1° lugar em gols (19), 1° em finalizações no alvo (66) e 1° em finalizações (178). Além de ter em sua equipe o artilheiro da competição.

 

Veja a coletiva completa aqui:

 

 

 

Saudações Tricolores!
Pedro Moura | São Paulo Sempre!

Me siga no Instagram
Me siga no Youtube
Me siga no TikTok
Me siga no Twitter

Post aberto para comentários

Galoppo, Luan, lesões… Tudo o que Ceni disse na entrevista coletiva após goleada no Morumbi

Assim como já havia sido após a vitória contra o Santos no fim de semana a coletiva de Ceni foi mais completa e esclarecedora do que o usual. Provavelmente porque ambas foram após vitórias imponentes diante de seus adversários.

 

Dos pontos abordados os principais temas da semana, atuações individuais de estreantes e até avaliações dos gols da noite.

 

Espero que ele fique. Conversei bastante com o Luan ontem. Quero dar mais minutos pra ele, quero que ele esteja mais junto com a gente. Quero que ele entre cada vez mais, em uma melhor forma física e torço para que essa renovação aconteça.” Comentou Ceni.

 

Luan é uma peça que tem o carinho do torcedor, um atleta criado em cotia e que passou por momentos difíceis relacionados a lesão. É importante que o atleta seja reintegrado aos poucos e parece que Ceni tem essa visão para com o jogador. Infelizmente o fator monetário pode pesar neste momento, o que também é direito do garoto buscar um clube que atenda suas expectativas salariais.

 

Galoppo também não poderia deixar de ser um assunto hoje, recebeu seu terceiro troféu de melhor em campo no Paulistão e se sagrou artilheiro da competição até aqui.

 

 Galoppo tem mostrado valores em outras posições e se tornado um jogador importante. É um menino dedicado, que trabalha duro e passa por um ótimo momento. Acho que também passa pelo mérito de jogar em uma posição adiantada, ele tem a facilidade de fazer gols – Disse Rogério Ceni.

 

A estreia de Nathan na lateral-direira e Caio Paulista na esquerda ao meu ver foram de grande valor ao São Paulo, dar um tempo de descanso ao Welington já era necessário a algumas partidas. Na direita o caso já estava crítico, Nathan ainda vai fazer partidas muito melhores mas neste momento fez o que pode para ajudar o tricolor.

 

– Quero destacar os jogos de Caio Paulista e Nathan. Gostei muito do Nathan defensivamente hoje, quero elogiar a postura dos dois. A energia que dão é algo muito importante. Falou o treinador.

 

Por fim Ceni foi o responsável por colocar um ponto final na discussão: Qual gol foi o mais bonito? O de Pedrinho ou a sapatada de Pablo Maia do meio da rua?

 

– Acho que os dois foram muito bonitos. Dois belos gols. Pode ser injusto da nossa parte. Os dois gols foram bonitos. Um chute de fora da área é muito bonito. O do Pablo Maia mais raro, o Pedrinho tem mais essa facilidade. O esforço do goleiro para pegar a bola… Eu adoro o Pedrinho, mas achei o gol do Pablo Maia mais espetacular – disse.

 

Ao longo do ano de 2023 Ceni terá seus altos e baixos como treinador, seja tendo que lidar com as lesões ou gerir problemas extracampo. O que não há como negar é que existe uma evolução notável em seus pontos de vista e principalmente coletivas, pouco a pouco Ceni esclarece o que o torcedor quer saber e massageia seus anseios quando escala Galoppo e Neves titulares pela primeira vez no ano, quando coloca o Luan mesmo que no fim do jogo ou barra Pablo Maia quando sente que o atleta não rende.

 

A evolução é visível e gradativa. A classificação está praticamente encaminhada aos mata-matas e na segunda colocação geral. Os números mostram que há melhora e o tempo mostrará os benefícios que Ceni faz ao São Paulo.

 

Veja aqui a entrevista completa do treinador após a goleada sobre a Inter de Limeira no Morumbi:

 

 

Saudações Tricolores!
Pedro Moura | São Paulo Sempre!

Me siga no Instagram
Me siga no Youtube
Me siga no TikTok
Me siga no Twitter

Post aberto para comentários