E-Consulters Web - Hospedagem Premium

Search Results For : História

Tricolor terá argentinos e colombianos em sua trajetória na Sul-Americana

A Conmebol sorteou os confrontos da Sul-Americana na noite desta segunda-feira, no Paraguai. O São Paulo pegará o argentino Cólon na próxima fase da competição. O primeiro jogo acontecerá no dia 18 de julho no Morumbi e a segunda partida acontecerá dia 01 de agosto na província de Santa Fé.

 

O estádio que espera o Tricolor no jogo de volta desta fase é o Estádio Brigardier General Estanislao Lopéz (foto), que comporta 36.500 espectadores. Pela capacidade, não se trata de um estádio acanhado.

 

Caso passe pelos argentinos, o Tricolor terá Lanús (ARG) ou Junior Barranquilla (COL) como adversário, pelas oitavas de finais da competição internacional.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Quem ‘manda’ no confronto direto entre São Paulo e Botafogo? Veja aqui:

Quarenta e duas vitórias do São Paulo, trinta e oito vitórias do Botafogo e vinte e três empates. Este é o saldo atual da história dos confrontos diretos entre dois dos clubes mais tradicionais do Brasil desde o primeiro jogo, no dia 10 de julho de 1940.

 

Apesar da leve supremacia, a maior goleada é dos botafoguenses: 8×1, justamente na primeira partida entre os dois clubes. A vitória mais épica do São Paulo sobre o seu adversário carioca foi em 1981. A equipe venceu por 3 a 2 no Morumbi pelas semifinais do Brasileiro. Uma outra expressiva vitória Tricolor causou muita polêmica na época: o 6 a 1 do São Paulo no Campeonato Brasileiro de 1999 foi revertido na justiça pelo clube carioca pela escalação irregular de Sandro Hiroshi pelo São Paulo. O episódio inviabilizou a realização do Campeonato Brasileiro no ano seguinte por alterar a classificação do rebaixamento.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Convocação GERAL!

A possibilidade da liderança no Campeonato Brasileiro de 2018 já mexe com toda a coletividade Tricolor. Nesta segunda-feira, o Instagram oficial do clube convocou a torcida a lotar o Morumbi para o próximo jogo diante do Botafogo, nesta quarta-feira às 21 horas no Morumbi.

 

Além da convocação, com a imagem do post, o clube pede para que os torcedores enviem mensagens para os amigos, familiares para que comprem ingresso e apoiem o time nesta reta pré-Copa do Mundo. O objetivo é estar entre os primeiros até a parada para o mundial. Quem sabe até na liderança da competição.

 

Reserve seu ingresso para o jogo neste link.

 

A Torcida Independente e a Dragões da Real prometem mais uma recepção pirotécnica na frente do estádio para recepcionar o ônibus e o movimento #UnidosPeloSPFC, criado por um grupo de torcedores no ano passado, promete ações pontuais de apoio ao time durante os próximos dias.

 

A convocação é geral. Agora é hora do torcedor responder o esforço do time e comparecer em massa no Cícero Pompeu de Toledo. Vamos devolver a luta dos nossos guerreiros com apoio incondicional nos noventa e poucos minutos.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Amnésia? Santista reclama de “antijogo” do Tricolor no clássico

Em entrevista ainda no gramado para a Rádio Bandeirantes, o jogador Victor Ferraz admitiu que o Santos foi encurralado nos minutos iniciais da partida do último domingo, mas reclamou do suposto antijogo dos vencedores após o gol de Diego Souza, aos 10 minutos da segunda etapa.

 

“Jogamos no campo deles, mas fizeram antijogo. Foi pouca bola rolando. Pararam demais o jogo. E não fomos capazes de fazer o gol. Quem perde gol no clássico, perde o jogo” – comentou o lateral direito alvi-negro.

 

Quer saber? Foi choro de perdedor, com cabeça inchada após o clássico. Victor Ferraz, especulado no Tricolor nos últimos meses, certamente se esqueceu de dois atletas santistas caídos no gramado no primeiro tempo, certamente para esfriar a intensidade do São Paulo nos primeiros quarenta e cinco minutos da partida. Só após o seu gol o Tricolor diminuiu a intensidade vista no começo do jogo. O Santos até equilibrou um pouco as ações, mas mesmo assim sem o ímpeto necessário para encontrar o gol de empate.

 

A vitória foi justa e o choro é livre.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Conheça os ídolos homenageados na “Calçada da Fama” do Morumbi

O clube lançará nesta terça-feira mais um projeto histórico no Morumbi. A Calçada da Fama é um projeto que eternizará os ídolos da história do São Paulo Futebol Clube. Inspirado no Hollywood Walk of Fame em Los Angeles, a Calçada da Fama Tricolor fica na rampa de acesso do salão nobre, no estádio do Morumbi e em breve será aberto para visitação.

 

O Blog São Paulo Sempre teve acesso em primeira mão a todos os nomes que iniciarão o projeto, que no futuro contará com outros futuros ídolos do clube. Todos os nomes foram aprovados e tiveram autorização de uso de nome dos ídolos ou de seus herdeiros e familiares. Veja a lista abaixo:

 

Adilson, Alfredo Ramos, Aloísio, Amoroso, André Luiz, Antônio Carlos, Araken Patusca, Bauer, Belleti, Bellini, Bernardo, Bezerra, Cafu, Canhoteiro, Careca, Chicão, Chulapa, Cicinho, Danilo, Dario Pereyra, De Sordi, Denílson, Dinho, Dino Sani, Doriva, EdCarlos, Edimilson, Elivélton, Fabão, Falcão, Forlan, França, Friaça, Friedenreich, Gerson, Gilmar, Gino Orlando, Hernanes, Jose Poy, Josué, Juninho, Junior, Jurandir, Kaká, King, Leonardo, Leônidas da Silva, Lugano, Luiz Fabiano, Luisinho, Mário Sérgio, Maurinho, Mauro, Mineiro, Miranda, Mirandinha, Muller, Muricy Ramalho, Nelsinho, Noronha, Oscar, Palhinha, Paraná,, Pardal, Pedro Rocha, Peixinho, Pintado, Piolin, Pita, Raí, Regnaneschi, Remo, Renato, Riberto, Ricardo Rocha, Roberto Dias, Rogério Ceni, Ronaldão, Ronaldo Luiz, Ruy, Sastre, Sidney, Silas, Teixeirinha, Terto, Toninho Guerreiro, Toninho Cerezo, Valber, Virgílio, Vitor, Vitor Ratautas, Vizolli, Waldir Peres, Zarzur, Zé Carlos Serrão, Zé Sérgio, Zetti, Zezé Procópio, Zizinho.

 

Senti falta dos técnicos ídolos, como Carlos Alberto Silva, Telê Santana, Cilinho e Minelli, entre outros, mas entendo que os ídolos na lista se referem a jogadores e não comissão técnica ou diretoria. Sendo assim, justo.

 

Muitos nomes são polêmicos, seja porque passaram bem rápido no clube, seja porque defenderam rivais ou até mesmo eram longe de serem craques, mas também entendo que a escolha foi para minimizar a possibilidade de discussão no Conselho. Se for para pecar, que se peque por excesso e não pela falta de algum ídolo. Também justo.

 

A proposta foi feita há 6 anos pelo conselheiro Itagiba Francez. O desenvolvimento e execução do projeto ficou a cargo do conselheiro Homero Bellintani Filho que, com auxílio precioso de Eduardo Monteiro, cuja colaboração com o departamento de infra-estrutura foi primordial, realizou o sonho de muitos são-paulinos se dedicando mais de 8 meses desde o início dos trabalhos junto aos conselhos e fornecedor.

 

É bem bacana a ideia da “Calçada da Fama” Tricolor. Parabéns a todos os idealizadores e aqueles que viabilizaram o projeto. Nada como homenagear todos aqueles que construíram a nossa história dentro de campo.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.